Cereja estragada?

Leia o post original por Craque Neto

A imagem que mais chamou a atenção na vitória e desclassificação do Palmeiras no último sábado foi o chilique do atacante Miguel Borja, que deixou o gramado reclamando da substituição e chutando até copinho de água no chão. Segundo consta nesta segunda-feira o técnico Eduardo Baptista conversou com o jogador para tentar colocar os pingos nos ‘is’. Mas posso falar? Não acredito que vai ser tão fácil assim. Desde que chegou ao clube muita gente lá de dentro chama o cara de cereja, em referência ao termo ‘cereja no bolo’. Ou seja, Borja, artilheiro da última Libertadores, seria a peça […]

O post Cereja estragada? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Comentaristas analisam se gol de Jô estava impedido

Leia o post original por Craque Neto

O gol do Corinthians contra o São Paulo na partida de volta da semifinal do Paulistão está gerando polêmica. Os comentaristas analisam o lance para ver se há impedimento do atacante Jô.

O post Comentaristas analisam se gol de Jô estava impedido apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Amoroso sobre Rodrigo Caio: é um menino fantástico!

Leia o post original por Craque Neto

O ex-jogador e ídolo do Tricolor defende Rodrigo Caio, mas não nega que faltou um pouco de malandragem por conta do zagueiro que, para ele, poderia ter deixado nas mãos do juiz.

O post Amoroso sobre Rodrigo Caio: é um menino fantástico! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Curiosidades sobre Barça e Real Madrid nas redes sociais

Leia o post original por Michelle Giannella

O jogo de domingo, dia 23 de abril, entre Barcelona e Real Madrid rendeu muita conversa pelas redes sociais. Os países que mais tiveram repercussão sobre o tema no Facebook foram:

México
Indonésia
Brasil
Estados Unidos
Espanha
Colômbia
Índia
Guatemala
Marrocos
Algéria

Os jogadores mais comentados no Facebook:

Lionel Messi
Cristiano Ronaldo
Neymar Jr.
Ivan Rakitić
Casemiro

Já os momentos mais marcantes e compartilhados foram os seguintes:

O gol decisivo de Lionel Messi aos 92 minutos
O gol de Messi no 33º minuto para igualar o jogo em 1-1
Ataque de Ivan Rakitić aos 73 minutos para colocar o Barça em vantagem por 2-1

Achei bem interessante e quis compartilhar com vocês. Boa semana!

Fonte; Ideal H+K Strategies

 

 

Jô deveria ter pedido para não jogar?

Leia o post original por Milton Neves

Após o Majestoso de ontem, perguntei a Jô no “Terceiro Tempo” da Band se ele, em algum momento, pensou em pedir para não jogar contra o São Paulo no Itaquerão (confira no vídeo acima).

Muita gente não entendeu o motivo de meu questionamento, mas eu explico.

A atitude de Rodrigo Caio no Morumbi foi tão nobre que, de forma alguma, merecia motivos para ser criticada pelos torcedores do São Paulo.

E qual seria um dos grandes motivos para a ira dos tricolores?

Jô, livre de suspensão pela bondade do zagueiro, balançar as redes do time do Morumbi.

Como, ironicamente, acabou acontecendo mesmo…

Agora, já imaginaram a saia-justa que Rodrigo Caio está enfrentando diante de seus companheiros, de seu treinador e da torcida são-paulina?

E isso por ter tomado uma atitude maravilhosa e única!

Claro que o atacante do Timão não cometeu nenhum pecado, mas ele poderia ter colaborado com o gentil zagueiro, não é mesmo?

O que acha sobre o assunto?

Opine!

Corinthians x Ponte Preta. Final justíssima e muito interessante. Aposto minhas fichas no Corinthians.

Leia o post original por Nilson Cesar

O Corinthians foi melhor que o São Paulo em dois jogos e está na final do Campeonato Paulista. A Ponte Preta sobrou no jogo de Campinas e o Palmeiras não teve forças para reverter. Portanto, ninguém pode questionar os méritos das equipes que irão decidir o Paulistão 2017. Entendo que o Corinthians é o favorito por jogar em casa a partida decisiva. O jogo de Campinas é a grande chance para a Ponte Preta. De toda maneira acho que a Ponte Preta não irá vencer nem o jogo de Campinas. Serão dois jogos apertados , mas o Corinthians deve levar a melhor. Por já estar fora da Copa do Brasil o Corinthians vai se aplicar e muito para conquistar o Paulistão. Tem mais time que a Ponte Preta e todas as chances para ser Campeão Paulista em 2017.

Simulações de humanidade no futebol

Leia o post original por Mauro Beting

Em 2017, gandula já simulou agressão. Árbitro, também. Agora treinador. E o jogo seguiu. 

Em 2017, jogador assumiu que não houve motivo para adversário em clássico decisivo ser punido pela arbitragem. E ele foi reprimido pelos próprios companheiros e comandantes por ter feito o que é certo. 

Em 2017, rivais da Chapecoense aplaudiram a vitória da Chaoe em Criciúma. Enquanto inomináveis bípedes abomináveis faziam coro a respeito do acidente de novembro de 2016. 

Em 2017, o planeta acredito que não acaba. Mas parte da humanidade já está nos acréscimos.  

Por que é arriscado para o Corinthians um acordo com a Odebrecht agora?

Leia o post original por Perrone

Como mostrou o UOL Esporte, a Odebrecht pretende chegar a um acordo com o Corinthians para deixar o fundo responsável pela arena do clube. Porém, uma série de fatores torna essa saída arriscada para o alvinegro.

O principal deles é o fato de ainda não ter sido entregue o relatório da auditoria feita pelo escritório Cláudio Cunha Engenharia Consultiva. Ela analisa se a Odebrecht cumpriu o contrato na íntegra dos pontos de vista de engenharia e arquitetura.

Pelo esboço do acordo apresentado verbalmente pela construtora a dirigentes alvinegros, a Odebrecht perdoaria parte da dívida do Corinthians e sairia com um prejuízo de R$ 200 milhões, pelas contas dela. Esse é o valor aproximado que outro relatório, produzido pelo escritório de advocacia Molina & Reis, aponta como equivalente ao que a Odebrecht teria deixado de fazer ou que precisa ser refeito no estádio. Só que o documento foi produzido sem os dados do trabalho comandado por Cláudio Cunha, que não ficou pronto a tempo.

Ou seja, com os dois relatórios o resultado pode ser de um valor superior aos R$ 200 milhões. Assim, se aceitar o acordo antes de a conclusão da segunda auditoria ser entregue, o Corinthians corre o risco de não poder cobrar a construtora por montantes superiores aos R$ 200 milhões. A Odebrecht afirma ter cumprido o contrato na íntegra.

Se forem comprovadas as centenas de milhões de reais equivalentes a trabalhos não feitos ou insatisfatórios, a construtora estaria perdoando uma dívida que de fato não existe.

Outra questão é a Lava Jato. Antes do fim das investigações, o clube não pode medir o tamanho de eventuais prejuízos que teve com supostas operações ilegais envolvendo sua arena e seus dirigentes, se elas forem comprovadas. Planilhas do setor de propinas da construtora ligam o estádio a pagamentos irregulares para pessoas ainda não identificadas. Além disso, em sua deleção, Marcelo Odebrecht citou doação por meio de caixa 2 para a campanha a deputado de Andrés Sanchez, segundo a Folha de S.Paulo. O ex-presidente corintiano nega o recebimento de dinheiro ilegal.

Assim, conselheiros do clube defendem que nenhum acordo seja assinado com a Odebrecht antes do fim das investigações da Lava Jato.

Outro ponto que gera incertezas para o clube é o fato de a Odebrecht, pela proposta inicial, deixar de ser a garantidora do empréstimo feito pela Caixa junto ao BNDES para financiar a construção. Nesse caso, ela retiraria as garantias que deu ao banco e o clube teria que encontrar outra forma de garantir o pagamento. Só que a Caixa e outros bancos não enxergam com bons olhos garantias dadas por clubes, tanto que a Odebrecht precisou dar as suas.

Por fim, conselheiros corintianos também se incomodam com a possibilidade de a Odebrecht sair do negócio como boa moça, supostamente perdoando parte do débito corintiano, apesar da suspeitas do clube de que ela não cumpriu em 100% o combinado.

 

Lógica. Flamengo 2 x 1 Botafogo.

Leia o post original por Mauro Beting

É lógico o terceiro colocado do BR-16, pelo elenco que tem, decidir o RJ-17. Não é lógico o regulamento levar às finais um clube que não ganhou turno algum. Na época dos triangulares decisivos, normal. Ainda com Taça Guanabara e Taça Rio, nem tanto. 

Mas é o nosso futebol. O regulamento é assim. Segue o jogo. E o melhor time venceu aquele que se plantou e especulou e não conseguiu. O que não é demérito para um Botafogo bem organizado, desfalcado, e sem as opções que o Flamengo tem. 

Agora você ouve GUSTAVO ROMAN AQUI