Arquivo da categoria: 1×2

O contrato

Leia o post original por Rica Perrone

alecsandro_emelec_flamengo_alexandrevidal1

Enfim, o que todos os torcedores de Fluminense, Botafogo e Vasco sempre desconfiaram chega a conhecimento público.  Este blog conseguiu com exclusividade um termo de contrato assinado em 1895 que pode explicar muito das viradas espetaculares do Clube de Regatas Flamengo.

Confira.

CONTRATO DE PARCERIA

Parceiro Outorgante: Clube de Regatas Flamengo, com sede na Av. Borges de Medeiros, 997 – Lagoa Rio de Janeiro – RJ – Brasil. CEP – 22.430-040.

Parceiro Outorgado: Lucifer Gallardo, com sede no Inferno, sub solo, sem cep, próximo a Bangu, Rio de Janeiro, Brasil.

As partes acima identificadas têm, entre si, justo e acertado o presente Contrato de Parceria, que se regerá pelas cláusulas seguintes e pelas condições descritas no presente.:

DO OBJETO DO CONTRATO

Cláusula 1ª – O presente contrato tem como OBJETO a troca de favores entre as partes. Sendo o Flamengo capaz de proporcionar momentos de muito terror aos seus quando tudo caminha para a paz e vice-versa. Sempre que precisar, porém, o Flamengo terá uma ajuda não justificável no plano físico do Lucifer.

DAS OBRIGAÇÕES DA PARCEIRA OUTORGANTE (C. R. Flamengo)

Cláusula 2ª – Se manter sempre numa divisão igual ou acima dos três concorrentes da cidade sede.

Parágrafo primeiro – Prometer, sempre, mesmo que seja impossível, estar num nível incrivelmente superior a maioria

Parágrafo segundo – Exalar fé e confiança mesmo sem motivos para tal.

Parágrafo terceiro – Aumentar de forma constante o número de fiéis seguidores.

Parágrafo quarto –  Causar dúvida na presença divina sempre que possível contrariando a lógica com algum milagre que cause dor a seus fiéis.

Parágrafo quinto – Usar em seu uniforme sempre um pedaço de cor vermelha em respeito ao Lucifer

DAS OBRIGAÇÕES DA PARCEIRA OUTORGADA (Lucifer) 

Cláusula 3ª –  Lucifer fornecerá ao Clube de Regatas Flamengo, a força do mal suficiente para manipular zagueiros, árbitros e até mesmo tufos de grama tendo como objetivo o resultado acordado entre as partes.

Parágrafo primeiro – Não negará jamais uma queda rival de, pelo menos, 10 em 10 anos.

Parágrafo segundo – Havendo necessidade e interesse, Lucifer solicitará ao Clube de Regatas Flamengo um vexame de proporções nacionais para gerar sofrimento entre os seus.

DAS COMPETIÇÕES

Cláusula 4º –  O Clube de Regatas Flamengo fica responsável por se manter na primeira divisão do campeonato nacional. Lucifer será responsável por evitar a queda quando o Clube de Regatas Flamengo não for auto-suficiente.

Parágrafo primeiro – Será de responsabilidade de Lucifer a conquista de um torneio mata-mata de alto nível por década. O Clube de Regatas Flamengo não precisa manter um elenco digno para tal.

Parágrafo segundo – Em torneios continentais, o Clube de Regatas Flamengo poderá solicitar uma vez por década ajuda a Lucifer para conquistar o título.

Cláusula 5º –  Não haverá ajuda entre as partes nas decisões contra clubes mexicanos

DA PRIVACIDADE E SEGURANÇA

Cláusula 6ª – Fica proibida a captação de dados particulares dos clientes do Clube de Regatas Flamengo pela parte de Lucifer e vice-versa.

Cláusula 7ª–  O contrato em questão jamais será divulgado.

DA RESCISÃO CONTRATUAL

Cláusula 8ª – A parte que desejar rescindir o presente instrumento, notificará de forma expressa sua intenção à outra parte, com antecedência mínima de 60 (sessenta) anos.

Parágrafo primeiro – No casso do disposto da Cláusula 9ª, não caberá indenização em nenhuma hipótese.

Cláusula 9ª – Estará rescindido automaticamente o presente contrato de parceria, em ocorrendo a violação de qualquer cláusula, por dolo ou culpa, constante neste instrumento pelo Clube de Regatas Flamengo.

DA VALIDADE E PRAZO DO CONTRATO

Cláusula 10ª – O presente instrumento de contrato de parceria, passa a vigorar na data de assinatura de ambas as partes.

Cláusula 11ª– O presente contrato de parceria vigorará pelo prazo de 12000 anos, a contar da data de assinatura.

DISPOSIÇÕES GERAIS

Cláusula 12ª – Fica compactuado entre as partes a total inexistência de vínculo trabalhista entre as partes contratantes, excluindo as obrigações previdenciárias e os encargos sociais, não havendo entre CONTRATADA e CONTRATANTE qualquer tipo de relação de subordinação.

Por estarem assim justos e contratados, firmam o presente instrumento, em duas vias de igual teor.

Rio de Janeiro, 13 de março de 1895.

(Lucifer Gallardo)

(Clube de Regatas Flamengo)

Pela memória da expectativa

Leia o post original por Rica Perrone

O Atlético Mineiro de 2016 é o time que todos queriam ver jogar. Robinho, Pratto, Fred, Fabio Santos, Rafael Carioca, Rocha, Leo Silva, Cazares… é muita gente junta. E sob a batuta do treinador bicampeão brasileiro, o que poderia dar errado? Pois é. E o Galo que nunca aconteceu em toda a temporada está perto …

São Paulo precisa amar o São Paulo

Leia o post original por Rica Perrone

Há algum tempo o SPFC se tornou o time da Libertadores. O torcedor comprou esse barulho e até ensaiou deixar de ser uma torcida mimada e ausente para ser referência.  Mas nem toda quarta-feira a noite é Libertadores. Nem tudo acaba quando se sai de uma Libertadores. E tem ano que sequer estaremos na Libertadores. …

Estatísticas: Palmeiras 1×2 Nacional

Leia o post original por Rica Perrone

Em parceria com a #Opta, o blog mostra os gráficos e alguns números que explicam a derrota do Verdão no Allianz Parque. Veja os passes errados do Palmeiras no campo de ataque. Note a quantidade absurda de bolas jogadas na área adversária ao invés da troca de passes. O posicionamento médio estatístico do time em …

Tá olhando o quê?

Leia o post original por Rica Perrone

Existem jogadores ruins dispostos a jogar bola, outros que sabem jogar e não correm, uns tantos que não fazem nem uma coisa nem outra. Ganso é um craque. Ele sabe absolutamente tudo que um meia precisa saber pra se tornar um grande jogador. O que não parece notar de forma alguma é que ele é uma […]

Imperdoáveis

Leia o post original por RicaPerrone

Se perdoa os erros do arbitro que quase mudaram o resultado de um clássico. No caso, apesar do pênalti mal marcado, o maior dos vilões foi o bandeira, que parou diversas jogadas que poderiam transformar aquele sonolento jogo de futebol em algo mais interessante.

Não se pode esquecer e perdoar o que este mesmo São Paulo fez na quarta. E não, não vem com “Sulamericana” porque de todos os grandes que perderam o único sem crédito pra isso é o Tricolor, afinal, Penapolense e Ponte Preta não levava o time a lugar algum. Levava?

E o Palmeiras? Que me perdoe sua história e tradição no mês do centenário, mas é inaceitável o futebol praticado.  Pobre de técnica, de tática e de espírito. Vulnerável atrás, inoperante na frente.

Quem perde o gol que o Palmeiras perdeu, mesmo impedido, aos 41 do segundo tempo não pode sair do campo reclamando de nada.  Enquanto Kaká, Ganso e Pato esperam uma bola que venha voando sem direção, os atacantes do Palmeiras não esperam quase nada.

E quando tem, meio que na base do “deus me livre”, não sabem o que fazer.

A diferença? O time do Palmeiras pode olhar pra si mesmo e tentar jogar por uma bola. É fraco, carente em diversas posições e não tem qualidade para propor ter a bola na maior parte do jogo.

O do São Paulo, vencedor da tarde com notável ajuda do goleiro rival, tem time pra tocar, fazer bonito e ser ousado. Mas não quer.

Perdoáveis falhas do goleiro que, ainda garoto, pode aprender com elas. Tal qual as falhas milimétricas do bandeira num jogo complicado.

Imperdoável, pra mim, é o futebol apresentado por ambos. Ou, pra um deles, a troca de clube de um ex-candidato a ídolo. Para outro, talvez, a eliminação pro Bragantino. Mas é detalhe. Na real, quando se ganha um clássico perdoa-se tudo.

Até mesmo o imperdoável futebol apresentado.

abs,
RicaPerrone

O contrato

Leia o post original por RicaPerrone

Enfim, o que todos os torcedores de Fluminense, Botafogo e Vasco sempre desconfiaram chega a conhecimento público.  Este blog conseguiu com exclusividade um termo de contrato assinado em 1895 que pode explicar muito das viradas espetaculares do Clube de Regatas Flamengo. Confira. CONTRATO DE PARCERIA Parceiro Outorgante: Clube de Regatas Flamengo, com sede na Av. Borges de …