Novo problema com Valdívia vira mistério para jogo contra Sport

Leia o post original por blogdoboleiro

O novo mistério de Valdívia: aos 14 minutos do clássico entre Palmeiras e São Paulo, o meia chileno colocou a mão na coxa direita, depois no rosto, e caiu. Saiu de campo reclamando de tontura e falta de ar. Depois da partida – e da vitória tricolor por 2 a 1 – o jogador foi ao hospital com o médico Otávio Vilhena para exames de imagem.

Ficou constatada uma pequena fratura no nariz que, na teoria, poderia ter causado a tontura por falta de ar.

Aí começa o mistério. Para começar, ele poderia respirar pela boca. Mais: no treino da última quarta-feira de manhã, Valdívia teve o nariz atingido em um encontrão com o volante Wesley. Não houve sangramento nem desvio. Ele foi examinado e voltou a treinar.

Valdívia ainda participou do coletivo da quinta-feira, que durou uma hora e mais. Trabalhou na sexta-feira e no sábado. Não apresentou nenhuma limitação, muito menos dificuldade de respirar ou tontura.

Segundo médicos consultados pelo Blog do Boleiro, o que Valdívia tem no nariz não o impede de jogar na próxima quarta-feira, quando o time – agora na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro – vai enfrentar o Sport em Recife. Ele deve passar por consulta com um otorrino para saber mais do problema.

Restaria então o gesto de colocar a mão na coxa direita. Valdívia disse que teria sentido uma “pequena câimbra”. Não foi esta a queixa que fez quando estava no vestiário do Pacaembu e foi examinado no vestiário.

Nesta segunda-feira, esta história ainda vai dar o que falar.