Palmeiras apenas empata e segue o seu calvário no Campeonato Brasileiro

Leia o post original por Flavio Canuto

victor_luis_gol

Parecia que o Pacaembu seria o cenário de mais uma tragédia, mas no final o Palmeiras conseguiu pelo menos um empate, o que não alivia muito a situação do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. E pensar que estivemos perto da virada, até perdermos um jogador (irresponsável), aos 36 minutos da segunda etapa.

Só para não perder o costume, fomos prejudicados novamente pela arbitragem e a nossa diretoria continua ignorando solenemente o problema.

Muita gente tomou um susto com a escalação proposta por Dorival Júnior, repleta de juniores, com apenas um volante e sem nenhum meia. Nem deu tempo de ver se as coisas poderiam andar assim. Logo aos 12 minutos, o Flamengo abre o marcador, com Canteros se aproveitando de falha grotesca de Juninho, que praticamente ajeitou para ele chutar e marcar.


polls & surveys

Por acaso, não foi o Juninho quem pediu para deixar o Palmeiras pois não tinha mais condições de seguir no clube? Pois é, mas como os amadores que comandam o time não trouxeram os reforços necessários, ele acabou ficando e virou até titular!

O gol foi um baque. A partir daí, o que se viu foi um Palmeiras totalmente perdido e sem conseguir acertar dois passes seguidos, enquanto o Flamengo apenas olhava e aguardava para aproveitar outra falha e ampliar o marcador, sem suar muito a camisa. Humilhação total.

Após um chute de Márcio Araújo aos 22 minutos, defendido por Deola, a próxima oportunidade do time carioca surgiria aos 31 minutos. Eduardo da Silva venceu Deola em disputa na qual o goleiro alviverde saiu muito mal, a bola bateu em sua mão e ele lançou Alecsandro, que se aproveitando de posição irregular fez aos 31 minutos o segundo gol de sua equipe.

Aliás, esse foi um gol recordista de erros. Dois de arbitragem e outro de um goleiro sem ritmo de jogo.

dorival_flamengo

Aos 42 minutos, o fim do fim. Se não havia tido competência para chutar uma única bola a gol até então, o time viu Henrique ser claramente derrubado na área, por trás, pelo zagueiro João Paulo.

O péssimo juiz Anderson Daronco fez que não viu, e a coisa ficou por isso mesmo. Os atletas parece que estão se acostumando com os erros de arbitragem contra o Palmeiras e pouco reclamam. Parece que o time só porque é fraco, merece também ser roubado. Não é bem assim, tá faltando comando dentro e fora de campo!

Aos 46 minutos, João Pedro cruza uma bola e Paulo Victor defende fácil. A única que foi no seu gol até então.

Vendo a viola em cacos, Dorival Júnior voltou do vestiário com Valdivia e Allione nas vagas de Henrique e Pablo Mouche e deu certo. Logo aos 2 minutos, quando Diogo acreditou em um lançamento longo de Lúcio, o atacante ganhou de dois zagueiros e finalizou. O goleiro espalmou, mas a bola entrou no cantinho de sua meta. O Palmeiras voltava ao jogo e Diogo quebrava o jejum de gols que já durava um ano.

Com grande atuação de Valdivia, que passou a comandar seus colegas, o Verdão passou a pressionar e muito o time de Vanderlei Luxemburgo, com boas oportunidades finalizadas por Allione aos 4 minutos e Cristaldo aos 14 minutos. O Flamengo só voltou a incomodar aos 22 minutos, em cruzamento pego por Deola.

Aos 23 minutos, o empate. Diogo e Valdivia fizeram bela trama, a bola chegou açucarada a Victor Luis, que mandou uma bomba no gol rubro-negro. A virada poderia ter vindo aos 30 minutos, quando o volante Renato fez uma boa jogada individual e chutou da entrada da área. A bola tirou tinta da trave esquerda de Paulo Victor.

A maravilhosa torcida alviverde presente no Pacaembu apoiava demais o time que chegava fácil ao ataque. O empate era questão de tempo

valdivia_pisao

Aí, o “herói” virou vilão. Valdivia, após perder a bola para Amaral, resolveu pisar na perna do adversário que estava no chão. Isso tudo a poucos metros do juiz que deu o cartão vermelho para o meia, que pôs a perder toda a reação da sua equipe.

Esse cara não precisa apenas de um fisioterapeuta. Valdívia precisa também de um psiquiatra, não é possível que um jogador profissional, pai de família, seja tão irresponsável e egoísta.

Depois de tanto tempo sem jogar, ele volta a prejudicar o Palmeiras desse jeito? Não tem explicação.

A partir daí, o Flamengo novamente tomou as rédeas da partida e quase fez terceiro gol, com direito a bola na trave e tudo.

Com um a menos, o empate acabou não sendo um resultado tão ruim. No entanto, como a rodada foi péssima, acabamos voltando ao terrível Z menos quatro, mais precisamente aos 18º lugar.

O time pode melhorar, mas será esse sofrimento até o final do campeonato. Quem não estiver preparado para encarar, faça como o Valdívia: pede para sair!

Você também pode me seguir no Twitter ou Facebook…e vale a pena!

Abraço a todos!