Após críticas de Pato, São Paulo demite responsável por gramado do Morumbi

Leia o post original por Perrone

Depois de Alexandre Pato culpar o gramado do Morumbi pelo incrível gol perdido por ele na vitória por 2 a 0 sobre o Sport, no último dia 7, o São Paulo demitiu o responsável pelo campo do estádio. Gilberto, ex-goleiro do clube e que ocupava o posto de jardineiro-chefe, foi mandado embora na semana passada.

“O cara que cuida da grama no Morumbi tem que ver isso aí”, afirmou o atacante na ocasião. Rogério Ceni endossou as críticas declarando que as linhas do campo estavam sobressalentes, talvez, por causa dos shows no estádio, segundo o camisa 01.

As queixas foram demais para Gilberto, que era responsável também pelos gramados dos CTs de Cotia e da Barra Funda.

Em tempos de crise política, a dispensa também virou motivo de atrito entre o ex-presidente Juvenal Juvêncio e o atual, Carlos Miguel Aidar. “O Gilberto foi demitido porque era meu amigo”, diz JJ. Aidar nega  que a política tenha interferido em sua decisão, mas não quis dar entrevista sobre o assunto, alegando querer evitar nova polêmica.

Porém, o blog apurou que a justificativa da direção para o afastamento é a reclamação de jogadores em relação ao gramado. A avaliação da cúpula do clube é de que os campos do CTs estão em bom estado porque passaram por supervisão da Fifa, pois foram usados na Copa do Mundo. E o Morumbi estava em nível inferior.

Após a saída do jardineiro-chefe, o próprio estafe do São Paulo cuidou do gramado e o campo já apresentou melhoras, na avaliação da diretoria. Juvenal discorda das críticas e elogia o trabalho de Gilberto.