Arquivo da categoria: 2017

Não se iluda, corintiano! Timão vence, mas Grêmio ainda levará título do 1º turno!

Leia o post original por Milton Neves

Vencer o Corinthians realmente está muito difícil.

A tarefa do Fluminense não seria a das mais fáceis, até porque, fora de casa o Timão é assim, uma retranca só!

Não foi uma partida brilhante, por parte de ambos.

No entanto, o Tricolor Carioca esteve mil vezes melhor, mas pecou nas finalizações.

Já o Alvinegro, na rara oportunidade que teve, matou o jogo.

Nesse futebol moderno, onde exaltamos as táticas de técnicos estrangeiros, quem brilha mesmo é Carille.

Jogar bonito e ter posse de bola que nada, o que vale são os três pontos!

“Pep Carille” é o melhor treinador do Brasil, só fica atrás de Tite.

Mas o nosso querido “Águia de Haia dos Pampas” não conta…

No final do duelo, o Flu fez um gol, mas o árbitro anulou. Será que tava impedido mesmo?

Porém, restanto três rodadas para acabar o 1º turno, eu ainda acredito que o Grêmio ultrapasse o Corinthians.

E você torcedor, acha que o Timão leva o título simbólico da 1ª fase do Brasileirão?

Sport 0 x 2 Palmeiras

No reencontro do Verdão com Diego Souza, o meia levou a pior.

Por outro lado, Bruno Henrique finalmente brilhou.

E o Palmeiras conquistou uma importe vitória, mesmo tendo atuado com o mistão.

Avaí 1 x 0 Cruzeiro

Mas esse Douglas, viu? Outra vez fechou o gol!

O goleiro do Corinthians, que está emprestado ao Avaí, garantiu a vitória catarinense.

Ao invés de correr atrás do Walter, o São Paulo deveria comprar o Douglas!

OPINE!!!

O cristal do Timão trincou!

Leia o post original por Milton Neves

Embalado, o Corinthians não poderia ter empatado com o Atlético-PR em casa e com o Avaí em Florianópolis.

Eram dois jogos fáceis, seis pontos no papo e a manutenção do estado de graça de um time comum que tinha virado excelente nas ótimas e surpreendentes mãos de Fábio Carille.

Mas, ao ganhar do “invencível” Palmeiras dentro do Allianz Parque, comemorou demais e se acomodou.

Foi a chamada “letargia pós-orgasmo”, comum depois de um anterior grande sucesso no mundo do futebol.

Agora é segurar a onda, contrariar o profético Renato Gaúcho, recolher os cacos e recomeçar a ganhar.

Mas acho que perde do Fluminense no Rio.

E vou mais longe, adiantando-me ao final do primeiro turno.

Se o Grêmio não voltar com seus times mistos, os “míseros” seis pontos de gordura do Timão irão virar pó.

É que os quatro jogos finais do Grêmio são mais fáceis do que os quatro do Corinthians.

E o Tricolor gaúcho, do agora saudoso jornalista Paulo Sant’Ana, está para cima, embalado.

Enquanto que o líder de Itaquera deu uma perigosa estacionada.

E Paulo Sant’Ana, que estacionou no céu, era o Geraldo Bretas do Rio Grande ou o Mário Moraes de Porto Alegre.

O narrador José Carlos Guedes e eu o entrevistamos no Centro de Imprensa de Grotta Rossa da RAI em Roma, durante a Copa de 90 na Itália.

Nas duas TVs do estúdio da Rádio Jovem Pan rolavam uma luta de judô e a final de Roland Garros com o equatoriano Andrés Gómez sendo campeão.

Foi quando o grande Paulo Sant’Ana disse: “O tênis até que dá para engolir, mas judô nunca. As regras do judô são como cordas do violão, jamais vou entender ou aprender”.

Mas ele sempre ensinou jornalismo polêmico e histórico – o que adoro -, bem como a arte de cronista esportivo não omitir seu time sem perder a imparcialidade.

Paulo Sant’Ana subiu e espera que agora o Corinthians desça mais um pouco para o seu Grêmio encostar ou passar o líder.

Eu também.

Para mim, o Grêmio termina em primeiro lugar no final do primeiro turno!

“Acontecerá” o seguinte:

O Corinthians perde do Flu, do Fla e do Galo.

E empata com o Sport.

E o Grêmio ganha do São Paulo, do Santos, do Atlético-GO e do Galo.

Placar da tabela?

Grêmio líder com cinco pontos de vantagem!

É que o Timão perdeu o embalo, psicologicamente está caído e seu cristal, se não espatifou, trincou.

Não sei se o cristal é da República Tcheca, mas que os dois últimos empates para o Corinthians foram uma… Praga, isso foram!

Opine!

Vasco ressuscita o São Paulo, que não vai cair!

Leia o post original por Milton Neves

CLIQUE AQUI E LEIA A MINHA OPINIÃO SOBRE O “SPORT CLUB CAVALO PARAGUAIO

São Paulo 1 x 0 Vasco

Ufaaaaaaaaaaaaaaa!

Finalmente, Tricolor!

A vitória diante do Vasco não tirou o São Paulo da zona de degola, é verdade.

Mas, convenhamos, para quem não ganhava uma partida “há anos”, o triunfo de hoje foi tão importante quanto uma goleada em final de Libertadores.

E o resultado foi para lá de sofrido.

Lucas Pratto, sempre ele, abriu o placar para o time da casa ainda no comecinho do jogo.

Depois disso, meu amigo, o Vasco da Gama, desfalcado de seus principais jogadores, pressionou a equipe comandada por Dorival Júnior de uma forma assustadora.

Mas, bravamente, o Tricolor conseguiu se segurar lá atrás e garantiu esses importantíssimos três pontos.

E agora, esse resultado marca a “virada” do São Paulo no Brasileirão?

Parece que sim, hein?

Ainda mais com o ótimo Hernanes voltando!

Flamengo 2 x 2 Palmeiras

No duelo dos times mais caros do Brasil, um empatezinho bem esquisito na Ilha do Urubu.

O que era para ser um jogão acabou sendo uma verdadeira “pelada”, com as duas defesas batendo cabeça constantemente.

Que coisa feia…

E o resultado acabou sendo péssimo para os dois.

O Fla, que já não tem a Libertadores para disputar, segue se distanciando dos líderes.

Já o Palmeiras, que teve um investimento de protagonista, segue como coadjuvante no futebol brasileiro em 2017.

Que coisa, hein, Cuca?

Atlético-MG 0 x 2 Bahia

E o que acontece com o Galo, hein?

Mais uma derrota em casa, desta vez para o Bahia, por 2 a 0.

Olha, Roger Machado é bom técnico e tem muito futuro no futebol.

Mas, precisamos admitir: não dá mais!

Opine!

Neymar estaria deixando o Barça para disputar o Campeonato Francês, espécie de Jogos Abertos do Interior!

Leia o post original por Milton Neves

O negócio entre Neymar e PSG segue esquentando.

Ontem, Ulisses Costa, que vive fase iluminada na Rádio Bandeirantes, informou que o craque brasileiro estaria muito próximo de se transferir para o clube francês.

Hoje, o repórter Marcelo Bechler, correspondente do canal Esporte Interativo em Barcelona, cravou que o camisa 11 aceitou a proposta do PSG, que pagará a sua multa rescisória, de aproximadamente R$ 809 milhões.

Ou seja, por muito dinheiro, prioridade do pai, Neymar estaria deixando o Barcelona – o BARCELONA – para disputar o Campeonato Francês, espécie de Jogos Abertos do Interior.

Mas, bem feito ao clube catalão, que ajudou no esquema para tirar o craque do Santos “na mão grande” e agora experimenta do próprio veneno!

E você, amigo internauta, o que pensa sobre essa praticamente certa transferência de Neymar?

Opine!

Alô, flamenguistas: um dia Tite também já foi odiado pelos corintianos!

Leia o post original por Milton Neves

Por Marcondes Brito
CLIQUE AQUI E CONHEÇA O BLOG DO MARCONDES BRITO

É difícil você saber quem é mais odiado pela torcida do Flamengo: o técnico Zé Ricardo ou o volante Márcio Araújo.

Ontem, mesmo depois de um empate importante diante do Cruzeiro, fora de casa, flamenguistas destilaram todo o veneno possível nas redes sociais contra Zé e Márcio.

MIREM-SE NO EXEMPLO DE TITE

Recordem-se que Tite, o mais respeitado técnico brasileiro na atualidade, já passou por situação semelhante, quando dirigia o Corinthians, em 2010. Depois da vergonhosa eliminação para o Tolima, na Libertadores, dez entre dez corinthianos (incluindo torcedor, cartola ou jornalista) pediam a demissão do treinador.

Quem segurou a onda foi Andrés Sanchez. Outros dirigentes do clube queriam alguém de “mais peso”, como Dunga ou Felipão. Entenderam, flamenguistas?

Tite continuou o seu trabalho, ganhou Brasileirão, Copa do Brasil, Libertadores e Mundial. Quer mais o quê?

A questão é a seguinte: apesar das críticas, Zé Ricardo foi campeão estadual e está no G4 do Campeonato Brasileiro. Vem aí o goleiro Diego Alves, que era do Valência, o maior defensor de pênaltis do futebol europeu na temporada passada. É um baita reforço.

Além do mais, a mudança de técnico não garante que o time vai se transformar imediatamente numa máquina de jogar futebol. O Palmeiras é outro exemplo que podemos citar aqui. Diziam que Eduardo Baptista não estava à altura do elenco palmeirense. Chamaram Cuca, campeão de 2016, e as coisas continuaram rigorosamente do mesmo jeito. Possivelmente o time tenha até piorado…

“Você entrar numa competição e ser campeão é uma coisa. Entrar numa competição com a pressão de ser campeão é outra coisa”, lamenta-se Zé Ricardo.

Se pararem de cornetar, se deixarem Zé Ricardo trabalhar, talvez um dia seja possível colher frutos.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo e Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Chapecoense vence e aumenta a crise do São Paulo

Leia o post original por Milton Neves

Com gols de Túlio de Melo e Lucas Marques, a Chapecoense venceu o São Paulo com tranquilidade.

Já são quatro rodadas na zona de rebaixamento e parece que o Tricolor tomou gosto pela coisa.

Cueva e Rodrigo Caio, com a cabeça na Europa, mostram preguiça e má vontade em campo.

Será que o problema era mesmo o Rogério Ceni?

Esse time do São Paulo é muito fraco. Um dos piores da história do clube.

Você, torcedor, lembra da última vitória do Tricolor?

Ano passado o Inter tinha um time melhor e caiu, hein?

Coitado do Dorival Jr, vai ter muito trabalho pela frente.

Vasco 0 X 0 Santos: bom resultado para o Peixe jogando fora de casa.

Cruzeiro 1 x 1 Flamengo: o terceiro time de MG deu sorte e arrancou o empate.

Grêmio 3 x 1 Ponte Preta: com o tropeço do Timão, essa vitória é importante para o Tricolor, que está mais perto do título.

Atlético-GO 1 x 2 Atlético: até que enfim o Galo Mais Lindo do Mundo venceu.

Com pênalti vergonhoso, Palmeiras garfa o Vitória em sua Arena

Leia o post original por Milton Neves

O palmeirense pode ficar bravo comigo e tudo mais, mas o Vitória foi prejudicado hoje.

A equipe baiana vinha jogando bem e abriu o placar com um golaço de Uillian Correia, mas viu o árbitro mudar a história do jogo e desanimou.

Mina se jogou na área e o árbitro marcou um dos pênaltis mais mentirosos de todos os tempos.

E para piorar a situação, o mesmo árbitro não marcou um pênalti claro para o Vitória.

Roger Guedes empatou a partida, Dudu marcou duas vezes e Mayke deixou o dele, mas o jogo seria outro se esse lance inacreditável não tivesse acontecido.

Aguerrido, o Vitória ainda diminuiu o placar com David.

Assim fica fácil subir na tabela, né Palmeiras?

Coitado do Vitória, que foi garfado nesta manhã de domingo.

Cuca, Carille, Renato, Luxa, Lula e Moro

Leia o post original por Milton Neves

Cuca perdeu o clássico quarta-feira.

Escalou mal, substituiu mal e justificou pior ainda.

Era o típico jogo para Felipe Melo.

Longe de ser craque, o esquentado volante é um acordador de time com pernas compridas.

Teria chegado na bola e não no Arana no pênalti “dado” pelo Bruno Henrique.

Agitado, ia “bater na cara” dos 10 assustados menininhos de verde que foram a campo para ver o Corinthians jogar.

Ora, Felipe Melo só existe para este tipo de jogo nervoso, tradicional, disputado, importante e decisivo.

Aí ele cresce, lidera e acorda o time e a arquibancada.

Cuca justificou que Melo estava fora de forma.

Então por que o colocou no banco?

Já Carille colocou Cuca no colo, o Palmeiras no bolso e o Corinthians no topo mais ainda.

Virou o melhor técnico do Brasil com a voz mais suave, serena, humilde, convincente e convicta dos treinadores.

Uma voz gostosa de se ouvir.

Ouvido, Renato Gaúcho por sua vez disse que “o oxigênio do Corinthians logo acaba”.

Sei não, “eles” estão “largos” demais pelos lados de Itaquera parecendo água morro abaixo, fogo morro acima e mulher bonita quando quer namorar.

Ninguém segura!

Segurar o São Paulo é fácil.

Só falta perder para a Chapecoense.

Santa Catarina, que já teve quatro times de Série A, vai ficar sem ninguém.

E ninguém acreditava mais no Luxemburgo.

Pois está ressurgindo bonito no Sport com um belíssimo quinto lugar.

Até o Diego Souza refugou e resolveu mandar o Palmeiras embora.

Que a CBF agora mande embora definitivamente a porcaria do “turno e returno com pontos corridozzzzzzzzzzzzzzz…” (Vitor Guedes, brilhante).

Isso não serve para o Brasil e agora virei corintiano para o Campeonato Brasileiro perder a graça de novo já no primeiro turno.

Aí voltará ainda mais forte minha ladainha pelo meu grande amor: o mata-mata!

Ladainha por ladainha a do “perseguido” Lula não acaba nunca!

Onde já se viu um presidente tão bom – nota 9.07 – e reconhecido em todo o mundo ter se enroscado por meros imóveis de Série D?

Ora, quem ganhou milhões com palestras com notas fiscais emitidas e impostos pagos, por que não comprou o tal tríplex e o tal sítio evitando tanto rolo?

E também um apartamento para cada filho, todos moradores em imóvel “de um amigo”.

Algo não “colável”.

Pobre, como fui, adora imóvel em seu nome como realização, segurança, conquista e satisfação pessoal.

Lula não!

Falei isso ao vivo para o Doutor Cristiano Zanin, advogado do ex-presidente na Rádio Bandeirantes.

“Lula e seus filhos têm vidas independentes, separadas”, desconversou.

Justo ele que não foge de pau.

Nunca vi um advogado tão apaixonado, aguerrido, determinado, atuante, bravo e 1.000% ligado ao seu cliente.

Se conseguir salvar Lula de todos os arremessos, saltos, tacadas, braçadas, corridas, cortadas e chutes a gol do decatleta Sérgio Moro, Cristiano Zanin irá se consagrar como o “Pelé dos Advogados”.

Mas…

Opine!

Torcer para o São Paulo continua sendo uma grande dureza!

Leia o post original por Milton Neves

São Paulo 2 x 2 Atlético-GO

Após a derrota para o Santos, no último domingo, escrevi aqui que o São Paulo tinha, enfim, chegado ao fundo do poço.

Mas, confesso, eu me enganei.

A partida entre o Tricolor e o Atlético-GO provou que o poço do Morumbi pode ser MUITO mais fundo.

Afinal, se o São Paulo empata em casa com o lanterna do Brasileirão, vai conseguir ganhar de quem?

E vejam agora, são-paulinos, que o problema não era Rogério Ceni, que não conseguiu “fazer omelete sem ovos”.

Nem mesmo o ótimo Dorival Júnior conseguirá dar jeito nessa bagunça toda que se tornou o Tricolor por conta do constante entre e sai de jogadores.

E, olha, empate com o lanterna com direito a gol de calcanhar…

Que vergonha!

Enfim, e se nos anos 90 “torcer para o São Paulo era uma grande moleza”, em 2017 segue sendo uma enorme dureza!

E só um milagre salva o Tricolor do segundo rebaixamento de sua história.

O primeiro, claro, aconteceu no Paulistão de 1990.

Não é verdade, Telê?

Flamengo 0 x 1 Grêmio

E quem disse que o Grêmio estava morto, hein?

Não à toa o Tricolor gaúcho é conhecido como Imortal!

Nesta rodada, venceu o dificílimo jogo contra o Flamengo, na Ilha do Urubu, e “roubou” a vice-liderança do Rubro-Negro.

Mas, e agora, será que a equipe de Renato Gaúcho terá fôlego para buscar o Timão?

E o Flamengo, seguirá na briga?

Opine!