A paz de um lado, e a lama de outro

Leia o post original por Celso Cardoso

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Se o Palmeiras buscava a paz, depois de hoje a encontrou de novo. Tanto que até uma reconciliação com Felipe Melo é especulada. Nada a ver com a goleada deste domingo sobre o rival São Paulo, garante o técnico Cuca. Mas a vitória, sem dúvida, traz novos ares ao Palestra. Foi contundente e justa, embora as circunstâncias poderiam ditar outro resultado. Rodrigo Caio perdera um gol incrível embaixo das traves quando o placar apontava 2 a 2. Pouco depois, num contra-ataque rápido o São Paulo tinha três atletas contra dois palmeirenses. Era a chance de matar o jogo, mas Marcos Guilherme foi fominha, prendeu e perdeu a bola para Edu Dracena e na sequência da jogada Keno fez 3 a 2. Abalado, o Tricolor assistiu ao Verdão chegar ao quarto gol com Hyoran. Vitória que pacifica e alivia. Do lado são-paulino, a segunda divisão parece cada vez mais possível, não pelos jogadores que tem, porém pela postura diante do quadro. Perdeu uma posição para o Avaí e nesta segunda pode perder mais uma para o Vitória. Tem lama até o pescoço e vai ter que ter muita força pra sair deste buraco.