Grêmio fez o possível

Leia o post original por Flavio Prado

O Grêmio fez o que dava para fazer na final do Mundial de Clubes.

A diferença do Real Madrid para qualquer equipe da América do Sul é imensa. O Grêmio nos primeiros minutos tentou apertar a saída de bola do adversário, depois naturalmente recuou, fechou espaços e contou com boa atuação de sua dupla de zaga, mas não tinha como segurar por 90 minutos.

O jogo foi 1×0 com um gol de falta no meio da barreira. Quem só analisa o resultado imagina que foi um jogo equilibrado, mas passou longe disso. O Grêmio conseguiu finalizar apenas uma vez e não tem como dizer que é pouco, que faltou ousadia. O time gaúcho jogou dentro de suas possibilidades.

Não foi um vexame ou um atropelamento, mas ficou clara a enorme diferença entre as equipes, o duelo é desigual. O Grêmio ganhou o mais importante no ano, o título da Libertadores jamais poderá ser apagado pela derrota no Mundial. O ano do Grêmio foi excelente dentro das nossas possibilidades.