Arquivo da categoria: Atlético

Corinthians faz sua parte

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Importante vitória do Corinthians em Curitiba. Nunca é fácil derrotar o Atlético na Arena, o desempenho não foi tão bom, mas o Corinthians pelo menos é um time mais tranquilo.

A queda de rendimento no segundo turno é clara em todos os aspectos, mas com a sequência de resultados ruins o emocional pesava demais, aquele time frio e calculista do primeiro turno não aparecia mais.

A vitória no clássico contra o Palmeiras trouxe de volta a tranquilidade, o Corinthians não fez um bom jogo em Curitiba, mas não se desesperou e conseguiu o resultado. O título brasileiro é questão de tempo, o clássico foi decisivo.

Santos na briga

Leia o post original por Flavio Prado

O Santos venceu o Atlético-MG e continua na briga pelo título brasileiro.

Na maior parte o campeonato, o Santos não jogou bem, mas conseguiu resultados e com a queda do Corinthians, o time chega vivo nas rodadas finais.

No primeiro tempo, o time agora comandado por Elano foi mais agressivo do que em jogos anteriores. O time concentrou suas tentativas pelo lado direito com Bruno Henrique e Victor Ferraz e fez em jogada iniciada por ali.

O Galo empatou no início do segundo tempo com Fred, mas na sequência David Braz colocou o Santos na frente mais uma vez. Neste momento o time recuou demais com as entradas de Daniel Guedes e Yuri e tomou duas bolas na trava, mas outra vez Bruno Henrique foi decisivo, linda jogada, agora já pelo lado esquerdo e gol de Ricardo Oliveira.

O Santos tem potencial para jogar mais do que jogou até aqui na competição. Vanderlei, Victor Ferraz, Renato, Lucas Lima, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira são jogadores acima da média no futebol brasileiro. A pontuação melhor do que o desempenho manteve o time na briga e na reta final pode ameaçar.

Vitória depois da eliminação

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Djalma Vassao/Gazeta Press

O Santos conquistou importante vitória contra o Atlético-PR. Além do lado matemático, o emocional também é importante para um time eliminado na Copa Libertadores da América e muito criticado.

Os resultados do Santos no Campeonato Brasileiro são melhores do que o futebol apresentado. O time mudou radicalmente o modelo de jogo e isso tem um preço. Um dos principais problemas do futebol no Brasil é exatamente esse, mudanças são feitas sem critério e o jogo é coletivo, apesar de muitas vezes ser analisado de forma individualizada.

A vaga na Libertadores deve ser conquistada pelo Santos, a pontuação e o número de vagas disponíveis indicam isso, mas preocupa o desempenho, mesmo quando o time lidera um campeonato deve buscar evolução e o Santos parece conformado no atual modelo de jogo.

Líder perdeu pontos

Leia o post original por Flavio Prado

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Corinthians empatou com o Atlético-PR em casa. A campanha continua excelente, agora são 11 vitórias e 3 empates e ainda uma vantagem confortável na liderança.

Agora é o momento de manter a calma, nem sempre o resultado vem e isso deve ser encarado como natural.

No jogo, Fágner e Maycon foram destaques. O Corinthians mostra algumas movimentações interessantes, os laterais atacam por dentro, isso confunde a marcação do adversário e os jogadores do meio entram na área, aproveitando os espaços deixados por Jô que é um ótimo pivô.

O Atlético mostrou bom futebol. Saiu na frente em jogada individual de Jonathan, o Corinthians teve calma e buscou a virada com 2 gols do artilheiro Jô, quando o jogo parecia resolvido, o Atlético conseguiu o empate em chute de longe de Otávio, desviado por Balbuena.

O Corinthians segue forte e consistente. No campeonato até aqui aliou a força tática com a psicológica, o time é muito forte mentalmente e não acredito que o empate abale o time nas próximas rodadas.

Sempre acontecerá

Leia o post original por Rica Perrone

Não é a primeira, mas dessa vez a vontade de “zoar” é menor então cabe uma análise mais profunda por parte dos brasileiros.  O Atlético Nacional perdeu porque o time sulamericano sempre será a presa mais fácil do Mundial nesse formato. Explico. Nós somos o povo que mais usa o emocional pra jogar futebol no …

Eu não acredito!

Leia o post original por Rica Perrone

Os dois morrem de vontade de dizer que “acreditam” para seus jogadores mas seria uma imitação barata do rubro-negro ousar se aproveitar da frase atleticana.  Sim, atleticana. Em 2013 o Galo patenteou a fé. Fé que moveu o time mediocre do primeiro tempo a ser um monstro impiedoso na segunda etapa, sendo o Galo que a …

Palmeiras abre vantagem

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras

A rodada foi ótima para o Palmeiras. O time fez sua parte contra o Figueirense em Florianópolis e contou com as derrotas de Flamengo e Atlético-MG.

Cuca tem muitas opções no seu elenco e sabe usar. Neste domingo colocou Jean no meio-campo e funcionou, em muitas outras oportunidades jogadores que saíram do banco resolveram.

O Palmeiras não tem feito atuações brilhantes, Flamengo e Galo também não, acho possível jogar bem, mesmo na reta final, mas essa é outra discussão. O fato é que o Palmeiras é um time difícil de ser batido, perde pouco, soma pontos e tem alternativas para reverter situações difíceis.

Foi um passo importante na luta pelo título, ainda não definitivo, mas o Palmeiras encaminhou bem sua situação. Ainda tem jogos complicados pela frente, principalmente os duelos contra Santos e Atlético-MG fora de casa, mas o time mostra consistência e seus adversários também perderão pontos na competição.

Corinthians fez bom jogo, mas falta força ofensiva

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press
Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

 

Na comparação com jogos anteriores, o Corinthians fez boa partida contra o Atlético-MG, mas não conseguiu vencer.

O time passou por muitas mudanças na temporada, tanto no elenco, como na comissão técnica. Como consequência o time perde desempenho e quando joga bem precisa aproveitar. Poderia ter vencido o Atlético, mas o setor ofensivo do Corinthians é fraco, sem dúvida a posição mais carente no grupo.

Gustavo fez um gol de cabeça que foi anulado, discordo da marcação da arbitragem, mas na análise técnica do jogo, o time deveria ter criado mais oportunidades pelo que apresentou no jogo. A falta de uma melhor qualidade ofensiva fez com que a expulsão de Leandro Donizete não fizesse tanta diferença.

Palmeiras abre distância

Leia o post original por Flavio Prado

gabriejesusO Palmeiras abriu 3 pontos de vantagem em relação ao Flamengo e 5 pontos em cima do Atlético-MG. O campeonato está muito apertado na disputa entre os 3 primeiros colocados, qualquer vantagem é fundamental.

Em alguns momentos de sua história recente, o Palmeiras tropeçou em pequenos, neste campeonato o time está firme, normalmente leva vantagem contra os times da parte debaixo da tabela. Vencer os pequenos é fundamental nos pontos corridos, entre os grandes, um tira ponto do outro e as coisas se equilibram.

Outro ponto importante neste sistema é o elenco e neste quesito o Palmeiras leva vantagem em relação aos rivais.

Os times de Cuca são muito intensos. Atacam bastante, usam a velocidade, bolas aéreas, procura pressionar os adversários. Na defesa, o treinador opta pela marcação individual, raro no futebol atual, muitas vezes funciona, mas em alguns casos deixa buracos. De qualquer forma é um Palmeiras forte e bem treinado e que mostra força para conquistar o Brasileiro.

Vitória tranquila do Palmeiras

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press
Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O Palmeiras não sofreu para vencer o Corinthians em Itaquera. Fez um gol no início do jogo com Moisés e não tomou pressão. Mesmo com as limitações do elenco, o Corinthians é difícil de ser batido em casa, estava invicto como mandante no Campeonato Brasileiro.

Cristóvão Borges tinha uma missão difícil. Substituiu Tite, ídolo da torcida, pegou um elenco completamente modificado e perdeu jogadores já com seu trabalho em andamento, saíram Bruno Henrique, Elias e André. Não é fácil remontar um time com a bola rolando, Cristóvão é diferente de Tite, faria mudanças de acordo com suas preferências e teve que fazer outras forçadas. A colocação na tabela é melhor do que o futebol apresentado.

O Palmeiras termina uma sequência de cinco jogos difíceis. Venceu Fluminense, São Paulo e Corinthians e empatou com Grêmio e Flamengo, sai desses confrontos na liderança. Até o fim do campeonato, o Palmeiras tem mais dois jogos muito difíceis contra Atlético-MG e Santos fora de casa, mas é um time preparado para encarar qualquer desafio.

Na briga pelo título, vejo Palmeiras e Flamengo com um jogo coletivo melhor do que o Atlético-MG. O Galo individualmente talvez tenha o elenco mais forte, mas não joga bem como equipe. Na briga pelo quarto lugar, o Santos é o grande favorito. O Grêmio caiu muito e o Corinthians joga mal faz tempo.