Todos os posts de Fernando Sampaio

São Paulo mereceu, venceu e convenceu

Leia o post original por Fernando Sampaio

São Paulo mereceu, venceu e convenceu, Santos empaca

O São Paulo venceu e convenceu.

Mereceu.

Foi um belo clássico.

O Tricolor dominou o primeiro tempo, fez dois a zero, dois golaços, levou um no rebote de escanteio, teve a chance de matar o jogo no segundo tempo mas a trave deixou o Peixe vivo no jogo até o final.

Hernanes e Cuevas fizeram a diferença.

Apesar dos cornetas, Dorival está ganhando jogos importantes e fugindo do rebaixamento. É óbvio que treinador não é o principal responsável pelas vitórias, assim como não é também o principal culpado nas derrotas. Portanto, se metem o pau nas derrotas precisam agora elogiar nas boas vitórias.

Hernanes foi a contratação que salvou o São Paulo.

Fez total diferença. Hoje duas grandes assistências. Petros, Jucilei, Arboleda, Militão, Pratto, Caio… O time atual é bom. Poderia estar numa situação bem melhor mas sofreu muito durante a temporada. Rogério Ceni foi um atraso. A diretoria está perdida há anos. Algumas contratações foram ridículas. Agora sim, finalmente o clube está vendo uma luz no fim do túnel.

Se o São Paulo mantiver elenco e treinador poderá sonhar mais alto em 2018.

O Santos está ficando mais longe do título. Ricardo Oliveira ainda luta mas Lucas Lima foi uma piada. Está insatisfeito ou boicotando o treinador? Levir Culpi está levando a culpa. Incrível, sempre a culpa é do treinador. O Peixe está numa colocação bem acima do esperado com este elenco.

 

 

Timão já é campeão?

Leia o post original por Fernando Sampaio

Timão já é campeão?

Tem rodada que eu acho que sim.

Tem rodada que eu acho que não.

No balanço, acho que sim.

É cedo ainda. Faltam 22 rodadas. São 66 pontos em jogo. Diferença de 8 pontos. Ok, tudo isso é óbvio. Mesmo assim eu acho que sim. Primeiro porque demora tirar 8 pontos, segundo o Corinthians tem um time muito regular e terceiro seu ponto forte é a defesa, critério que faz a diferença no pontos corridos.

Posso estar errado? Claro. E isso tanto faz. Não vou ficar em cima do muro.

Pelo que tenho visto, pela regularidade do Timão, não vejo muitas equipes candidatas a ultrapassar o Corinthians. Grêmio e Santos estão na Libertadores e, mesmo no Brasileiro, viajam distâncias mais longas que os outros times. Santos nem tanto, Grêmio com certeza. Palmeiras também está na Libertadores e este ano a competição é mais longa.

Flamengo tem Copa do Brasil e Sul-Americana.

Corinthians só tem Sul-Americana e com certeza não está sendo prioridade.

E o nível também, a Sul- Americana é uma competição mais fraca que Libertadores e Copa do Brasil.

São Paulo consegue bom empate contra vice-líder Grêmio

Leia o post original por Fernando Sampaio

São Paulo consegue bom empate contra vice-líder Grêmio

Teoricamente não foi bom resultado.

Sim, porque o São Paulo não saiu do Z-4.

Bobagem, na prática foi um bom resultado.

Sim, porque o São Paulo não precisa sair do Z-4 na 16a rodada.

Não faz a menor diferença sair agora do Z-4. Neste momento o mais importante é que o time está mostrando evolução nas últimas partidas, estancou a sequência de derrotas, os jogadores estão ganhando confiança, reforços estão chegando e o Dorival está montando uma base.

A equipe ainda é insegura, foi dominada boa parte do jogo, mas gostei do que vi.

Só as vitórias trarão confiança.

Renan Ribeiro fez a diferença. Faz parte. Não existe vencedor azarado.

No duelo dos tricolores o gaúcho dominou o primeiro tempo e o paulista mostrou reação e coragem no segundo. Para quem estava perdendo uma atrás da outra o empate com o vice-líder, mesmo em casa, deve ser visto como positivo. O campeonato do São Paulo é outro. O time precisa ganhar dos lanternas, dos times considerados “menores”, tentar vencer os “grandes” mais instáveis como Flu, Vasco, Botafogo, Galo…. Contra os líderes o empate é bom resultado.

O São Paulo pode terminar o primeiro turno já fora do Z-4.

Para atingir o objetivo o foco seria empate contra Botafogo e vitória contra Coritiba.

O clube tem tudo pra viver um segundo turno fora da zona.

 

São Paulo volta a vencer e reforça o elenco

Leia o post original por Fernando Sampaio

São Paulo volta a vencer e reforça o elenco

O São Paulo finalmente voltou a vencer.

Sufoooooco.

Rodrigo Caio salvou nos acréscimos.

A torcida finalmente ajudou. A comemoração foi em clima de final.

Merecido, o jejum estava incomodando.

Em campo o espírito também deve ser assim até o fim, cada rodada será uma final. A evolução mais notável em campo foi a pegada. Quando não vai na técnica vai na força. O time bateu bem. Se impôs. Chega de ser bonzinho.

O elenco de 2017 é melhor do que 2016. Venho dizendo isso desde o início do ano. Normal, no ano passado era o pior da história. Este ano vieram Pratto e Jucilei, Cícero. Nem foi uma boa aposta. Agora Petros, Hernanes…

Faltou treinador e o trabalho fora de campo.

Ontem Cueva saiu aplaudido. Ufa, o torcedor acordou. O peruano estava mal mas merecia crédito. Não concordei com as vaias. Pratto não marcava faz tempo mas também merecia crédito. É normal na atual fase perder confiança, sentir pressão. Só uma sequência de bons resultados trará a tranquilidade e a confiança.

O Grêmio é parada dura, o jogo pode ser um divisor de águas.

Se perder será normal, o Tricolor gaúcho está brigando pela ponta.

Mesmo perdendo do Grêmio, com os reforços, eu apostaria numa chegada entre os 8 primeiros.

Grêmio diminui distância

Leia o post original por Fernando Sampaio

Grêmio diminui distância

O Grêmio ganhou fora.

O Corinthians empatou fora.

Menos dois pontos.

A distância diminuiu para 6 pontos.

Fernandinho fez gol, Maicon comandou o meio-campo, jogadores que assim como vários outros saíram bastante criticados do São Paulo hoje jogam no vice-líder do Brasileirão.

Eu achava que o Corinthians já havia levado….

Só que não.

Neste Brasileirão ninguém tem certeza de nada.

 

 

Timeco do Leco segue no Z4

Leia o post original por Fernando Sampaio

Timeco do Leco segue no Z4

Há tempos o São Paulo virou Timeco do Leco.

Desde 2016 apelidei assim o Tricolor do Morumbi.

Este ano o time está fazendo jus novamente.

O elenco até deu uma melhorada. Este ano vieram Jucilei, Cícero, Pratto, Petros…. Mesmo Wellington Nem que não está jogando nada chegou com expectativa positiva. Acontece, nem todas as contratações de jogadores mais caros dão resultado. Até aí, tudo normal. O problema continua fora de campo.

O grande problema tem sido a gestão.

Juvenal foi mal no final. Saiu e ficou pior: Aidar foi caso de polícia e Leco não é do futebol.

No ano passado foram inúmeras trocas de treinadores, escolhas duvidosas e sem critério. Quando acerta, como no caso do Osório, pisa na bola. Não existe uma filosofia, não existe planejamento, parece biruta de aeroporto.

Este ano Leco pensou na eleição e escolheu o técnico pelo critério “politicagem”. Pagou caro. Rogério Ceni não tinha currículo, nem experiência. Poderia dar certo? Sim mas a chance era mínima. Foi uma aposta arriscada.

O clube não suporta mais inexperiência e amadorismo.

Além de não ter manter uma mesma filosofia de trabalho, as mudanças no elenco são frequentes. Você treina um time durante a semana e horas antes da partida o cara é vendido. Impossível fazer um bom trabalho. O técnico não participa da escolha e formação do elenco, até porque o técnico hoje não chega a durar seis meses.

E não são só treinadores que são desrespeitados pela atual diretoria. Comissão técnica e jogadores também. São vários exemplos. No mais recente, pisaram na bola com Cueva. O peruano foi o melhor da temporada. Pediu um aumento. Disseram que o clube estava sem dinheiro e trouxeram Nem ganhando bem mais. Antigamente, a maioria dos jogadores queria jogar no São Paulo. Hoje o cara troca por qualquer coisa, ninguém está disposto a ficar passando vexame, sendo vaiado e queimado, prefere jogar na Rússia, na China….

Dorival terá muito trabalho.

O torcedor vai ficar mais um ano vendo o time na parte de baixo da tabela.

Lamentável.

 

Super Federer brilha em Wimbledon

Leia o post original por Fernando Sampaio

Super Federer brilha em Wimbledon

Quem não gosta do Federer?

Acho que até a mãe dos adversários torce pelo suíço.

Impressionante.

Federer é um dos esportistas mais queridos do planeta.

Sua história é maravilhosa, dentro e fora das quadras.

Hoje, Federer conquistou seu oitavo título em Wimbledon. É o maior campeão de simples no All England Club. Foi seu décimo nono Grand Slam. Agora são 8 em Wimbledon, 5 no US Open, 5 no Australian Open e 1 Roland Garros.

Na minha opinião, Federer é o melhor de todos os tempos. Não vi Rod Laver.

Este ano o título em Wimbledon veio sem perder set, assim como na Austrália em 2007.

Acompanhei o suíço no Circuito e convivi mais próximo durante uma semana no Brasil.

Não tem pra ninguém em termos de simpatia, generosidade, educação…

Impossível não torcer pelo Federer.

Quase infartei com Marcelo Melo

Leia o post original por Fernando Sampaio

Quase infartei com Marcelo Melo

Passei mal.

Fiquei muito nervoso.

Torci muito.

Quando Melo e Kubot perderam os dois primeiros “match points’ no saque do Pavic fiquei maluco. Achei que o título já era. Quando fechou o teto retrátil no saque do Melo então, achei que seria ruim.

No final a sensação foi maravilhosa.

Final Melo/Kubot bateram Marach/Pavic por 13/11 no quinto set em 4h39 de batalha.

A conquista do Marcelo Melo é mega importante para o esporte brasileiro. Desde 1966 o Brasil não levantava a taça em Wimbledon. Este é primeiro título no masculino em 140 anos de competição. Fuck !!!

Durante todos estes anos, apenas seis brasileiros chegaram entre os oito finalistas. Gustavo Kuerten, André Sá, Armando Monteiro e Bruno Soares pararam nas quartas. Marcelo Melo havia sido finalista em 2013. Maria Ester Bueno foi bem mais longe, conquistou três títulos de simples e cinco na chave de duplas. Agora Melo. São os únicos brasileiros com entrada livre no “Last Eight”, espaço exclusivo dentro do All England Club.

Infelizmente Bruno Soares e Elena Vesnina ficaram na semi de duplas mistas e Venus perdeu na final.

Faz parte.

Amanhã espero não sofrer tanto com o Federer.

Furacão segura o Timão no Itaquerão

Leia o post original por Fernando Sampaio

Furacão segura o Timão no Itaquerão

Este Brasileirão é derruba Bolão.

Coloquei 2×1.

Dancei.

Eu e a torcida do Flamengo.

Jô arrebentou, Jonathan idem. Que golaço do lateral.

Apesar do tropeço o Corinthians continua com folga na liderança. Sem dúvida é o grande favorito ao título. Na minha opinião já era. Acho quase impossível. Não vejo outra equipe com qualidade e regularidade. Pelo menos o empate deu esperança aos adversários. Mas será que Grêmio, Flamengo e Santos farão sua parte amanhã. Só o Grêmio joga em casa. Apostei no Grêmio, Vasco e Cruzeiro mas este Brasileiurão é derruba Bolão