Todos os posts de Michelle Giannella

Palmeiras: levou a melhor em campo e no braço

Leia o post original por Michelle Giannella

O Palmeiras já sabia que a situação poderia complicar lá no Uruguai contra o Peñarol, tanto que levou 20 seguranças para proteger os jogadores, quando o normal é levar cinco ou seis.

Aquelas palavras de Felipe Melo lá atrás ficaram entaladas na garganta dos uruguaios. “Se tiver que dar tapa em uruguaio, eu vou dar”. A imprensa bombardeou isso na época, os jogadores ficaram indignados, tanto que depois veio o pedido de desculpas do atleta que não colou.

Na verdade, os uruguaios estavam apenas esperando a oportunidade de pegar os palmeirenses. Não fizeram nada aqui porque não são bobos, mas quando chegou lá, na terra e na casa deles, a situação mudou da água para o vinho. Ouso dizer que tudo já estava planejado pelo Peñarol. Se não fossem os 20 seguranças do Verdão, o time poderia ter sofrido um linchamento.

Acontece que ficou feio demais para os uruguaios. Eles praticamente chamaram os palmeirenses pro pau, mas arregaram. Levaram a pior no jogo e também no braço.

A imprensa de lá está criticando os caras, dizendo que eles que começaram a briga e que isso foi uma vergonha para o Peñarol.

Pelo menos o Verdão saiu com a vitória de dentro de campo e nada de pior aconteceu. E você, o que achou da confusão?

 

Curiosidades sobre Barça e Real Madrid nas redes sociais

Leia o post original por Michelle Giannella

O jogo de domingo, dia 23 de abril, entre Barcelona e Real Madrid rendeu muita conversa pelas redes sociais. Os países que mais tiveram repercussão sobre o tema no Facebook foram:

México
Indonésia
Brasil
Estados Unidos
Espanha
Colômbia
Índia
Guatemala
Marrocos
Algéria

Os jogadores mais comentados no Facebook:

Lionel Messi
Cristiano Ronaldo
Neymar Jr.
Ivan Rakitić
Casemiro

Já os momentos mais marcantes e compartilhados foram os seguintes:

O gol decisivo de Lionel Messi aos 92 minutos
O gol de Messi no 33º minuto para igualar o jogo em 1-1
Ataque de Ivan Rakitić aos 73 minutos para colocar o Barça em vantagem por 2-1

Achei bem interessante e quis compartilhar com vocês. Boa semana!

Fonte; Ideal H+K Strategies

 

 

O que o Palmeiras precisa fazer para vencer a Ponte

Leia o post original por Michelle Giannella

(Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Sem saber que era impossível, foi lá e fez… Que o Palmeiras leve isso à sério e entre em campo com a determinação que faltou na última partida do Paulistão.

Não é impossível o Palmeiras vencer a Ponte Preta. É difícil pra caramba, claro, mas eu já previa que não seria fácil o time verde vencer a Macaca na primeira partida da semifinal. Nunca imaginei que perderia de três, mas sabia que não seria um jogo fácil. Vejam o post no meu blog: https://blogs.gazetaesportiva.com/michellegiannella/2017/04/15/nao-vai-ser-tao-facil-o-palmeiras-bater-a-ponte/

Mas agora, se quiser vencer a Ponte, o Palmeiras terá que mostrar a força do elenco, não apostando apenas nos talentos individuais, mas sim, no conjunto dos jogadores. E é aí que está o problema…

O Palmeiras precisa de tática e técnica, mas talvez eu esteja pedindo um pouco demais de Baptista.

Não adianta você ter uma Ferrari se não sabe dirigir…

Enfim, o treinador precisa explorar muito os talentos e individualidades dos astros do time, mas é fundamental que haja um grupo, uma força, uma cadência de jogo, um sentido e o mais importante de tudo, que os atletas acertem as finalizações!

O primeiro tempo contra a Penãrol, por exemplo foi sofrível. No jogo seguinte contra a Ponte, em sete minutos tomou dois gols e aos 34 minutos, ainda no primeiro tempo, o placar já marcava 3 a 0 pra Macaquinha. No segundo tempo, o Palmeiras deveria ter ido pra cima, mas continuou apático.

Não dá pra jogar pro gasto. Tem que jogar pra valer. A Ponte foi atrevida, dominou e impediu a criação de jogadas. Agora, a lição de casa está mais difícil. O time tem que fazer quatro gols para passar direto ou três gols e não tomar nenhum para ir aos pênaltis.

(Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O Palmeiras precisa ser valente, destemido, entrar em campo com a faca nos dentes, com muito foco, força, criatividade, coragem, jogadas ensaiadas, mira e uma pitada dos talentos de cada um. O que não pode é a Ponte deitar e rolar em cima de um time como esse.

Só pra terminar:

Fernando Prass: lembre-se de jogar com as mãos também, não só com os pés.

Zé Roberto, pare de escorregar.

Será um jogão! Que vença o melhor!

 

Dois erros graves do Corinthians contra o Inter

Leia o post original por Michelle Giannella

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Não tem como deixar passar … me desculpe Carille, mas o que vimos ontem em campo foi lamentável. O Corinthians está fora da Copa do Brasil por incompetência. De quem? Da comissão técnica e dos jogadores.

  1. O Corinthians começou animado e depois pareceu se acomodar com o primeiro gol. Ficou dando chutões, fazendo lançamentos, o que poucas vezes resultou numa jogada correta. Faltou toque de bola, jogadas ensaiadas e cadência de jogo. Faltou ir pra cima com confiança, sem comodismo.
  2. O time errou muito nas finalizações. Impressionante a falta de pontaria dos atletas (tudo bem que o Marcelo Lomba fez defesas incríveis). Mas o pior: será que os jogadores treinaram pênaltis? Não foi o que pareceu, afinal de contas, das seis cobranças acertaram apenas três.

A eliminação pode complicar o lado psicológico dos jogadores contra o São Paulo no final de semana. Tudo bem que o Tricolor também não avançou, mas pelo menos jogou bem e foi melhor em campo do que o adversário. Vamos aguardar para ver.

 

Não vai ser tão fácil o Palmeiras bater a Ponte

Leia o post original por Michelle Giannella

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Depois do jogo da última quarta feira que poderia matar qualquer palmeirense cardíaco do coração, a equipe terá pela frente a Ponte Preta. Pra quem acha que vai ser fácil, muito se engana…

O Palmeiras teve uma parada duríssima contra o Peñarol. Isso gerou um grande desgaste físico e emocional na equipe. Assim sendo, o time precisa descansar, se recuperar e conseguir entrar focado para a partida semifinal do Paulista em pouquíssimo tempo. Se não recuperar a parte física, terá problemas, a menos que o treinador faça substituições. Se não recuperar a parte psicológica, entrará em campo desfocado ou relaxado demais contra a Ponte, porque a tensão e o nível de atenção exigidos na na última quarta foram altíssimos.

Além de todas as dificuldades físicas e psicológicas,  o time nunca bateu a Ponte Preta no Allianz Parque (ainda bem que a partida será no Moisés Lucarelli). Outro dado nada reconfortante é a última vez que o Palmeiras venceu a Ponte Preta: no ano de 2015!

A verdade é que o Verdão tem tudo para vencer a Ponte: elenco forte, de qualidade e milionário. Ou seja, a pressão e a obrigação da vitória estão em cima do alviverde. Acontece que a Macaca fará de tudo para provar seu valor diante do galáctico Palmeiras. Não acho que vai ser fácil. E você?

Palmeiras de fortes emoções

Leia o post original por Michelle Giannella

Mais de 38 mil torcedores no Allianz Parque numa noite para matar palmeirense no coração. O Verdão saiu atrás do Peñarol, virou pra 2 a 1, sofreu o empate e ganhou aos 54 minutos. Acontece que a partida deveria ter terminado aos 53, contando os 8 minutos de acréscimos dados pelo juizão. Resultado: uruguaios p da vida e Palmeiras de volta a liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores.

Alguns pontos que gostaria de destacar sobre a partida:

  1. O primeiro tempo do Palmeiras não foi bom, acho que faltou a parte tática.
  2. A equipe está bem estabilizada emocionalmente porque conseguiu não entrar na pilha dos uruguaios.
  3. O time sofreu gols em falhas individuais que precisam ser corrigidas.
  4. Dudu era alvo dos uruguaios e eles conseguiram que fosse expulso. Foi injusta a expulsão e ele fará falta na próxima partida.
  5. O Palmeiras mostrou a força que tem no segundo tempo quando conseguiu a incrível virada em cinco minutos! Mas deveria ter apresentado um primeiro tempo melhor.
  6. O Palmeiras soube administrar o jogo, mas o time tem pecado nas finalizações.

Foi emocionante. Agora, os jogadores precisam descansar o corpo e a mente para se recuperarem para a partida de domingo contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Até lá, é comemorar a vitória e focar na semi do Paulistão.

Tchau, março!

Leia o post original por Michelle Giannella

Março de 2017 não volta mais.

Foi um mês de desafios, novas ideias, bastante trabalho e , ufa! Acabou!

Não vejo a hora da Páscoa chegar. Amo família reunida e chocolate, então pra mim é uma das datas mais especiais do ano. Isso sem dizer o que ela representa, a Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, que deu a vida para nos livrar de pelos nossos pecados.

Um beijo pra vocês e ótima semana!

 

 

Justin Bieber palmeirense

Leia o post original por Michelle Giannella

Sábado e domingo teve shows do cantor pop Justin Bieber no Palmeiras. O departamento de marketing do Verdão mandou super bem quando deu de presente para o menino a camisa do clube com o nome dele grafado. Na verdade, dizem que a ideia e o presente partiram de Alexandre Mattos, diretor de futebol, e do CEO da W Torre, Rogério Dezembro.

Ponto pro Palmeiras e pulos de felicidade dos patrocinadores da equipe que ganharam uma breve exposição mundial, afinal, Justin vestiu a camisa no sábado e repetiu o feito no domingo! Leila Pereira, dona da Crefisa e da FAM, estava radiante no final de semana.

Publicidade gratuita pro time e pro patrocinador, meninas desmaiando pelos cantos no Allianz Parque, trabalho bem feito da equipe alviverde. Pequenas atitudes bem pensadas que geram uma excelente exposição da marca.

Porque o Brasil vai vencer o Uruguai hoje

Leia o post original por Michelle Giannella

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

É um jogo difícil? É.

Trata-se de um dos maiores clássicos do futebol mundial: Uruguai e Brasil. A Celeste e a Canarinho. Sete Copas do Mundo em campo. Duas deles, cinco nossas.

Agora seguem os meus motivos para acreditar que o Brasil vai levar esse clássico:

  1. Temos Tite e eles Tabarez. Sou mais o nosso treinador que sabe como poucos montar uma defesa e acertou de vez nosso time no pouco tempo que esteve desenvolvendo seu trabalho. Ele tem o grupo na mão.
  2. Temos Neymar que vive uma fase espetacular!
  3. O Brasil leva vantagem nos confrontos; 34 vitórias , contra 20 derrotas e 20 empates.
  4. O Brasil vem de seis vitórias seguidas nas eliminatórias. (Tudo bem que o Uruguai venceu os seis jogos que fez em casa nas eliminatórias… ai meu pai… )
  5. Eles não terão Suárez em campo.
  6. Não perder em Montevidéu já será bom pra nós. Assim, a seleção entrará mais tranquila em campo porque o empate nos garante na Copa da Rússia, apesar da pressão da casa do adversário.
  7. Porque eu sou brasileira e torço muuuuito pro Brasil!