Todos os posts de Milton Neves

São Paulo segue com Leco, mas precisa de uma nova postura!

Leia o post original por Milton Neves

Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, seguirá na presidência do São Paulo Futebol Clube até 2020.

Na eleição, realizada nesta noite no salão nobre do estádio do Morumbi, o candidato da situação venceu José Eduardo Mesquita Pimenta por 123 a 102 votos.

Assim sendo, Leco dará sequência ao trabalho que começou em outubro de 2015, quando Carlos Miguel Aidar renunciou.

Bom, e pelo visto, os conselheiros são-paulinos gostaram do que Leco fez nestes quase dois anos.

Mas, convenhamos, o Tricolor, que já foi o maior clube da América do Sul, precisa mudar sua postura e deixar de ser coadjuvante.

Afinal, o torcedor não aguenta mais ver os rivais ganhando tudo e o São Paulo passando em branco desde 2012, quando venceu a Sul-Americana.

Não é verdade?

Opine!

Oficial e definitivo: 87 é só do Sport! Flamengo, agora pare de encher o saco!

Leia o post original por Milton Neves

Agora não tem mais chororô!

O Supremo Tribunal Federal, na tarde desta terça-feira (18), negou o recurso do Flamengo e manteve o Sport Club do Recife como único campeão brasileiro de 1987.

Traduzindo: o STF confirmou o que todo mundo já está careca de saber!

Agora, Flamengo, pare de encher o saco com esses recursos que não vão dar em nada.

Afinal de contas, o STF tem assuntos MUITO mais importantes para resolver!

Opine!

Passada a emoção, dê sua nota para Rodrigo Caio!

Leia o post original por Milton Neves

Não dá para dizer que TODO MUNDO aprovou a nobre atitude de Rodrigo Caio no Majestoso.

Afinal, Maicon, seu companheiro de zaga, se mostrou incomodado com a situação:

“Prefiro a mãe do adversário chorando do que a minha”.

Olha, Maicon, eu aposto que nenhuma mãe no mundo choraria após uma grande demonstração de honestidade de seu filho.

Só se for um choro de felicidade…

Mas não foi só o zagueirão Maicon que torceu o nariz.

Segundo o UOL, Rodrigo Caio levou puxão de orelha de parte do elenco são-paulino.

E os ex-jogadores Edmundo e Paulo Nunes admitiram que não fariam igual.

”Com a cabeça quente, eu queria era ganhar”, comentou o Animal, hoje comentarista da FoxSports.

“Eu buscava irritar os adversários, tirar proveito de uma situação”, explicou Paulo Nunes.

Mas, e agora, passada a emoção, de 0 a 10, que nota você dá para a atitude de Rodrigo Caio.

Não querendo influenciar nas respostas, mas este blog segue dando nota 10 ao zagueiro!

Opine!

Por que o “inglês” e “chinês” Palmeiras anda jogando tão pouco?

Leia o post original por Milton Neves

Sejamos honestos, em campo, o Palmeiras não tem justificado o investimento “inglês” ou “chinês” que foi feito para a temporada 2017.

Afinal, precisou da sorte (e do relógio-amigo) para vencer em casa os fracos Jorge Wilstermann e Peñarol, pela Libertadores.

E contra Ponte Preta, no primeiro jogo “para valer” do ano, tomou 3 a 0 sem ver a cor da bola em Campinas.

O pior é que o “placar moral” foi de 5 a 0, já que a Macaca teve dois pênaltis claros não marcados pela arbitragem.

Ora, para quem quer vencer a Libertadores e ir para Dubai no final do ano é muito pouco, não é mesmo?

Mas, e então, de quem é a culpa pelo baixo rendimento do Verdão?

Do técnico, que não consegue aproveitar 100% do ótimo elenco que tem nas mãos?

Dos jogadores, que acabam se complicando em partidas teoricamente fáceis?

Ou da diretoria, que contratou muitos jogadores por impulso?

Opine!

Foto: Divulgação

São Paulo joga o semestre no lixo em apenas três dias! Timão com um pé e meio na final!

Leia o post original por Milton Neves

São Paulo 0 x 2 Corinthians

O São Paulo de Rogério Ceni, que começou o ano como sensação do futebol brasileiro, anda mais bagunçado que quarto de adolescente.

Quinta-feira, no Morumbi, completamente desorganizado em campo, o Tricolor levou um verdadeiro baile do Cruzeiro de Mano Menezes.

E hoje, contra o Corinthians de Fábio Carille (novato, assim com Ceni), outra aula de futebol no estádio são-paulino.

Traduzindo, o São Paulo conseguiu jogar o semestre todo no lixo em apenas três dias!!!

Afinal, sejamos francos, improvável que o Tricolor consiga reverter os placares contra a Raposa e contra o Timão.

E de quem é a culpa?

Rogério Ceni, jogadores ou diretoria?

Já o Corinthians, considerado por muitos a quarta força do futebol paulista nesta temporada, está com um pé e meio na decisão do Estadual.

É de se tirar o chapéu para o trabalho de Fábio Carille, que tem feito milagres com este fraco elenco corintiano.

Agora, se acontecer o óbvio no final de semana que vem, Timão e Ponte vão decidir um Paulistão 40 anos depois do polêmico título corintiano em 77.

Desta vez, acho que a embalada Ponte de Gilson Kleina vai acabar levando o caneco.

Podem anotar!

RODRIGO CAIO

Mas um atleta do São Paulo merece muitos elogios pelo que fez em campo nesta noite.

Afinal, raro ver um jogador avisar que o árbitro está cometendo uma injustiça com o adversário, como fez Rodrigo Caio no primeiro tempo do Majestoso.

Não fosse por ele, Jô estaria suspenso do jogo de volta, no Itaquerão.

E olha que ele tem sido o “Terror dos Clássicos” neste ano, hein?

Parabéns, Rodrigo Caio, e que a sua atitude inspire a todos os jogadores do mundo!

Opine!

Ponte destrói o salto alto palmeirense!

Leia o post original por Milton Neves

Ponte Preta 3 x 0 Palmeiras

A melhor definição do que realmente foi o jogo saiu da boca do sempre sincero Felipe Melo, no intervalo da partida: “A Ponte comeu a gente”.

Só que eu diria mais: a Macaca devorou, trucidou e massacrou o Palmeiras em Campinas.

E a humilhação acaba sendo ainda maior se você comparar quanto cada diretoria investiu para a temporada.

Méritos para Gilson Kleina, que voltou ao comando técnico da Ponte Preta no mês passado e transformou a Macaca em um gorila furioso e faminto.

Já Eduardo Baptista, pelo visto, conhece o time campineiro do mesmo jeito que Dante conhecia os alemães…

Além de Kleina, destaco também como grandes nomes desta goleada Fernando Bob, Clayson e o “corintiano” William Pottker.

Pottker que sofreu escandaloso pênalti não assinalado pela arbitragem no final da partida.

E, pouco antes, Mina meteu a mão na bola após cruzamento na área, e o árbitro também não marcou a penalidade

Ou seja, não fosse pelo apito, o vexame palmeirense teria sido ainda maior!

Bom, agora, o Palmeiras, pelo time que possui, claro que tem condições de reverter o resultado em São Paulo.

Mas, convenhamos, é improvável!

E os são-paulinos que me desculpem, mas se a Macaca confirmar a classificação para a final, eu quero que o Timão passe pelo Tricolor.

Seria maravilhoso ver a Ponte se vingar do Corinthians exatamente 40 anos depois do escândalo de 77.

Opine!

Cristo envergonhado e Pedro arrependido

Leia o post original por Milton Neves

Que semana!

O mediano São Paulo perdeu.

O comum Corinthians empatou.

O Galo goleou.

O milionário Palmeiras ganhou do fraco Peñarol.

Precisou de um “Terceiro Tempo” especial.

Mais um pouco tomo o lugar de Eduardo Baptista, berraram as redes sociais em “trending topics” da madrugada de quarta ou da manhã de quinta.

Mas sério mesmo é o jogo da política.

“Craques” famosos pegos em faltas graves ou em discutíveis impedimentos.

Maluf, em “péssima fase”, segue invicto no Petrolão como esteve no Mensalão.

Mas anda morrendo de medo de voltar a Brasília.

Tem medo de ser roubado.

Zebra não é só no futebol.

Mas, algo raro, como linguiça comendo o cachorro.

E quanta fome têm nossos extraordinários jogadores políticos do “Brasil FC”, hein?

Fazem golaços milionários como que seus bolsos fossem a meta adversária.

E quem toma esses gols são os goleiros honestos do Brasil.

Cerca de 99% da população do País!

Se jogador de futebol quando perde sempre alega que “vamos partir para outra”, “hoje não deu, fomos infelizes”, “a sorte jogou contra” e “Deus é grande”, nos inéditos clássicos da delação não impedida dos tribunais as saídas são copiadas e frágeis.

“Nunca recebi”, “sou inocente”, “está tudo declarado”, “minhas contas foram aprovadas” e a maior de todas: “estou à disposição da Justiça”.

Ora, mas isso não é qualquer concessão, mas óbvia obrigação de todos nós!

Meu Deus, como se roubou!

E agora quanta gente com o rabo entre as pernas, hein?

Bem feito!

Ladrões diretos e indiretos.

Gargantas profundas como jamais se viu na história deste País.

Ladrões de Série A, B, C, D, E, F e G.

“G” de gatunos.

Titulares e reservas.

Intermediários, mulas e homens-correio.

Indicadores e indicados.

E será que tem no meio indicado traído por indicador propineiro que não dividiu o arrecadado com seu “testa”?

Pior só o sujeito bater na mãe por achar que nasceu feio por culpa dela.

Tudo é uma bagunça, parece briga de torcida.

Ah, como deve ser bom ter dinheiro obtido honestamente!

Dorme-se o justo sono dos queridos e tranquilos baianos.

Aliás, tudo começou por lá com Pedro Álvares Cabral errando o caminho e acertando na bamba.

Pedro deve estar arrependido.

De vergonha!

E Cristo então?

Morreu “nesta” sexta-feira, ressuscitou “hoje” e levou um susto com o feito de nossos “abnegados homens defensores do povo deste país tão religioso”.

“Judas, perto dessa turma, foi um ponta-direita reserva do 23º time de másters do Jerusalém EC”, declarou Cristo hoje no Canal 33 da TV do Céu em Rede Mundial.

Que todos os ladrões, de todos os partidos, passem a nadar eternamente no “Tacho do Capeta”.

Antes, teremos “A Mãe de Todos os Clássicos” no embate Moro x Lula!

O juiz paixão nacional e o grande líder (queiram ou não) frente a frente pela primeira vez!

Merecia TV ao vivo porque Pedro Álvares Cabral e Cristo também querem ver em tempo real.

Opine!

Bolão do Miltão: Tricolor e Timão ficam no empate e Verdão encaminha vaga à final!

Leia o post original por Milton Neves

Bolao-GIF-600

PAULISTA

São Paulo 1 x 1 Corinthians. O Tricolor, que normalmente leva gols, sofrerá um e fará um. Cheiro de definição por pênaltis no jogo da volta, em Itaquera…

Ponte Preta 0 x 1 Palmeiras. O jogo estará 0 a 0 até os 45 minutos do 2º tempo. Mas, sabem como é… Até no Moisés Lucarelli vão arrumar uma plaquinha sinalizando: “Até o Verdão” marcar…

CARIOCA

Botafogo 1 x 2 Vasco. O Vasco levantará a Taça Rio. Depois, sabem como é, na finalíssima contra o Flu, tudo para mais um vice…

MINEIRO

URT 1 x 3 Atlético-MG. O Galo vence de virada.

América-MG 1 x 1 Cruzeiro. Grande resultado para a Raposa!

GAÚCHO

Internacional 1 x 0 Caxias. O Inter fatura por placar magro na primeira partida da semi. Veremos se terá vida fácil na volta, na belíssima Serra Gaúcha…

Grêmio 2 x 0 Novo Hamburgo. O Imortal encaminha seu passaporte à final.

PERNAMBUCANO

Sport 2 x 2 Náutico. Clássico pernambucano com cheiro fortíssimo de empate.

BAIANO

Fluminense-BA 1 x 3 Bahia. Em Feira de Santana, melhor para o meu “Bora Bahia Minha Porreta”.

Vitória da Conquista 0 x 0 Vitória. Nada de gols no duelo de homônimos.

COLOQUE SEU E-MAIL NA MENSAGEM PARA CONTATO, OK? SOMENTE SERÃO VÁLIDOS PALPITES COM O E-MAIL, POIS DO CONTRÁRIO NÃO TEREMOS COMO NOS COMUNICAR COM O VENCEDOR.

Os palpites postados serão válidos até as 19h00 (horário de Brasília) de sábado (15/04/2017).

Apenas um prognóstico por participante, um único IP, ok?. Aqueles que enviarem mais de um prognóstico não serão considerados. Favor escrever os nomes dos times do jeito que eu fiz, pois fica fácil na hora de conferir. Portanto, não valerão palpites com abreviaturas, apelidos e sem acentos. Vencerá aquele (a) que acertar mais jogos, mas em caso de empate, o ganhador será definido por sorteio.

E o felizardo (ou felizarda) vai receber em casa um par de calçado Rafarillo (não necessariamente igual ao da foto abaixo), pois a remessa depende dos modelos disponíveis no estoque do fabricante, OK?

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE DA RAFARILLO

Milton Rafarillo red

Acima o belo Rafarillo recebido por Jefferson Jean Silva de Oliveira

Este é Adnilson Silva, da Nicom, feliz da vida ao receber seu Rafarillo! E, à direita, já calçando o seu “pisante”!

Marcelo Teixeira com seu Rafarillo, ao lado de Waldir Santos

Este é o ex-goleiro Tomires, de Ribeirão Preto-SP

Ceni leva belíssimo nó tático de Mano Menezes!

Leia o post original por Milton Neves

São Paulo 0 x 2 Cruzeiro

Mano Menezes não foi bem na seleção brasileira.

Eu mesmo pedia a demissão do ex-treinador do Corinthians a cada tropeço do escrete canarinho.

Mas, convenhamos, ele sempre foi um bom técnico.

E, nesta quinta-feira, mostrou estar muito afiado no duelo entre Cruzeiro e São Paulo.

Mano deu belíssimo nó tático no novato Rogério Ceni, mesmo com o jogo sendo realizado no Morumbi.

Afinal, o São Paulo não conseguiu assustar o Cruzeiro em momento algum da partida válida pela quarta fase da Copa do Brasil.

Em compensação, a Raposa, mesmo atuando fora de casa, foi perfeita: marcou o Tricolor de maneira impecável e aproveitou as duas principais oportunidades que teve na partida.

Ou melhor, foi apenas uma grande oportunidade aproveitada, já que um dos gols foi anotado por Lucas Pratto, contra, à la Oséas.

Agora, o Cruzeiro só precisa esperar a partida da semana que vem para confirmar a classificação.

Enquanto isso, o São Paulo permanecerá mais um ano sem saber o que é ganhar a Copa do Brasil.

Que coisa, não?

E domingo, contra o Timão, o que esperar do Tricolor?

Opine!

“Plaquinha amiga” salva o Verdão contra o Peñarol!

Leia o post original por Milton Neves

Palmeiras 3 x 2 Peñarol

O primeiro tempo assustou demais o torcedor palmeirense.

Afinal, o Verdão não conseguiu se encontrar em campo e foi para o intervalo perdendo merecidamente por 1 a 0 para o tradicional Peñarol.

Mas, aí, nos 10 primeiros minutos da segunda etapa, a equipe da casa resolveu jogar tudo que sabe.

Empatou com Willian, virou com Dudu e teve a chance de ampliar com Borja, que cobrou tão mal uma penalidade que a bola foi parar lá na estação Corinthians-Itaquera.

Sejamos honestos, o colombiano, que estava voando no Atlético Nacional, merece, até agora, nota 3,84 no Palmeiras…

Só que depois dos 10 minutos “mágicos”, o Verdão voltou a se desencontrar no jogo e levou o empate.

Aí, os uruguaios catimbaram demais e conseguiram até uma expulsão de Dudu nos minutos finais do duelo.

Só que, na base do tudo ou nada, o Palmeiras conseguiu o gol da vitória aos… 54 minutos do segundo tempo!

Pô, é verdade que os jogadores do Peñarol catimbaram exageradamente, mas nove minutos de acréscimo é “meio muito”, não?

Enfim, vitória importante do Verdão, que segue na liderança do grupo 5.

Mas, faço um alerta: o time de Eduardo Baptista precisa preparar melhor o psicológico para as partidas da Libertadores.

Caso contrário, não terá muito sucesso na fase mata-mata da complicadíssima competição.

Internacional 1 x 1 Corinthians

Pela Copa do Brasil, Internacional e Corinthians empataram em 1 a 1, mas não é exagero dizer que a partida poderia muito bem ter terminado em 3 a 3, 4 a 4 ou 5 a 5.

Afinal, no Beira-Rio, os melhores em campo foram os goleiros Cássio e Marcelo Lomba, que pegaram “até pensamento”.

Agora, o duelo segue indefinido para São Paulo, onde as equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira.

E uma dica para o Colorado: pode ir para cima com tudo no jogo de volta.

É que o Timão costuma pipocar em mata-mata disputado no Itaquerão.

Flamengo 2 x 1 Atlético-PR

Pelo primeiro tempo, parecia que o Flamengo atropelaria o Atlético-PR no Maracanã.

Mas, no fim das contas, o Fla teve que suar muito para garantir o triunfo por 2 a 1 sobre o Furacão.

No grupo deles da Libertadores, tudo muito embolado: o Mengão lidera, com seis pontos, enquanto o Furacão é o terceiro, com quatro.

Opine!