Arquivo da categoria: Bordeaux

Agente propôs acerto de luvas de Pablo com dinheiro vindo do Bordeaux

Leia o post original por Perrone

Numa das últimas tentativas de acertar a permanência de Pablo no Corinthians, Fernando César, empresário do jogador, fez uma proposta por escrito ao Corinthians que envolveria o Bordeaux. A ideia era que o time francês antecipasse o pagamento de uma quantia que ainda tem que repassar pela compra dos 15% dos direitos econômicos de Malcom que ainda pertenciam ao alvinegro.

Com a antecipação, o dinheiro iria para Pablo, a fim de solucionar um dos principais entraves da negociação. O empresário do jogador exigia 40% do valor referente às luvas à vista. O restante seria pago junto com o salário registrado em carteira de trabalho. No entanto, a direção corintiana não aceitou a sugestão de envolver a quantia vinda da França. O blog não teve acesso aos valores pedidos pelo zagueiro.

Como mostrou o blog, o estafe de Pablo queria uma “bolada” à vista alegando temer atrasos na quitação das luvas e até que o novo presidente do clube, a ser eleito em fevereiro, discordasse do combinado. Um repasse feito pelos franceses, evitaria o risco de calote na opinião do estafe do beque.

Em setembro, o Bordeaux acertou a compra parcelada dos 15% dos direitos de Malcom por 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 17, 3 milhões).

Diante da negativa corintiana, o agente então afirmou para a diretoria corintiana que o Bordeaux estaria disposto a vender apenas 75% dos direitos econômicos de Pablo. Para ficar com 100% dos direitos, o clube brasileiro teria que pagar 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 11,5 milhões) no final de 2017. Se comprasse uma fatia de 75%, o alvinegro economizaria R$ 2.875.000. A ideia do empresário era de que o Corinthians desse ao menos parte desse dinheiro como entrada referentes às luvas do beque. Mas essa possibilidade também não foi aceita.

No entendimento da direção, Pablo queria privilégios, já que todos os jogadores fizeram acordos para receber as luvas parceladas e ninguém teve garantias contra atrasos. Os dirigentes afirmam também que o zagueiro queria ganhar o que ninguém recebe no elenco, versão negada pelo estafe do jogador. O discurso do lado do zagueiro é de que a quantia oferecida não foi entrave para o acordo, mas sim os prazos de pagamentos de luvas e comissão para o empresário.

 

 

Corinthians faz nova reunião por permanência de Pablo

Leia o post original por Perrone

Nesta terça-feira (14), o Corinthians fará nova tentativa de acerto pela permanência de Pablo. O gerente de futebol Alessandro e o diretor Flávio Adauto vão se reunir com o empresário do zagueiro, Fernando César.

No encontro, a dupla de dirigentes deve apresentar uma nova proposta.

A tentativa de encerrar a novela acontece perto do final do período de prioridade dado ao alvinegro, que termina no próximo dia 30. Até lá os corintianos precisam informar se vão pagar 3 milhões de euros (R$ 11,49 milhões) ao Bordeaux para ficar com o atleta. Em recente conversa entre o empresário do beque e a direção do clube francês ficou combinado que até esta data não seriam ouvidas propostas de outros times.

Pablo está emprestado pelos franceses até o final do ano. Porém, o Corinthians obteve autorização para discutir com o jogador um novo contrato.

O zagueiro esteve perto de assinar compromisso por quatro anos e meio, com validade a partir de julho de 2017, mas a negociação emperrou.

César afirmou para a diretoria do Bordeaux que não existe diferença de valores na negociação com o Corinthians. Alegou que a única discordância é em relação à forma de pagamento.

No clube, apesar de a diretoria não falar sobre de detalhes da negociação, a informação é de que ainda há divergência em relação a cifras.

 

Até 30 de novembro prioridade é acerto com Corinthians, diz agente de Pablo

Leia o post original por Perrone

Em reunião com o presidente do Bordeaux, Stéphane Martin, nesta quarta (18), o agente de Pablo, Fernando César, afirmou que tem um acordo pela permanência do jogador no Corinthians e vai manter o que combinou. Isso até o alvinegro se manifestar se vai exercer sua opção de compra por 3 milhões de euros (R$ 11,18 milhões).

“O Corinthians tem a prioridade até 30 de novembro, e ela vai ser respeitada. O interesse do jogador é ficar, e é o meu também. Não estamos conversando com Flamengo, com ninguém”, disse o empresário ao blog.

Ao cartola do clube francês, César explicou que não existe diferença de valores na conversa com os corintianos. Afirmou que o problema é a forma de pagamento. “Com boa vontade de ambas as partes, isso pode ser resolvido rapidamente”, declarou o agente.

Flávio Adauto, diretor de futebol do Corinthians, afirmou ao UOL Esporte que as partes devem voltar a conversar nos próximos dias.

Autorizado pelo Bordeaux, que o emprestou, Pablo esteve bem perto de assinar contrato de quatro anos e meio com o alvinegro valendo a partir de julho de 2017. Ficaram definidos salários, luvas e comissão de 10% sobre o contrato integral para o empresário, de acordo com César, mas houve impasse na forma de pagamento. A partir de então, as partes se distanciaram.

Segundo o empresário de Pablo, foi definido com o presidente do Bordeaux que haverá uma nova reunião no começo de dezembro para discutir o futuro do jogador, caso o Corinthians não exerça sua opção de compra. “O presidente considerou serem possíveis todas as hipóteses (se o zagueiro não ficar no Corinthians), inclusive o retorno de Pablo”, afirmou César.

O beque tem sido hostilizado em redes sociais por alguns torcedores que afirmam que ele quer deixar o clube para ganhar mais dinheiro em outra equipe. O empresário nega esse interesse afirmando já existirem quantias acordadas para a permanência em sua atual equipe. Pablo não vem atuando por estar contundido.

Coincidências do futebol

Leia o post original por Craque Neto

A cada dia que passo fico mais impressionado com as coincidências que o futebol provoca. Sobretudo o esporte aqui no Brasil. Uma semana antes de receber essa foto tinha ficado sabendo que o atacante Malcom, ex-Corinthians, estava prestes a ter seus direitos federativos negociados com um outro clube europeu. E para minha surpresa aparecem publicamente o jogador ao lado do atual deputado federal Andrés Sanchez, o empresário Fernando Garcia, que seria o agente do jogador, e seu sócio Guilherme Miranda. Aí pergunto a vocês, caros amigos, o que estaria fazendo o nobre deputado na França? Passeando? Questionado sobre o fato […]

O post Coincidências do futebol apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Corinthians vive indefinição sobre Pablo após recuo do Bordeaux

Leia o post original por Perrone

Com Dassler Marques, do UOL em São Paulo

Após confirmar a prorrogação do empréstimo de Pablo pelo Bordeaux por mais seis meses, o Corinthians agora vive incerteza em relação a situação do zagueiro. Por meio de um telefonema, conforme apurou o blog, o clube francês informou que não tem mais interesse no negócio. Assim, para ficar com o jogador após dezembro, quando termina o acordo atual, o alvinegro terá que pagar 3 milhões de euros (cerca de R$ 11 milhões). Além disso, precisa desembolsar essa quantia se outro clube fizer oferta oficial pelo atleta na janela europeia de transferências, aberta atualmente.

Mas a direção corintiana não considerou o comunicado oficial e espera ser procurada de maneira formal pelos franceses para saber se o acordo selado anteriormente será assinado. Chegou a haver troca de documentos para sacramentar a prorrogação do empréstimo.

Apesar da reviravolta, a diretoria alvinegra não demonstra preocupação. O discurso é de que o Bordeaux sugeriu esticar o empréstimo até julho de 2018. Assim, a desistência não muda o plano inicial que erar comprar os direitos do beque no final de 2017. Os corintianos afirmam não haver motivo de pressa para definir a situação, principalmente por já haver um acordo com os franceses para a compra em definitivo. O trato, porém, não foi assinado por divergência na forma de pagamento de luvas ao jogador e comissão para o agente Fernando César. O Corinthians no entanto, chegou a confirmar que tinha havido consenso com o empresário, que não se pronunciou sobre o assunto.

Apesar da calma corintiana, Pablo interessa a outros clubes brasileiros que podem se aproveitar da demora. Agente brasileiro com trânsito no Bordeaux diz que o Flamengo é um dos que tem interesse no zagueiro para a próxima temporada. O time da Gávea não confirma a informação.

Preço assusta, e Bordeaux desiste de Arana

Leia o post original por Perrone

A questão central não é mais tentar convencer o Corinthians a liberar Guilherme Arana ainda nesta janela de transferências. O problema passou a ser a nova pedida dos alvinegros de 20 milhões de euros pelo lateral. Por causa do preço, o Bordeaux desistiu da contratação. Assim, o clube brasileiro terá que negociar com o Bordeaux o pagamento integral em dinheiro dos 3 milhões de euros (R$ 10,9 milhões) para a aquisição definitiva de Pablo.

Inicialmente, os franceses estavam dispostos a pagar 9 milhões de euros  (R$ 32,8 milhões), além de ceder Pablo, recebendo o lateral só depois do Brasileirão. A negociação caminhou bem até o que o Bordeaux resolveu insistir na liberação imediata do atleta. O Corinthians só admitia estudar essa possibilidade se tivesse uma oferta de 15 milhões de euros (R$ 54,7 milhões). Depois do clássico contra o Palmeiras, em que o lateral se destacou, esse preço pulou pra 20 milhões de euros (R$ 73,04 milhões).

A avaliação do Bordeaux é de que pagar essa quantia deixaria o clube sem condições de contratar pelo menos mais um jogador que está em seus planos. Assim, neste momento, a equipe está fora da disputa pelo brasileiro.

Agora o caso Pablo será tratado isoladamente. Nesta quinta, o Corinthians acertou a renovação de contrato do zagueiro até dezembro de 2021. Porém, para assinar o novo compromisso é preciso que o Bordeaux venda os direitos econômicos do beque. Na próxima semana, um dirigente corintiano deve ir até a França para tentar bater o martelo.

Corinthians e agente de Pablo tentam acertar renovação na próxima semana

Leia o post original por Perrone

Com Dassler Marques, do UOL, em São Paulo

A novela da renovação do contrato do zagueiro Pablo com o Corinthians terá um novo capítulo no início da próxima semana, quando o agente do jogador, Fernando César, vai se encontrar com a direção do clube. O empresário tem pressa na resolução do caso.

“Quero resolver tudo até o final do mês”, disse César ao blog. O beque está emprestado pelo Bordeaux até dezembro. Porém, há uma cláusula que permite a venda do jogador nesta janela de transferência se houver uma oferta e o Corinthians não pagar 3 milhões de euros (R$ 11,1 milhões) pelos direitos do atleta.  Esse é o valor que precisa ser pago pelo alvinegro em dezembro para assegurar a manutenção de Pablo.

Mesmo sem ainda ter sacramentado a venda do zagueiro para o clube brasileiro, o Bordeaux autorizou o jogador a tratar de sua renovação que é discutida por mais quatro anos.

De acordo com o agente de Pablo, o defensor tem sido sondado por outros clubes, mas não vai conversar com ninguém até resolver se renova ou não seu compromisso agora. Nesse cenário, é importante uma definição em julho para o atleta ter chances de aproveitar a janela de transferências em agosto.

As duas partes, porém, acreditam no acerto para a renovação. Mas ainda há divergências. O empresário quer um valor de luvas que havia informado já no início do empréstimo, mas o Corinthians entende que a quantia é alta.

A renovação também passa pelo desejo do Bordeaux de dar os direitos econômicos de Pablo como parte do pagamento pela compra do lateral-esquerdo Guilherme Arana. Nesta terça, as duas partes conversaram, mas ainda não houve consenso. O Corinthians mantém a posição de liberar Arana só depois do Campeonato Brasileiro. A comissão técnica do Bordeaux faz pressão para ter o jogador agora.

Corinthians recusa oferta verbal do CSKA por Arana levada por intermediário

Leia o post original por Perrone

Com Dassler Marques, do UOL, em São Paulo

O Corinthians recusou uma oferta verbal feita pelo CSKA por Guilherme Arana através de um intermediário. O valor é mantido em sigilo pelo clube, porém, de acordo com duas fontes, os russos desembolsariam pelo menos 10 milhões de euros (R$ 37,7 milhões) pelo lateral-esquerdo.

A proposta era para que o jogador fosse liberado imediatamente, o que o Corinthians se nega a fazer. Além disso, o valor foi considerado baixo.

Com a recusa, o clube põe em prática o discurso adotado nos últimos meses de que não negocia Arana antes do final do Campeonato Brasileiro para não enfraquecer o time. Só uma proposta na casa dos 15 milhões de euros (R$ 56,5 milhões) é capaz de fazer os alvinegros repensarem essa decisão. O Corinthians tem 40% dos direitos econômicos de Arana. O restante pertence a investidores.

Pelo fato de a proposta não ter sido enviada por escrito e em papel timbrado do CSKA a direção alvinegra não considera uma oferta oficial, mas assegura que se ela tivesse chegado em forma de documento seria rejeitada do mesmo jeito.

Arana também interessa ao Bordeaux, que pode pagar até 9 milhões de euros (R$ 33,9 milhões), além de ceder os direitos de Pablo, fixados em 3 milhões de euros. O Corinthians está otimista em relação a fechar essa negociação liberando o lateral depois do Brasileiro. Na França, porém, Jocelyn Grouvenec, treinador do Bordeaux, disse que esperar até janeiro para ter Arana não é o ideal e que sua agremiação tem outras opções.

A transação também depende da renovação contratual de Pablo, emprestado pelos franceses até dezembro, com o alvinegro. Apesar de todos os envolvidos confiarem que  chegarão a um consenso ainda há divergências.

O Bordeaux autorizou o Corinthians a tratar da renovação mesmo sem ainda ter definido o repasse definitivo dos direitos econômicos do zagueiro.

 

 

Apesar de otimismo, ainda falta consenso sobre valores para Pablo renovar

Leia o post original por Perrone

Com Dassler Marques, do UOL, em São Paulo

Pablo, seu estafe e a diretoria do Corinthians estão otimistas quanto as chances de renovação de contrato do zagueiro por quatro anos, apesar de o empréstimo feito pelo Bordeaux terminar em dezembro. Porém, ainda há divergências entre as partes a serem solucionadas.

A primeira delas é que o estafe do jogador considera que já apresentou sua pedida para renovação. É a mesma feita quando Fernando César, agente do atleta, sugeriu que no ato do empréstimo fossem colocados no acordo os novos valores de salários e luvas para o caso de o Corinthians comprar os direitos econômicos dele. A diretoria alvinegra admite que soube desse desejo verbalmente, mas não o considera como uma proposta oficial. Espera que ela seja apresentada formalmente no próximo encontro, ainda sem data definida.

“Na reunião (no último sábado) eu falei que a nossa proposta continua a mesma de quando ele foi emprestado. O clube ficou de pensar e me responder depois de que eu voltar de viagem”, disse Fernando ao blog.

Só que a diretoria corintiana entende que ficou claro no encontro que o clube tem limites financeiros e que eles serão superados caso a pedida seja mantida. Por isso existe a expectativa de apresentação de uma proposta mais baixa por parte do representante de Pablo.

Os valores estão sendo mantidos em sigilo.

A situação de Pablo interfere na de Guilherme Arana, que interessa ao Bordeaux. O time francês autorizou Corinthians e Pablo a conversarem sobre renovação porque pretende dar os direitos do zagueiro como parte do pagamento pelo lateral. Para ficar com o beque, o Corinthians teria dar 3 milhões de euros. Os franceses estão dispostos a dar os direitos de Pablo e mais cerca de 9 milhões por Arana, como revelou o blog.

CSKA prepara oferta por corintiano Arana

Leia o post original por Perrone

O CSKA planeja apresentar nos próximos dias uma oferta por Guilherme Arana ao Corinthians. Um intermediário brasileiro ficou encarregado da missão.

A intenção dos russos é gastar entre 8 milhões e 10 milhões de euros (de R$ 30,1 a R$ 37,7), conforme apurou o blog para ter o lateral-esquerdo imediatamente. Mas a direção corintiana pretende manter o jogador até o final do Brasileiro.

Só uma oferta na casa dos 15 milhões de euros (R$ 56,6 milhões) pode fazer a diretoria alvinegra mudar de ideia e liberar o atleta agora. O clube tem 40% doa direitos do jogador, e o restante pertence a investidores.

Nesse cenário, o CSKA está perdendo para o Bordeaux. Como revelou o blog, o clube francês avançou na negociação para receber Arana depois do campeonato nacional e ceder agora, definitivamente, os direitos econômicos de Pablo. As duas diretorias vão conversar ainda no início desta semana para tentar fechar a negociação.

O Bordeaux pode chegar até 9 milhões de euros (R$ 33,9 milhões) parcelados, mas a proposta fica mais gorda com os direitos de Pablo, que custariam 3 milhões de euros (R$ 11,3 milhões) para o Corinthians hoje, se houver oferta de outro clube, ou em dezembro, quando termina seu empréstimo.

Em meio ao interesse de times estrangeiros, o lateral combinou com seus representantes que não quer se envolver nas tratativas para manter a concentração nos jogos de sua equipe atual.