Arquivo da categoria: clássico

Corinthians x Palmeiras

Leia o post original por Flavio Prado

O clássico deste domingo pode ser decisivo para o Campeonato Brasileiro. Aos poucos, os brasileiros estão entendendo como funciona o campeonato por pontos corridos. Quem vencer em Itaquera não será necessariamente o campeão brasileiro, mas pode dar um passo decisivo, na matemática e no emocional.

O Corinthians até agora não viveu um momento normal na competição. O time de Carille não é aquele imbatível do primeiro turno, mas também não é o time que brigaria para cair com a campanha do segundo turno. No futebol brasileiro a instabilidade é muito grande, o emocional pesa demais, tanto para o bem quanto para o mal.

O Palmeiras faz o caminho oposto. Até pouco tempo, era um time descartado da luta pelo título e com o técnico campeão brasileiro demitido. Assumiu o auxiliar Alberto Valentim, o desempenho melhorou, a tabela e as circunstâncias ajudaram e o time encostou no rival, com a possibilidade de disputar o confronto direto, uma vitória palmeirense coloca muita pressão no Corinthians.

Grande clássico, com cara de final e com times vivendo situações opostas. Promete muito o duelo de Itaquera.

Santos vence na única chance do segundo tempo

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Difícil falar do primeiro tempo de Palmeiras x Santos. O gramado alagado impediu um jogo melhor, mas vale ressaltar que os dois times normalmente usam a ligação direta, não trocam muitos passes e preferem um jogo mais vertical.

No segundo tempo, o Palmeiras melhorou e dominou o jogo, empurrou o Santos para o campo de defesa, mas não conseguiu transformar o domínio em chances claras de gol.

O Santos em alguns momentos ficou acuado, uma coisa é a proposta do contra-ataque, outra coisa é não conseguir sair de trás e era isso que acontecia.

Na única oportunidade que teve, o Santos aproveitou. Assistência de Bruno Henrique, jogador fundamental para o time na temporada, gol de Ricardo Oliveira e mais uma vitória santista.

O ano do Santos é curioso. A pontuação é muito melhor que o desempenho e faz tempo. De qualquer forma é inegável que o time consegue resultados, vamos ver se em algum momento o desempenho ruim vai pesar.

Clássico com muitos gols e instabilidade

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

O jogo entre Palmeiras e São Paulo foi divertido para quem assistiu, muitos gols e viradas, mas mostrou que são dois times que oscilam muito, inclusive dentro do mesmo jogo.

As duas equipes foram muito mexidas durante a temporada. Trocaram de técnico e mexeram no elenco, ainda sentem falta de uma identidade mais bem definida.

Claro que a situação do São Paulo é muito mais complicada. O time corre risco de rebaixamento e não mostra sinais consistentes de reação. Mesmo nas vitórias contra Botafogo e Cruzeiro, o São Paulo não foi um time estável. Contou com o aleatório e com a bola parada de Hernanes. Falta profundidade ao time, faltam jogadores mais incisivos, que incomodem o adversário, muitas vezes é um time lento e sem profundidade. Agora o time enfrenta dois adversários diretos, Ponte Preta e Vitória, o desempenho nesses confrontos não tem sido bom.

O Palmeiras sofre mais pela expectativa criada. O time deve conseguir vaga na Libertadores, mas a ilusão em torno de um possível super time para o ano atrapalhou muito. O Palmeiras é vítima da própria expectativa e isso foi um peso enorme durante o ano.

Palmeiras x Corinthians

Leia o post original por Flavio Prado

Cuca – (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O jogo de quarta-feira entre Palmeiras e Corinthians será decisivo, principalmente para o Palmeiras.

No campeonato por pontos corridos, alguns jogos são fundamentais. O Palmeiras tem um dos melhores elencos do país e consequentemente é um dos candidatos ao título brasileiro, se perder para o Corinthians ficará 16 pontos atrás do líder.

O Corinthians tem uma chance de praticamente tirar um adversário da parada e isso é importante neste formato, se puder não dar chance de crescimento ao rival, melhor para o líder.

Uma dificuldade para o Palmeiras na luta pelo Brasileiro é o acúmulo de competições. Cuca ainda não teve uma semana inteira de trabalho, tenta colocar conceitos com bola rolando, fica mais difícil.

Corinthians fez grande segundo tempo

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

O Corinthians venceu mais um clássico no ano e outra vez teve gol de Jô. O primeiro tempo foi equilibrado, mas no segundo o Corinthians atropelou o Santos.

O time de Fábio Carille tem como característica a marcação forte e o jogo no erro do adversário, mas o jogo contra o Santos não foi assim, sufocou o adversário na segunda etapa, marcando no campo de ataque, é uma evolução importante para o time, precisava jogar melhor com a posse de bola.

O Santos preocupa, a atuação no segundo tempo foi constrangedora. O time foi empurrado para o campo de defesa sem esboçar reação. O Santos fez poucos bons jogos no ano e esse desempenho preocupa, não mostra sinais de evolução.

São Paulo falha, deixa vitória escapar e perde a cabeça. Será que Ceni está pronto para ser técnico?

Leia o post original por Milton Neves

Tudo caminhava para mais uma partida sem graça, fraca.

O São Paulo ditava o ritmo do duelo, mas nada de esplêndido.

Após o gol de Maicon, o Tricolor passou a dominar o Majestoso.

Porém, outra vez a zaga são-paulina falhou e o que parecia fácil, se complicou.

Estava no “papo” a vitória, mas agora ficou evidente de que Rogério Ceni perdeu o tato sobre como posicionar uma defesa.

É difícil entender, como ele, por ter jogado anos observando de perto os zagueiros, não possa por fim nesta deficiência.

Demorou aceitar que para goleiro, o melhor seria preservar o bom Denis e escalar o promissor Renan Ribeiro, já que Sidão chegou e não emplacou.

E se lá atrás as coisas foram mal, o ataque, que estava sendo tão elogiado, passou o clássico em branco.

Foi o suficiente para deixar insatisfeito o torcedor tricolor.

Já são cinco jogos sem vitória e o São Paulo não engrena! Isso prova que o time não tem um padrão, é frágil.

Será que Ceni está realmente preparado para o cargo de treinador?

OPINE!!!

Ótimo jogo na Vila

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Santos e Palmeiras fizeram um excelente clássico. Nos últimos dois anos, as equipes decidiram Campeonato Paulista, Copa do Brasil e brigaram pelo título brasileiro.

O Palmeiras tem um elenco numeroso. Eduardo Baptista tem opções para mexer na equipe e mudar a característica do time dentro de um jogo complicado, isso faz grande diferença no Campeonato Brasileiro por pontos corridos.

O time titular do Santos é muito bom, não deve nada para nenhum outro do Brasil. No confronto direto, pode derrotar qualquer adversário no continente, mas falta reposição, isso fez diferença na briga com o Palmeiras no Brasileirão e pesou no início do ano com as ausências de Renato, Lucas Lima e Ricardo Oliveira.

O Palmeiras venceu, o resultado de um clássico sempre tem peso nas avaliações, nos elogios e nas críticas, mas os dois times jogaram bem. Claro que o resultado é importante, mas a avaliação deve ser feita pelo desempenho.

O Santos melhorou com a volta de seus principais jogadores, voltou a apresentar um futebol parecido com o que mostrou em 2016. A situação na tabela é fruto do início complicado. Como são apenas 12 rodadas, existe o risco de eliminação, mas o que importa é o desempenho que pode render bons resultados ao longo do ano.

Nunca haverá “favorito”

Leia o post original por Rica Perrone

Eu entendo que o termo “favorito” não indique um vencedor. Apenas um time que esteja naquele momento melhor para o jogo. O que nunca significou muita coisa, em clássicos, vai a “nada”. Eu não assisti nem dez Palmeiras x Corinthians onde o “favorito” deita e rola.  É mais raro do que o não favorito vencer, aposto. …

Alguém vai ter que fazer

Leia o post original por Rica Perrone

Eu não sei se é claro pra vocês quanto é pra mim que o futebol brasileiro começa a pedir união, profissionalismo e liberdade.  Sei que o que CAP e Coxa fizeram ontem foi um passo importante, mas que não me convence pela estrutura. Explico. Coxa e CAP são rivais. E a Federação, a tv, seja …

Timão é goleado pelo “combalido” São Paulo e Fla vacila feio! Verdão campeão?

Leia o post original por Milton Neves

O Majestoso tinha tudo para ser “fraquinho fraquinho”, pois São Paulo e Corinthians vivem uma realidade péssima se comparada a de outros tempos.

Mas se tratando dessas duas equipes, pode-se esperar qualquer coisa. Inclusive, uma inesperada goleada são-paulina.

Ou você acreditava em uma vitória do Tricolor? Não ganhou nem do América-MG!

Pressionado e precisando urgente dos três pontos para afastar o fantasma do rebaixamento, o São Paulo dominou o Alvinegro. Podem acreditar!

Ainda no agitado e bom primeiro tempo, o “juizão” assinalou falta dentro da área de Fagner em Kelvin.

Eu que amo o Corinthians, infelizmente, não pude discordar do árbitro. Pênalti claríssimo!

Cueva, disparado o melhor em campo, “judiou” do goleiro Cássio ao fazer a cobrança em grande estilo, de “cavadinha”.

Ainda houve tempo para os gols da ótimo garoto David Neres, Chavéz e Luiz Araújo.

A bem da verdade, o Timão não está lá essas coisas, né? Tá meio “requenguela”!

Que triste, hein, Corinthians?

Perdido durante os 90 minutos, deixou o Morumbi desnorteado. Que fase!

“Vacilada rubro-negra feia” no Flamengo 0 x 0 Botafogo (às 17 horas)

Vai entender o Flamengo, hein?

Interessado unicamente na vitória, o Rubro-Negro fez o que era esperado, partiu pra cima e dominou o Botafogo. Mas as chances de gol foram raras!

No primeiro tempo, por exemplo, que por sinal fraquíssimo, Sidão trabalhou apenas em uma oportunidade.

Desse jeito, era melhor entregar logo de uma vez a taça ao Palmeiras.

Ao menos o Verdão tem sorte de campeão e sai vitorioso de quando joga mal, não é mesmo?

Na verdade, eu esperava mais do clássico carioca, principalmente que ele melhorasse na segunda etapa.

Mas não foi isso o que nós vimos.

Então, preferi acreditar que o empate “mixuruca” no Maracanã foi fruto da qualidade dos times, não pelo medo de arriscar a ganhar e acabar perdendo.

Com o resultado sem gols, a situação flamenguista voltou a piorar e o sonho do título, “vish”, pode esquecer!

Já é a quarta partida sem vitória do Fla.

Agora, quem vai entrar na briga pela taça contra o Palmeiras vai ser o Peixe e o Galo.

OPINE!!!