Arquivo da categoria: Copa Libertadores

Classificação preocupante

Leia o post original por Odir Cunha

O Santos se classificou para as quartas de final da Copa Libertadores ao vencer o Atlético Paranaense por 1 a 0, diante de 12.360 pessoas, na Vila Belmiro, mas jogou tão mal e foi tão pressionado pelo adversário, que a torcida saiu preocupada do Urbano Caldeira. Será que jogando assim o time terá condição de passar pelo Barcelona de Guayaquil?

Eu acho que não. Sem o comprometimento que se espera de cada jogador santista em todo jogo da Libertadores, a competição mais importante da equipe este ano, a derrota no Equador será certa e mesmo em casa o Alvinegro Praiano terá dificuldades. Essa vitória na Vila não pode esconder as muitas deficiências do time.

A principal delas foi no meio de campo. Como muitos leitores deste blog previram, Yuri e Alison não deram conta do recado. Como Lucas Lima também não marca ninguém, o setor virou uma imensa zona franca, que o adversário atravessava como queria. A avenida Victor Ferraz novamente esteve aberta em tempo integral e no ataque Ricardo Oliveira nada fez até dar o passe para o gol de Bruno Henrique, aos 32 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Santos continua como o único invicto da Libertadores, mas Levir Culpi terá de mexer na escalação caso queira injetar um pouco mais de sangue nas veias desse time que mais pareceu disputando uma pelada em uma colônia de férias do que um jogo decisivo da principal competição do continente. Não fosse o goleiro Vanderlei e o zagueiro Lucas Veríssimo, e o Santos talvez já estivesse fora da competição.

Atuações

Vanderlei – Salvou o time de novo. É evidente que é o melhor goleiro do Brasil no momento, mas ainda bem que Tite convocou Cássio. Chega de a CBF desfalcar o Santos na Libertadores. 8.
Victor Ferraz – Voltou a ser o jogador disperso no ataque e na defesa, oferecendo um corredor amplo e confortável aos atacantes contrários. 3.
Lucas Veríssimo – Novamente um gigante. Salvou um gol embaixo da trave, com o peito. Ganhou tudo pelo alto e no chão. Um dos melhores zagueiros brasileiros do momento. 8.
David Braz – Um pouco abaixo de seu companheiro de zaga. 6.
Zeca – Ainda não voltou a jogar o que sabe. 4.
Yuri – Muito limitado. Marcou mal, saiu jogando mal, se colocou mal. 2 (Jean Mota – Ao menos melhor que Yuri. 5).
Alison – Tão fraco como Yuri. 2. (Daniel Guedes – Fechou mais a defesa por seu setor. 5).
Lucas Lima – Só cismou de jogar nos últimos 15 minutos de jogo. 5.
Copete – Lutou, mas errou muito. 4. (Thiago Ribeiro – Um pouquinho melhor. 4,5).
Ricardo Oliveira – Ausente do jogo durante quase todo o tempo, mas deu duas boas assistências, uma delas para o gol. 5.
Bruno Henrique – Lutou e fez o gol da vitória. 6.
Levir Culpi – Escalou mal o meio de campo, o que fez com que o Santos fosse dominado em plena Vila Belmiro. 4,5.

O Dia do seu Pai, ou do seu Avô santista, está chegando. Faltam apenas 2 dias. Que presente pode ser mais duradouro e mais barato para quem fez você torcer para o time mais apaixonante do futebol?
Livros Time dos Sonhos e Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros com dedicatória do autor e porte pago por apenas 38 reais o exemplar.
Clique aqui para comprar antes que acabe!

time-dossie ok

Após adquirir seu Time dos Sonhos ou Dossiê, envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br e diga para quem quer que eu faça a dedicatória.

Compare os menores preços do mercado e compre o Dossiê e o Time dos Sonhos

Time dos Sonhos
Livraria 2005, RJ, livro usado: R$ 52,89
Sebo do Monge, SP, livro usado: R$ 57,70
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva e três PDFs de brinde: R$ 38,00

Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros
Livraria Capítulo Primeiro, livro usado, Santos: R$ 67,89
Travessa da Praia, livro usado, Santos, R$ 87,89
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva: R$ 38,00

Clique aqui para garantir o presente do seu pai

Vamos tornar essa história imortal!


Ou você prefere esperar, sentado, que a imprensa conte como foram as viagens do Santos pelo mundo?

Aproveite as condições de pré-lançamento e participe da campanha que imprimirá o livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”.

Clique aqui para deixar seu nome neste livro histórico e impedir que a etapa mais maravilhosa da história do Santos seja esquecida.

Inscrições abertas para o II Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

O primeiro, em julho, foi um sucesso. Não perca o de setembro.

Ministrado por Odir Cunha, jornalista profissional há 40 anos – Jornal da Tarde, O Globo, rádios Globo, Excelsior e Record, TV Record, editor de nove revistas esportivas, diretor de comunicação da Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo, diretor da Ampla Comunicação, editor das editoras de livros Novo Conceito e Magma Cultural, dono do Blog do Odir, autor de 27 livros, biógrafo de Oscar Schmidt, Pelé e Gustavo Kuerten, ganhador de dois prêmios Esso e três prêmios da Associação Paulista dos Críticos de Arte.

Temas do Curso

Pirâmide Invertida X Novo Jornalismo

As maneiras tradicional e criativa de se escrever uma reportagem

As regras para uma boa entrevista

Da preparação à técnica de colher informações e escrever

As dez qualidades do bom jornalista

Extraídas do livro “Lições de Jornalismo”.

Como escrever para

Jornal – Revista – Rádio – TV – Blog

Mídia Social e Assessoria de Imprensa

Escrever um livro

Como pesquisar, escrever e publicar

Os limites da polêmica

Como evitar os crimes de opinião:

Difamação, Injúria e Calúnia

Princípios do bom texto

Clareza

Objetividade e ordem direta

Escolha das palavras simples e concretas

Uma ideia por parágrafo

Precisão. Sem ela não há credibilidade.

Isenção. A necessidade de ser neutro.

Empatia. O melhor repórter se apaixona pela matéria.

A importância de reler o texto

Criatividade e os caminhos que levam a ela

Comportamento do repórter

Humildade e Respeito. Qualidades essenciais.

Ousadia e Iniciativa. Quando elas são obrigatórias.

Descrição das funções Jornalísticas

Repórter – Copidesque – Chefe de Reportagem

Revisor – Editor – Editor-chefe

Como fazer

Títulos – Subtítulos – Olhos – Intertítulos – Legendas

Lições na classe e em casa

Matérias sobre eventos escolhidos

Trabalho Final

Certificado de Conclusão com o número de horas/aula

Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

Carga horária: 16 horas

Datas e horários: dias 5, 6, 12, 14, 19, 21, 26 e 28 de setembro, das 19h30 às 21h30.

Local: Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP).

Endereço: Av. Paulista, 807, 9º andar, conjunto 904, São Paulo. Fones: (11) 3251-2420 e 3289-8409.

Investimento: R$ 300,00 (trezentos reais – 50% na matricula, 50% até o dia 15 de setembro.)

Sócios da ACEESP em dia com a anuidade não pagam.

Informações e inscrição até 4 de setembro pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br


Fé na Libertadores, Santos!

Leia o post original por Odir Cunha


Em Curitiba foi assim.

A eliminação de Palmeiras e Atlético Mineiro, que jogavam em casa contra equipes de centros menos desenvolvidos do futebol sul-americano, mostra a que nível chegou o futebol brasileiro. Mas o Santos, único time invicto na Copa Libertadores, segue firme, mesmo desacreditado pela chamada “crítica especializada”. Tudo bem, com o Santos tem sido assim. Mas no campo, hoje à noite, o Alvinegro Praiano tem tudo para superar o Atlético Paranaense e se classificar para as quartas de final da competição. A caravana passa…

O Atlético Paranaense está jogando bem e é claro que tem alguma chance de ganhar do Santos na Vila Belmiro por dois gols de diferença, no encontro desta quinta-feira, às 21h45, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Entretanto, só mesmo uma confluência de coincidências ruins poderia provocar a eliminação santista em pleno Urbano Caldeira por um time menos gabaritado do que o Santos. É só jogar futebol, precavido, mas com mentalidade ofensiva, e o Santos não só se classificará, como obterá uma vitória redentora, que poderá levá-lo a mais uma decisão da Libertadores.

Mais prejuízos

Ontem o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva puniu o presidente do Santos, Modesto Roma, com suspensão de 120 dias e multa de 100 mil reais por acusar o repórter Eric Faria sem provas. Porém, quem acompanha o Santos sabe que a gestão atual já bem causando prejuízos ao clube desde que tomou posse, por: Evitar jogar no Pacaembu, onde os jogos do Santos atraem mais público e dão mais lucro; por protelar o lançamento de uma campanha nacional de sócios; por resolver produzir o próprio material esportivo, recevebdo menos por isso do que a maioria dos grandes clubes brasileiros; por não ouvir as recomendações do conselho fiscal e enxugar a folha de pagamentos…

Enfim, perto do que já deixou de ganhar e já gastou em menos de três anos, 100 mil reais é fichinha. Resta saber se o clube ainda será obrigado a pagar uma multa devido ao amadorismo do seu presidente.

O Dia do seu Pai, ou do seu Avô santista, está chegando. Faltam apenas 3 dias. Que presente pode ser mais duradouro e mais barato para quem fez você torcer para o time mais apaixonante do futebol?
Livros Time dos Sonhos e Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros com dedicatória do autor e porte pago por apenas 38 reais o exemplar.
Clique aqui para comprar antes que acabe!

time-dossie ok

Após adquirir seu Time dos Sonhos ou Dossiê, envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br e diga para quem quer que eu faça a dedicatória.

Compare os menores preços do mercado e compre o Dossiê e o Time dos Sonhos

Time dos Sonhos
Livraria 2005, RJ, livro usado: R$ 52,89
Sebo do Monge, SP, livro usado: R$ 57,70
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva e três PDFs de brinde: R$ 38,00

Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros
Livraria Capítulo Primeiro, livro usado, Santos: R$ 67,89
Travessa da Praia, livro usado, Santos, R$ 87,89
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva: R$ 38,00

Clique aqui para garantir o presente do seu pai

Vamos tornar essa história imortal!


Ou você prefere esperar, sentado, que a imprensa conte como foram as viagens do Santos pelo mundo?

Aproveite as condições de pré-lançamento e participe da campanha que imprimirá o livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”.

Clique aqui para deixar seu nome neste livro histórico e impedir que a etapa mais maravilhosa da história do Santos seja esquecida.

Inscrições abertas para o II Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

O primeiro, em julho, foi um sucesso. Não perca o de setembro.

Ministrado por Odir Cunha, jornalista profissional há 40 anos – Jornal da Tarde, O Globo, rádios Globo, Excelsior e Record, TV Record, editor de nove revistas esportivas, diretor de comunicação da Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo, diretor da Ampla Comunicação, editor das editoras de livros Novo Conceito e Magma Cultural, dono do Blog do Odir, autor de 27 livros, biógrafo de Oscar Schmidt, Pelé e Gustavo Kuerten, ganhador de dois prêmios Esso e três prêmios da Associação Paulista dos Críticos de Arte.

Temas do Curso

Pirâmide Invertida X Novo Jornalismo

As maneiras tradicional e criativa de se escrever uma reportagem

As regras para uma boa entrevista

Da preparação à técnica de colher informações e escrever

As dez qualidades do bom jornalista

Extraídas do livro “Lições de Jornalismo”.

Como escrever para

Jornal – Revista – Rádio – TV – Blog

Mídia Social e Assessoria de Imprensa

Escrever um livro

Como pesquisar, escrever e publicar

Os limites da polêmica

Como evitar os crimes de opinião:

Difamação, Injúria e Calúnia

Princípios do bom texto

Clareza

Objetividade e ordem direta

Escolha das palavras simples e concretas

Uma ideia por parágrafo

Precisão. Sem ela não há credibilidade.

Isenção. A necessidade de ser neutro.

Empatia. O melhor repórter se apaixona pela matéria.

A importância de reler o texto

Criatividade e os caminhos que levam a ela

Comportamento do repórter

Humildade e Respeito. Qualidades essenciais.

Ousadia e Iniciativa. Quando elas são obrigatórias.

Descrição das funções Jornalísticas

Repórter – Copidesque – Chefe de Reportagem

Revisor – Editor – Editor-chefe

Como fazer

Títulos – Subtítulos – Olhos – Intertítulos – Legendas

Lições na classe e em casa

Matérias sobre eventos escolhidos

Trabalho Final

Certificado de Conclusão com o número de horas/aula

Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

Carga horária: 16 horas

Datas e horários: dias 5, 6, 12, 14, 19, 21, 26 e 28 de setembro, das 19h30 às 21h30.

Local: Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP).

Endereço: Av. Paulista, 807, 9º andar, conjunto 904, São Paulo. Fones: (11) 3251-2420 e 3289-8409.

Investimento: R$ 300,00 (trezentos reais – 50% na matricula, 50% até o dia 15 de setembro.)

Sócios da ACEESP em dia com a anuidade não pagam.

Informações e inscrição até 4 de setembro pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br


Uma semana de esperança

Leia o post original por Odir Cunha

Clique aqui, conheça e participe da campanha de financiamento coletivo para lançar “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”. Os 200 primeiros terão o nome impresso no livro e poderão adquirir um exemplar por apenas 90 reais.


No ano passado foi assim. Acho que quarta vai sair mais gol.

UMA SEMANA DE ESPERANÇA

O santista espera os dois jogos desta semana, pelo Campeonato Brasileiro, com uma expectativa muito boa. Quarta-feira, na Vila Belmiro, contra o Palmeiras, e sábado, no Pacaembu, diante da Ponte Preta, a equipe enfrentará adversários de respeito, mas algo nos diz que a postura, o time e o futebol serão outros. Professor Levir Culpi já deu o recado: quem não quer dar o máximo, quem se queixa de ter de disputar três competições ao mesmo tempo, tem de procurar outra coisa para fazer. Futebol é assim e o Santos sempre foi assim.

Amanhã viajo com a Suzana para Buenos Aires. Vou visitar minha filha e rever alguns estádios onde o nosso Santos fez história: o Monumental de Nuñez, no qual o Glorioso Alvinegro Praiano meteu 3 a 0 no Peñarol e conquistou sua primeira Copa Libertadores, e La Bombonera, onde veio o bicampeonato sul-americano, de virada, sobre o Boca Juniors. Assim como meu amigo e parceiro Marcelo Fernandes, que tem falado de vários lugares do mundo pelos quais o Santos passou, para a campanha da Kickante que recebe os financiamentos para o livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”, quero gravar uns vídeos na Argentina.

Este blog continuará 24 horas no ar, como sempre. Prosseguirei participando dele de onde estiver e sei que os amigos frequentadores e comentaristas tocarão a bola com a maestria, a inteligência, o humor e a acidez de sempre. Continuemos discutindo ideias, não pessoas. Ideias boas para o Santos e, por que não, para o país e para a vida.

A Livraria do Blog terá o seu estoque zerado para balanço. As vendas só voltarão a ser feitas dia 20 de junho, quando volto. Volto a destacar a campanha para o financiamento coletivo do livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”. Sei que ele será um divisor de águas na história dos livros de futebol no Brasil e mostrará, como nenhum outro, a real dimensão universal do Santos.

Continuemos ligados. Estarei ali do lado. Ligado nas coisas do Santos, do blog e do Brasil. Abraços a todos!

SANTOS FC, O MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA

Entre os anos 60 e 70 o Santos chegou a um ponto inalcançável por qualquer outro time no mundo. E suas marcas permanecem. Sempre que entra em campo, com a mesma camisa e o mesmo distintivo, remete o futebol aos seus tempos mais belos e apaixonantes. É como disse Pelé: “Hoje o time joga no quintal de sua casa, coloca o vídeo no Youtube e todo mundo vê; no nosso tempo nós tínhamos de jogar no mundo todo para sermos vistos. Só não jogamos na Lua”.

Engraçado que o Santos demorou 42 anos para jogar fora do Brasil, mas foi só sentir o gostinho da aventura e se libertou de vez do rabo da saia da mamãe Belmiro. Time brasileiro que mais jogou e venceu equipes estrangeiras, o Glorioso Alvinegro Praiano escreveu histórias que parecem lenda. Em alguns países paralisou guerras, em outros provocou conflitos. Em todos, a causa era a mesma: testemunhar aqueles mágicos homens de branco levitando pelo gramado verde como santos que eram.

Confesso que já tinha dado por encerrado o meu ciclo de livros sobre a história do Santos. Ainda queria escrever sobre alguns ídolos, mas a respeito apenas do time só um livro me apeteceria: queria contar como foram as viagens por todos os continentes, por dezenas de países, mas não me contentaria com nomes e números. Seria preciso sentir o ambiente local, conhecer as opiniões da imprensa estrangeira, conseguir fotos inéditas, ingressos dos jogos, descobrir detalhes, histórias curiosas…

Não via, porém, como conseguir tempo e recursos para empreender essa pesquisa longa e universal. Até que me surgiu um anjo que há muitos anos já fazia esse trabalho meticuloso de garimpagem dos rastros do Santos pelo mundo afora. Morador em Luxemburgo, na Europa, o santista Marcelo Fernandes há muito tempo se dedicava a essa garimpagem. Como o seu trabalho, em uma companhia aérea, lhe permite viajar pelo mundo, Marcelo visitou os lugares pelos quais o Santos passou e neles pesquisou em museus, bibliotecas, exposições, estádios e participou de leilões para adquirir peças importantes da memorabilia das viagens santistas.

Clique aqui, conheça e participe da campanha de financiamento coletivo para lançar “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”. Os 200 primeiros terão o nome impresso no livro e poderão adquirir um exemplar por apenas 90 reais.

Começamos os planos para o livro há sete anos, temos falado e completado nossas informações desde então, entramos na reta final no ano passado e agora, finalmente, podemos anunciar, com muito orgulho e enorme prazer, o lançamento do livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”, próximo lançamento da Editora Onze, de Marco Piovan, outro apaixonado pela história do futebol.

Não conheço nenhum outro livro que fale, exclusivamente, das viagens internacionais de um time. Bem, certamente não há uma equipe que tenha tanto assunto, tantas aventuras a contar que envolvam desde as cidades iluminadas da Europa até as povoações modestas na África. Por isso, não é exagero dizer que jamais haverá um time tão impactante como o Santos de Pelé. Por onde ele passou, deixou sua marca.

Trata-se, portanto, de obra única, inigualável, tão valiosa para a história do nosso Santos como mais um título mundial. E outra notícia sensacional é que você poderá ter o seu nome impresso no livro, garantir presença no evento de lançamento, ao lado de grandes craques daquele Santos formidável e ainda obter outras recompensas por preços promocionais de pré-lançamento.

Se esperarmos que os outros reconheçam os méritos inigualáveis do nosso Santos, morreremos sentados. Portanto, nos unamos para que “Santos FC, o maior espetáculo da Terra” seja lançado com o esmero e a divulgação que merece e espalhe essa história singular do time de uma pequena cidade brasileira que colocou o mundo aos seus pés.

Clique aqui, conheça e participe da campanha de financiamento coletivo para lançar “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”. Os 200 primeiros terão o nome impresso no livro e poderão adquirir um exemplar por apenas 90 reais.

Curso de Tênis de Férias da Suzana Silva

Sou suspeito para falar, mas se eu tivesse filhos pequenos, eles já estariam inscritos no Curso de Tênis de Férias da Suzana Silva. As crianças passarão quatro dias aprendendo e aprimorando seu jogo de tênis, fazendo novas amizades e convivendo com professores especializados no ensino e no treinamento de crianças.

O lugar é paradisíaco, nem parece que você está em São Paulo. Considero as quadras de saibro do Clube de Campo Castelo as mais bonitas da cidade. As crianças e seus pais adoraram as clínicas anteriores. Um dia todo de tênis, com refeições, transfer direto do Shopping Morumbi. Abaixo segue o cartaz do evento com o telefone e o e-mail para informações e a inscrição.

Clique aqui, conheça e participe da campanha de financiamento coletivo para lançar “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”. Os 200 primeiros terão o nome impresso no livro e poderão adquirir um exemplar por apenas 90 reais.

Participe dessa obra histórica e poderá dizer, para sempre: eu sou um dos responsáveis por um dos livros mais importantes do Santos e do futebol mundial, o livro das viagens do time que ficou conhecido como “O maior espetáculo da Terra”.


Por que Dorival caiu

Leia o post original por Odir Cunha

Estava assistindo ao Workshop Internacional de Tênis, no Clube Curitibano, em Curitiba, ministrado pelo Departamento de Capacitação da Confederação Brasileira de Tênis, quando soube que Dorival Junior tinha sido demitido. Coincidentemente, as palestras do espanhol Pancho Alvariño, que trabalhou com o russo Marat Safin, ex número um do mundo, e a do técnico argentino Ignacio Asenzo capitão de diversas equipes argentinas em campeonatos sul-americanos me explicaram, claramente, os dois motivos principais que levaram à demissão de Dorival.

Em uma de suas frases marcantes, Pancho disse que o técnico que pede coragem ao seu tenista também precisa ser corajoso. Sim, essa é uma verdade cristalina, olvidada no futebol. Antes de pedir destemor, ousadia, aos seus atletas, um técnico de futebol precisa demonstrar essas qualidades, ou suas palavras soarão falsas, automáticas.

Em suas duas passagens pelo Santos, Dorival Júnior ganhou três títulos: dois Paulistas e uma Copa do Brasil. Porém, com o perdão da expressão vulgar, sempre “com as calças na mão”. A insistência para se jogar na Vila Belmiro era outra materialização desse medo, desse temor inexplicável que crescia assustadoramente nos momentos mais importantes. Mesmo um Pacaembu lotado de santistas era considerado um ambiente hostil para o assustado Dorival Junior, que transmitia essa fobia para seus comandados.

Até a sagrada oportunidade da preleção, momento único em que o comandante inflama seus combatentes para a vitória era negligenciado por Dorival, que o delegava a Ricardo Oliveira, um pastor evangélico que aproveitava o momento para discursos que buscavam fazer um link entre Deus e o futebol.

Assim, a primeira causa da demissão de Dorival Junior, sem qualquer dúvida, foi a Falta de Coragem. Talvez essa deficiência passasse batida em outros times, mas no Santos, que conseguiu uma posição de respeito no mundo do futebol com muita luta, derrotando os mais temíveis adversários no campo inimigo, esse defeito é fatal.

O outro motivo da queda do técnico me foi revelado na palestra de Ignacio Asenzo, que contou em detalhes magníficos a campanha que levou a Argentina ao título da Copa Davis em 2016, o primeiro do país depois de ter perdido quatro finais.

É preciso que se saiba, antes de tudo, que a Associação Argentina de Tênis tem menos verba do que a Confederação Brasileira de Tênis. Os jogadores não teriam qualquer luxo e precisariam se revezar nas tarefas mais simples, como arrumar as quadras para os treinos e limpá-las depois. Até o astro Juan Martin del Potro se dedicou a elas.

Outro detalhe é que para chegar ao título a equipe teve de vencer quatro confrontos consecutivos em quadras adversárias: Polônia, Itália, Reino Unido e, na decisão, derrotou a Croácia, em Zagreb, de virada, por 3 a 2. Nem é preciso dizer que jamais faltou coragem aos argentinos nessa caminhada, mas um outro detalhe foi essencial: a transparência do técnico Daniel Orsanic.

Antes de cada confronto, o veterano Orsanic conversou em particular com os jogadores, titulares e reservas, e lhes explicou as razões pelas quais seriam escalados ou não. Assim, a equipe se tornou unida e consciente de seus objetivos. Esse comportamento estava de acordo com a nova filosofia da Associação Argentina de Tênis, que depois de ver o esporte degringolar por falta de disciplina e de metas, criou um Programa de Valores baseado em cinco regras de ouro, das quais aquela que, sem dúvida, deveria ser adotada pelo técnico e os jogadores do Santos, diz: Ter planos em vez de desculpas.

Mas dar desculpas é uma demonstração de falta de coragem, da qual já falamos. O exemplo de Orsanic que deveria ser adotado por todo técnico de futebol é a coerência. Se o jogador sabe quais são os critérios do treinador, a rebeldia às suas ordens é menor. Mas Dorival lançava um jogador em uma partida e na outra nem o deixava no banco; insistia com alguns fora de posição e evitava escalar outros especialistas. Um dia reclamava no cansaço devido aos jogos seguidos, no outro alegava falta de ritmo após um longo descanso. Enfim, sua cabeça escondia razões indecifráveis.

Dessa forma, o segundo motivo da queda de Dorival Junior foi a sua Falta de Coerência. Esse defeito não irritou apenas os jogadores, mas também os torcedores, que já faziam piada de suas escalações e, principalmente, de suas substituições. Positivamente, Dorival demonstrou sérias dificuldades para usar o melhor do elenco que têm nas mãos. Preferia se apegar aos jogadores de mais força ascendência no time, o que incentivava a formação da famosa “panelinha”.

O que esperar de Levir Culpi

Dos técnicos possíveis, o experiente Levir Culpi, 64 anos, é o que está mais próximo de acertar com o Santos. Já recebeu até proposta e parece estar a caminho de Santos. Se este blog tivesse a ânsia de dar furos, eu poderia afirmar, com 95% de chances, que o ponderado Curitibano será o novo técnico santista. Outra opção, mais arriscada, seria o mineiro Fernando Diniz, 43 anos, ainda sem passagens por times grandes, mas atrevido como um técnico santista deve ser.

Creio que Levir Culpi ficará com a vaga. Duas vezes campeão da Copa do Brasil, ele tem personalidade e, ou consegue montar um bom time, ou fica pouco tempo no clube. Será um bom teste ver como ele se dará com o estilo autoritário da presidência santista e com a confraria já formada entre os jogadores. Uma coisa é certa: Levir não engole sapos e fará o que sua experiência na profissão mandar.

Creio que Fernando Diniz seria uma boa aposta para as categorias de base do Santos. O rapaz tem potencial para se tornar um grande técnico e já poderia ser preparado para substituir Levir, que geralmente só permanece um ano em cada clube.

Para você, o que o Levir fará para o Santos jogar melhor?

CURSO DE REDAÇÃO NAS FÉRIAS DE JULHO

Para Vestibular, Enem e Concursos

Professor: jornalista e escritor Odir Cunha

Aulas teóricas e práticas

Curso 1
Terças e quintas das 19 às 21 horas
A partir de 3 de julho
Carga horária: 16 horas
Inscrições abertas
Vagas limitadas

Curso 2
Apenas às sextas feiras, das 19 às 21 horas
A partir de 7 de julho
Carga horária: oito horas
Inscrições abertas
Vagas limitadas

Local: Dept Cult!
Rua Alexandre Dumas, 613, Chácara Santo Antonio
Informações: blogdoodir@blogdoodir.com.br


Baixei os preços pensando em você e nos seus filhos! Nunca os livros do blog foram tão baratos. Compre-os e divulgue a rica história santista

Agora, tanto o Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros como o Time dos Sonhos custar apenas 39 reais o exemplar e 69 reais dois exemplares. Também dá para comprar um exemplar de cada um por 69 reais a dupla. Os PDFs também estão quase de graça. Aproveite para comprar os livros que você ainda não tem e também presentear os amigos.

time-dossie ok
1 Time dos Sonhos + 1 Dossiê + 3 PDFs + dedicatórias + frete pago = apenas 69 reais.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos
DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por preços simbólicos. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para maiores informações e para adquirir bem baratinho PDFs de livros históricos do Santos já esgotados em papel. Os preços vão de R$ 2,50 a R$ 6,50.

Que tal gastar só um poquinho para conhecer um pouco mais a história do Santos, ou difundi-la entre os amigos santistas?


Vocação

Leia o post original por Rica Perrone

Criada na década de 70, campeã logo em seguida. Promovida a elite do futebol nacional, destroçada por um acidente que comoveu, doeu, mas lhe apresentou ao mundo. A Chapecoense parece ter vocação para escrever uma das histórias mais incríveis do futebol mundial. Que clube é esse que perde a Libertadores de manhã e consegue dormir …

CBF desfalca o Santos

Leia o post original por Odir Cunha


Há um ano e meio Lucas Lima saiu do banco de reservas e fez este bol contra a Argentina. Depois, foi muito pouco aproveitado. Por que Tite o chamou agora e o tirou do clássico contra o Palmerias?

Tite e a CBF desfalcam o Santos

Na cabeça do torcedor santista o Palmeiras está em boa fase não só por seu futebol e pela competência de sua direção, mas também pelo influente patrocínio da Crefisa. Enquanto o Santos é prejudicado a cada partida na Copa Libertadores, o coirmão alviverde teve 555444884 minutos de acréscimo até marcar o gol da vitória contra o Peñarol. Bem, não gosto de acreditar em teorias de conspiração, porém, a gente sabe que bruxas existem mesmo. Essa convocação do Lucas Lima para amistosos caça-níqueis da Seleção Brasileira, desfalcando o Santos em três partidas, uma delas justamente contra o Palmeiras, deixa a todos com a pulga atrás da orelha.

Não há justificativa para o meia do Santos, que nem está tão bem e, sabemos, não é nome da lista de Tite para a próxima Copa. Por que, então, desfalcar o Santos, um dos representantes brasileiros na pri8ncipal competição do continente?

Se, conforme os jornalistas brasileiros, Palmeiras e Flamengo têm os melhores elencos do futebol nacional, por que nenhum dos dois teve sequer um jogador convocado, enquanto o Santos teve um jogador chamado por Tite, depois deste ter tido uma reunião com Marco Polo Del Nero?

Sei que é feio pensar em teorias de conspiração, mas os santistas lembram que em 2005 o time perdeu a oportunidade de chegar à final da Libertadores depois de ter Robinho e Léo convocados para inúteis jogos caça-níqueis da Seleção.

Em 2012 as frequentes convocações de Neymar prejudicaram o Santos na Libertadores, competição da qual era o campeão e favorito ao bicampeonato. Enquanto o melhor jogador do País era continuamente chamado pelo Escrete, o alvinegro da capital não tinha nenhum convocado. Só depois que a Libertadores terminou é que o outro alvinegro passou a ter jogadores chamados.

No ano passado, além da Seleção, as Olimpíadas também enfraqueceram o Santos. O engraçado é que mesmo tendo tantos jogadores chamados para as equipes que representam o futebol brasileiro, o Santos não foi festejado pela imprensa como o dono do melhor elenco do Brasil, não teve mais jogos transmitidos pela tevê e nem qualquer flexibilidade no seu calendário.

Ou seja, o Glorioso Alvinegro Praiano continua sendo um dos clubes que mais se sacrifica pela Seleção Brasileira e, por extensão, pela CBF, mas continua padecendo da perseguição da tevê, que evita transmitir os seus jogos, e em 2017 tem sido um dos mais prejudicados pelas arbitragens. Será que isso tudo é coincidência?

Veja a lista dos 24 convocados por Tite:
Goleiros: Diego Alves (Valencia), Weverton (Atlético-PR) e Ederson (Benfica).
Zagueiros: David Luiz (Chelsea), Gil (Shandong Luneng), Jemerson (Monaco), Rodrigo Caio (São Paulo) e Thiago Silva (PSG).
Laterais: Alex Sandro (Juventus), Fagner (Corinthians), Filipe Luís (Atlético de Madrid) e Rafinha (Bayern de Munique).
Volantes: Fernandinho (Manchester City) e Paulinho (Guangzhou Evergrande).
Meias: Giuliano (Zenit), Lucas Lima (Santos), Philippe Coutinho (Liverpool), Renato Augusto (Beijing Guoan), Rodriguinho (Corinthians) e Willian (Chlesea).
Atacantes: Diego Souza (Sport), Douglas Costa (Bayern de Munique), Gabriel Jesus (Manchester City) e Taison (Shakhtar Donetsk).

Começou o Brasileiro, voltou a promoção do Dossiê

Convencido por insistentes pedidos, especialmente de palmeirenses e santistas, em homenagem ao início de mais um Campeonato Brasileiro estendo até o final de maio a promoção do Dossiê da Unificação dos títulos brasileiros. Um exemplar, com frete pago e dedicatória exclusiva, volta a custar apenas R$ 39,00.

dossie - livro
Um exemplar = 39 reais. Dois exemplares = 69 reais.

Clique aqui para comprar um exemplar do Dossiê por 39 reais ou dois exemplares por apenas 69 reais, com frete pago e dedicatória do autor. E veja outras promoções!.

time-dossie ok

1 Time dos Sonhos + 1 Dossiê + 3 PDFs + dedicatórias + frete pago = apenas 79 reais.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 6,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 4,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para maiores informações e para adquirir bem baratinho PDFs de livros históricos do Santos já esgotados em papel. Os preços vão de R$ 4,50 a R$ 6,50.


Classificação heroica

Leia o post original por Odir Cunha

Com um jogador a menos desde os 22 minutos do primeiro tempo, quando Bruno Henrique foi expulso em um lance normal; prejudicado pela arbitragem argentina; sentindo os efeitos da altitude, que tiraram Ricardo Oliveira do jogo antes mesmo do início da partida; pressionado pelo Strongest na maior parte do tempo, o Santos conseguiu um heroico empate por 1 a 1, em La Paz, depois de terminar o primeiro tempo perdendo por 1 a 0, e obteve a classificação antecipada para as oitavas de final da Copa Libertadores. Agora falta enfrentar o Sporting Crystal, na Vila Belmiro, mas o jogo servirá só para definí-lo como primeiro lugar no grupo.

Logo no começo da partida o árbitro argentino Dario Herrera fez vistas grossas a uma entrada violenta em Lucas Lima, mas depois não perdeu a oportunidade de expulsar Bruno Henrique aos 22 minutos, depois de dar-lhe dois cartões amarelos. Para piorar as coisas, o Santos sofreu um gol no finalzinho do primeiro tempo. Parecia impossível, até aquele momento, conseguir ao menos um empate, o que classificaria o Santos e o manteria como único time brasileiro invicto na competição.

Na segunda etapa, porém, apesar das seguidas chances desperdiçadas pelo time boliviano, o Santos se mostrou mais disposto e em um contra-ataque comandado magistralmente por Lucas Lima, a bola foi passada a Vitor Bueno, apagado até então, que penetrou pelo meio e empurrou para as redes. Antes do final do jogo o time da casa ainda perdeu um pênalti, cometido por Vanderlei.

Os destaques santistas foram Victor Ferraz, Cleber, Lucas Veríssimo, Copete e Lucas Lima (Vitor Bueno também merece elogios pelo gol, claro). Leandro Donizete foi um dos mais erráticos, assim como Léo Cittadini, que o substituiu no final.

E você, ficou mais esperançoso agora?

Agora ouça o precioso comentário de Gustavo Roman:

Começou o Brasileiro, voltou a promoção do Dossiê

Convencido por insistentes pedidos, especialmente de palmeirenses e santistas, em homenagem ao início de mais um Campeonato Brasileiro estendo até o final de maio a promoção do Dossiê da Unificação dos títulos brasileiros. Um exemplar, com frete pago e dedicatória exclusiva, volta a custar apenas R$ 39,00.

dossie - livro
Um exemplar = 39 reais. Dois exemplares = 69 reais.

Clique aqui para comprar um exemplar do Dossiê por 39 reais ou dois exemplares por apenas 69 reais, com frete pago e dedicatória do autor. E veja outras promoções!.

time-dossie ok

1 Time dos Sonhos + 1 Dossiê + 3 PDFs + dedicatórias + frete pago = apenas 79 reais.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 6,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 4,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para maiores informações e para adquirir bem baratinho PDFs de livros históricos do Santos já esgotados em papel. Os preços vão de R$ 4,50 a R$ 6,50.

Agora, uma homenagem do músico Lucas Silva ao Santos e aos amigos do blog:


Quem será o mais forte?

Leia o post original por Odir Cunha


Em 2012 foi assim: Alan Kardec e Neymar

O futebol boliviano de clubes está evoluindo e é bom o Santos entrar atento e determinado contra o Strongest, às 21h45, na Vila Belmiro, ou poderá ser surpreendido. Invicto em cinco jogos nesta Copa Libertadores, dois deles fora de casa, o Strongest ainda se recorda de que no ano passado derrotou o São Paulo no Morumbi, e acha que poderá realizar a mesma façanha contra o Santos nesta quinta-feira.

O técnico Cesar Farías, venezuelano, está feliz com o rendimento de sua equipe e com o retorno do goleiro Daniel Vaca, que ainda sente dores no lado esquerda nas costas, mas deve voltar ao time.

Contrariando a tendência defensivista das equipes bolivianas quando atuam fora de casa, Farías promete um time mais ofensivo, com três atacantes: Pablo Escobar, Matías Afonso e o meia Alejando Chumacero. O técnico também promete ter mais posse de bola, pressionar o Santos e espera sair da Vila com um “resultado histórico”.

Dorival Junior tem demonstrado que apesar de pouco conhecer os novos contratados do clube, não pretende mudar a sua equipe preferida e não se influenciou pela goleada sobre o São Bernardo. Dos que atuaram domingo, os últimos que talvez entrem no jogo de hoje são Bruno Henrique e Vladimir Hernández. O time deve ser o mesmo que vinha jogando, com a substituição do zagueiro Cleber, com dores no joelho, por Lucas Veríssimo.

O Santos deve jogar com Vladimir, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Copete (ou Bruno Henrique) e Ricardo Oliveira. O boliviano The Strongest provavelmente entrará em campo com Daniel Vaca, Diego Bejarano, Maldonado, Marteli e Marvin Bejarano; Chumacero, Castro, Wayar e Jara; Escobar e Alonso.

A força do adversário

Estamos acostumados a esperar goleadas sempre que o Santos recebe um time boliviano, mas as circunstâncias exigem cuidado. O Santos perdeu a chance de lutar pelo título do Campeonato Brasileiro devido a alguns resultados ruins na Vila Belmiro e está fora da fase de classificação do Paulista também por derrotas inesperadas para São Paulo e Ferroviária, ambas na Vila. Por outro lado, o adversário de hoje vive fase de grande confiança.

Fundado em 8 de abril de 1908, o The Strongest sempre se valeu da altitude de La Paz – assustadores 3.660 metros – para conseguir seus melhores resultados internacionais. Entretanto, a equipe se saía muito mal nos jogos nos campos adversários e isso a impedia de ir longe na Libertadores. Este ano, porém, venceu o Wanderes no Uruguai e empatou com a Unión Espanhola ,no Chile, mantendo-se invicta até agora na competição.

Assim como o Santos, o The Strongest tem um estádio próprio pequeno, o Rafael Mendonza Calderón, com capacidade para apenas 14 mil pessoas. Porém, ao contrário do Alvinegro Praiano, o clube boliviano prefere mandar seus jogos no estádio Hernando Siles, em La Paz, com capacidade para 42 mil pessoas.

Minha previsão

Baseado em tudo que já vi de confrontos de times brasileiros e bolivianos, e de times bolivianos na Vila Belmiro, é difícil não ter a sensação de que o Santos conseguirá uma goleada hoje. Se a equipe estiver motivada, com grande mobilidade e fome de gols, deve criar muitas oportunidades e chegar a meia hora de jogo com uma boa vantagem de dois ou três gols. Um ataque com Vitor Bueno, Ricardo Oliveira e Copete, apoiados por Lucas Lima pelo meio e os laterais Victor Ferraz e Zeca deixa qualquer defesa tonta. Porém, será preciso ver a reação do The Strongest.

Caso consiga reter a bola e organizar alguns ataques nessa primeira meia hora, talvez a equipe boliviana consiga pegar o sistema defensivo do Santos desprevenido, o que não seria nenhuma grande surpresa para nós, e conseguir um gol, o que já mudaria o panorama tático e psicológico da partida. Com dificuldades no jogo e ainda pressionado por sua torcida, cada vez mais impaciente com Dorival Junior e alguns titulares, o fato de jogar na Vila pode se voltar contra o time, desequilibrando-o.

Então, é um confronto que tem tudo para ser bem vencido pelo Santos, desde que adote a atitude correta desde o início e mantenha a calma caso as coisas não deem certo no começo. O adversário não é tão frágil como o de outras jornadas, mas também poderá se descontrolar caso sofra, digamos, dois gols até os 30 minutos de jogo. Para isso, o Santos terá de arrematar mais a gol, obviamente, e não desperdiçar tantas oportunidades como ocorreu em jogos vitais jogados na Vila.

E você, o que acha disso?

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube nos meses de março e abril. E nessa comemoração, para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi ainda mais os preços dos livros oferecidos na livraria do blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória, claro.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você ou para os amigos santistas, ou quase. Divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 23 reais um exemplar, ou 35 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS. O FRETE É POR CONTA DO BLOG. APROVEITA QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

Qual desses livros você gostaria de ter?


Santos na Libertadores

Leia o post original por Odir Cunha

Se respirar fundo, entrar com confiança e não se intimidar com o fato de jogar longe da familiar Vila Belmiro, o Santos tem tudo para conseguir um bom resultado nesta quinta-feira, às 21h45, no Estádio Nacional de Lima, quando estreará contra o Sporting Cristal, atual campeão peruano.

Assim como o Santos, o Sporting Cristal vem cumprindo uma campanha irregular em 2017, só que no caso no time peruano há um agravante: desde 2004 a equipe não passa da fase de grupos na Libertadores, o que é uma pressão a mais. Percebe-se, pelo depoimento de seus jogadores, como do jovem titular Joel Sánchez, que só de fazer um jogo equilibrado com o Santos eles já ficariam satisfeitos:

– É uma alegria poder enfrentar uma equipe tão importante – disse Sánchez, refletindo o espírito da equipe.

Porém, é evidente que, jogando em casa, o técnico José del Solar motivará sua equipe para conseguir a vitória. Para isso, usará “poseisón del balón y la presion alta”, ou seja, posse de bola e pressão na saída de bola do Santos. Isso quer dizer que não será recomendável tentar sair jogando lá de trás, como Dorival Junior tentou no início da temporada. Quando a defesa santista for apertada, o jeito será partir para os lançamentos e lutar muito pela chamada segunda bola.

A esperança de gols do Sporting se chama Diego Ifrán e é um atacante uruguaio que fez quatro gols nos últimos seis jogos de sua equipe. O jogador que comanda a defesa é Jorge Cazulo e o mais importante do meio de campo é Carlos Lobatón.

Ainda sem Vanderlei, recuperando-se da fratura no dedo anelar e de luxação no dedo médio da mão esquerda, o Santos deverá iniciar a partida com Vladimir, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Cleber e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira.

O Sporting Cristal tentará surpreender o Santos com Mauricio Viana, Jorge Cazulo, Renzo Garcés, Renzo Revoredo e Jair Céspedes (Edinson Chávez); Gabriel Costa, Josepmir Ballón e Carlos Lobatón; Joel Sánchez e Ray Sandoval; Diego Ifrán.

O Santos na Copa Libertadores

Por Guilherme Gomez Guarche, responsável pelo Departamento de Memória e Estatística do Santos Futebol Clube

O Santos FC já participou 12 vezes da Taça Libertadores da América (NA: sem contar três vezes que tinha o direito e não quis).

É o time brasileiro que mais venceu o torneio, três vezes, ao lado do São Paulo.

É o quinto clube brasileiro que mais participou da disputa, ao lado de Corinthians e Flamengo.

O Santos FC não perde na Vila Belmiro para times estrangeiros desde o dia 20/02/2003, quando ganhou do 12 de Octubre, do Paraguai, por 3 a 1.

Colocações
1962 – Campeão
1963 – Campeão
1964 – 4º lugar
1965 – 2º lugar
1966 – tinha vaga garantida, como campeão brasileiro de 1965, mas não participou.
1967 – tinha vaga garantida, como vice-campeão brasileiro de 1966, mas não participou.
1969 – tinha vaga garantida, como campeão brasileiro de 1968, mas não participou.
1984 – Eliminado na fase de grupos
2003 – 2º lugar
2004 – 5º lugar
2005 – 5º lugar
2007 – 3º lugar
2008 – 7º lugar
2011 – Campeão
2012 – 3º lugar

Ao todo foram 112 partidas, com o time santista marcando 229 gols e sofrendo 134, com:
63 Vitórias
21 Empates
28 Derrotas

Artilheiros santistas na competição
16 gols: Pelé
14 gols: Robinho e Neymar
11 gols: Coutinho
09 gols: Ricardo Oliveira
08 gols: Diego, Pepe e Elano
07 gols: Zé Roberto
06 gols: Dorval, Ricardinho, Basílio, Molina e Kléber Pereira
05 gols: Alex e Deivid
04 gols: Lima, Marcos Aurélio, Danilo, Paulo Henrique Ganso e Alan Kardec
03 gols: Mengálvio, Pagão, Peixinho, Nenê, Léo, Cléber Santana e Rodrigo Tiuí
02 gols: Zito, Lino, Renato, Róbson (Robgol), Lima (2008), Kléber, Renatinho, Edu Dracena e Borges
01 gol: Tite, Toninho Guerreiro, Toninho Carlos, Camargo, Ronaldo, André Luis, Fabiano, Lopes, Preto Casagrande, Ricardo Bóvio, Ávalos, Paulo César, Flávio, Pedro, Maldonado, Carlinhos, Pedrinho, Rodrigo Tabata, Rodrigo Souto, Jonas, Adaílton, Domingos, Quiñonez, Trípodi, Maikon Leite, Jonathan, Alan Patrick, Zé Eduardo, Henrique, Fucile e Maranhão.
04 gols contra: Caetano (1962), Ledesma (1965), Risso (2005) e Barreto (2011).

Artilheiros máximos do Santos FC na competição

1962 – Coutinho com 06 gols (junto com Spencer do Penãrol)
1965 – Pelé com 07 gols
2003 – Ricardo Oliveira com 09 gols (junto com Delgado do Boca Juniors)
2012 – Neymar com 08 gols (junto com Alustiza do Deportivo Quito)

Jogadores campeões

1962 – Laércio (g) – Gylmar (g) –Lima – Dorval – Mengálvio – Pepe – Pagão – Zito – Calvet – Coutinho – Dalmo – Mauro – Pelé – Getúlio – Olavo – Tite – Oswaldo – Zé Carlos – Formiga – Silas e Cabralzinho.
Técnicos: Francisco Ferreira Aguiar, o Chico Formiga (interino) e Luiz Alonso Perez, o Lula.

1963 – Gylmar (g) – Dalmo – Mauro – Calvet – Geraldino – Zito – Lima – Dorval – Coutinho – Pelé – Pepe – Tite – Almir e Toninho Guerreiro.
Técnico: Luiz Alonso Perez, o Lula.

2011 – Rafael (g) – Bruno Aguiar – Bruno Rodrigo – Durval – Edu Dracena – Danilo – Léo Bastos – Pará – Jonatha n- Alex Sandro – Adriano – Arouca – Possebon – Keirrison – Elano – Felipe Anderson – Maikon Leite – PH Ganso – Diogo – Neymar – Zé Eduardo e Alan Patrick.
Técnicos: Adilson Batista – Marcelo Martelotte e Muricy Ramalho.

Técnicos santistas na competição e números de partidas

Emerson Leão – 31 partidas
Muricy Ramalho 22 partidas
Lula – 21 partidas
Vanderlei Luxemburgo – 17 partidas
Gallo – 7 partidas
Chico Formiga – 4 partidas
Del Vecchio – 3 partidas
Oswaldo Oliveira – 3 partidas
Marcelo Martelotte – 3 partidas
Adilson Batista – 1 partida

Todas as partidas

18/02/1962 SANTOS 4 X 3 C Deportivo Municipal Bolívia
21/02/1962 SANTOS 6 X 1 C Deportivo Municipal Bolívia
25/02/1962 SANTOS 1 X 1 C Cerro Porteño Paraguai
28/02/1962 SANTOS 9 X 1 C Cerro Porteño Paraguai
08/07/1962 SANTOS 1 X 1 CD Universidad Católica Chile
12/07/1962 SANTOS 1 X 0 CD Universidad Católica Chile
28/07/1962 SANTOS 2 X 1 CA Peñarol Uruguai
02/08/1962 SANTOS 2 X 3 CA Peñarol Uruguai
30/08/1962 SANTOS 3 X 0 CA Peñarol Uruguai
22/08/1963 SANTOS 1 X 1 Botafogo FR – RJ Brasil
28/08/1963 SANTOS 4 X 0 Botafogo FR – RJ Brasil
04/09/1963 SANTOS 3 X 2 CA Boca Juniors Argentina
11/09/1963 SANTOS 2 X 1 CA Boca Juniors Argentina
15/07/1964 SANTOS 2 X 3 CA Independiente Argentina
22/07/1964 SANTOS 1 X 2 CA Independiente Argentina
13/02/1965 SANTOS 5 X 1 C Universidad de Chile Chile
19/02/1965 SANTOS 2 X 1 C Universitario de Desportes Peru
26/02/1965 SANTOS 1 X 0 C Universidad de Chile Chile
06/03/1965 SANTOS 2 X 1 C Universitario de Desportes Peru
25/03/1965 SANTOS 5 X 4 CA Peñarol Uruguai
28/03/1965 SANTOS 2 X 3 CA Peñarol Uruguai
31/03/1965 SANTOS 1 X 2 CA Peñarol Uruguai
11/02/1984 SANTOS 1 X 4 CR Flamengo Brasil
03/04/1984 SANTOS 3 X 0 CPD Junior Colômbia
05/04/1984 SANTOS 0 X 1 CD América – Cali Colômbia
20/04/1984 SANTOS 0 X 5 CR Flamengo Brasil
27/04/1984 SANTOS 0 X 1 CD América – Cali Colômbia
08/05/1984 SANTOS 1 X 3 CPD Junior Colômbia
05/02/2003 SANTOS 5 X 1 CD América – Cali Colômbia
20/02/2003 SANTOS 3 X 1 12 de Octubre FC Paraguai
12/03/2003 SANTOS 0 X 0 CD El Nacional Equador
19/03/2003 SANTOS 3 X 0 CD América – Cali Colômbia
25/03/2003 SANTOS 4 X 1 12 de Octubre FC Paraguai
16/04/2003 SANTOS 1 X 1 CD El Nacional Equador
23/04/2003 SANTOS 4 X 4 C Nacional de F Uruguai
07/05/2003 SANTOS 2 X 2 C Nacional de F Uruguai
21/05/2003 SANTOS 2 X 2 Cruz Azul FC México
28/05/2003 SANTOS 1 X 0 Cruz Azul FC México
04/06/2003 SANTOS 1 X 0 CD Independiente Medellin Colômbia
18/06/2003 SANTOS 3 X 2 CD Independiente Medellin Colômbia
25/06/2003 SANTOS 0 X 2 CA Boca Juniors Argentina
02/07/2003 SANTOS 1 X 3 CA Boca Juniors Argentina
05/02/2004 SANTOS 3 X 2 C Jorge Wilstermann Bolívia
18/02/2004 SANTOS 2 X 2 C GuaranÍ Paraguai
03/03/2004 SANTOS 3 X 1 Barcelona SC Equador
11/03/2004 SANTOS 1 X 0 Barcelona SC Equador
25/03/2004 SANTOS 2 X 1 C GuaranÍ Paraguai
14/04/2004 SANTOS 5 X 0 C Jorge Wilstermann Bolívia
05/05/2004 SANTOS 2 X 4 LD Universitária Equador
11/05/2004 SANTOS 2 X 0 LD Universitária Equador
19/05/2004 SANTOS 1 X 1 CD Once Caldas Colômbia
27/05/2004 SANTOS 0 X 1 CD Once Caldas Colômbia
16/02/2005 SANTOS 3 X 4 C Bolivar Bolívia
03/03/2005 SANTOS 3 X 2 Danúbio FC Uruguai
17/03/2005 SANTOS 1 X 2 LD Universitária Equador
06/04/2005 SANTOS 3 X 1 LD Universitária Equador
20/04/2005 SANTOS 2 X 1 Danúbio FC Uruguai
11/05/2005 SANTOS 6 X 0 C Bolivar Bolívia
19/05/2005 SANTOS 1 X 2 C Universidad de Chile Chile
25/05/2005 SANTOS 3 X 0 C Universidad de Chile Chile
01/06/2005 SANTOS 2 X 3 CA Paranaense Brasil
15/06/2005 SANTOS 0 X 2 CA Paranaense Brasil
31/01/2007 SANTOS 1 X 0 CSC y D Blooming Bolívia
07/02/2007 SANTOS 5 X 0 CSC y D Blooming Bolívia
21/02/2007 SANTOS 1 X 0 AD Pasto Colômbia
01/03/2007 SANTOS 1 X 0 Defensor SC Uruguai
14/03/2007 SANTOS 3 X 0 C de Gymnasia y Esgrima de la Plata Argentina
22/03/2007 SANTOS 2 X 1 C de Gymnasia y Esgrima de la Plata Argentina
05/04/2007 SANTOS 2 X 0 Defensor SC Uruguai
19/04/2007 SANTOS 3 X 0 AD Pasto Colômbia
02/05/2007 SANTOS 2 X 2 Caracas FC Venezuela
10/05/2007 SANTOS 3 X 2 Caracas FC Venezuela
16/05/2007 SANTOS 0 X 0 CF América – México México
23/05/2007 SANTOS 2 X 1 CF América – México México
30/05/2007 SANTOS 0 X 2 Grêmio FB Porto Alegrense Brasil
06/06/2007 SANTOS 3 X 1 Grêmio FB Porto Alegrense Brasil
13/02/2008 SANTOS 0 X 0 Cúcuta Deportivo Colômbia
04/03/2008 SANTOS 1 X 0 CD Chivas Guadalajara SA México
19/03/2008 SANTOS 1 X 2 CD San José Bolívia
01/04/2008 SANTOS 7 X 0 CD San José Bolívia
09/04/2008 SANTOS 2 X 3 CD Chivas Guadalajara SA México
16/04/2008 SANTOS 2 X 1 Cúcuta Deportivo Colômbia
01/05/2008 SANTOS 2 X 0 Cúcuta Deportivo Colômbia
08/05/2008 SANTOS 2 X 0 Cúcuta Deportivo Colômbia
15/05/2008 SANTOS 0 X 2 CF América – México México
22/05/2008 SANTOS 1 X 0 CF América – México México
15/02/2011 SANTOS 0 X 0 D Táchira FC Venezuela
02/03/2011 SANTOS 1 X 1 C Cerro Porteño Paraguai
16/03/2011 SANTOS 2 X 3 CS y D Colo-Colo Chile
06/04/2011 SANTOS 3 X 2 CS y D Colo-Colo Chile
14/04/2011 SANTOS 2 X 1 C Cerro Porteño Paraguai
20/04/2011 SANTOS 3 X 1 D Táchira FC Venezuela
27/04/2011 SANTOS 1 X 0 CF América – México México
03/05/2011 SANTOS 0 X 0 CF América – México México
11/05/2011 SANTOS 1 X 0 CD Once Caldas Colômbia
18/05/2011 SANTOS 1 X 1 CD Once Caldas Colômbia
25/05/2011 SANTOS 1 X 0 C Cerro Porteño Paraguai
01/06/2011 SANTOS 3 X 3 C Cerro Porteño Paraguai
15/06/2011 SANTOS 0 X 0 CA Peñarol Uruguai
22/06/2011 SANTOS 2 X 1 CA Peñarol Uruguai
15/02/2012 SANTOS 1 X 2 C The Strongest Bolívia
07/03/2012 SANTOS 3 X 1 SC Internacional – Porto Alegre Brasil
15/03/2012 SANTOS 3 X 1 C Juan Aurich Peru
22/03/2012 SANTOS 2 X 0 C Juan Aurich Peru
04/04/2012 SANTOS 1 X 1 SC Internacional – Porto Alegre Brasil
19/04/2012 SANTOS 2 X 0 C The Strongest Bolívia
25/04/2012 SANTOS 1 X 2 C Bolivar Bolívia
10/05/2012 SANTOS 8 X 0 C Bolivar Bolívia
17/05/2012 SANTOS 0 X 1 C Velez Sarsfield Argentina
24/05/2012 SANTOS 1 X 0 C Velez Sarsfield Argentina
13/06/2012 SANTOS 0 X 1 SC Corinthians Paulista Brasil
20/06/2012 SANTOS 1 X 1 SC Corinthians Paulista Brasil

Curiosidade
O Santos utilizou até hoje em todas as suas participações, apenas 10 goleiros:
Fábio Costa – 36 jogos
Rafael Cabral – 26 jogos
Gylmar – 16 jogos
Júlio Sérgio – 07 jogos
Rodolfo Rodriguez – 06 jogos
Henao – 06 jogos
Láercio – 06 jogos
Doni – 05 jogos
Mauro – 04 jogos
Silas – 01 jogo

Jogadores que participaram da Taça Libertadores:

Total de jogadores utilizados: 170

Léo Bastos 45 partidas
Elano 43
Fábio Costa 36
Robinho 31
Adriano 29
Rafael 26
Durval 26
Edu Dracena 25
Neymar 25
Diego 23
Rodrigo Souto 23
Paulo Almeida 22
Renato 22
Arouca 22
Zito 21
André Luis 21
Kléber 21
Dorval 20
Pepe 20
Lima 19
Ganso 19
Alex 18
Ávalos 18
Gylmar 16
Mengálvio 16
Basílio 16
Marcos Aurélio 16
Pelé 15
Paulo César 15
Cléber Santana 15
Rodrigo Tabata 15
Fabiano 14
Adaílton 14
Zé Roberto 14
Danilo 14
Coutinho 13
Deivid 13
Zé Eduardo 13
Calvet 12
Geraldino 12
Pereira 12
Nenê 12
Maldonado 12
Alan Kardec 12
Mauro Ramos 11
Ricardo Oliveira 11
Marcelo 11
Pedrinho 11
Pará 11
Alex Sandro 11
Borges 11
Dalmo 10
Domingos 10
Bóvio 10
Betão Amâncio 10
Marcinho Guerreiro 10
Molina 10
Kléber Pereira 10
Henrique 10
Juan 10
Claiton 9
Ricardinho 9
Wesley 9
Pagão 8
Olavo Martins 8
Dênis 8
Halisson 8
Rodrigo Tiui 8
Ibson 8
Júlio Sérgio 7
Flávio 7
Antônio Carlos 7
Fabinho 7
Zé Elias 7
Jonas 7
Fabão 7
Jonathan 7
Tripodi 7
Rodolfo Rodriguez 6
Henao 6
Laércio 6
Toninho Guerreiro 6
Joel Camargo 6
Reginaldo Araújo 6
Preto Casagrande 6
Douglas Freitas 6
Leonardo 6
Tcheco 6
Quiñonez 6
Felipe Anderson 6
Maikon Leite 6
Doni 5
Tite 5
Haroldo 5
Paulo Róbson 5
Gersinho 5
Ronaldo Marques 5
William 5
Lopes 5
Pedro 5
Possebon 5
Alan Patrick 5
Fucile 5
Mauro José 4
Getúlio 4
Toninho Oliveira 4
Davi 4
Márcio Rossini 4
Toninho Carlos 4
Lino 4
Luís Gustavo 4
Paulo Isidoro 4
Márcio Fernandes 4
Camargo 4
Gérson 4
Marco Aurélio 4
Wellington 4
Robgol 4
Daniel 4
Alessandro 4
Keirrison 4
Lima dos Santos 4
Bruno Aguiar 4
Almir Pernambuquinho 3
Peixinho 3
Ismael 3
Betão 3
Fernando 3
Michel 3
Preto 3
Luis Augusto 3
Rubens Cardoso 3
Rossini 3
Diogo 3
Anderson Salles 3
Tiago Luis 3
Oswaldo 2
Modesto 2
Pagani 2
Pita 2
Claudinho 2
Alcides 2
Alexandre 2
Leandro Machado 2
Carlinhos 2
Fábio Baiano 2
Fernando Diniz 2
Renatinho 2
Moraes 2
Dionisio 2
Bruno Rodrigo 2
Thiago Carleto 2
Evaldo 2
Maranhão 2
Dimba 2
Silas 1
Zé Carlos 1
Formiga 1
Silas 1
Cabralzinho 1
Noriva 1
Rossi 1
Dema 1
Dido 1
Serginho Chulapa 1
Wendell 1
Fabiano Vieira 1
Sebástian Pinto 1
Paulo Henrique 1
Renteria 1

E você, o que espera do Santos nesta Libertadores?

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube nos meses de março e abril. E nessa comemoração, para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi ainda mais os preços dos livros oferecidos na livraria do blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória, claro.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você ou para os amigos santistas, ou quase. Divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 23 reais um exemplar, ou 35 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS. O FRETE É POR CONTA DO BLOG. APROVEITA QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

E você, agora vai comprar um livro meu?


Hora de pôr ordem na casa

Leia o post original por Odir Cunha

A derrota para a humílima Ferroviária, na Vila sagrada, ainda ribomba nas nossas cabeças. É óbvio que há muita coisa errada no Santos e é natural que o torcedor se preocupe com a sorte do time na Copa Libertadores, a competição mais importante de 2017 (fora o Mundial, claro).

Não finjamos o contrário, por favor. Paulista, Copa do Brasil, Brasileiro, todos os títulos têm a sua importância, mas a Libertadores vale mais, até porque pode colocar o Santos em um patamar acima de todos os outros clubes brasileiros.

Porém, se a equipe tem dificuldades em sua própria casa, o que esperar do Glorioso Alvinegro Praiano em 9 de março, uma quinta-feira à noite, quando iniciará a competição sul-americana de clubes enfrentando o respeitável Sporting Crystal, do Peru, em Lima?

Se o clima entre diretoria e comissão técnica, comissão técnica e jogadores, jogadores e torcida não melhorar, será mais sensato tirarmos o cavalinho da chuva, ou o peixe do mar, pois nem passaremos da primeira fase da Libertadores. Digo nós porque o momento é de união entre os santistas.

Um espírito de porco pode dizer: “Mas Odir, se o Santos for campeão da Libertadores, você jamais será eleito presidente do clube”. Pois eu respondo: ser campeão da Libertadores em 2017 é de importância fundamental para a história do Santos, perto desse feito quem será o próximo presidente santista não tem importância.

E como a gente critica, mas sugere soluções, apelo para que o presidente Modesto Roma, a direção de futebol, o técnico Dorival Junior e a comissão técnica tenham uma longa reunião para detectar o que está havendo e estabelecer metas e compromissos. Depois, que outra reunião, entre a direção do clube e os jogadores, seja realizada.

É preciso botar para fora tudo que está engasgando todo mundo. Sem lavar a roupa suja e colocar ordem na casa, o Santos vai passar um ano difícil. Não é hora de beicinho, nem de mimimi, nem de mentiras ou desculpas. Quem estiver incomodado, peça para sair. O time está diante de seu maior desafio desde 2012. É hora de ser forte, determinado, corajoso e de fazer jus a ser lembrado, para todo o sempre, na história do Santos e do futebol.

Sete providências recomendadas

1 – Priorizar a Libertadores, Usar o Campeonato Paulista para testar e dar ritmo a todos os contratados e aos garotos da base, mas não estafar os titulares absolutos nos jogos do Estadual.

2 – Criar um sistema de jogo mais precavido para os jogos fora de casa. Que Dorival e seu filho não se iludam. Fora de casa o bicho vai pegar. Mesmo o grande Santos, no seu melhor ano, que foi 1962, empatou em 1 a 1 tanto com o Cerro Porteño, em Assunção, quanto com a Universidad Católica, em Santiago, e só ganhou do Deportivo Municipal, da Bolívia, por 4 a 3, porque virou ao final da partida, após estar perdendo por 3 a 2.

3 – Escolher jogadores com espírito de Libertadores, ou preparar o espírito de quem for escolhido. Além de ter calma, será preciso inteligência, além de tranquilidade para não revidar ao ser provocado, e nem afrontar o árbitro.

4 – Oferecer um bom prêmio em dinheiro a cada jogador em caso de título. Sabemos que eles já ganham bem, mas é uma regra de mercado. Todos os outros clubes motivam, o Santos não pode deixar de fazê-lo.

5 – Ficar atento às arbitragens. Há muito direcionamento nas arbitragens do campeonato sul-americano de clubes.

6 – Promover uma pacificação com a torcida. Se não houver o famoso pacto, o ambiente se degringolará e os jogadores, em vez de motivados, se sentirão enojados e temerosos. Se não der para ganhar o Paulista, dane-se, o que importa é a Libertadores.

7 – O jogador deve encarar cada partida da Libertadores como se fosse a última de sua vida. Para ter força, deve lembrar dos ídolos do passado e se espelhar neles. Enfim, fazer jus a vestir essa camisa.

O quarto título da Libertadores colocará o Santos como o time brasileiro mais vitorioso em competições internacionais. É uma meta difícil e ousada, mas, como diz o outro, se não for para sonhar, é melhor nem viver.

E você, o que acha disso?

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

As promoções de dois exemplares também incluem o frete pago. Assim dois Dossiês ou dois Time dos Sonhos saem por 79 reais, sem outras despesas, e dois exemplares de Dinheiro, é possível ser feliz sem ele saem por 39 reais.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Clique aqui para entrar na livraria e escolher os seus livros, em promoção.

dinheiro-e-possiveldossie - livronovo time dos sonhos