Arquivo da categoria: Eurico

Quanto vale o seu amor?

Leia o post original por Rica Perrone

Eu poderia fazer essa pergunta a qualquer vascaíno, qualquer conselheiro, qualquer torcedor organizado e especialmente ao Eurico Miranda.  Farei a todos eles neste post. Porque todos precisam esclarecer isso.

O que houve hoje em São Januário não é uma questão política, nem mesmo um caso de justiça. É imoral. É deboche. É estupidamente descarado. É humilhante.

Eu não sei mapear os problemas políticos do clube. Não frequento pois desde que cheguei ao Rio a gestão do Vasco é “isso aí” e eu não concordo com ela, embora tenha feito ações para o marketing do clube sempre que fui solicitado em minhas mídias sem jamais cobrar por isso.  E não negaria isso ao Vasco com Eurico lá, diga-se.

Sabe porque? Porque é o Vasco e não o Eurico. Não importa quem comande, quando você ama você quer limpa-lo e não deixa-lo. O vascaíno está de mãos atadas acordado até as 3 da manhã em dia útil pra saber se a fraude da urna seria suficiente para causar discussão sobre o resultado.

E foi.

É evidente. É grotesco.  Centenas de sócios novos num curto período, cadastros bizarros, mais de 50 no mesmo endereço. mesmo cenário de 2014, mas dessa vez a justiça entrou no meio. Ela viu! Ela sabe! E a brutal diferença das 6 urnas pra essa, que separavam os suspeitos, é impossível de ignorar.

O presidente eleito no Vasco é Julio Brant. O dono Vasco é Eurico Miranda.

Dono do conselho, dono de torcida, dono de formas para se perpetuar no poder e entender no alto de sua prepotencia que só ele pode cuidar do Vasco.

Talvez seja a idade. Talvez seja maldade.  A única certeza que temos é que isso não é mais amor. Pelo menos não o amor de verdade.

É vaidade. Covarde.

Um sujeito com serviços relevantes prestados a história de um dos maiores patrimonios culturais do país, o Vasco da Gama, consegue escolher deixa-lo pela porta dos fundos e só sairá empurrado. Porque sozinho se recusa.

Não é uma questão de justiça. É uma questão de vergonha na cara.  O Vasco não pode aceitar aquela urna. O conselho do Vasco não pode amanhecer nesta quarta-feira como se fosse mais um dia comum.

Não foi. Foi o dia que o amor pelo Vasco tomou conta do Rio, o dia em que torcedores de outros clubes se revoltaram tamanha cara de pau.

Foi também o triste dia que pela segunda vez um homem derrotou um clube.

Então não parem! Não parem, não!
Não abandone seu amor antigo, seu primeiro amigo.

Parabéns, Julio!
Parabéns, torcida vascaína!

abs,
RicaPerrone

Não há racismo

Leia o post original por Rica Perrone

“Criticam o Cristovão porque ele é negro”.  Essa é a uma das frases mais covardes em troca de audiência que já vi na mídia esportiva. E agora Eurico, de onde pouco se espera, diz que concorda. Que estão perseguindo o cara por “racismo”. Ora, Eurico, faça-me o favor. Você é branco pra caralho e ouve …

118 anos em 90 minutos

Leia o post original por Rica Perrone

O fundo do poço não havia chegado.  As quedas não foram suficientes para levar o vascaíno ao mais constrangedor momento de sua história, que foi ver um Maracanã lotado pedindo por um clube pequeno de São Paulo salva-lo de um vexame. Naquele momento misturava-se a raiva, a paixão, a frustração e o medo. Guardado no …

O menor perigo é a violência

Leia o post original por Rica Perrone

Não costumo ter esse medo da violência em estádios que outros tantos tem. Em 99% dos casos as brigas acontecem no metrô, nas sedes, bem longe de onde está cheio de cameras e policiais. Em São Januário ou no Maracanã, as brigas dos marginais organizados devem acontecer a consideráveis metros dali. Não, não devemos deixar …

A “virada de mesa” não é do Vasco

Leia o post original por Rica Perrone

u fiz um post no meu facebook ha uns 2 ou 3 meses dizendo que havia uma possibilidade de mudança pro futebol brasileiro e que se isso acontecesse os rebaixados de 2015 poderiam não cair, em virtude da criação de uma liga e tal. Alertei na época que isso NÃO ERA uma criação do Vasco, que […]

Jorginho não é a solução, mas pode ser parte dela

Leia o post original por Rica Perrone

Em 2014 o Vasco tinha que subir. Montou um time no papel muito mais forte do que se poderia imaginar até, mas deu de cara com a falta de perspectiva dos caras. E eu vou me arriscar a ser mal compreendido, embora tente ser claro. O Vasco, hoje, é um fim de carreira melancólico pra […]

Operação R10 – Capítulo final

Leia o post original por Rica Perrone

90% Eurico Miranda acorda e anuncia que Ronaldinho está 90% no Vasco. A notícia é uma bomba pra mídia, uma pauta gigantesca, assunto pra 3 dias em mesas redondas. Mas não é bem verdade e não assusta Mário que conduz a negociação há algum tempo. Ao ouvi-la, Mário manda um whatsapp para Assis que nega. […]