Arquivo da categoria: Fiel Torcedor

Por que deixei de ser sócio-torcedor do Timão

Leia o post original por Craque Neto

Sou extremamente crítico com os problemas que acontecem no Corinthians. Mas pra mim a gota d’água foi descobrir que 50% de toda a receita do plano ‘Fiel Torcedor’ vai para uma empresa de terceiros. Ou seja, metade de toda a grana que o pessoal paga não é para ajudar o clube mas sim para encher o bolso de alguém. Um baita absurdo sem tamanho! Deixei de contribuir porque não sou trouxa. Não sou mais sócio-torcedor do Timão e abri mão do conselho também. Chega de ser conivente com tudo o que essa diretoria faz de errado. Disse isso e muito […]

O post Por que deixei de ser sócio-torcedor do Timão apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Corinthians prevê lucrar quase o dobro com sócio-torcedor em 2016

Leia o post original por Perrone

Em 2016, o Corinthians espera uma explosão na receita obtida com seu programa de sócio-torcedor. O orçamento do clube para o próximo ano, publicado no site corintiano, prevê uma arrecadação de R$ 23 milhões com o Fiel Torcedor. Em 2015, o lucro com o sistema de fidelização de fãs foi de aproximadamente R$ 9 milhões, segundo o diretor financeiro Emerson Piovezan.

Para próximo ano, ele projeta despesas de R$ 8,9 milhões para gerenciar o programa. Assim, o lucro pularia para R$ 14,1 milhões.

“Procuramos fazer um orçamento realista. O time foi campeão brasileiro, está na Libertadores e criamos (durante 2015) duas novas modalidades de sócio-torcedor. Tudo isso deve levar a esse aumento significativo da receita com o Fiel Torcedor”, afirmou Piovezan ao blog.

Outra arrecadação que será incrementada é a relativa ao dinheiro que o clube recebe da Globo. A previsão é de que entrem nos cofres alvinegros R$ 141,2 milhões vindos da emissora. Em 2015, a projeção era de R$ 118 milhões recebidos pela transmissão de jogos pela televisão. O aumento se deve aos novos contratos com a Globo relativos ao Campeonato Brasileiro e ao Paulistão.

A previsão é de que, ao todo, o Corinthians tenha em 2016, uma receita liquida (já descontados impostos e outros gastos) de R$ 267,4 milhões. “Ainda não tenho os números fechados, mas devemos terminar 2015 com uma receita líquida entre R$ 220 milhões e R$ 230 milhões”, declarou Piovezan.

E quanto o alvinegro vai investir na contratação de jogadores? Apenas R$ 10 milhões, segundo o orçamento. É a mesma quantia prevista para 2015 e que foi extrapolada. O mesmo deve acontecer em 2016. “Esse número pode mudar, depende muito do que vai acontecer. Por exemplo, não esperávamos vender o Jadson. Vai entrar um dinheiro com o qual não contávamos. Então, se entra uma verba maior você pode gastar mais. Além disso as contratações são parceladas. O importante é que o clube não vai deixar de ter um time forte”, disse Piovezan.

Já a expectativa de arrecadação com a venda de atletas é de R$ 45 milhões. Ela era de R$ 38 milhões em 2015. Esse é um dos itens mais subjetivos do orçamento.

 

Corinthians negocia mudança em Fiel Torcedor para ampliar acesso a ingresso

Leia o post original por Perrone

Pressionado por torcedores que não têm conseguido ingressos para os jogos no estádio do clube, o Corinthians começou a negociar com um grupo de insatisfeitos uma reformulação em seu programa de fidelidade.

A ideia é fazer com que maior número de torcedores tenha acesso aos bilhetes para as partidas na arena alvinegra, principalmente atrás dos gols, que são os locais mais baratos. Atrás de uma das metas, no setor norte, ficam as torcidas organizadas, que também têm participantes do Fiel Torcedor.

Hoje, a maioria desses assentos fica com os membros mais assíduos do programa de sócio-torcedor. Associados e outros torcedores reclamam que um grupo pequeno em relação ao tamanho da torcida detém a maioria das entradas. Eles podem comprar os tíquetes antes dos demais. Uma das alternativas é mudar as regras de formação do ranking que define quem tem prioridade de compra. Hoje, é considerada a frequência nos últimos 12 meses e também desde que o sócio aderiu ao programa. Alterar a forma de pagamento do plano é outra ideia. Atualmente, existe uma anuidade que pode ser parcelada.

A discussão começou porque um grupo de sócios do clube procurou os responsáveis pela comercialização dos ingressos para apresentar suas sugestões. Porém, os envolvidos no projeto evitam revelar detalhes antes que o martelo seja batido.

Vale lembrar que ao anunciar que deixará a administração do estádio no dia 18 de agosto, Andrés Sanchez afirmou que há pessoas contra o Fiel Torcedor, sem dar explicações. Candidato a deputado federal, o dirigente vinha sendo pressionado por torcedores a reduzir o preço dos ingressos.

A venda de entradas e, consequentemente, o Fiel Torcedor, estão entre os pontos mais sensíveis no Parque São Jorge.

Pressionado por sócios-torcedores, Corinthians recua e coloca à venda plano sem reajuste de 80%

Leia o post original por Perrone

A manifestação dos sócios-torcedores do Corinthians nas redes sociais contra o reajuste de  R$ 80 (equivalente a 80%) na anuidade do plano de fidelidade mais barato deu resultado. O clube recuou e vai disponibilizar um mais em conta, com anuidade de R$ 100.

A nova categoria, no entanto, dará descontos menores em relação ao plano que custa R$ 180. Assim, quem pagar R$ 100 anuais terá que gastar mais pelos bilhetes.

Com a decisão da diretoria, os torcedores cancelaram um protesto que fariam neste sábado, no Parque São Jorge, contra o reajuste.

Após distanciamento de Rosenberg, gerente de marketing corintiano vira alvo de torcedores

Leia o post original por Perrone

Sócios-torcedores do Corinthians tentam organizar manifesto contra o gerente de marketing do clube, Caio Campos. Funcionário de carreira no Parque São Jorge, ele virou alvo após o vice-presidente do clube, Luis Paulo Rosenberg, se afastar do departamento de marketing.

Os torcedores protestaram contra Rosenberg por ele ter chamado o time de medíocre e por causa da demora para conseguir um patrocinador principal fixo em 2012, entre outras coisas.

Caio herda parte das críticas, como a dificuldade em assinar o principal contrato de patrocínio. Mas o estopim para os torcedores pedirem a sua saída foi o aumento na anuidade do plano mais barato do programa Fiel Torcedor. O valor pulou de R$ 100 para R$ 180, ao mesmo tempo em que a categoria mais cara teve redução de R$ 300.

Na opinião dos descontentes, Caio sobrecarrega os torcedores para buscar os recursos que não consegue no mercado. Ele também é criticado por supostamente elitizar a Fiel com preços altos.

Por meio da assessoria de imprensa do Corinthians, o presidente Mário Gobbi disse que a responsabilidade do reajuste é dele, pois foi o dirigente quem autorizou a mudança. Ressaltou também que Caio é funcionário do clube.

Leia abaixo depoimento de Caio Campos ao blog.

“Não aumentamos a anuidade, foi uma retomada de preço já que esse valor foi cobrado antes. Não fiz nada sozinho, da minha cabeça, da noite para o dia. Foi tudo muito planejado. Fizemos uma pesquisa com os sócios-torcedores antes de tomar essa decisão.

É importante lembrar que o programa agora dá uma série de benefícios por causa da nova parceria (com uma série de empresas). Ficou mais valorizado.

Não sei o motivo para se manifestarem contra mim, contra um funcionário, não sei se existe motivação política. O fato é que essa avaliação não corresponde com a visão do mercado em relação ao marketing do Corinthians. E os valores dos contratos que conseguimos mostram a qualidade do trabalho. A demora no ano passado foi uma situação especial, mas conseguimos um excelente contrato.

Respeito a opinião dos torcedores, mas discordo das críticas. Não existe processo de elitização. 70% das nossas ações são voltadas para as classes C e D. Temos uma política definida por nosso presidente de não aumentar o preço dos ingressos.

Alguns dos que reclamam fazem vistas frequentes aqui e conversam sempre com a gente. Talvez estejam insatisfeitos porque em alguns pontos o clube pensa diferente deles”.

Corinthians faz promoção para transformar sócio-torcedor em associado com direito a voto para presidente

Leia o post original por Perrone

O Corinthians decidiu criar um plano para transformar o sócio-torcedor em associado do clube e eleitor. Está lançando uma campanha que permite aos integrantes do Fiel Torcedor comprarem por preço promocional títulos para frequentar o Parque São Jorge.

Quem já faz parte do programa sócio-torcedor deverá pagar R$ 400 em até dez vezes para virar sócio, se tiver interesse. Os associados com pelo menos cinco anos de clube podem votar para presidente. Esse é o principal atrativo da campanha.

Fora da promoção, o título individual custa R$ 800 e pode ser parcelado em até quatro vezes.

Hoje, os contribuintes do Fiel Torcedor têm apenas descontos e outros privilégios na compra de ingressos pela internet.

Se o projeto decolar, o perfil do eleitor corintiano deve mudar radicalmente. Entraria no clube um grupo que se importa muito mais com o futebol do que o sócio tradicional, na média.

Corinthians pede ideia milionária a torcedores

Leia o post original por Perrone

 Curiosa a nova campanha lançada pelo Corinthians para seus sócios-torcedores. O concurso “Um dia de Cartola” pede para os participantes do programa Fiel Torcedor responderem qual ideia milionária implantariam se fossem dirigentes do Corinthians por um dia.

Os vencedores conhecerão toda a estrutura administrativa do clube, com direito a visitar o departamento de marketing, o CT e o gabinete do presidente Mário Gobbi.

O texto da campanha diz que o “Time do povo” agora recorre ao Fiel Torcedor para acelerar seu crescimento. Isso depois de afirmar que o Corinthians fechou 2011 com uma receita de R$ 290,5 milhões e um crescimento de 37% em seu faturamento na comparação com 2010. Fala ainda que o alvinegro está entre os 30 times que mais arrecadam no mundo.

Ingressos, Cambistas e Telão no Anhembi – Onde você vai ver o jogo de quarta?

Leia o post original por Yule Bisetto

Fala, Fiel!

Esgotaram-se os ingressos para a final da Libertadores que acontece quarta-feira no Pacaembu.

O Fiel Torcedor deixou para vender os bilhetes da arquibancada amarela neste sábado, quando as caravanas das torcidas organizadas já teriam retornado da Argentina e, assim, poderiam comprar as entradas.

Leia: Ingressos para a Final da Libertadores estão esgotados

Eu estou longe de concordar com os critérios adotados pela Diretoria, assim como sou testemunha do mau funcionamento do sistema desenvolvido pela Omni que apresentou, sim, muitas falhas, sendo responsável, inclusive, pela falta de ingresso de muita gente que fez tudo certinho mas que, estranhamente, não teve seu ingresso liberado para reserva, como no caso na maioria dos dependentes, por exemplo.

E não adianta vir com argumento de “dormir na praça”, na fila, na rua, na chuva e na fazenda. Isso é coisa do passado para a maioria dos clubes de futebol que se prezem. Em pleno 2012, um argumento barato e pobre como este não mais deve servir de desculpa para as falhas (graves!) que aconteceram nestas vendas de ingressos.

Problemas no Fiel Torcedor

Eu fui testemunha e entusiasta do programa Fiel Torcedor desde o seu lançamento. Avisei aqui no Blog MUITAS vezes para que as pessoas fizessem o plano (20/02/2009 – Quem avisa… é Fiel Torcedor, 11/03/2009 – Aqui é Corinthians!, 09/02/2010 – Reportagens que não devemos levar em conta) e, portanto, tenho a consciência limpa para falar o que eu realmente penso sobre tudo isso.

Acontece que o fato de eu pensar x ou y não vai mudar nada.

Meus amigos de arquibancada continuarão sem ingresso, enquanto filhos de Conselheiros e amigos dos patrocinadores estarão assistindo à final que todo Corinthiano gostaria de ver. Mas não vou me omitir de dizer que acho SIM uma baita sacanagem com quem acompanhou o time nos últimos anos assiduamente. Acho desrespeito, despeito, injustiça e vacilo feio.

Que me perdoe quem mora longe ou quem não tem dinheiro para vir sempre: os demais não são privilegiados por terem mais de 60, 70 ingressos na conta. Eles se esforçaram 60, 70 vezes mais do que vocês para estarem na arquibancada do Pacaembu, sob sol ou sob chuva, para assistir o Corinthians que você, convenientemente, prefere ver só na final da Libertadores. 

Mas como é que vou condenar um Corinthiano que licitamente adquiriu seu ingresso para a partida, dentro das regras propostas pelo clube? Claro que não tem como, afinal ele está exercendo o seu direito e tem mais é que vir assistir o jogo. O que, reforço, não diminui minha decepção com o fato de que muito torcedor mais assíduo ficou de fora.

Cuidado com Cambistas

Pior do que este fato, são os oportunistas de plantão. Ladrões e criminosos, na verdade. Aqueles que aproveitam o bom momento do Corinthians para cobrar caro em um bilhete que eu paguei TRINTA E DOIS REAIS E CINQUENTA CENTAVOS. As atividades de CAMBISTA são CRIMES e encorajar esse tipo de comércio que prejudica o Corinthians só estimula ainda mais essa prática desprezível desses sanguessugas desclassificados.

Fique atento à campanha contra os cambistas.

Ademais, tenha consciencia que, se você adquiriu ingresso de outra pessoa que vai te repassar o Fiel Torcedor, as chances de você ficar de fora são grandes: o Corinthians orientou todos os funcionários a conferirem os cartões e RGs de quem entrar no estádio, avisando que aquele que portar cartão de terceiros não vai entrar no jogo e o titular pode até ser excluído do programa.

LEIA: ALERTA AO TORCEDOR

Telão e Arena Corinthians

Poréééééém, se você está triste, sem ingresso, desapontado e achando que não terá como acompanhar a grande final… o Clube pensou em você e decidiu organizar a ARENA CORINTHIANS, instalando um MEGA TELÃO  de 16m x 9m, FULL HD, que vai proporcionar aos torcedores uma visão melhor do que a minha miopia me proporciona da arquibancada.

Serão 30 mil ingressos disponíveis para o evento, que poderão ser adquiridos por meio do programa Fiel Torcedor, ou nas bilheterias do Pacaembu e do Parque São Jorge – domingo, segunda e terça-feira, das 11h às 17h. Na quarta-feira, os bilhetes só serão comercializados no Anhembi. Os portões 28 (sócios-torcedores) e 30 (não sócios) do complexo serão abertos às 17h.

SAIBA MAIS AQUI

Onde você vai assistir??

Por fim, para aqueles que não são de São Paulo, deixe aqui nos comentários o nome de sua cidade e onde a Fiel irá se reunir para assistir a partida! Quem sabe mais loucos não se juntam ao bando???

VAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI, CORINTHIAAAAAAAAAAAAAAAAANSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!

______________________________

Cadastre-se! Adicionar aos Favoritos Assista aos vídeos! Curtir! Tuitar!

Vice do Corinthians defende direito a voto para sócio-torcedor em reforma estatuária

Leia o post original por Perrone

Modificado recentemente, o estatuto do Corinthians irá mudar de novo. Uma comissão criada pelo Conselho Deliberativo estudará as alterações. A proposta mais polêmica deve ser o direito a voto para sócio-torcedor nas eleições presidenciais. Hoje, quem vota são os associados do clube.

Luiz Paulo Rosenberg, vice-presidente corintiano, é o mais fervoroso defensor da ideia de colocar as cédulas nas mãos dos integrantes do programa Fiel Torcedor, que garante privilégios na compra de ingressos e foi idealizado por ele. “Seria a sagração da Democracia Corintiana, a suprema homenagem a Sócrates”, diz Rosenberg, referindo-se ao protagonista do movimento criado no clube durante os anos 80.

Conselheiros mais antigos vão chiar. Já se sentem desprestigiados com o fato de o sócio poder votar. Estender o pleito à arquibancada fará muitos espernearem.