Arquivo da categoria: Fluminense

Se o goleiro é Marcos, o time de ItaqueDa treme e perde!

Leia o post original por Milton Neves

Complô do Timão contra mim! O Corinthians está entregando os jogos, apenas para contrariar minha tese de que o Brasileirão não tem emoção!

Mas tenha calma corintiano, o tropeço dentro de casa, para o lanterna, não foi um mau negócio.

Seria, caso o campeonato fosse disputado por mata-mata.

Como somos praticantes dos “modorrentos” pontos corridos, a derrota foi apenas um “acidentezinho” de percurso.

Porque este ano, o nosso Timão é o virtual campeão.

Pode perder à vontade, pois nem mesmo o Grêmio, atual vice-líder, vai alcançar o Alvinegro Paulista.

No entanto, há de ressaltar o goleiro Marcos do Atlético-GO, que não fez defesas, realizou milagres!

E por falar em Grêmio, eliminado da Copa do Brasil, vai cair na Libertadores, Primeira Liga e Brasileirão!

Santos e Flamengo são os únicos candidatos a incomodar o Corinthians.

Mas e você torcedor, ainda acha que o Brasileirão tem graça?

Fluminense 0 x 1 Vasco da Gama

O Gigante da Colina sempre surpreendendo, não é mesmo?

Bateu o Flu em pleno Maracanã, jogo que não acontecia por lá há dois anos.

E a partida esteve longe de ser um espetáculo, digna do clássico que é.

Porém, o duelo apresentou alguns bons lampejos de qualidade.

Só que não deu para o Tricolor, parou diante o “novo” Vasco, que agora é o “Vasco do Zé”.

OPINE!!!

Complicou? O Ceifador resolve

Leia o post original por Antero Greco

Henrique Dourado, também conhecido como Henrique Ceifador, é daqueles jogadores relegados à condição de coadjuvante. Não costuma ser encarado como destaque, estrela, craque, referência nos times pelos quais passou. Normalmente, é deixado em segundo plano, no máximo fica com o papel de fazedor de gols. Como se isso fosse de pouca importância…

Pois eis aí uma injustiça, em tempo de ser reparada.

Henrique é mais do que um finalizador, um “empurrador de bola” para as redes, um grosso que às vezes resolve. Ele é eficiente na tarefa de resolver dentro da área, como provam os 12 gols no Brasileiro.

Porém, hoje tem importância que vai além disso. Trata-se de atacante que se movimenta muito: sai da área, abre espaços, atrai marcação de zagueiros para deixar companheiros livres. Usa bem o corpo e a inteligência, a impulsão e a pontaria.

Ceifador tem jogado muito. Não deve a fase atual à sorte – conceito muito vago para explicar brilho de quem não é tido como astro. Os 26 gols marcados até agora são consequência de amadurecimento, empenho, oportunismo também. E de entrega.

O problema de Ceifador é fazer parte do grupo de atletas com marketing discreto, personagem muito comuns no futebol. Cansei de ver profissionais como ele, bons no que fazem, mas que colhem menos louros porque o fazem sem alarde. Ao contrário, são discretos, simples, na deles.

E importantes para os grupos. E como!

O valor de Ceifador está comprovado na campanha do Flu. Muitos pontos foram conquistados graças aos gols dele, à raça, à luta. Como nos dois que marcou nesta noite fria e chuvosa de segunda-feira (21) e que garantiram a vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG.

Quem esteve no Maracanã viu um operário da bola desatar o nó diante do Galo. E, por essas ironias da vida, ele tem muito mais gols e tem sido muito mais decisivo do que, por exemplo, Borja e Pratto, contratados a peso de ouro. Ou do que Fred, que brilhou com a camisa do Flu e hoje é pálida sombra em Minas.

Ceifa, Ceifador, ceifa. A torcida tricolor agradece. E torcidas de outros times que você defendeu hoje devem estar com saudade. E quanta…

 

Mais uma piada do Levir

Leia o post original por Odir Cunha


Foi um joquinho. Dava para ganhar

O técnico do Santos é espirituoso, tem boas tiradas e parece sempre de bom humor. Bem, qualquer um de nós, se ganhasse o que ele ganha para fazer o que todo brasileiro sabe, que é escalar um time de futebol, também passaria o tempo todo rindo de orelha a orelha. Só que nesta segunda-feira Levir Culpi abusou das suas piadas e escalou um time para não ganhar do Fluminense e com isso deixar de continuar na luta pelo título brasileiro.

Um time com Alison, Léo Cittadini, Vladimir Hernández e Lucas Crispim vai ganhar de quem? Sem contar as más fases de Zeca, do enrolador Lucas Lima, que sempre dá um jeito de tomar um cartão amarelo , e do ex-artilheiro e pastor Ricardo Oliveira.

Sei que alguns dirão que agora é fácil comentar, pois o jogo já acabou e o Santos, mesmo incentivado por 22 mil pessoas, dos quais 19.457 pagantes, não saiu do zero no Pacaembu. Então, pedindo desculpas desde já por parecer cabotino, repetirei o que escrevi no Facebook logo que soube a escalação que o professor tinha elaborado para enfrentar o Fluminense:

Marcação no meio campo terá problemas. Alison não está bem, Lucas Lima não marca ninguém e Cittadini nem sabe marcar, só trota e cerca. Thiago Ribeiro e Hernández terão de recuar para ajudar a fechar o setor quando o Santos perder a bola. A vitória dependerá muito de Lucas Lima e Ricardo Oliveira. Nada indica que Alison, Cittadini e os três atacantes jogarão bem, pois não têm jogado satisfatoriamente. Espero que nos surpreendam, ou a vitória não virá e ainda consideraremos o empate um bom resultado. Levir está sendo muito condescendente com o seu ex-clube. Mas ainda terá oportunidade de fazer três substituições e estou certo de que as fará.

Bem, é isso. Se um técnico acha que não tem elenco para duas competições, deveria tomar uma atitude mais digna do que escalar um catadão para um jogo oficial do Campeonato Brasileiro, desrespeitando os torcedores, principalmente àqueles que foram ao estádio. Espero que Levir Culpi encare com mais seriedade o seu trabalho no Santos. Se deixar de fazer piadinhas e escalar os que estão jogando melhor, já será um bom começo. Do contrário, será engolido pela seita, como seu antecessor.

No time, destaco Vanderlei e os zagueiros Lucas Veríssimo e Gustavo Henrique, que voltou ao time após longa ausência. No mais, só vimos jogadores descartáveis. A maioria não consegue jogar melhor, outros podem render mais, porém estão louquinhos para ir embora, casos de Lucas Lima e Ricardo Oliveira. Mas a maior responsabilidade foi de Levir Culpi, que não percebeu, ou fingiu não perceber, com quais jogadores pode contar este ano.


Livros Time dos Sonhos e Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros com dedicatória do autor e porte pago por apenas 38 reais o exemplar.
Clique aqui para comprar antes que acabe!

time-dossie ok

Após adquirir seu Time dos Sonhos ou Dossiê, envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br e diga para quem quer que eu faça a dedicatória.

Compare os menores preços do mercado e compre o Dossiê e o Time dos Sonhos

Time dos Sonhos
Livraria 2005, RJ, livro usado: R$ 52,89
Sebo do Monge, SP, livro usado: R$ 57,70
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva e três PDFs de brinde: R$ 38,00

Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros
Livraria Capítulo Primeiro, livro usado, Santos: R$ 67,89
Travessa da Praia, livro usado, Santos, R$ 87,89
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva: R$ 38,00

Clique aqui para garantir o presente do seu pai

Vamos tornar essa história imortal!

Aproveite as condições de pré-lançamento e participe da campanha que imprimirá o livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”.

Clique aqui para deixar seu nome neste livro histórico e impedir que a etapa mais maravilhosa da história do Santos seja esquecida.

Inscrições abertas para o II Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

O primeiro, em julho, foi um sucesso. Não perca o de setembro.

Ministrado por Odir Cunha, jornalista profissional há 40 anos – Jornal da Tarde, O Globo, rádios Globo, Excelsior e Record, TV Record, editor de nove revistas esportivas, diretor de comunicação da Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo, diretor da Ampla Comunicação, editor das editoras de livros Novo Conceito e Magma Cultural, dono do Blog do Odir, autor de 27 livros, biógrafo de Oscar Schmidt, Pelé e Gustavo Kuerten, ganhador de dois prêmios Esso e três prêmios da Associação Paulista dos Críticos de Arte.

Temas do Curso

Pirâmide Invertida X Novo Jornalismo

As maneiras tradicional e criativa de se escrever uma reportagem

As regras para uma boa entrevista

Da preparação à técnica de colher informações e escrever

As dez qualidades do bom jornalista

Extraídas do livro “Lições de Jornalismo”.

Como escrever para

Jornal – Revista – Rádio – TV – Blog

Mídia Social e Assessoria de Imprensa

Escrever um livro

Como pesquisar, escrever e publicar

Os limites da polêmica

Como evitar os crimes de opinião:

Difamação, Injúria e Calúnia

Princípios do bom texto

Clareza

Objetividade e ordem direta

Escolha das palavras simples e concretas

Uma ideia por parágrafo

Precisão. Sem ela não há credibilidade.

Isenção. A necessidade de ser neutro.

Empatia. O melhor repórter se apaixona pela matéria.

A importância de reler o texto

Criatividade e os caminhos que levam a ela

Comportamento do repórter

Humildade e Respeito. Qualidades essenciais.

Ousadia e Iniciativa. Quando elas são obrigatórias.

Descrição das funções Jornalísticas

Repórter – Copidesque – Chefe de Reportagem

Revisor – Editor – Editor-chefe

Como fazer

Títulos – Subtítulos – Olhos – Intertítulos – Legendas

Lições na classe e em casa

Matérias sobre eventos escolhidos

Trabalho Final

Certificado de Conclusão com o número de horas/aula

Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

Carga horária: 16 horas

Datas e horários: dias 5, 6, 12, 14, 19, 21, 26 e 28 de setembro, das 19h30 às 21h30.

Local: Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP).

Endereço: Av. Paulista, 807, 9º andar, conjunto 904, São Paulo. Fones: (11) 3251-2420 e 3289-8409.

Investimento: R$ 300,00 (trezentos reais – 50% na matricula, 50% até o dia 15 de setembro.)

Sócios da ACEESP em dia com a anuidade não pagam.

Informações e inscrição até 4 de setembro pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br


Mais uma piada do Levir

Leia o post original por Odir Cunha


Foi um joquinho. Dava para ganhar

O técnico do Santos é espirituoso, tem boas tiradas e parece sempre de bom humor. Bem, qualquer um de nós, se ganhasse o que ele ganha para fazer o que todo brasileiro sabe, que é escalar um time de futebol, também passaria o tempo todo rindo de orelha a orelha. Só que nesta segunda-feira Levir Culpi abusou das suas piadas e escalou um time para não ganhar do Fluminense e com isso deixar de continuar na luta pelo título brasileiro.

Um time com Alison, Léo Cittadini, Vladimir Hernández e Lucas Crispim vai ganhar de quem? Sem contar as más fases de Zeca, do enrolador Lucas Lima, que sempre dá um jeito de tomar um cartão amarelo , e do ex-artilheiro e pastor Ricardo Oliveira.

Sei que alguns dirão que agora é fácil comentar, pois o jogo já acabou e o Santos, mesmo incentivado por 22 mil pessoas, dos quais 19.457 pagantes, não saiu do zero no Pacaembu. Então, pedindo desculpas desde já por parecer cabotino, repetirei o que escrevi no Facebook logo que soube a escalação que o professor tinha elaborado para enfrentar o Fluminense:

Marcação no meio campo terá problemas. Alison não está bem, Lucas Lima não marca ninguém e Cittadini nem sabe marcar, só trota e cerca. Thiago Ribeiro e Hernández terão de recuar para ajudar a fechar o setor quando o Santos perder a bola. A vitória dependerá muito de Lucas Lima e Ricardo Oliveira. Nada indica que Alison, Cittadini e os três atacantes jogarão bem, pois não têm jogado satisfatoriamente. Espero que nos surpreendam, ou a vitória não virá e ainda consideraremos o empate um bom resultado. Levir está sendo muito condescendente com o seu ex-clube. Mas ainda terá oportunidade de fazer três substituições e estou certo de que as fará.

Bem, é isso. Se um técnico acha que não tem elenco para duas competições, deveria tomar uma atitude mais digna do que escalar um catadão para um jogo oficial do Campeonato Brasileiro, desrespeitando os torcedores, principalmente àqueles que foram ao estádio. Espero que Levir Culpi encare com mais seriedade o seu trabalho no Santos. Se deixar de fazer piadinhas e escalar os que estão jogando melhor, já será um bom começo. Do contrário, será engolido pela seita, como seu antecessor.

No time, destaco Vanderlei e os zagueiros Lucas Veríssimo e Gustavo Henrique, que voltou ao time após longa ausência. No mais, só vimos jogadores descartáveis. A maioria não consegue jogar melhor, outros podem render mais, porém estão louquinhos para ir embora, casos de Lucas Lima e Ricardo Oliveira. Mas a maior responsabilidade foi de Levir Culpi, que não percebeu, ou fingiu não perceber, com quais jogadores pode contar este ano.


Livros Time dos Sonhos e Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros com dedicatória do autor e porte pago por apenas 38 reais o exemplar.
Clique aqui para comprar antes que acabe!

time-dossie ok

Após adquirir seu Time dos Sonhos ou Dossiê, envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br e diga para quem quer que eu faça a dedicatória.

Compare os menores preços do mercado e compre o Dossiê e o Time dos Sonhos

Time dos Sonhos
Livraria 2005, RJ, livro usado: R$ 52,89
Sebo do Monge, SP, livro usado: R$ 57,70
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva e três PDFs de brinde: R$ 38,00

Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros
Livraria Capítulo Primeiro, livro usado, Santos: R$ 67,89
Travessa da Praia, livro usado, Santos, R$ 87,89
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva: R$ 38,00

Clique aqui para garantir o presente do seu pai

Vamos tornar essa história imortal!

Aproveite as condições de pré-lançamento e participe da campanha que imprimirá o livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”.

Clique aqui para deixar seu nome neste livro histórico e impedir que a etapa mais maravilhosa da história do Santos seja esquecida.

Inscrições abertas para o II Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

O primeiro, em julho, foi um sucesso. Não perca o de setembro.

Ministrado por Odir Cunha, jornalista profissional há 40 anos – Jornal da Tarde, O Globo, rádios Globo, Excelsior e Record, TV Record, editor de nove revistas esportivas, diretor de comunicação da Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo, diretor da Ampla Comunicação, editor das editoras de livros Novo Conceito e Magma Cultural, dono do Blog do Odir, autor de 27 livros, biógrafo de Oscar Schmidt, Pelé e Gustavo Kuerten, ganhador de dois prêmios Esso e três prêmios da Associação Paulista dos Críticos de Arte.

Temas do Curso

Pirâmide Invertida X Novo Jornalismo

As maneiras tradicional e criativa de se escrever uma reportagem

As regras para uma boa entrevista

Da preparação à técnica de colher informações e escrever

As dez qualidades do bom jornalista

Extraídas do livro “Lições de Jornalismo”.

Como escrever para

Jornal – Revista – Rádio – TV – Blog

Mídia Social e Assessoria de Imprensa

Escrever um livro

Como pesquisar, escrever e publicar

Os limites da polêmica

Como evitar os crimes de opinião:

Difamação, Injúria e Calúnia

Princípios do bom texto

Clareza

Objetividade e ordem direta

Escolha das palavras simples e concretas

Uma ideia por parágrafo

Precisão. Sem ela não há credibilidade.

Isenção. A necessidade de ser neutro.

Empatia. O melhor repórter se apaixona pela matéria.

A importância de reler o texto

Criatividade e os caminhos que levam a ela

Comportamento do repórter

Humildade e Respeito. Qualidades essenciais.

Ousadia e Iniciativa. Quando elas são obrigatórias.

Descrição das funções Jornalísticas

Repórter – Copidesque – Chefe de Reportagem

Revisor – Editor – Editor-chefe

Como fazer

Títulos – Subtítulos – Olhos – Intertítulos – Legendas

Lições na classe e em casa

Matérias sobre eventos escolhidos

Trabalho Final

Certificado de Conclusão com o número de horas/aula

Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

Carga horária: 16 horas

Datas e horários: dias 5, 6, 12, 14, 19, 21, 26 e 28 de setembro, das 19h30 às 21h30.

Local: Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP).

Endereço: Av. Paulista, 807, 9º andar, conjunto 904, São Paulo. Fones: (11) 3251-2420 e 3289-8409.

Investimento: R$ 300,00 (trezentos reais – 50% na matricula, 50% até o dia 15 de setembro.)

Sócios da ACEESP em dia com a anuidade não pagam.

Informações e inscrição até 4 de setembro pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br


Pacaembu, começo de tudo

Leia o post original por Odir Cunha

Há uma nova enquete no ar. Dê sua opinião.

Para alguns torcedores, o fato de Levir Culpi escalar alguns reservas contra o Fluminense indica que o técnico está abrindo mão do Campeonato Brasileiro. Espero que não, pois ainda há um turno inteiro pela frente. Porém, concordo que a prioridade, neste ano, deva ser dada à Copa Libertadores da América. De qualquer forma, quero falar mesmo sobre jogar no Pacaembu, o começo de tudo quando se trata de um planejamento que leve o Santos ao lugar que ele merece.

Exibir-se regularmente em um estádio para 39 mil pessoas, aumentando substancialmente sua média de público, inicia um processo que permite uma campanha permanente de sócios, valoriza o preço da marca Santos na hora de se assinar contratos com patrocinadores e com a televisão e abre enormes perspectivas de marketing.

Quando o menor público que o Santos pode atrair para o Pacaembu ainda é maior do que o público máximo da Vila Belmiro, então não pode haver discussão sobre que estádio é mais conveniente para comportar a imensa torcida santista. Sem contar o aspecto técnico.

Invicto há 23 jogos no estádio paulistano, o Alvinegro tem grande possibilidade de aumentar essa marca logo mais, apesar da escalação de alguns reservas e da experiência de Abel Braga, o técnico do Fluminense.

O time anunciado para hoje deverá ter Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Noguera e Zeca; Alison, Yuri, Jean Mota e Lucas Lima; Thiago Ribeiro e Ricardo Oliveira.

Tudo indica que, sem Copete e Bruno Henrique, Levir Culpi deverá optar por um 4-4-2, com liberdade para Lucas Lima se aproximar mais dos atacantes Thiago Ribeiro e Ricardo Oliveira. A estratégia pode dar certo, ou não. Na última partida, contra o Atlético Paranaense, na Vila Belmiro, Alison e Yuri não foram bem e perderam o meio campo para o adversário. Agora, além dos dois, o time terá dois atacantes que pouco têm jogado este ano.

O Fluminense deverá ser escalado com Julio César, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Marlon; Orejuela, Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Wellington Silva e Henrique Dourado. Trata-se de uma equipe nada excepcional, mas de enorme tradição e capaz de algumas vitórias, como aquela sobre o Santos na primeira rodada do campeonato.

A arbitragem terá Andre Luiz de Freitas Castro, auxiliado por Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha, todos de Goiás. O jogo terá cobertura dos canais Sportv e Premiere.

Minha impressão, apenas mais uma entre tantas, é de que a partida ficará amarrada no meio de campo e não haverá muitos gols, talvez nenhum. Como o empate será satisfatório para o time carioca, não me espantaria se Abel Braga armasse bem a defesa à espera de esporádicos contra-ataques.

Se você me perguntar, de chofre, que resultado considero mais lógico, serei obrigado a responder: o empate. Porém, como sempre, torcerei para uma bela a redentora vitória santista. E ela poderá ocorrer se Ricardo Oliveira e Thiago Ribeiro desencantarem esta noite e o time jogar com muito mais vontade do que o fez contra o Atlético Paranaense.


Livros Time dos Sonhos e Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros com dedicatória do autor e porte pago por apenas 38 reais o exemplar.
Clique aqui para comprar antes que acabe!

time-dossie ok

Após adquirir seu Time dos Sonhos ou Dossiê, envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br e diga para quem quer que eu faça a dedicatória.

Compare os menores preços do mercado e compre o Dossiê e o Time dos Sonhos

Time dos Sonhos
Livraria 2005, RJ, livro usado: R$ 52,89
Sebo do Monge, SP, livro usado: R$ 57,70
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva e três PDFs de brinde: R$ 38,00

Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros
Livraria Capítulo Primeiro, livro usado, Santos: R$ 67,89
Travessa da Praia, livro usado, Santos, R$ 87,89
Livraria do Blog do Odir, livro novo, com frete pago, dedicatória exclusiva: R$ 38,00

Clique aqui para garantir o presente do seu pai

Vamos tornar essa história imortal!


Ou você prefere esperar, sentado, que a imprensa conte como foram as viagens do Santos pelo mundo?

Aproveite as condições de pré-lançamento e participe da campanha que imprimirá o livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”.

Clique aqui para deixar seu nome neste livro histórico e impedir que a etapa mais maravilhosa da história do Santos seja esquecida.

Inscrições abertas para o II Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

O primeiro, em julho, foi um sucesso. Não perca o de setembro.

Ministrado por Odir Cunha, jornalista profissional há 40 anos – Jornal da Tarde, O Globo, rádios Globo, Excelsior e Record, TV Record, editor de nove revistas esportivas, diretor de comunicação da Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo, diretor da Ampla Comunicação, editor das editoras de livros Novo Conceito e Magma Cultural, dono do Blog do Odir, autor de 27 livros, biógrafo de Oscar Schmidt, Pelé e Gustavo Kuerten, ganhador de dois prêmios Esso e três prêmios da Associação Paulista dos Críticos de Arte.

Temas do Curso

Pirâmide Invertida X Novo Jornalismo

As maneiras tradicional e criativa de se escrever uma reportagem

As regras para uma boa entrevista

Da preparação à técnica de colher informações e escrever

As dez qualidades do bom jornalista

Extraídas do livro “Lições de Jornalismo”.

Como escrever para

Jornal – Revista – Rádio – TV – Blog

Mídia Social e Assessoria de Imprensa

Escrever um livro

Como pesquisar, escrever e publicar

Os limites da polêmica

Como evitar os crimes de opinião:

Difamação, Injúria e Calúnia

Princípios do bom texto

Clareza

Objetividade e ordem direta

Escolha das palavras simples e concretas

Uma ideia por parágrafo

Precisão. Sem ela não há credibilidade.

Isenção. A necessidade de ser neutro.

Empatia. O melhor repórter se apaixona pela matéria.

A importância de reler o texto

Criatividade e os caminhos que levam a ela

Comportamento do repórter

Humildade e Respeito. Qualidades essenciais.

Ousadia e Iniciativa. Quando elas são obrigatórias.

Descrição das funções Jornalísticas

Repórter – Copidesque – Chefe de Reportagem

Revisor – Editor – Editor-chefe

Como fazer

Títulos – Subtítulos – Olhos – Intertítulos – Legendas

Lições na classe e em casa

Matérias sobre eventos escolhidos

Trabalho Final

Certificado de Conclusão com o número de horas/aula

Curso de Especialização Técnica e Ética do Novo Jornalismo Esportivo

Carga horária: 16 horas

Datas e horários: dias 5, 6, 12, 14, 19, 21, 26 e 28 de setembro, das 19h30 às 21h30.

Local: Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP).

Endereço: Av. Paulista, 807, 9º andar, conjunto 904, São Paulo. Fones: (11) 3251-2420 e 3289-8409.

Investimento: R$ 300,00 (trezentos reais – 50% na matricula, 50% até o dia 15 de setembro.)

Sócios da ACEESP em dia com a anuidade não pagam.

Informações e inscrição até 4 de setembro pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br


A mídia só divulga o que interessa… Força Claudemir!

Leia o post original por Craque Neto

Não há dúvidas de que a tragédia com o filho do técnico Abel Braga, João Pedro, comoveu o País e principalmente o mundo do futebol. Homenagens existiram aos montes para o Abelão, que realmente é um cara humilde e totalmente do bem. Tanto é que no primeiro jogo após o ocorrido a torcida do Sport aplaudiu de pé na Ilha do Retiro a força desse profissional que além de tudo é extremamente competente no que faz. Técnico consagrado campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes com o Internacional. Monstro! Só que no mesmo final de semana, em um acidente […]

O post A mídia só divulga o que interessa… Força Claudemir! apareceu primeiro em Craque Neto 10.