Arquivo da categoria: Guerrero

E o Flamengo, hein? Que vergonha dessa jogadorzada!

Leia o post original por Craque Neto

Ontem estava com dores de cabeça e acabei dormindo mais cedo. E para minha surpresa acordei pela manhã e descobri que o Flamengo acabou eliminado da Libertadores pelo San Lorenzo da Argentina com o gol no último minuto. Ou seja, o time rubro-negro entrou na rodada líder de seu grupo e acabou fora. Isso só pode ser brincadeira, né? Veja bem, a torcida está pegando no pé dos dirigentes do clube, mas será que eles tem culpa mesmo? Poxa vida! Os caras pagaram milhões de dívidas e montaram um baita elenco para o Flamengo brigar pela taça da competição continental. […]

O post E o Flamengo, hein? Que vergonha dessa jogadorzada! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Rei do Rio

Leia o post original por Rica Perrone

Há uma lenda nacional sobre “a torcida do Flamengo”.  Dizem que são terríveis, que fazem diferença, que cantam muito alto, que empurram o time, etc, etc, etc. Os rivais dizem que é tudo mentira. Mas eu adoro uma lenda. Sou capaz de apostar que o Saci Pererê era um neguinho manco e que o transformaram naquilo …

Insistam!

Leia o post original por Rica Perrone

O rubro-negro vai dormir puto, é natural. Perdeu na Libertadores e mesmo sendo bem razoável a derrota lá como foi no Chile, há um sentimento de frustração nos dois jogos pelo que foi apresentado. E então eu lhes digo: insistam! Não desistam, não procurem vilões, nem atormentem o clube por resultados absolutamente comuns. Não transforme …

A diferença, enfim, apareceu

Leia o post original por Rica Perrone

Se você assistir Flamengo e Botafogo jogando uma partida de Libertadores talvez lhe reste dúvidas sobre as diferenças. Ambos tem enchido estádio, ambos vencem, o Botafogo joga até melhor que o Flamengo. E os dois times montados e sugeridos não são para se confundirem. O Flamengo tem mais time, mais elenco e portanto ao cair num …

Ué, esse cheirinho de título tá longe, hein?!

Leia o post original por Craque Neto

Na temporada passada o torcedor do Flamengo estava confiante que o time rubro-negro passaria o Palmeiras na classificação e ficaria com mais um título do Brasileirão. Vieram até com aquele papinho furado de ‘cheirinho’ que ganhou repercussão monstruosa. E não dá pra negar que o elenco que a diretoria montou era pra sonhar com taça sim. Afinal que clube hoje em dia pode ter a disposição três centroavantes como Guerrero, Damião e Felipe Vizeu? Pelo amor de Deus! Fora Diego e Arão que acertaram esse meio-campo do técnico Zé Ricardo. Até por isso a massa foi confiante que venceria o […]

O post Ué, esse cheirinho de título tá longe, hein?! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Guerrero ou Pratto???

Leia o post original por Craque Neto

Esses dias estávamos discutindo no programa quem era o melhor artilheiro gringo do Brasil? Até em cima desse retrospecto maravilhoso que o Lucas Pratto vem tendo nesse início de São Paulo (são 3 gols em duas partidas). Pra falar a verdade acho o argentino um baita centroavante. Um cara de personalidade que tem todos os fundamentos perfeitos para um artilheiro. Sabe chutar com as duas pernas e também cabeceia com precisão. Está mais do que ambientado ao futebol brasileiro. Afinal nas últimas temporadas arrebentou com a camisa do Atlético/MG. Agora sinceramente tenho uma tendência a preferir o hoje rubro-negro Paolo […]

O post Guerrero ou Pratto??? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Eu não acredito!

Leia o post original por Rica Perrone

Os dois morrem de vontade de dizer que “acreditam” para seus jogadores mas seria uma imitação barata do rubro-negro ousar se aproveitar da frase atleticana.  Sim, atleticana. Em 2013 o Galo patenteou a fé. Fé que moveu o time mediocre do primeiro tempo a ser um monstro impiedoso na segunda etapa, sendo o Galo que a …

Não espere nada do Flamengo

Leia o post original por Rica Perrone

Seja qual for o time, contra quem for o jogo e em que estádio for, nunca espere nada do Flamengo. Flamengo não é um clube para te dar o que você espera. Flamengo é a materialização do inacreditável. E portanto, quanto mais você acredita em algo, mais distante da realidade ele fica. Não há regra. …

SP x Fla e o empate que atrapalha os dois lados

Leia o post original por Antero Greco

Antigamente, se dizia que 0 a 0 fora de casa era bom resultado. Hoje em dia, a máxima nem sempre vale. Nem para o mandante.

Foi o caso do clássico entre São Paulo e Flamengo, na tarde deste sábado. Ao não saírem do zero no Morumbi, os dois ficaram frustrados, porque veem seus projetos empacados.

Os tricolores continuam a rondar a zona de descenso – para consolo deles tem muita gente pior. Os rubro-negros alcançam o Palmeiras, na pontuação (54 para cada um), mas podem ver a diferença aumentar para três. Para tanto, basta que o líder passe pelo Santa Cruz, na segunda-feira à noite. Mesmo que perca, a turma alviverde não cede o primeiro lugar.

Mas e o futebol apresentado na tarde fria e cinzenta? Ruim, para lá e para cá. O mérito vai para o empenho. Não se pode negar que são-paulinos e flamenguistas correram, dividiram, catimbaram, lutaram. Até aí, normal e obrigação profissional. Isso não resultou em partida repleta de lances de emoção ou de qualidade técnica aceitável.

Para ser exato, as duas melhores oportunidades surgiram só no segundo tempo. Na primeira, Leandro Damião, que havia entrado no lugar de um apagado Guerrero, cabeceou à queima-roupa e Denis defendeu em duas fases. A outra veio com Chavez, que perdeu gol cara a cara, na defesa de Muralha. No mais, trivial variado, com lançamento aqui, cruzamento ali, cobrança de falta e escanteio acolá.

Pouco, bem pouco, para quem tenta sair da draga em que se encontra – no caso do São Paulo. Ou para quem luta pelo título – o Flamengo. A oscilação existe e comprova que não há supertime no Brasileiro. Por isso, a disputa, em cima e embaixo, continua aberta.

 

O cheiro e os fatos

Leia o post original por Rica Perrone

É bem verdade que o Flamengo faz uma campanha quase “milagrosa” sem estádio, viajando toda rodada (milhares de km a mais que os outros) e estando regularmente em segundo até aqui.  O cheirinho, de fato, existe. Mas também é verdade que ganhar do São Paulo no Morumbi jamais será algo comum. O empate lá, portanto, …