Arquivo da categoria: héber roberto lopes

Palmeiras: faltou a faísca de campeão

Leia o post original por Antero Greco

Tem palmeirense aborrecido com o Heber Roberto Lopes. Até com razão. Anulou mal gol de Borja, ainda no primeiro tempo. Seria a virada do Palmeiras sobre o Cruzeiro.

Mas, mais do que a atrapalhada do árbitro, o que pesou, no empate por 2 a 2 com o Cruzeiro, foi a falta da centelha de campeão para o Palmeiras. Sabe aquela faísca, aquele brilho que os times vencedores costumam ter em momentos decisivos?

Detalhe, por exemplo, que teve no ano passado, sobretudo na vitória por 1 a 0 sobre o Inter, no mesmo Allianz Parque. Naquele jogo, nas rodadas finais, veio a certeza de que o time encerraria jejum de duas décadas e levantaria a taça do Brasileiro.

Pois essa luz não veio na noite desta segunda-feira.

O time de Alberto Valentim não foi mal; tampouco esteve bem como nas três vitórias anteriores. Sentiu o peso da responsabilidade de encostar no Corinthians, baqueou depois do gol contra de Juninho, não teve calma suficiente para aproveitar as chances que apareceram. E não foram muitas, embora suficientes para garantir os três pontos que colocariam fogo no campeonato.

O treinador apostou na formação e no esquema que deram certo recentemente. São não contava com a infelicidade do zagueiro, que aos 4 minutos mandou a bola contra o próprio gol. O Cruzeiro veio com algumas modificações, mas consistente na marcação. Raras vezes vacilou, exceto no gol de empate, marcado por Borja.

No segundo tempo, os mineiros voltarem mais espertos. Em dez minutos, assustaram duas vezes os palmeirenses, que de novo perceberam o tamanho do desafio. Mesmo com apoio da torcida, não se via serenidade de equipe com autoconfiança lá no topo.

Para complicar, veio o segundo gol cruzeirense, com Robinho, menos de dois minutos depois de entrar em campo. O mérito do Palmeiras, depois daquilo, foi o espírito de luta, que lhe rendeu o 2 a 2 final, com Borja.

Teve até a chance do terceiro, não fosse afobação de Roger Guedes num contragolpe em que tentou chutar para o gol, sem ângulo. E uma defesa linda de Fábio em cabeçada de Edu Dracena. E não muito mais do que isso.

Complicou a matemática? Teoricamente, sim. Se tivesse vencido, poderia chegar à liderança no clássico com o Corinthians. Com cinco pontos menos do que o líder, tem o peso dobrado de brigar por vitória, para manter aceso o sonho do bicampeonato. Empate não serve; derrota é fim de linha.

A semana será de tensão.

 

Pressionar o árbitro por antecedência é desonestidade!

Leia o post original por Craque Neto

Foi só a CBF anunciar que o árbitro do jogo entre Corinthians e Grêmio seria o paranaense Héber Roberto Lopes para o presidente do clube gaúcho se manifestar agressivamente contra a escolha. Chamou o homem do apito escancaradamente de ‘careca vagabundo’ e ‘juiz caseiro’. Isso dando a entender que o Héber favorecerá o Timão no duelo decisivo desta quarta-feira em Itaquera. Posso dizer a verdade? Os árbitros tem errado aos montes mas isso reclamar por antecedência é uma atitude desonesta por parte do cartola gremista. Poxa vida! E a pressão que esse rapaz vai entrar na partida? Monstruosa! Talvez tenha […]

O post Pressionar o árbitro por antecedência é desonestidade! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Pressionar o árbitro por antecedência é desonestidade!

Leia o post original por Craque Neto

Foi só a CBF anunciar que o árbitro do jogo entre Corinthians e Grêmio seria o paranaense Héber Roberto Lopes para o presidente do clube gaúcho se manifestar agressivamente contra a escolha. Chamou o homem do apito escancaradamente de ‘careca vagabundo’ e ‘juiz caseiro’. Isso dando a entender que o Héber favorecerá o Timão no duelo decisivo desta quarta-feira em Itaquera. Posso dizer a verdade? Os árbitros tem errado aos montes mas isso reclamar por antecedência é uma atitude desonesta por parte do cartola gremista. Poxa vida! E a pressão que esse rapaz vai entrar na partida? Monstruosa! Talvez tenha […]

O post Pressionar o árbitro por antecedência é desonestidade! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Galo elimina Macaca

Leia o post original por Fernando Sampaio

Galo elimina Macaca

A Macaca abriu 2×0.

Estava classificada até os 40 do segundo tempo.

O Galo reagiu, marcou dois gols em 11 minutos, empatou e levou.

Vaga merecida.

O Atlético Mineiro lutou e eliminou a Ponte Preta com dois empates: 1×1 e 2×2.

Nos últimos minutos a camisa pesou na arbitragem do Heber Roberto Lopes.

Na dúvida muitos árbitros decidem a favor dos grandes.

A repercussão do erro contra o pequeno é pequena.

 

 

Corinthians com cara de Angel

Leia o post original por Antero Greco

Não tinha um Rivelino, nem um Carlinhos. Um Sócrates ou um Zico.

Nem mesmo um Silva Batuta, que defendeu os dois escudos gloriosos. Mas foi um Corinthians e Flamengo dos bons, neste domingo, em Itaquera. Afinal juntou 33 mil torcedores e os dois times brigavam para chegar às primeiras colocações do Brasileiro: no fim, só os corintianos vão lembrar desse jogo para sempre, como nos velhos tempos. Vitória por 4 a 0, com apresentação inesquecível de Angel Romero.

“Agora estou tendo a chance de jogar”, disse o camisa 11 a quem quisesse ouvi-lo. E todos queriam, pois fez dois gols e deu a assistência para Guilherme.

Na partida anterior, ele já tinha se queixado educadamente do “professor” Tite. Quando lhe perguntaram por que estava se destacando tanto, explicou que Cristóvão Borges confia nele e que conversou querendo saber onde se sentia melhor: “Na direita, bem aberto”, respondeu.

E pelo jeito vai ganhar de vez o respeito da Fiel – é o artilheiro do time no ano e tem 4 gols no campeonato.

Mas é preciso explicar que o Flamengo foi melhor no primeiro tempo, quando Cássio fez duas defesas notáveis e Éderson ainda acertou a trave, com o goleiro corintiano já batido. Quando a bola sobrou para Alan Patrick, ele conseguiu desperdiçar a grande chance que aconteceu aos 30 minutos do primeiro tempo.

A outra grande oportunidade flamenguista ocorreu já no segundo tempo, em um chute de Willian Arão, que obrigou Cássio a nova defesa. Pronto: aí o Rubro-negro parou de mostrar força. Começava o show corintiano comandado pelo paraguaio Angel Romero.

Escanteio para o Corinthians, em jogada contestada na origem (falta inexistente): Balbuena quase marca e no rebote Romero faz 1 a 0, aos 13 minutos. Dezesseis minutos depois, Romero esteve perto de marcar o segundo.

O primeiro gol desestabilizou o Flamengo. Que também lamentou a expulsão do técnico Zé Ricardo, por ter reclamado – com razão – de falta forte de Fagner sobre Ederson e ignorada por Heber Roberto Lopes. Nem advertiu o corintiano. Ederson não chegou ao fim do jogo e a saída dele também se refletiu no desempenho do time carioca.

De volta ao jogo. Aos 33 minutos, Romero escapou em contra-ataque e deu um passe perfeito para Guilherme ampliar. Logo depois, Rildo fez o terceiro. E, quase no encerramento, Romero recebeu passe milimétrico de Rodriguinho e fez o quarto gol.

O Corinthians alcança os mesmos 25 pontos que o Palmeiras, que segue na liderança e joga nesta segunda-feira contra o Sport, em Recife. O Corinthians com cara de Angel chegou para brigar.

(Com participação de Roberto Salim.)

Após erro, São Paulo pede para Heber Roberto Lopes não apitar seus jogos

Leia o post original por Perrone

Carlos Miguel Aidar enviou nesta quinta-feira e-mail para a CBF pedindo para que Heber Roberto Lopes não apite mais jogos do São Paulo. O dirigente reclamou de o juiz validar gol do Internacional apesar de Paulão estar impedido em lance crucial no empate em um gol entre as duas equipes nesta quarta.

“Sei que não adianta, não vai mudar o resultado. Mas mandei e-mail com um vídeo mostrando o erro. Não quero mais [Heber] nos nossos jogos. Ele já tinha prejudicado o São Paulo no Itaquerão, contra o Corinthians. É um árbitro que complica muito o jogo”, afirmou o presidente são-paulino ao blog.

Pelo que vamos lutar

Leia o post original por JC

Hoje o Vasco faz de Brasília sua casa para faturar uns cobres e se tudo der certo, três pontos sobre o Corinthians. Mesmo com ingressos pra lá de salgados, creio que o Mané Garrincha estará cheio, já que a torcida cruzmaltina é enorme no Distrito Federal. E isso será importante, já que o time precisará mesmo de apoio. Isso porque nosso adversário é – e tem sido há um bom tempo – uma pedra na chuteira vascaína.

E o momento dos marsupiais, invictos desde a sétima rodada, deixa bem claro como teremos dificuldades logo mais. Em um jogo como esse, até a Copa do Brasil deve ter reflexos: depois de perderem para o Luverdense, certamente eles vão querer dar uma satisfação para sua torcida dentro de campo.

Cabe ao Vasco impedir isso. Bom para nós que nosso adversário não anda num momento muito favorável para marcar gols. Até o momento, o Corinthians tem apenas o 5º pior ataque da competição e é 3º time que menos finalizou no Brasileiro. Mesmo que o Dorival tenha dado sua colaboração para mudar isso barrando o Jomar e escalando o Cris, se o Vasco conseguir fechar bem os espaços no meio de campo e cobrir as laterais, podemos sair com nosso placar zerado do jogo.

Aí vem o outro lado da questão. Para vencer, precisamos fazer gols e se nosso ataque não tem números tão fracos quanto o dos nosso adversário, defensivamente os gambás podem tirar onda. Com seis gols sofridos em 15 partidas, o Corinthians tem a melhor defesa do Brasileirão com sobras. A presença de Juninho, com sua inteligência e as bolas paradas, é o nosso principal trunfo para superar o sistema defensivo montado por Tite. Fagner e Eder Luis, se finalmente voltarem a apresentar o futebol de 2011, também podem nos levar aos gols. E a boa fase do André também nos dá alguma esperança de balançar as redes alvinegras.

Depois da derrota para o Grêmio, a partida de hoje será mais uma daquelas que mostrarão para que viemos nesse Brasileirão. Uma boa atuação e a vitória nos deixará mais perto do grupo que realmente disputa ao menos uma vaga na Libertadores; outro resultado negativo nos afastará do G4 e, pior, fará com que o pelotão de baixo da tabela diminua sua distância de nós. É a hora do Vasco decidir pelo que lutará na competição.

Update: falei no Eder Luis, mas nem que volte a apresentar seu melhor futebol ele poderá ajudar o Vasco hoje: assim que publiquei o post, vi a notícia de que ele foi emprestado ao Al Nasr. Opções no elenco para substituí-lo é o que  não faltam, mas parece que a diretoria esperou o Chico Bento dar uma melhorada para resolver negociá-lo. 

VASCO X CORINTHIANS
Diogo Silva, Fagner, Cris, Rafael Vaz e Yotun; Abuda, Wendel, Pedro Ken e Juninho; Eder Luis e André.Cássio; Edenilson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Ibson; Danilo, Douglas e Emerson; Paolo Guerrero.
Técnico: Dorival Jr.Técnico: Tite.
Estádio: Mané Garrincha. Data: 25/08/2013. Horário: 16h. Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC). Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcelo Bertanha Barison (RS).
As Redes Globo (SP, Sul e Costa Verde (RJ), MG (menos Grande Minas e Vales), GO, MT, MS, CE, SE, MA (menos Balsas), TO e Região Sul) e Bandeirantes (SP e parte da rede) transmitem o jogo ao vivo. O Canal Premiere exibe para todo o Brasil, pelo sistema pay-per-view.
O GLOBOESPORTE.COM acompanha o confronto em Tempo Real, com vídeos.

***

Não costumo falar sobre arbitragem, principalmente antes dos jogos rolarem. Mas quando o juiz é o sr. Heber Roberto Lopes, ainda mais contra quem vamos jogar hoje, fica impossível não comentar. O Vasco que fique de olhos bem abertos: o pouca-telha já nos garfou clamorosamente nesse brasileiro e contra um time que nem de longe tem o apoio oficial que os gambás têm. Nos escanteios, mão nas costas e se tiver que fazer falta, que seja bem longe da área. Eu até recomendaria ao Rafael Vaz e ao Yotun não fazerem muitas faltas, já que estão pendurados, mas nem adianta. Tenho CERTEZA que os dois levarão amarelos cirúrgicos do juizão e nos desfalcarão na próxima partida.

***

Quem quiser ler mais a respeito dos temas desse post podem visitar a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e acessar os links das matérias que tratam desses assuntos. O link também está no meu twitter: @jc_CRVG. Também escrevi uma nova coluna, que já está no ar, no site Ao Vasco Tudo!

Dirigente do Atlético Mineiro não gostou do árbitro indicado para o jogo com o Flamengo

Leia o post original por Quartarollo

maluf

malufAtlético Mineiro enfrenta o Flamengo nesta quarta-feira em jogo atrasado do Campeonato Brasileiro que não foi realizado na décima quarta rodada porque o gramado do Engenhão estava muito ruim. Agora que não está nem um pouco melhor, mas já se … Continuar lendo