Arquivo da categoria: Inter de Milão

Para ELE voltar ao Brasil precisa tirar a MÁSCARA!

Leia o post original por Craque Neto

Sempre fui um dos maiores defensores do menino Gabriel Barbosa. Ele começou com tudo na base do Santos e iniciou no profissional com muita competência. Estreou no time da Baixada com apenas 16 anos e em pouco tempo já tinha mais de 100 jogos e muitos gols pelo Peixe. Despertou rapidamente o interesse de muitos clubes grandes de fora do País. Não foi à toa que a Inter de Milão despejou um caminhão de dinheiro para contratá-lo. Só que verdade seja dita: sempre foi meio ‘perninha’. Mascarado mesmo! Mal chegou na Itália e teve a coragem de se recusar a […]

O post Para ELE voltar ao Brasil precisa tirar a MÁSCARA! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Corinthians tem interesse em Felipe Melo, mas está atrás do Palmeiras

Leia o post original por Perrone

O Corinthians é mais um clube interessado em Felipe Melo, que mantém conversas avançadas com o Palmeiras e também é pretendido por São Paulo e Flamengo.

Como o alvinegro planeja dar mais espaço aos jovens em 2017, o ex-jogador da seleção brasileira é visto como um possível líder da nova equipe alvinegra.

Apesar do desejo de contar com o volante, o Corinthians ainda não apresentou proposta, o que o deixa em desvantagem em relação ao rival alviverde.

O fato de Andrés Sanchez ter convivido com Melo em 2010 como diretor de seleções da CBF na Copa da África do Sul é uma das apostas dos corintianos para tentar reverter a vantagem do Palmeiras.

Mas não será fácil para o alvinegro competir com o alviverde, que até agora é quem acenou com mais dinheiro para o meio-campista.

Nesse cenário, o Corinthians teria que correr contra o tempo e demonstrar fôlego financeiro para atrapalhar a negociação palmeirense.

Também será preciso negociar com a Inter de Milão, mas o clube italiano não parece disposto a dificultar a saída do brasileiro. Deixar de pagar o salário de Melo, que não está entre as principais opções da equipe, já seria vantajoso para os italianos.

Em carta, Santos admitiu dar prazo menor para Barça decidir sobre Gabigol

Leia o post original por Perrone

 

O blog teve acesso à carta que o Santos enviou no último dia 29 para o Barcelona avisando sobre a proposta da Internazionale de Milão pelo atacante Gabriel. No documento, assinado por três dirigentes, incluindo o presidente Modesto Roma Júnior, o clube brasileiro reconhece que deu menos tempo para o Barça decidir se igualava a oferta do que estabelecido em contrato firmado na venda de Neymar em 2013.

O comunicado gerou novo atrito entre as duas equipes. Ele começa com o Santos explicando que de acordo com o Contrato de Colaboração em Matéria de Futebol de Base e Reconhecimento de Direitos Sobre Jogadores, concede ao Bracelona a opção de preferência pela quantia de 29,5 milhões de euros à vista.

“De acordo com a referida parte 4 (do acordo), o Barcelona teria um período de três dias uteis para exercer sua preferência. Contudo, o Santos FC recebeu a oferta de um terceiro clube ontem, 28 de agosto, e, como o Barcelona está completamente ciente, qualquer transferência para a Europa precisa ser completada não depois de 31 de agosto. Numa situação tão urgente, nós gentilmente pedimos para o Barcelona se manifestar até o dia 30 às 5h (no horário de Santos) ou 10h (no horário de Barcelona). Por favor, apesar de o Santos estar ansioso por receber sua pronta resposta para essa carta, no caso de nenhuma resposta ser recebida até o prazo fixado acima, a falta de resposta será considerada renúncia aos direitos de preferência”, diz trecho do documento que dá um prazo menor do que estabelecido em contrato para o Barça se decidir.

Além disso, na data em que o Santos afirma ter recebido a oferta (a Inter não é citada na carta), Gabigol já tinha ido para Itália, feito exames médicos, tirado foto segurando a camisa da nova equipe e voltado para o Brasil para fazer sua despedida na Vila Belmiro justamente no dia em que o documento foi enviado ao Barça.

Os espanhóis usam esses fatos para alegar que seu direito de preferência não foi respeitado. Estudam uma ação na justiça para pedir de volta 3,2 milhões de euros que pagaram pela prioridade em três jogadores da base santista além de uma indenização. Eles responderam ao Santos no dia seguinte afirmando que precisavam conhecer detalhes da proposta para tomar uma decisão e aconselhando o clube brasileiro a não realizar a transferência para evitar que o acordo de preferência fosse ferido.

Por sua vez, o presidente do Santos disse ao blog que propostas oficiais só chegam após a realização do exame médico e que foi o caso em relação a Gabigol.

Abaixo leia na íntegra reprodução da carta em inglês.

Reprodução

Venda de Gabigol gera novo atrito entre Barcelona e Santos

Leia o post original por Perrone

A venda do atacante Gabriel para a Internazionale de Milão colocou novamente Santos e Barcelona em rota de colisão. O problema acontece porque o clube espanhol entende que não foi respeitado de maneira adequada o seu direito de igualar propostas por Gabigol.

Na última segunda-feira, um dia depois de o jogador se despedir da torcida na Vila Belmiro após ter retornado da Itália, onde fez exames médicos a pedido da Inter, o Barcelona recebeu um comunicado do Santos sobre a negociação. A mensagem dizia que a equipe italiana havia feito uma oferta que totalizava gastos de 29,9 milhões de euros, mas não detalhava como esses valores seriam empregados. No documento, o clube paulista também pediu uma resposta com urgência pois na quarta-feira seguinte se encerraria a janela de transferências para a Europa.

O Barça enviou sua resposta um dia depois, na terça, afirmando que para decidir se exerceria sua preferência precisaria conhecer detalhes da proposta italiana para saber, por exemplo, exatamente quanto custariam os direitos econômicos do jogador. Os espanhóis também lembraram que por contratato tinham três dias após serem comunicados da oferta para tomar uma decisão. Sendo assim, sugeriram que o Santos não realizasse a venda para não atropelar seu direito. A janela se fecharia um dia antes de acabar o prazo para a resposta catalã.

Ao blog, Modesto Roma Júnior, presidente do Santos, afirmou que a proposta oficial da Inter só chegou no último domingo, por isso o Barcelona foi avisado na segunda-feira.

Questionado sobre qual o motivo para Gabigol ter viajado na quinta, 25 de agosto, para a Itália, se o Santos ainda não tinha em mãos a oferta oficial da Inter, Modesto disse que “as propostas oficiais só chegam depois que o jogador faz o exame médico.”

 Irritada com a situação, a diretoria do Barcelona estuda entrar na Justiça para pedir de volta os 3,2 milhões de euros que pagou quando comprou Neymar para ter a prioridade em futuras negociações envolvendo Gabigol, Victor Andrade e Giva. Os catalães também analisam se podem pedir uma indenização. Victor e Giva deixaram o Santos sem despertar o interesse do Barça. Para engrossar sua argumentação, o Barcelona pretende usar o fato de Gabigol ter viajado para Itália e posado segurando uma camisa da Inter e ter se despedido da torcida santista antes de os espanhóis serem avisados.

“O Barcelona que faça o que quiser. Não se esqueça que eles entenderam que não deviam pagar para o Santos 2 milhões de euros previstos em contrato”, disse Modesto. O dirigente se referiu ao bônus que seu clube tinha direito pela indicação de Neymar entre os três jogadores que disputariam o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa.

Em dezembro do ano passado, o Barça enviou carta ao Santos dizendo que não pagaria essa quantia porque a atual diretoria santista contesta na Fifa os valores pagos pelos espanhóis na negociação por Neymar. Assim, entendiam que o time brasileiro não poderia reivindicar um valor previsto em acordo que ele não considera legítimo.

Ao responder sobre a situação de Gabigol, a direção do Barcelona aproveitou para cutucar o Santos se dizendo satisfeita com o fato de o clube brasileiro reconhecer o contrato firmado na venda de Neymar, uma vez que admitiu a preferência dada ao Barça em relação a Gabriel.

Estafe de Gabigol teme que Europa afete desempenho dele na Rio-2016

Leia o post original por Perrone

O estafe do atacante Gabriel do Santos avalia que se ele acertar agora a ida para o futebol europeu seu desempenho na Rio-2016 pode ser afetado. Esse é o motivo da decisão de deixar para depois da Olimpíada a definição sobre o futuro do jogador, segundo o empresário Wagner Ribeiro.

“Não estou passando nada das propostas para o Gabigol.  Concentro tudo e só depois dos Jogos Olímpicos vamos conversar para ele decidir porque não queremos que o rendimento dele seja afetado. Existe o risco de uma transferência prejudicar o desempenho”, afirmou Ribeiro ao blog.

O posicionamento é diferente do adotado pelo palmeirense Gabriel Jesus, que disputa a Olimpíada do Rio já negociado com o Manchester City e tem jogado menos do que sabe.

Para a diretoria do Santos, porém, outro motivo para o estafe de Gabigol não ter pressa é a expectativa de novas ofertas aparecerem.

Ribeiro afirma ter propostas oficiais de Juventus de Turim, Inter de Milão, Atlético de Madri e Leicester, atual campeão inglês, mas Modesto Roma Júnior, presidente do alvinegro, só confirma ter recebido as ofertas italianas.

Santos não tem pressa com Gabigol por esperar oferta inglesa

Leia o post original por Perrone

O Santos não tem pressa para resolver a situação do atacante Gabriel porque espera uma proposta da Inglaterra. Empresários que não são ligados ao atacante avisaram ao clube que estão tentando colocar o jogador no futebol inglês. Existe a expectativa de que o Leicester apresente uma proposta oficial.

Nesse cenário, Modesto Roma Júnior, presidente santista, não pressiona Gabigol a responder se aceita a uma das duas propostas italianas feitas por Inter de Milão e Juventus de Turim. A demora dá mais tempo para chegar uma eventual oferta inglesa. Como o atacante não demonstra pressa, a avaliação santista é de que ele também aguarda algo dos ingleses.

A situação do Santos é confortável porque os dois clubes que oficializaram interesse em Gabigol já chegaram a números que agradam à diretoria, desde que o atleta aceite deixar 18 milhões de euros nos cofres alvinegros. A Inter ofereceu 25 milhões de euros pelos 100% dos direitos econômicos do jogador, e a Juventus fez proposta de 20 milhões.

Santos e Gabriel têm uma fatia de 40% cada. Mas o alvinegro só é obrigado contratualmente a fechar negócio se ficar com 18 milhões de euros. O clube ainda briga na Justiça por outros 20% pertencentes a Doyen Sports.

 

Inter de Milão mira Arana para emprestar ao Bologna. Corinthians tem 40%

Leia o post original por Perrone

A Inter de Milão está interessada em pagar 4 milhões de euros por Guilherme Arana, reserva no Corinthians, e emprestar o jogador para o Bologna, a fim de dar mais rodagem a ele.

A expectativa de empresários que participam do negócio é de que uma proposta oficial seja enviada nesta semana ao clube brasileiro.

Se ela chegar, o alvinegro ficará com 2,4 milhões de euros, caso o negócio seja concretizado por 4 milhões de euros. O clube tem apenas 40% dos direitos econômicos do jogador. Os outros 60% pertencem a Elenko Sports, que tem como um de seus sócios Fernando Garcia, irmão do ex-candidato à presidência do clube Paulo Garcia.

A grande quantidade de atletas ligados a ele no Parque São Jorge gera críticas de conselheiros até da situação. Malcom, Lucca, Matheus Pereira, Uendel,Walter e Marlone estão entre os atletas da carteira de Garcia.

O empresário se afastou do Conselho Deliberativo depois de diversas queixas de seus colegas. Isso porque o estatuto corintiano proíbe conselheiros de fazerem negócios com o clube.

Nunca é demais lembrar que hoje a Fifa proíbe empresários e empresas de adquirirem direitos econômicos de jogadores.

Luiz Gustavo pode trocar Bayern por Inter

Leia o post original por Neto

Durante o programa ‘Os Donos da Bola’ da Band, nesta quinta-feira, dei a notícia que o volante Luiz Gustavo, destaque da Seleção Brasileira na conquista da Copa das Confederações, estaria trocando o poderoso Bayern de Munique por outra potência do futebol europeu: a Inter de Milão. Isso mesmo! Ele seria opção para o veterano argentino Cambiasso, que já está mais pra lá do que pra cá. Pouco conhecido no Brasil até pouco tempo atrás, ele ganhou destaque mesmo na Alemanha, onde conquistou praticamente tudo o que podia com o Bayern. No título da Seleção estourou de vez. A negociação está rolando e os valores ainda não foram divulgados. É esperar para ver no que vai dar. Particularmente acho uma boa para ele. Vai ter oportunidades de jogar mais.

 

Mídia espanhola coloca Kaká próximo do Corinthians!!! Com a saída iminente de Paulinho, a contratação do armador pode resolver os problemas do Timão? E o torcedor são-paulino aceita ver o ídolo no rival???

Leia o post original por Milton Neves

O Corinthians, definitivamente, pensa grande.

Depois de trazer Ronaldo e Alexandre Pato, o Timão prepara uma proposta por Kaká.

Sim, o queridinho do Tricolor pode desembarcar no Parque São Jorge.

Até então, o maior empecilho é financeiro: o Real Madrid acredita que o atleta ainda está valorizado e o salário do ex-são-paulino, cerca de R$ 15 milhões anuais, assusta.

Em contrapartida, Paulinho está cada dia mais longe do Corinthians.

Especulado em todos os jornais e times grandes da Itália, o volante dificilmente permanecerá no Brasil.

Claro que são posições diferentes, mas Kaká poderia assumir o papel de “fator desequilíbrio” no time de Tite?

E o são-paulino, o que acha do ídolo no Timão?

Opine!!!

No alvo dos gigantes europeus, Neymar e Paulinho devem deixar Santos e Corinthians! Quem fará mais falta e qual deles vai se adaptar mais rápido ao futebol do Velho Continente???

Leia o post original por Milton Neves

Neymar ou Paulinho, quem fará mais falta?

O astro da Vila não resistirá às investidas europeias e deve ir embora para Barcelona, Real Madrid ou Bayern, que corre por fora.

Já o volante-sensação do Timão é amor antigo da Internazionale de Milão.

Mas pintou um súbito interesse do Shakhtar Donetsk, os carvoeiros do Leste Europeu montados na grana.

Para o santista, jogar na elite do futebol espanhol será fundamental para o desenvolvimento.

Já o camisa oito do Corinthians pode sofrer com a transferência e “se esconder” aos olhos do futebol internacional.

E para quem fica, o que será pior: perder Neymar ou Paulinho?

O Peixe, claro, é dependente das genialidades do “Pelézinho”.

Como qualquer time seria.

Mas é fato consumado que o Timão também sofrerá sem o “carregador de piano” do meio-campo.

E para você, amigo intenauta, quem fará mais falta?

E qual deles vai se acostumar mais rápido ao futebol europeu?

Opine!