Arquivo da categoria: líder

Desempenho é o que mais preocupa no Corinthians

Leia o post original por Flavio Prado

Os resultados ruins e a diminuição da vantagem na liderança do campeonato preocupam o Corinthians, mas o pior sinal é o baixo desempenho.

O time caiu muito em alguns aspectos, piorou na bola parada defensiva, está mais lento na mudança de postura quando recupera ou perde a bola e individualmente alguns jogadores caíram bastante, principalmente Jádson, Rodriguinho e Arana.

Um vantagem de 6 pontos com 24 em disputa ainda é muito boa, o time pode melhorar tecnicamente e mentalmente, mas o sinal de alerta deve estar ligado.

Corinthians tranquilo

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O primeiro turno do Corinthians é histórico. Time invicto e 47 pontos ganhos em 19 rodadas. Foram 15 vitórias e 4 empates.

No ano passado, o Palmeiras fechou o turno na liderança com 36 pontos. A diferença é de 12 pontos em relação ao líder de 2017.

O Corinthians venceu com facilidade o Sport, que briga por vaga na Libertadores. O time de Carille sofre pouco na defesa, o posicionamento defensivo é quase perfeito, pouco espaço entre as linhas e os jogadores. No primeiro tempo contra os pernambucanos, o Corinthians não fez nenhuma falta e mesmo assim não deixou o adversário jogar.

Normalmente, o campeão no Brasileiro por pontos corridos faz um pouco mais de 70 pontos. O Corinthians já está perto dos 50, ou seja no segundo turno vai precisar de um pouco mais da metade dos pontos que fez no primeiro turno para ficar com o título. Pelo desempenho, pela matemática e por todas as circunstâncias, é muito improvável que alguém ameace o título do Corinthians.

Irritante Corinthians

Leia o post original por Rica Perrone

Não é bonito, não se propõe a isso, passa longe de estar na lista dos memoráveis times do Brasil. Mas o que este Corinthians faz como ninguém é irritar os adversários. Seja pela arrancada quase inacreditável, seja pelos 30 jogos sem perder. Talvez pelos gols contra, apenas 7. Talvez pelo título estadual improvável e a …

Líder perdeu pontos

Leia o post original por Flavio Prado

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Corinthians empatou com o Atlético-PR em casa. A campanha continua excelente, agora são 11 vitórias e 3 empates e ainda uma vantagem confortável na liderança.

Agora é o momento de manter a calma, nem sempre o resultado vem e isso deve ser encarado como natural.

No jogo, Fágner e Maycon foram destaques. O Corinthians mostra algumas movimentações interessantes, os laterais atacam por dentro, isso confunde a marcação do adversário e os jogadores do meio entram na área, aproveitando os espaços deixados por Jô que é um ótimo pivô.

O Atlético mostrou bom futebol. Saiu na frente em jogada individual de Jonathan, o Corinthians teve calma e buscou a virada com 2 gols do artilheiro Jô, quando o jogo parecia resolvido, o Atlético conseguiu o empate em chute de longe de Otávio, desviado por Balbuena.

O Corinthians segue forte e consistente. No campeonato até aqui aliou a força tática com a psicológica, o time é muito forte mentalmente e não acredito que o empate abale o time nas próximas rodadas.

Corinthians segue líder

Leia o post original por Flavio Prado

(Foto: Djalma Vassao/Gazeta Press)

Mais uma vitória do líder Corinthians em Itaquera. O Bahia é um time bem organizado, surpreendeu o Corinthians nos primeiros minutos com marcação adiantada e deu trabalho para Cássio, mas não é fácil jogar contra o time de Carille.

O Corinthians mesmo quando não está bem não sofre muito e tem força e organização para estabilizar e se acertar no jogo.

O time evoluiu com posse de bola, as triangulações pelo lado são muito bem feitas, o Corinthians tem a melhor dupla de laterais do Brasil. Fágner e Arana contam com o apoio e a aproximação de Romero, Maycon, Rodriguinho e Jádson nas tabelas.

Ainda é cedo para falar em título ou final antecipada contra o Grêmio, mas não imagino uma queda grande do Corinthians. O time é muito regular, sofre poucos gols e consequentemente perde pouco.

Não esperem nada do Palmeiras

Leia o post original por Rica Perrone

O palmeirense sonha com o título que há muito não vem. Mas o restante do país espera do Palmeiras muito mais do que isso. Toda semana há uma torcida enorme (porque soma a maior do país nela) secando e esperando a hora que o Verdão vai tropeçar. “Tem que acontecer”. “Ninguém ganha todas”. E bradam …

Palmeiras abre distância

Leia o post original por Flavio Prado

gabriejesusO Palmeiras abriu 3 pontos de vantagem em relação ao Flamengo e 5 pontos em cima do Atlético-MG. O campeonato está muito apertado na disputa entre os 3 primeiros colocados, qualquer vantagem é fundamental.

Em alguns momentos de sua história recente, o Palmeiras tropeçou em pequenos, neste campeonato o time está firme, normalmente leva vantagem contra os times da parte debaixo da tabela. Vencer os pequenos é fundamental nos pontos corridos, entre os grandes, um tira ponto do outro e as coisas se equilibram.

Outro ponto importante neste sistema é o elenco e neste quesito o Palmeiras leva vantagem em relação aos rivais.

Os times de Cuca são muito intensos. Atacam bastante, usam a velocidade, bolas aéreas, procura pressionar os adversários. Na defesa, o treinador opta pela marcação individual, raro no futebol atual, muitas vezes funciona, mas em alguns casos deixa buracos. De qualquer forma é um Palmeiras forte e bem treinado e que mostra força para conquistar o Brasileiro.

Mais uma vitória do líder

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press
Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

O Palmeiras fez sua parte em casa e venceu o ameaçado Coritiba. Ao contrário de campeonatos anteriores, o Palmeiras tem feito sua parte contra os times da parte debaixo da tabela e isso é fundamental nos pontos corridos.

Em um campeonato com esse formato, os pontos ganhos contra os piores da competição são fundamentais. Quem não tiver essa base de pontos conquistados não chega. Nos duelos entre os times de cima, um tira ponto do outro, os pontos acabam se dividindo.

Outro ponto importante é o elenco e o Palmeiras sobra neste quesito. Em alguns momentos, o time de Cuca é criticado e acusado de ter pouco repertório, acho injusto. O time teve momentos em que abusou do jogo aéreo, como no segundo tempo contra o Flamengo que tinha dez jogadores. Mas em muitos jogos o Palmeiras mostrou opções diferentes de jogo.

O elenco dá opções ao técnico Cuca, mas três jogadores são fundamentais e de difícil reposição, Tchê-Tchê, Moisés e Gabriel Jesus. Os dois jogadores de meio-campo se complementam e dão dinâmica a equipe. Moisés segura um pouco mais a bola, tem força para chegar na frente e infiltrar sem a bola, Tchê-Tchê se movimenta muito, desarma, tem bom passe, ocupa espaços e tem velocidade, além disso é versátil, pode ser lateral-direito, pode jogar como primeiro homem de meio atrás de dois meias, pode ser um meia pela direita ou esquerda e pode jogar aberto em um 4-2-3-1. Gabriel Jesus é o diferencial, artilheiro, é o jogador que desequilibra, que faz o inesperado, joga pelo lado, principalmente pela esquerda e tem ido muito bem como centroavante, pode ser ainda mais letal, ainda perde mais oportunidades do que deveria, mas tem tudo para crescer muito neste quesito.