Arquivo da categoria: Majestoso

São Paulo falha, deixa vitória escapar e perde a cabeça. Será que Ceni está pronto para ser técnico?

Leia o post original por Milton Neves

Tudo caminhava para mais uma partida sem graça, fraca.

O São Paulo ditava o ritmo do duelo, mas nada de esplêndido.

Após o gol de Maicon, o Tricolor passou a dominar o Majestoso.

Porém, outra vez a zaga são-paulina falhou e o que parecia fácil, se complicou.

Estava no “papo” a vitória, mas agora ficou evidente de que Rogério Ceni perdeu o tato sobre como posicionar uma defesa.

É difícil entender, como ele, por ter jogado anos observando de perto os zagueiros, não possa por fim nesta deficiência.

Demorou aceitar que para goleiro, o melhor seria preservar o bom Denis e escalar o promissor Renan Ribeiro, já que Sidão chegou e não emplacou.

E se lá atrás as coisas foram mal, o ataque, que estava sendo tão elogiado, passou o clássico em branco.

Foi o suficiente para deixar insatisfeito o torcedor tricolor.

Já são cinco jogos sem vitória e o São Paulo não engrena! Isso prova que o time não tem um padrão, é frágil.

Será que Ceni está realmente preparado para o cargo de treinador?

OPINE!!!

O Timão está com medo do São Paulo de Rogério Ceni?

Leia o post original por Milton Neves

É, meus amigos, o poderoso ataque montado por Rogério Ceni no São Paulo já está deixando os rivais bem preocupados.

E o primeiro time a demonstrar receio para enfrentar o Tricolor-2017 foi o… Corinthians!

Afinal, o Timão bem que poderia ter concordado com a mudança da data do Majestoso, marcado para o dia 26 de março, quando a equipe do Morumbi não poderá contar com alguns de seus principais jogadores, que estarão servindo as suas seleções.

“A gente nunca vai esperar um ato de fair play dentro do futebol brasileiro. Ainda mais de rivais nacionais. Normal, porque nós da Sul-América não tivemos a naturalidade suficiente para ter certas atitudes de grandeza. Isso demonstra o respeito que o São Paulo já ganhou, sabendo que os rivais querem aproveitar para jogar contra nós”, cutucou o zagueiro Lugano.

Mas e você, amigo internauta, o que achou da atitude do Timão?

Fez bem ao defender os seus interesses?

Ou apenas demonstrou estar com medo do Tricolor?

Opine!

Timão é goleado pelo “combalido” São Paulo e Fla vacila feio! Verdão campeão?

Leia o post original por Milton Neves

O Majestoso tinha tudo para ser “fraquinho fraquinho”, pois São Paulo e Corinthians vivem uma realidade péssima se comparada a de outros tempos.

Mas se tratando dessas duas equipes, pode-se esperar qualquer coisa. Inclusive, uma inesperada goleada são-paulina.

Ou você acreditava em uma vitória do Tricolor? Não ganhou nem do América-MG!

Pressionado e precisando urgente dos três pontos para afastar o fantasma do rebaixamento, o São Paulo dominou o Alvinegro. Podem acreditar!

Ainda no agitado e bom primeiro tempo, o “juizão” assinalou falta dentro da área de Fagner em Kelvin.

Eu que amo o Corinthians, infelizmente, não pude discordar do árbitro. Pênalti claríssimo!

Cueva, disparado o melhor em campo, “judiou” do goleiro Cássio ao fazer a cobrança em grande estilo, de “cavadinha”.

Ainda houve tempo para os gols da ótimo garoto David Neres, Chavéz e Luiz Araújo.

A bem da verdade, o Timão não está lá essas coisas, né? Tá meio “requenguela”!

Que triste, hein, Corinthians?

Perdido durante os 90 minutos, deixou o Morumbi desnorteado. Que fase!

“Vacilada rubro-negra feia” no Flamengo 0 x 0 Botafogo (às 17 horas)

Vai entender o Flamengo, hein?

Interessado unicamente na vitória, o Rubro-Negro fez o que era esperado, partiu pra cima e dominou o Botafogo. Mas as chances de gol foram raras!

No primeiro tempo, por exemplo, que por sinal fraquíssimo, Sidão trabalhou apenas em uma oportunidade.

Desse jeito, era melhor entregar logo de uma vez a taça ao Palmeiras.

Ao menos o Verdão tem sorte de campeão e sai vitorioso de quando joga mal, não é mesmo?

Na verdade, eu esperava mais do clássico carioca, principalmente que ele melhorasse na segunda etapa.

Mas não foi isso o que nós vimos.

Então, preferi acreditar que o empate “mixuruca” no Maracanã foi fruto da qualidade dos times, não pelo medo de arriscar a ganhar e acabar perdendo.

Com o resultado sem gols, a situação flamenguista voltou a piorar e o sonho do título, “vish”, pode esquecer!

Já é a quarta partida sem vitória do Fla.

Agora, quem vai entrar na briga pela taça contra o Palmeiras vai ser o Peixe e o Galo.

OPINE!!!

Corinthians 6 x 1 São Paulo

Leia o post original por Mauro Beting

Não sei se vocês sabem, mas Steven Spielberg foi contratado pelo Corinthians para fazer o roteiro do jogo das faixas e da festa do hexa em Itaquera.

Em um esforço de reportagem, consegui o roteiro do filme de ficção que ele criou. Realismo fantástico. Só no cinema mesmo…

ARENA CORINTHIANS. DOMINGO. TARDE.

Time reserva alvinegro. Tite mostra empenho. São Paulo quase titular precisa da vitória. O G-4 é possível. Tensão tricolor. Clima de festa do campeão que veio de dois dias de celebração para o gramado em Itaquera.

ARQUIBANCADA CORINTIANA

Torcedores do Corinthians comentam entre si.

FIEL 1: – Romero? O Tite é um cara muito legal mesmo. Bota o Romero de centroavante só para dar a volta olímpica.

FIEL 2: – Eu acho que é promoção de sócio-torcedor para ele estar em campo.

GRAMADO. ÁREA DO SÃO PAULO. TAKE 1

Jogo equilibrado. Corinthians sem Gil, Jadson, Renato Augusto, Malcom, Vagner Love. São Paulo sem Ceni, Pato e Ganso. Felipe cabeceia. Denis faz mais uma grande defesa. Bruno Henrique entra de carrinho. 1 a 0.

ARQUIBANCADA SÃO-PAULINA

TRICOLOR 1: – Não é possível! É muita zica contra eles!

TRICOLOR 2: – Põe o Luís Fabiano! Tira o Wesley!

GRAMADO. ÁREA DO SÃO PAULO. TAKE 2

Corintianos fazem festa. Lucca bate escanteio. Lucão não chega. Romero faz de cabeça. 2 a 0.

ARQUIBANCADA CORINTIANA

FIEL 1: – Car@#h&! GOL DO ROMERO!!!!! PQP!!!!

FIEL 2: – Eles são muito fregueses!

GRAMADO. ÁREA DO SÃO PAULO. TAKE 3

Cruzamento da esquerda. Edu Dracena cabeceia. Denis larga. Edu entra de carrinho. 3 a 0.

ARQUIBANCADA SÃO-PAULINA

TRICOLOR 1: – FORA AIDAR!!!!

TRICOLOR 2: – Ele já foi… Nós também…

SEGUNDO TEMPO. GRAMADO. ÁREA DO SÃO PAULO. TAKE 4.

São Paulo melhorou com as mudanças. Contragolpe corintiano. Danilo dá de letra. Lucca toca na saída de Denis. 4 a 0.

ARQUIBANCADA CORINTIANA

FIEL 1: – PQP! E com os reservas! E com o Romero!!! Mas que golaço! Zidanilo!!!!

FIEL 2: – Quanto foi a maior goleada contra eles?

GRAMADO. ÁREA DO SÃO PAULO. TAKE 5

Ataque do Corinthians. Bola cruzada na área. Gol contra de Hudson. 5 a 0.

ARQUIBANCADA SÃO-PAULINA

TRICOLOR 1: – Quanto foi a maior goleada deles contra a gente?

TRICOLOR 2: – Essa. Igual a de 1996. E a de 2011. Mas eles tinham os titulares… Não os reservas…

GRAMADO. ÁREA DO CORINTHIANS

Alan Kardec cruza da direita. Carlinhos diminui. 5 a 1.

ARQUIBANCADA CORINTIANA

FIEL 1: – Vai, Corinthians! E vai com Lincom!?

FIEL 2: – Vai, Cristian. Vai pra área. E se fizer um gol, já sabe como celebrar!

GRAMADO. ÁREA DO SÃO PAULO. TAKE 6.

Pênalti em Romero. Cristian toma a bola e faz. 6 a 1. A maior goleada da história corintiana no Majestoso. Igual ao maior resultado são-paulino, de 1933.

FIEL 1: – Ele fez o dedo! Ele fez o dedo!!!!

FIEL 2: – Mas foi só o indicador. Isso é respeito. Aqui ninguém fez bolinha. Passou o pé sobre a bola. Aqui é Corinthians.

FIEL 1: – Isso é Tite. Olê, olê, olê, Titê, Titê!!!

FIEL 2: -E fica mais fácil sem Sheik, Jorge Henrique, Edilson. Vai, Corinthians!!!! E imagina se o Rogério estivesse em campo? Sairia o centésimo gol nosso nele!

GRAMADO. ÁREA DO CORINTHIANS.

Pênalti para o São Paulo. Alan Kardec bate rasteiro. Cássio defende.

TRICOLOR 1: – Chega! Fora Milton! Fora Doriva! Fora Osorio! Fora Muricy! Fora Autuori! Fora Ceni! Fora Juvenal! Fora Aidar! Fora Ataíde! Fora Natel! Fora Raí! Fora Telê! Fora Morumbi! Fora São Paulo! Fora Deus!

TRICOLOR 2: – Vergonha! Vergonha! Time sem-vergonha!!!

TRICOLOR 1: -Ferrou… Não tem mais Liberta…

Longo silêncio. Tricolor 2 checa a tabela e os próximos jogos no celular.

TRICOLOR 2: – Cara… A gente é tão zoado que mesmo pedindo para cair em 2015 a gente ainda pode ir pra Libertadores…

GRAMADO. MEIO-CAMPO

Juiz acaba clássico antes dos 45 minutos. Festa total dentro e fora de campo. Rubinho Barrichello chega atrasado para o abraço em Andrés Sanchez, que aparece em todos os telões. Ronaldo, fundamental na campanha, aparece em todos os cantos. Roberto Andrade, como Andrés em 2009, levanta a taça no lugar do capitão Ralf…

(Esse foi o roteiro escrito por Steven Spielberg e entregue ao marketing corintiano no final da tarde de sábado, em Itaquera.

Mas o pessoal do clube não resolveu levar adiante. Segundo uma fonte lá dentro, eles deixaram de lado a ideia de um filme. Ninguém iria ver uma ficção como essa.

– Deus já foi muito bom com a gente. 6 a 1 no São Paulo, e com os reservas, para celebrar o hexa? Não, né… Ninguém iria ver uma ficção dessa).

Uendel ou Taffarel? Montagens com o polêmico lance do Majestoso não param de “pipocar” nas redes sociais! Mas, afinal, foi ou não penalidade máxima para o São Paulo?

Leia o post original por Milton Neves

Afinal, a intervenção do lateral Uendel no último lance do Majestoso de domingo foi pênalti ou não?

Não se fala em outra coisa nas redes sociais…

Tanto que divertidas montagens estão “pipocando” na inernet.

A minha preferida é a que publiquei acima, em que o polêmico lance ganhou a marcante narração de Galvão Bueno.

Agora, veja e reveja o lance e deixe a sua opinião final sobre o assunto: você marcaria ou não a penalidade?

Opine!

Apito amigo impede que São Paulo vire o placar sobre o Corinthians no Majestoso! Palmeiras perde mais uma; mesmo com Guerrero, Fla é derrotado pela Ponte; e Galo fica no zero com o Goiás!

Leia o post original por Milton Neves

apito amigo corinthians

São Paulo 1 x 1 Corinthians

Que verdadeiro jogaço fizeram São Paulo e Corinthians no Morumbi.

Parecia até jogo de mata-mata (risos)…

No primeiro tempo, o Timão apostou na retranca contra a afobação são-paulina e acabou levando a melhor.

Em um belo contra-ataque armado pelo lateral Uendel, Luciano apareceu livre entre os perdidos zagueiros tricolores para abrir o placar.

Mas o Alvinegro só foi para os vestiários em vantagem porque Luis Fabiano levou muito azar.

O Fabuloso mandou nada menos do que DUAS bolas na trave na etapa inicial.

Mas logo no início do segundo tempo, o atacante deu uma bicuda na má sorte e empatou a partida, após enorme colaboração de Cássio.

Depois disso, o Corinthians seguiu retrancado, apostando em contra-ataques, enquanto o São Paulo pressionou demais em busca da vitória.

Enfim, a igualdade no placar só não foi justa por que o árbitro deixou de marcar pênalti claríssimo do corintiano Uendel, que meteu a mão na bola dentro da área já nos acréscimos da partida.

Ah, o bom e velho apito amigo corintiano nunca quer ficar de fora da festa, né?

Cruzeiro 2 x 1 Palmeiras

No jogo que marcou o reencontro de Marcelo Oliveira com o Cruzeiro, o time celeste acabou levando a melhor: 2 a 1 no Mineirão.

Os gols da partida foram marcados por Alisson e por Arrascaeta, pelo lado cruzeirense, e por Cristaldo, para o Verdão.

Este foi o segundo revés consecutivo da equipe palestrina, que se distanciou dos líderes.

Será que ainda dá para buscar o título?

Ponte Preta 1 x 0 Flamengo

Em Campinas, com Guerrero e tudo, o Flamengo caiu para a Ponte Preta: 1 a 0.

Com a derrota, o Rubro-Negro voltou a ficar muito próximo da zona de degola.

Será que nesse ano vai?

Goiás 0 x 0 Atlético-MG

No Serra Dourada, o líder Atlético-MG vacilou e ficou no empate diante do Goiás.

Mas, como não houve na rodada nenhuma vitória dos times que brigam pela ponta, o Galo segue com uma confortável vantagem na liderança.

Já podemos entregar a taça, né?

Às 11h…

Vasco 0 x 0 Joiville

A torcida cruzmaltina fez a sua parte, lotando o Maracanã.

Mas o time comandado por Celso Roth não correspondeu, e apenas empatou com o Joiville em 0 a 0.

A equipe carioca segue na vice-lanterna da competição, enquanto os catarinenses estão na 18º colocação.

Será que os rivais de hoje ainda têm chance de escapar da degola?

Atlético-PR 1 x 1 Sport

Na Arena da Baixada, a torcida do Sport ficou irada com a arbitragem.

Isso porque o time pernambucano vencia o Atlético-PR até os… 52 minutos da etapa complementar!

Ou seja, o Furacão empatou o jogo sete minutos depois do fim do tempo regulamentar!

Assim fica difícil, né?

Opine!

Timão “devora” o São Paulo contando com a força de seu técnico, de sua torcida e de seu inseparável… apito amigo! Galo tropeça no momento em que ainda pode se vacilar na Libertadores!

Leia o post original por Milton Neves

fregues

Corinthians 2 x 0 São Paulo

Como não poderia deixar de ser, um duelo quentíssimo entre Corinthians e São Paulo no Itaquerão.

Jogo que serviu para escancarar o quanto Tite evoluiu no período em que ficou afastado do futebol, enquanto o meu amigo Muricy, que burramente recusou a seleção em 2010, seu melhor momento, parece ter parado no tempo.

O treinador alvinegro “devorou” seu rival na Arena Corinthians, anulando completamente a equipe do São Paulo durante grande parte do jogo.

O primeiro gol da partida saiu no primeiro tempo, em belíssima finalização de Elias após passe milimétrico de Jadson.

No fim da primeira etapa, o Tricolor tentou sufocar o Timão, mas não conseguiu dar muito trabalho ao goleiro Cássio.

No segundo tempo, o Alvinegro conseguiu “cozinhar” o jogo, e ampliou o placar com Jadson, já na reta final do duelo, após ótimo contra-ataque puxado por Sheik.

Mas, vale lembrar: Emerson cometeu falta claríssima em Bruno no início do lance.

É claro que o inseparável apito amigo corintiano não poderia ficar de fora dessa festa, né?

Mas seria injusto creditar o trinfo alvinegro apenas ao erro da arbitragem.

Podemos dizer que o Timão venceu o Tricolor contando com a força de seu técnico, de seu torcedor e, claro, também de seu apito amigo.

E essa combinação pode muito bem render ao clube do Parque São Jorge o bi da Libertadores, viu?

Colo Colo 2 x 0 Atlético-MG

E o Galo Mais Lindo do Mundo, hein?

Perdeu, é verdade.

Mas tropeçou no momento em que ainda se pode vacilar na Libertadores.

Uma derrota completamente normal para os chilenos do Colo Colo, pelo placar de 2 a 0.

E o primeiro gol do time da casa saiu em enorme falha de Victor.

Mas acho que o arqueiro tem um “pouquinho” de crédito com a torcida do Galo, né?

Bola para frente, atleticanos, porque a tendência é melhorar!

Outros resultados pelo Brasil:

Campeonato Carioca

Friburguense 0 x 3 Botafogo

Volta Redonda 2 x 1 Fluminense

Vasco 1 x 1 Barra Mansa

Campeonato Gaúcho

Passo Fundo 0 x 2 Grêmio

Copa do Nordeste

Vitória 2 x 1 América-RN

Opine!

Duelos quentes entre Corinthians e São Paulo pela Libertadores farão com que o Majestoso deixe os outros clássicos de SP ainda mais para trás. Mas, afinal, qual é a maior rivalidade da capital paulista para você?

Leia o post original por Milton Neves

majestoso

Antigamente, não tinha para ninguém.

Corinthians e Palmeiras faziam, de longe, o maior clássico da cidade de São Paulo.

Mas os duelos Timão x Santos e Verdão x Santos dividiram esse posto com o Derby Paulista no período em que Pelé brilhou no Peixe.

No entanto, de uns tempos para cá, por conta da ascensão do São Paulo, que se tornou o maior clube da América do Sul, e dos raros momentos de protagonismo do Palmeiras e também do Santos, o clássico Majestoso (SCCP x SPFC) se tornou, na opinião de grande parte dos torcedores e dos analistas, a maior rivalidade da Terra da Garoa.

E neste ano de 2015 a coisa promete ficar ainda mais quente.

Os encontros entre Timão e Tricolor pela Libertadores levarão o clássico para um novo patamar.

Deixando assim o Derby Paulista (Corinthians x Palmeiras), o Clássico Alvinegro (Corinthians x Santos), o Choque-Rei (São Paulo x Palmeiras), o San-São (Santos x São Paulo) e o Clássico da Saudade (Palmeiras x Santos) comendo ainda mais poeira.

E você, amigo internauta, também acha que o Majestoso é hoje o maior clássico de São Paulo?

Ou apontaria outra rivalidade como sendo a mais quente?

Opine!