Arquivo da categoria: pontos corridos

Festa do Corinthians

Leia o post original por Flavio Prado

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

O Corinthians recebeu o troféu de campeão brasileiro depois do empate com o Atlético-MG. Um título no campeonato por pontos corridos é difícil de contestar. O Corinthians de 2017 está longe de ser um time brilhante, mas é uma equipe com uma identidade muito forte e difícil de ser batida.

Depois de um primeiro turno praticamente perfeito, o Corinthians caiu muito no segundo turno, mas ninguém chegou perto. Grêmio, Santos e Palmeiras foram os concorrentes que ameaçaram uma aproximação, mas ninguém de fato confirmou, a menor distância de um adversário em relação ao líder foi de 5 pontos.

Um time forte defensivamente e com uma identidade de jogo bem definida, deveriam ser coisas básicas, mas no Brasil é um diferencial.

Uma curiosidade do campeão deste ano é que conta com um elenco pequeno. O campeonato de pontos corridos tem a marca de ser a competição da regularidade e dos elencos numerosos, o Corinthians desmentiu a segunda parte desta tese. O calendário mudou, as competições passaram a ser disputadas ao longo de todo ano, talvez agora seja mais importante priorizar e focar em uma competição do que ter necessariamente um grande elenco.

O Palmeiras vai salvar o Brasileirão!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Meus amigos, vocês já estão carecas de saber que o sistema de pontos corridos é um tremendo fracasso.

E é um fracasso porque ele simplesmente destroça a emoção, elemento que faz o futebol ser o esporte mais popular do mundo.

Mas, saibam que, nesse ano, esse maldito sistema pode bater um recorde para lá de negativo.

Afinal, se o Corinthians vencer o Palmeiras na próxima quarta-feira, no Allianz Parque, o nosso Campeonato Brasileiro chegará ao fim em… JULHO!

Dá para acreditar?

E tem quem goste…

Mas, o Milton Pitonisa Neves aqui já adianta para vocês: o Verdão salvará o Campeonato Brasileiro 2017 e, consequentemente, esses malditos pontos corridos.

Isso porque amanhã, no Allianz Parque, o Palmeiras vencerá o Derby fácil, fácil…

Podem anotar!

Ah, mas não custa nada já começar com a minha campanha: VOLTA, MATA-MATA!

Opine!

Vocês não ententederam nada

Leia o post original por Rica Perrone

Era quarta-feira e todo mundo vibrava em frente a TV com a possível reação do SPFC em Minas. Em seguida os pênaltis de Inter x Corinthians, eternizando uma noite qualquer. Vem o sábado e a Allianz Arena cheia a espera de um milagre. Não veio, mas houve drama, nervosismo, momentos para se guardar. No Rio …

A “justiça” que não existe e nem deve existir

Leia o post original por Rica Perrone

Sou curioso, adepto de que futebol é entretenimento e que isso está acima da idéia de disputa esportiva. Ou seja, o que é melhor pro público acima do que é melhor pra quem faz o evento. Fui a favor dos pontos corridos até ele existir. Hoje entendo que ele é uma tragédia. Mas não vou […]

O público nos pontos corridos

Leia o post original por Rica Perrone

Lá se vão 12 anos de pontos corridos. O que eu mesmo defendia há mais de uma década, hoje sou radicalmente contra.  Mas ainda tem uma parte dos torcedores que gosta do formato, especialmente cruzeirenses, sãopaulinos, colorados e santistas. Porque será? Durante estes 12 anos os públicos variaram de acordo com os que disputavam título […]

O Brasileirão – por Fábio Sinegaglia

Leia o post original por Mauro Beting

ESCREVE FÁBIO SINEGAGLIA

Nestes dados estatísticos, o campeão brasileiro de 1987 é o Flamengo.

  1. Em 41 campeonatos brasileiros apenas o Internacional, em 1979, conquistou o título de forma invicta, a campanha foi composta por 23 jogos com 16 vitórias e 7 empates.
  2. Apenas dois estados fizeram “ dobradinhas “ em campeonatos brasileiros: São Paulo e Rio de Janeiro. São Paulo fez “dobradinhas” oito vezes e o Rio em duas oportunidades.
  3. Na era dos pontos corridos (2003 – 2014), apenas equipes da região sudeste do Brasil conquistaram o titulo do Campeonato Brasileiro.
  4. O São Paulo é a única equipe a conquistar três campeonatos em anos consecutivos. (2006 a 2008)
  5. A média de gols marcado pelos artilheiro do Campeonato Brasileiro é 19,2 gols por edição da competição.
  6. O estado que mais conquistou Campeonatos Brasileiros consecutivos foi o Estado de São Paulo, foram cinco entre 2004 e 2008.
  7. Dos 44 Campeonatos Brasileiros já disputados, 18 foram vencidos por equipes do Estado de São Paulo, 14 do Rio de Janeiro, 5 do Rio Grande do Sul, 4 de Minas Gerais, 2 do Paraná e um da Bahia.
  8. Na era dos pontos corridos a maior diferença de pontos entre o campeão e o vice foi dez pontos, em 2003, quando o campeão Cruzeiro abriu 13 pontos em relação ao Santos, o vice.
  9. Na era de campeonatos com partidas finais, entre 1971 e 2002, a final com maior número de gols ocorreu em 2001, quando o Atlético PR venceu em casa o São Caetano, por 4 a 2.
  10. Em três ocasiões o campeonato brasileiro foi decidido pelas penalidades, essas decisões foram nos seguintes anos: 1977, 1985 e 1986. Em 1977 e 1986 o São  Paulo obteve o título e em 1985 o Coritiba foi o campeão.

A iminente volta do mata-mata: presidente da Federação Baiana envia à Globo e à CBF proposta para alimentar a discussão sobre o tema. É preciso agir logo, antes que os “pontos morridos” acabem de enterrar o futebol brasileiro!

Leia o post original por Milton Neves

mata

E a cada dia o Brasileirão fica mais próximo de voltar a contar com o único sistema de disputa aceitável no futebol: o mata-mata.

Segunda a coluna “Painel FC”, assinada pelo jornalista Bernardo Itri no jornal Folha de S.Paulo, Ednaldo Rodrigues, presidente da Federação Baiana de Futebol, enviou à Globo e à CBF uma proposta para alimentar a discussão sobre o tema.

Ainda segundo a coluna, Ednaldo sugere que o Brasileirão tenha a participação de 24 equipes, que fariam durante o campeonato 35 jogos: 23 da fase de pontos corridos e 12 da fase mata-mata.

O presidente gremista Romildo Bolzan Jr. tem outra proposta para a volta do mata-mata para o Brasileirão.

Para o cartola tricolor, o campeonato seguiria com turno e returno da fase de pontos corridos, e depois os quatro primeiros colocados disputariam o título.

E eu também tenho a minha proposta para a volta do sistema.

O “meu” seria um mata-mata ampliado.

Sim, sugiro três mata-matas!

Um para a definição do campeão entre os oito primeiros, como no passado.

E outro para os oito piores, que se enfrentariam da mesma forma para sabermos quais os quatro rebaixados.

Além de um terceiro mata-mata para os quatro intermediários rumo à Sul-Americana.

Este “ovo de colombo” inibe a tese dos “contristas” que o mata-mata privilegia os oito melhores, prejudicando os outros 12 que teriam férias enormes e precocemente, gerando prejuízos.

Mas, verdade seja dita: não importa qual fórmula de mata-mata será a adotada para o nosso Brasileirão.

O importante é que seja colocada em prática PARA ONTEM!

Antes que os “pontos morridos” acabem de enterrar o futebol brasileiro.

Opine!

O público dos pontos corridos

Leia o post original por Rica Perrone

Desde 2003 a CBF tem as médias de público do Brasileirão publicadas oficialmente no final de cada campeonato. Com isso ficou mais fácil saber quem vai mais ao estádio na era dos pontos corridos. Não é preciso lembrar que todos jogaram o mesmo número de partidas, embora alguns de férias, outros festejando. Ainda que com as […]

Retrocesso

Leia o post original por Rica Perrone

Chegou a hora. Enfim o Brasil discute mata-mata ou pontos corridos novamente.  A TV, os patrocinadores e alguns clubes são a favor da volta do mata-mata. Em breves pesquisas, a maioria dos torcedores também prefere as finais. Não deve acontecer dessa vez, infelizmente. Inventaram um rótulo tosco chamado “retrocesso” para a mudança de um formato […]