Arquivo da categoria: psv

O corintiano pode SONHAR de novo sem ter ELENCO?

Leia o post original por Craque Neto

Fala pessoal, estou aqui em Orlando e acompanhei de perto o jogo entre Corinthians e PSV da Holanda pela Florida Cup. Posso falar as impressões que tive? Assim como em 2017 o Carille terá uma equipe titular bem armada defensivamente, com a zaga entrosada e uma proteção bem feita pelo meio-campo. Só que ofensivamente será novamente um Deus nos acuda! Ou seja, sempre dependendo de dias inspirados dos meias Rodriguinho e Jadson. Se algum deles acordar com o pé esquerdo, azeda o caldo. Sem o Jô, artilheiro e um dos melhores jogadores do País na temporada passada, o Carille terá no elenco […]

O post O corintiano pode SONHAR de novo sem ter ELENCO? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

É um time

Leia o post original por Rica Perrone

A gente tem ainda muito a cultura de esperar que jogadores individualmente resolvam tudo e determinem quem é favorito numa partida.

Pra mim era consideravelmente claro que o PSV em meio de temporada seria mais perigoso e mesmo que o Timão aguentasse um tempo, uma hora o físico pesaria e o jogo mudaria.

Aconteceu.

Mas ainda assim, o Corinthians se mostrou “um time”, coisa que no Brasil pouca gente tem.

Um padrão, uma idéia de jogo e mesmo com caras novas e 5 dias de treino, havia um conceito em campo. A manutenção de todo o processo desenvolvido em 2017 era clara.  O time sabia exatamente o que fazer, nenhum jogador tentava ser “o cara” e o Corinthians começou o ano como terminou: eficiente.

Não é bonito de ver. Até porque as peças não possibilitam que seja. Não há nesse time uma grande qualidade técnica. Mas há um time.

E ter um time em janeiro é algo que hoje só Grêmio e Corinthians podem dizer que tem no Brasil. Os outros tem jogadores, elenco, metas, idéias. Mas time, só eles.

abs,
RicaPerrone

Campeões pelo mundo – Por Daniel Barud

Leia o post original por Mauro Beting

 

Este final de semana definiu mais alguns campeões nacionais pelo mundo. Depois de PSV, Olympiakos, Bayern de Munique, Juventus e Chelsea conquistarem o caneco, chegou à vez do Benfica, Barcelona, Paris Saint Germain e do Zenit levarem mais uma conquista para suas respectivas salas de troféus.

BENFICA

Em Portugal, o Benfica conquistou o bicampeonato, o que não acontecia desde 1984, somando seu 34º título. A equipe benfiquista não saiu do 0 a 0 com o Vitória de Guimarães, fora de casa, mas se aproveitou do empate do rival Porto, contra o Belenenses, para comemorar a conquista.

BARCELONA

Na Espanha, o Barcelona faturou o 23º título, o 5º nos últimos sete anos. Jogando fora de casa, os Culés venceram o rival Atlético de Madrid no estádio Vicente Calderón, com gol de Lionel Messi e confirmaram a conquista. Como a vantagem para o vice-líder, Real Madrid, se manteve quatro pontos e, faltando apenas uma rodada, a equipe catalã não pode ser mais ultrapassada.

PARIS SAINT GERMAIN

Na França, o PSG alcançou o tricampeonato nacional, somando seu quinto título na história. Após vencer o Montpellier, fora de casa, por 2 a 1 com gols de Matuidi e Lavezzi, a equipe da capital francesa não consegue ser mais alcançada pelos demais adversários. Mounier ainda descontou para o Montpellier.

ZENIT

O Zenit faturou seu quarto título russo, que se junta a outro, obtido na época da URSS. Com um gol de falta do brasileiro Hulk, a equipe do técnico português André Villas-Boas não saiu do empate com a equipe do UFA, mas conquistou o caneco. Com o empate, a equipe de St. Petesburgo chegou a 64 pontos e não pode ser mais ultrapassado.

ESCREVEU DANIEL BARUD

Mais futebol, menos tecnologia

Leia o post original por RicaPerrone

Aconteceu na Holanda.  O estádio do PSV, ex clube de Romário, Ronaldo e outros tantos, liberou wi-fi para geral.

Legal, bacana, viva o PSV! Só que nessa a torcida entrou numa de ficar online no celular o jogo todo e dando mais atenção pra celular e tablet do que pro jogo em si.

E na goleada de 6×1 sobre o NAC neste final de semana a torcida protestou e, acredite, pediu o fim do wi-fi.

A faixa dizia: “Foda-se o Wi-fi, apoiem o time!”.

E convenhamos, nem precisou neste jogo. Mas nos próximos, se precisar, o recado está dado.

abs,
RicaPerrone