Arquivo da categoria: san lorenzo

E o Flamengo, hein? Que vergonha dessa jogadorzada!

Leia o post original por Craque Neto

Ontem estava com dores de cabeça e acabei dormindo mais cedo. E para minha surpresa acordei pela manhã e descobri que o Flamengo acabou eliminado da Libertadores pelo San Lorenzo da Argentina com o gol no último minuto. Ou seja, o time rubro-negro entrou na rodada líder de seu grupo e acabou fora. Isso só pode ser brincadeira, né? Veja bem, a torcida está pegando no pé dos dirigentes do clube, mas será que eles tem culpa mesmo? Poxa vida! Os caras pagaram milhões de dívidas e montaram um baita elenco para o Flamengo brigar pela taça da competição continental. […]

O post E o Flamengo, hein? Que vergonha dessa jogadorzada! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Uma nova forma de cair

Leia o post original por Rica Perrone

O Flamengo tem na Libertadores um desejo incompatível com seu histórico. Fazem dela uma “meta” comum quando na realidade o rubro-negro jamais fez parte dos protagonista dos torneio. Pelo contrário, joga mal pra cacete. É eliminado toda hora das mais diversas formas e sob as mais repetidas crises que tornam o dia seguinte no previsível “Brasileiro …

O reencontro

Leia o post original por Rica Perrone

O Maracanã está para o Flamengo como qualquer estádio particular está para seu dono no mundo todo. A idéia de um estádio de todos é bastante contestável toda vez que o Flamengo entra em campo. Diria que se os dois pudessem falar, implorariam aos dirigentes para jamais sequer sugerirem a idéia de um outro estádio. …

Pitacos – Libertadores mostra Flamengo melhor que Palmeiras

Leia o post original por Craque Neto

Acabei de acompanhar a rodada dos clubes brasileiros na Libertadores e pra mim o Flamengo está um pouco na frente do Palmeiras de uma maneira geral. No Maracanã o Rubro-Negro carioca detonou com o tradicional time argentino do San Lorenzo, que até outro dia era campeão continental. A verdade é que o Mengão encaixou uma gringaiada boa de bola e está se entrosando aos poucos. Ter no elenco um meia como o Diego e um atacante como Guerrero é pra poucos. Sinceramente acho o Flamengo, desde que dedicado, um sério candidato ao título dessa edição da Libertadores.  Nesse grupo 4 […]

O post Pitacos – Libertadores mostra Flamengo melhor que Palmeiras apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Corinthians empata e coloca pressão no São Paulo

Leia o post original por Fernando Sampaio

corinthiansFesta sem gol.

Itaquerão lotado.

Clima cordial entre brasileiros e argentinos.

Nem parecia Libertadores.

O Corinthians sofreu sem Guerrero, encontrou um adversário bem armado e não conseguiu colocar a bola na rede. O San Lorenzo chegou a dominar alguns momentos da partida. Os dois campeões recentes da Libertadores fizeram uma partida equilibradíssima. Deu a lógica, o empate agradava as duas equipes

O Timão está classificado.

O San Lorenzo está vivíssimo e vai terminar a fase de grupos com goleada no Danúbio.

Já o São Paulo precisa bater o Corinthians no Morumbi.

Façam as suas apostas.

 

Share This:

O recado que veio do San Lorenzo

Leia o post original por Antero Greco

O Corinthians precisou de cinco rodadas para fazer um jogo mais complicado na Libertadores. E a parada dura veio diante do San Lorenzo, no empate por 0 a 0, na noite desta quinta-feira, em Itaquera. O campeão da Libertadores do ano passado deu trabalho aos rapazes de Tite, tirou-lhes os dois primeiros pontos e deixou um recado para o que vem em seguida na competição, quando ela virar confronto direto.

A pista foi simples e prática: um adversário que bloquear o mei-campo alvinegro tem possibilidade, ao menos, de arrancar-lhe empate. Pois foi o que fez o time argentino. Congestionou o setor, segurou descidas sobretudo de Elias, autor do gol na partida de ida em Buenos Aires, além de dificultar movimentação de Jadson e Renato Augusto. Com isso, Emerson e Vagner Love foram menos acionados e mais facilmente anulados.

Mesmo assim, o Corinthians chutou mais a gol do que o San Lorenzo, que na teoria precisava vencer para manter chances de seguir adiante. (O empate não foi desastroso, pois leva a definição da segunda vaga para a última rodada.) O goleiro Torrico foi um dos destaques, com boas defesas. Cássio apareceu em um momento delicado, além de bolas chutadas para fora.

Outro reflexo do bloqueio no meio-campo foi a permanência de Fagner e Uendel mais na defesa. Os laterais corintianos dessa vez desceram menos ao ataque, ficaram fixos. Ou seja, a marcação forte quem exerceu foi o San Lorenzo e roubou iniciativa que em geral é corintiana.

Ficou evidente, ainda, que já na segunda metade da fase final o Corinthians decidiu não arriscar-se, não forçar. Já que estava difícil entrar na área argentina – não funcionou em a troca de Love por Danilo –, a alternativa foi ficar com o ponto garantidor da vaga e guardar forças para os clássicos de domingo (Palmeiras pelo Paulistão) e de quarta (São Paulo pela Libertadores). Nesta etapa o objetivo já foi alcançado.

 

Elias desequilibra o Timão

Leia o post original por Rica Perrone

Se houve uma mudança considerável no setor de criação do Corinthians nesta noite ela se deve a inteligente anulação de Elias. O treinador do San Lorenzo deixou uma linha de 4 homens prendendo os volantes do Corinthians. Elias era o cara que vinha de trás, que pegava a defesa armada e desequilibrava com a movimentação […]

São Paulo bate Danúbio no bico do corvo

Leia o post original por Fernando Sampaio

lf e patoO São Paulo precisava da vitória.

Venceu.

Milton Cruz 100%.

O time não foi bem mas lutou até o final.

Mereceu.

Afobado, pressionado, nervoso, o time não criou no primeiro tempo.

Milton foi bem. Ficou claro que Luis Fabiano não tinha condições para 90 minutos. Entrou na hora certa e, mesmo sem ritmo, deu trabalho. Na jogada do primeiro gol atraiu a marcação. Pato cresceu com sua entrada, saiu da área e foi buscar o jogo. O tempo foi passando e o time precisava arriscar mais… Paulo Miranda estava bem, ganhou todas na área, foi bem na cobertura, travou um lance decisivo, mas alguém precisava sair do time. Hudson joga ali.

Centurión entrou e fez o gol da vitória.

Futebol é assim, quando tudo começa a dar certo, a sorte ajuda e tudo dá certo. Quando tudo está dando errado, tudo dá errado. O Danúbio teve a bola do jogo, perdeu. O Red Bull teve boas chances, perdeu. Faz parte.

O time continua com muitos defeitos mas as vitórias trazem confiança.

Individualmente Ceni falhou, Caio e Souza mal, Dória inseguro, Tolói bem, Reinaldo foi destaque, Hudson lutou, Pato bastante participativo, Michel Bastos o melhor em campo e Ganso mais uma vez nulo quando o time precisa. Quando a vitória está resolvida e o time adversário relaxa na marcação aí Ganso aparece pra galera.

No geral ninguém jogou bem, mas o time buscou e mereceu a vitória.

Será que o Corinthians ganha do San Lorenzo no Itaquerão?

Imagino um belo jogo, com vitória do Timão.

Share This: