Arquivo da categoria: Santos

Faltam apenas oito dias!

Leia o post original por Odir Cunha

Faltam apenas oito dias para se encerrar a promoção de livros em homenagem ao 105º aniversário do Santos. Aproveite!

Faltam apenas oito dias para se encerrar a promoção de livros de futebol em homenagem ao 105º aniversário do Santos. Aproveite!

Clique aqui para entrar na Livraria do blog e fazer a festa!

Santos da Argentina derrotou veteranos santistas por 8 a 5. Veja:


Quem são vocês pra reclamar?

Leia o post original por Rica Perrone

Na história fica a verdade e para a história fica o que vocês quiserem contar.  Um dia os clubes TIVERAM que se unir para fazer um Brasileirão e formaram nossa primeira e sonhada Liga. A Copa União de 87 foi seguramente o melhor campeonato brasileiro que já tivemos. Durante o processo político com a CBF, …

É preciso ter fé

Leia o post original por Odir Cunha

Escrevo este artigo poucos minutos antes de o Santos entrar em campo para enfrentar o Santa Fé, na Colômbia. Nem preciso dizer que do nosso time esperamos garra do começo ao fim, esperamos honra à nossa camisa, coragem, ousadia e uma vitória, pois somos melhores que o time colombiano. Se algum santista fizer corpo mole, pode crer que será cobrado, e muito. Não queremos torcer para santos, mas para homens, com suas fraquezas e forças humanas, mas destemidos. Não é preciso ser santo para ser guerreiro. Lutem e não nos venham com desculpas caso fracassem. Não queremos ouvir mais desculpas. Queremos ouvir histórias de vitórias e heroísmos.

Mas escrevo, principalmente, para agradecer a todos que foram ao encontro no Bar Murymarelo, na noite de terça-feira, que, além de se expressarem livremente e darem suas ideias para um Santos Maior, provaram que o clube tem, sim, uma forte e organizada oposição, e ela não assistirá passivamente à tentativa de uma minoria incompetente e temerária de se perpetuar no poder usando o dinheiro do clube para comprar consciências e continuar a se servir do clube, ao invés de servi-lo.

Agradeço, particularmente, a Francisco Hidalgo, santista de Santos, que compareceu ao Murymarelo com seus familiares Tamara, Cipriano, Murilo e Matheus. Mesmo proprietários de cadeiras cativas na Vila Belmiro, os Hidalgo apoiam mais jogos em São Paulo e apoiam a minha candidatura. Não tenho palavras para agradecê-los pela confiança.

Agradeço também aos amigos e conselheiros influentes Marcello Pagliuso, Clóvis Cimino, Rachid Bourdokan (tão conhecido pelos santistas pelos filmes que faz em defesa da torcida alvinegra), Nelson Jafet, Alex Bessa, Luiz Louzada, Oscar Leite, Carlos Eduardo Cunha e Rafael Fidelis.

Envio um agradecimento especial aos amigos Norberto de Jesus Marques e Daniel da Graça Griggio, representantes do mais importante e independente fórum de torcedores do Santos, o Santos Total, independente e ético.
Não posso esquecer do amigo Adalberto Matiusso de Camargo e seus filhos Gustavo e Leonardo. Muito menos da amiga de infância Suely del Costo Lopes, que verei em breve no lançamento do livro “Lições de Jornalismo”, em Cidade Dutra.

Mais agradecimentos ao sempre brilhante santista Nivaldo Saraiva, que nos brindou com um brilhante discurso. Ao amigo Edwin Perez, sempre com ótimas ideias. Um fortíssimo abraço a Paulo Cabral, que compareceu e ainda trouxe sua esposa, Vera, e sua cunhada, Lúcia.

Um agradecimento especial aos amigos deste blog, o ponderado Ian Rocha, o afável Adauto Gudin e meu irmão Marcos Magno. Um agradeimcnneot super especial à minha mulher, Suzana Silva Gonzaga Cunha.

Abraços fortes a Ana Maria de Souza Nascimento, Mario Francisco Moreira Gonçalves Dias, Leonardo Maklouf, Gean Marcelo, Antonio Carlos Nascimento, Daniel Caldeira Brant, Guilherme Kastner, João Batista do Nascimento, Marcos Maldonado, Rodrigo Alvarez, Silmar Batista, André Ferreira, Rodrigo Neves, Tawan Victor de Oliveira, José Francisco e Victor Augusto Ferreira.

O mais importante é que todos vieram para dar e discutir ideias, não para receberem brindes ou terem a despesa paga. Vieram porque estão fartos de ver essa presidência empurrar o clube para o apequenamento. Foram discutidas ideias para transformar Santos na Cidade do Futebol, para se incrementar o turismo de Santos voltado ao futebol, para se construir um CT amplo e moderno para a base e a possibilidade de se dividir os jogos com o Pacaembu. Nem precisei proibir as palavras “provincianos” e “forasteiros”, pois ninguém as usou. Todos estão compreendendo que o momento é de união dos santistas, pois nessa junção de forças está o nosso futuro.

Nova reunião será marcada para São Paulo, a fim de consolidar os pontos de um plano estratégico, e depois nos reuniremos em Santos. Contamos, desde já, com o comparecimento dos santistas livres de preconceitos, que pensem um Santos de todos, sem fronteiras.

As ideias sugeridas na reunião estão sendo catalogadas e serão divulgadas nos próximos posts. Peço desculpas por não ter postado sobre o encontro apenas hoje. Estou trabalhando em ritmo acelerado para a próxima exposição no Museu Pelé, um museu que honra o maior jogador de todos os tempos, de todos os santistas, e o grande catalisador na cidade de Santos.

E você, o que pensa disso?

Liquidação Total dos livros até 30 de abril!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ao máximo os preços dos livros oferecidos na Livraria deste Blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Promoção só vai até o dia 30 deste mês. Depois, os preços dos livros voltarão ao normal.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 2,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50


Neto: Santos foi ‘roubado’ no Pacaembu!

Leia o post original por Craque Neto

Para o apresentador, o Peixe foi prejudicado pela arbitragem, já que o pênalti cometido em Bruno Henrique não foi marcado. O alvinegro foi eliminado pela Ponte Preta nesta segunda-feira (10) no Pacaembu, pelas quartas de final do Estadual.

O post Neto: Santos foi ‘roubado’ no Pacaembu! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Este é o tamanho do Santos

Leia o post original por Odir Cunha


Braz, de heroi a vilão em alguns minutos.

Mais de 37 mil pessoas dentro, umas oito mil do lado de fora do Pacaembu. Esta foi a resposta do santista a quem, mesmo dirigindo o clube, trabalha contra a popularidade e a visibilidade do clube. No jogo, a equipe começou a 100 por hora e foi diminuindo o ritmo até trotar nos minutos finais. A maioria dos jogadores se dedico0u inteiramente à partida, outros pareciam alheios à sorte do time, como se a eliminação no Pauloista fosse até algo bom, já que agora podertão se dedicar apenas à Libertadores.

Acompanhei o jogo do lado de fora do estádio, como milhares de outros santistas. Queria sentir o que passam aqueles que não conseguem ver o jogo do seu time. Vi um casal jovem, com uma filhinha de menos de dois anos no colo, que não conseguiu entrar mesmo com os ingressos comprados. Vi pai e filho sofrendo ao lado do celular-rádio, vi torcedores puxando os mesmos coros das arquibancadas. Muita gente com ingresso não entrou. Falta esclarecer o torcedor, tratá-lo como gente. Nosso futebol ainda está na pré-história.

Depois, em casa, vi que David Braz fez um golaço e o árbitro não amrcou um pênalti claro em Bruno Henrique. Mas a Ponte teve os seus méritos, o Santos não mostrou a garra e a vontade que deveria, e pênalti eu não comento. Sorte à Ponte e sorte ao Santos agora na Libertadores. Que haja coragem para se separar o joio do trigo. Quem não está a fim de ser campeão sul-americano, peça para sair. A imensa massa santista merece mais entrega.

E você, acha que o time será outro na LIbertadores?


Zebra em busca do primeiro título na história

Leia o post original por Craque Neto

E não é que depois de anos de decisões do Paulistão e vários títulos acumulados, o Santos, atual campeão, caiu nas quartas-de-final? Quem alcançou essa proeza foi a Ponte Preta, clube centenário que ainda busca sua primeira taça no futebol profissional. E nesta segunda os dois times fizeram um baita jogo no Pacaembu. Disputado ao extremo mas o Peixe jogou melhor os 90 minutos e mereceu vencer a partida. Pra falar a verdade merecia até um resultado mais elástico. Só que também não dá pra tirar os méritos da Macaca de Campinas, que de fato tem uma equipe extremamente competitiva. […]

O post Zebra em busca do primeiro título na história apareceu primeiro em Craque Neto 10.

A Ponte foi gigante e mereceu a classificação! Se cuida, Palmeiras!

Leia o post original por Milton Neves

Santos 1 (4) x (5) 0 Ponte Preta

Dos quatro grandes do Estado de São Paulo, o Santos tinha a tarefa mais complicada nas quartas de final do Paulistão.

Afinal, a Ponte Preta do “corintiano” Pottker foi muito bem armada pelo competente Gilson Kleina nos últimos dias.

E a Macaca foi gigante nos dois duelos diante do Peixe.

Venceu, com muito merecimento, em Campinas (viu, Linense?), e soube se defender muito bem no Pacaembu, levando a decisão para os pênaltis.

Aí, concentrados e na base do “o que vier é lucro”, os jogadores da equipe de Campinas converteram simplesmente todas as cobranças contra o ótimo goleiro Vanderlei.

Classificação muito merecida, e o Palmeiras que se cuide…

Mas, e agora, como fica Dorival Júnior?

Apesar de todo merecimeto da Ponte, com certeza a torcida pegará no pé dele e eu não sei se a diretoria suportará a pressão.

Se acontecer a demissão, será uma pena.

Mas, faz parte.

Do outro lado da chave, teremos o clássico Majestoso.

Pelos altos e baixos que Corinthians e São Paulo já passaram na temporada, difícil arriscar um palpite.

Bom, mas eu vou apostar no Tricolor por um único motivo: o Timão sempre treme em decisões no Itaquerão.

Não é mesmo?

Opine!

Que falta fazem Drogba, Pottker e Valdívia, hein? Timão vence, mas não convence!

Leia o post original por Milton Neves

Uma várzea só! Que joguinho mixuruca foi esse, não é mesmo?

O Corinthians não conseguiu impor a superioridade esperada, fato que levou a partida ser tão fria.

E a classificação só veio, porque Rodriguinho “achou” o gol que deu a vitória.

Um pouco decepcionante para o torcedor, que viu seu time sofrer contra o “sonolento” Botafogo-SP.

Agora convenhamos, despertou uma desconfiança aí, hein?

Porque Palmeiras e São Paulo atropelaram seus adversários, vão vir com moral.

Já o Santos, que ainda pega a Ponte Preta, vai sofrer também. Porém, sai classificado do confronto mais difícil.

Então, como é que fica a cabeça do corintiano?

O time ganha, mas não convence e dentre os semifinalistas é o mais fraco.

Será que o Alvinegro tem chances de chegar à final do Paulistão?

Talvez se Drogba, Pottker e Valdívia tivessem chegado…

OPINE!!!

Grandeza para ser gritada

Leia o post original por Odir Cunha


Em 2006 foi assim. Eu, Suzana, Marcos e Daniel estávamos lá.

Não é surpresa nenhuma que os santistas lotem o Pacaembu na segunda-feira. Lotar estádios na Capital é o roteiro natural do Santos desde que a geração de Pelé deu ao clube a herança preciosa de uma das maiores torcidas do País. Só mesmo quem não quer admitir a enorme popularidade e carisma do Alvinegro Praiano, ou trabalhe contra ela, se interessa por vê-lo se exibindo para uma média de sete mil torcedores.

O Santos é muito maior do que isso, muito maior do que a cidade de Santos e maior até do que a metrópole paulistana. Por tudo que é, foi e representa o Santos merece jogar, sempre, para grandes públicos. E merece ter sua história conhecida e reconhecida de geração a geração. Como, no meu papel de torcedor, só posso ser um, escrevo livros, mantenho um blog a fim de manter viva e eternizar a rica história do nosso clube, com a intenção de contribuir, dentro da minha área, para o aumento de nossa torcida.

Tenho a doce ilusão de que, mesmo após a minha morte, as nossas mortes, se um dia vencerem as forças que querem apequenar o Santos e mantê-lo ad eternum sob o seu jugo, quando a imprensa esquecer definitivamente do nosso time e ele chafurdar por divisões inferiores contanto apenas com torcedores da Vila Belmiro e adjacências, ainda assim, em algum lugar do Brasil, um adolescente pegará em uma prateleira qualquer um livro com a história do Alvinegro Praiano e se apaixonará por ele da mesma forma que nós nos apaixonamos, e a saga persistirá.

Por isso que, dos 27 livros que escrevi e foram publicados, 12 falam do Santos. Destes, os mais importantes foram Time dos Sonhos, que levou mais de dez anos para ser concluído e foi lançado em dezembro de 2003, com a história do clube desde sua fundação até o título brasileiro de 2002; e o Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros, que fiz em parceria com José Carlos Peres e que, para nossa extrema felicidade, conseguiu que os campeões brasileiros de 1959 a 1970 fossem reconhecidos oficialmente, o que recuperou seis títulos brasileiros para o Santos.

Neste mês de abril, no dia 14, o Santos Futebol Clube completa 105 anos e por isso a livraria deste blog está oferecendo os livros Time dos Sonhos e Dossiê a valores inferiores ao preço de custo dessas obras. Tanto Time dos Sonhos, com 528 páginas, cerca de cem mil informações sobre a história do Santos e o perfil detalhado dos onze titulares do melhor time de futebol de todos os tempos, como o Dossiê, 323 páginas de papel couché, com toda a história dos campeonatos nacionais e os fatos e argumentos irrefutáveis que levaram ao reconhecimento dos títulos da Taça Brasil e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa estão sendo oferecidos por apenas 39 reais o exemplar, incluído nesse preço a despesa de correio, além de minha dedicatória. Na compra de dois exemplares, em vez de 78 reais, o leitor pagará apenas 59 reais.

Se você já os tiver, por que não comprá-los para presentear uma pessoa sem recursos ou momentaneamente parte das estatísticas terríveis de desemprego no Brasil? Todos nós, engajados na luta pela grandeza do Santos, contrários ao processo de apequenamento movido pela atual direção do clube, temos de fazer a nossa parte. Ir ao Pacaembu e provar que o Santos é time para atrair multidões aos seus jogos, é uma das tarefas obrigatórias. A outra é conhecer e difundir a incomparável história do Glorioso Alvinegro Praiano.

Até a meia-noite do dia 30 de abril, um domingo, manterei esses valores para os livros Time dos Sonhos e Dossiê. Também estou oferecendo, a preços simbólicos, não superiores a quatro reais e cinquenta centavos, os PDFs dos livros Donos da Terra, Na Raça!, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Na compra deste último, oferecido por apenas dois reais e cinquenta centavos, autorizo o comprador reencaminhá-lo para uma criança santista ou indecisa com relação a que time escolher para torcer. Pode parecer pouco, mas atitudes assim é que construirão um futuro melhor para o nosso Santos.

Liquidação Total dos livros até 30 de abril!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ao máximo os preços dos livros oferecidos na Livraria deste Blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Promoção vai até o dia 30.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 2,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50

Movimento por um Santos Melhor – Encontro em São Paulo

Dia 18, a partir das 18 horas, encontro no Murymarelo Bar

Venha conhecer nossas ideias e também dar as suas para um futuro melhor para o Santos Futebol Clube

Entrada gratuita. Você só paga o que consumir.

murymarelo

Na compra de um exemplar de Time dos Sonhos ou do Dossiê – por apenas 30 reais – ganhe um chope claro ou escuro.

Na compra de uma dose do uísque Chivas, ganhe mais uma de graça.

Confirme sua presença pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Clique aqui para entrar no site oficial do Murymarelo


Boas e más lideranças

Leia o post original por Odir Cunha

De origem humilde, Ricardo Oliveira já pediu esmola nos semáforos da Zona Norte de São Paulo. Hoje, para os padrões brasileiros, é um homem rico. O futebol tem muitos exemplos similares. O maior deles, sem dúvida, é Pelé, Edson Arantes do Nascimento, primogênito de Dondinho e Celeste, nascido em uma pequena casa de tijolos e pintura desbotada de Três Corações, Minas Gerais, que antes dos 20 anos já era chamado de “Rei do Futebol”, título que o acompanha desde então.

Pelé e Ricardo Oliveira têm muita coisa em comum. Ambos, guardadas as imensas proporções, são reconhecidos como bons jogadores de futebol, artilheiros, destacaram-se no Santos e têm espírito de liderança. Porém, adotaram estilos diferentes para liderar. Pelé preferia comandar pelo exemplo.

Determinado a ser campeão do mundo na Copa de 70, ele usou o tempo de preparação para voltar ao seu peso e à sua forma ideais, não permitiu que nada desviasse o seu foco, aceitou sem reclamar as condições do treinamento puxado e a desconfiança de boa parte da opinião pública e mostrou, em campo, que ainda era o melhor do mundo e poderia levar a Seleção Brasileira a mais um título mundial, o que acabou acontecendo.

“Se o bife estava duro, ele cortava em pedacinhos e comia sem dizer nada. Se ele, que era o Pelé, não reclamava, o que a gente podia falar?”, diz Rivellino, lembrando os tempos de concentração para a Copa do México.

De técnica e talento reconhecidamente superiores, Pelé também foi o atleta, ao lado do zagueiro Brito, com o melhor rendimento nos treinos físicos. O resultado do seu empenho pôde ser observado em todos os seis jogos do Brasil, realizados no escaldante horário do meio-dia. Ao final da Copa, em que marcou quatro gols e deu cinco assistências, o Rei do Futebol foi escolhido, justamente, o melhor jogador da competição.

Hoje o Santos está diante de uma decisão infinitamente menor. Às 20 horas de segunda-feira, no Pacaembu, enfrentará a Ponte Preta por uma vaga na semifinal do Campeonato Paulista – um obstáculo plenamente superável para um time de melhor elenco, de técnica superior e que ainda jogará diante de sua torcida. É jogo para entrar confiante e obter uma vitória consagradora. A liderança do time, porém, está se revelando um problema.

Em uma rápida entrevista após a derrota para a Ponte Preta, em Campinas, Ricardo Oliveira mostrou-se descontente por não ter sido consultado sobre o agendamento da partida de volta para o Pacaembu e deixou a entender que tanto ele como outros jogadores santistas prefeririam enfrentar a Ponte na Vila Belmiro. Ora, esse tipo de reação não contribui nada para motivar a equipe e já deixa uma desculpa pronta – a ser utilizada por outros jogadores e pelo técnico Dorival Junior – em caso de eliminação diante do bom time de Campinas.

Além de não haver explicação técnica para a escolha da Vila, onde o Santos já foi derrotado três vezes neste Paulista, é no Pacaembu, em que o Alvinegro Praiano venceu seus 18 jogos mais recentes realizados ali, que o time terá de jogar mais vezes se quiser dobrar sua média de público e reencontrar o caminho de uma grandeza que tem lhe escapado devido a uma visão limitada e regional que verdadeiros líderes, como Pelé, já tinham deixado para trás.

Sem jamais ser o capitão do time, Pelé inspirava otimismo, destemor, confiança. Em muitas excursões santistas ao estrangeiro, o incansável atacante chegou a disputar cinco jogos em apenas oito dias. Bem diferente do Santos atual, que desde a derrota de sábado terá nove dias para se preparar tranquilamente para a revanche contra a Ponte Preta, no Pacaembu, estádio cujo maior artilheiro é Pelé, com 115 gols.

Liquidação Total dos livros até 30 de abril!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ainda mais os preços dos livros oferecidos na Livraria do blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos santistas. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou 59 reais dois exemplares

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou 59 reais dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 23 reais um exemplar, ou 35 reais dois exemplares

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos). O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50

Movimento por um Santos Melhor – Encontro em São Paulo

Dia 18, a partir das 18 horas, encontro no Murymarelo Bar

Venha conhecer nossas ideias e também dar as suas para um futuro melhor para o Santos Futebol Clube

Entrada gratuita. Você só paga o que consumir.

murymarelo

Na compra de um exemplar de Time dos Sonhos ou do Dossiê – por apenas 30 reais – ganhe um chope claro ou escuro.

Na compra de uma dose do uísque Chivas, ganhe mais uma de graça.

Confirme sua presença pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Clique aqui para entrar no site oficial do Murymarelo