Arquivo da categoria: Seleção

Tite não está sentindo “firmeza” em Gabriel Jesus?

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Quando debutou no futebol profissional, no Palmeiras, muitos chamavam Gabriel Jesus de “Novo Neymar”.

Outros, diziam que ele era um “Neymar melhorado”.

Um exagero e tanto, até porque vai demorar muito para surgir um jogador do nível do craque do PSG em nosso futebol.

Mas, de fato, ele arrebentou no Palmeiras campeão brasileiro de 2016.

E teve um começo avassalador no Manchester City.

Atualmente, ele segue cumprindo muito bem o seu papel na equipe comandada por Guardiola.

Mas sem o mesmo protagonismo de seu início na “Terra da Rainha”.

No último jogo pela seleção, contra o Equador, ele esteve um pouco apagado, mesmo tendo participado da jogada genial que resultou no gol de Coutinho.

Agora, para a partida de logo mais, contra a Colômbia, o técnico Tite realizou algumas alterações na equipe, e Firmino assumirá o lugar de Jesus.

Será que o treinador tomou essa decisão apenas para fazer um rodízio no ataque brasileiro?

Ou ele está sentindo mais “firmeza” em Firmino do que em Gabriel Jesus?

Opine!

Tite merece, pelo menos, estar entre os três melhores técnicos do mundo!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: CBF

Foram anunciados na manhã desta quinta-feira (17) os indicados aos prêmios oferecidos anualmente pela Fifa (melhor jogador, melhor jogadora, melhor treinador/treinadora, etc…).

Bom, entre os jogadores, dois brasileiros: Neymar, claro, e Marcelo.

Mas, sejamos honestos, nem o agora craque do PSG tem chances de bater Cristiano Ronaldo.

No entanto, na disputa pelo prêmio de melhor técnico, temos um brasileiro entre os favoritos, sim!

Tite, indicado com outros 11 nomes, merece, PELO MENOS, estar entre os três finalistas!

Pode ser que não ganhe de Zinédine Zidane, que está com a bola cheia no comando do Real Madrid.

Mas, repito, ele TEM que estar entre os três finalistas!

Afinal, a mudança que ele causou na nossa desbotada seleção brasileira foi algo de outro mundo.

Não é verdade?

Abaixo, confira os nomes indicados pela Fifa ao prêmio de melhor técnico do ano:

– Massimiliano Allegri (ITA) – Juventus
– Carlo Ancelotti (ITA) – Bayern de Munique
– Antonio Conte (ITA) – Chelse
– Luis Enrique (ESP) – Barcelona
– Pep Guardiola (ESP) – Manchester City
– Leonardo Jardim (POR) – Monaco
– Joachim Low (ALE) – seleção alemã
– Jose Mourinho (POR) – Manchester United
– Mauricio Pochettino (ARG) Tottenham Hotspur
– Diego Simeone (ARG) Atlético Madrid
– Tite (BRA) – seleção brasileira
– Zinedine Zidane (FRA) – Real Madrid

Opine!

Brasil não faz mais do que a sua obrigação e goleia a Austrália

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Divulgação/CBF

Austrália 0 x 4 Brasil

No primeiro tempo, a seleção brasileira não ajudou a espantar o sono do torcedor que acordou bem cedinho para acompanhar o amistoso contra a Austrália.

Aliás, muita gente deve ter embalado um belo cochilo durante a primeira etapa do duelo, realizado em Melbourne.

Mas, pelo menos no começo, a sensação era de que muitos gols sairiam logo no primeiro tempo.

Afinal, Diego Souza abriu o placar logo aos 10 segundos de jogo.

Isso mesmo, 10 segundos, o gol mais rápido da história da seleção brasileira!

Depois disso, a partida ficou para lá de sonolenta, com poucos ataques do Brasil e quase nenhuma investida dos australianos.

Na etapa complementar, o jogo teve uma considerável melhora.

O gol de Thiago Silva, é verdade, saiu em uma jogada lotérica, após um escanteio.

Mas o tento anotado por Taison aconteceu após uma linda troca de passes dentro da área do time local.

E, nos acréscimos, ainda deu tempo de Diego Souza marcar o seu segundo gol no amistoso.

No fim das contas, pelo que o time brasileiro apresentou e diante da fragilidade do adversário, 4 a 0 ficou de bom tamanho.

E quem melhor aproveitou este teste diante da Austrália?

Para mim, Diego Souza, autor de dois dos quatro gols do Brasil.

Thiago Silva também foi muito bem e já pode voltar a sonhar com a titularidade.

Basta manter a humildade, não é mesmo?

Mas e aí, o que você achou do amistoso contra a Austrália?

Opine!

O clássico que enterrou o jornalismo esportivo

Leia o post original por Rica Perrone

Outro dia eu arrumei um mal estar com amigos do Esporte Interativo porque disse que a prova de que o jornalismo esportivo era um negócio acontecia no momento em que a polêmica era sobre monopolio.  Ou seja, por motivos obvios, as pessoas da Globo estavam mudas, as do EI, que hoje querem a quebra do …

Amistoso é para observar

Leia o post original por Flavio Prado

Tite convocou 24 jogadores para os amistosos contra Austrália e Argentina e deixou jogadores importantes de fora.

A opção é correta, no Brasil cobramos resultado em amistoso e não analisamos como um treinamento como uma oportunidade de observar novos jogadores ou novas opções táticas. O amistoso, principalmente de seleções, serve exatamente pra isso.

Rafinha, Jémerson, Alex Sandro, Diego Alves e Ederson são jogadores que tem se destacado no futebol europeu e merecem a oportunidade.

Tite tem uma base formada e precisa buscar opções, alternativas e nesses amistosos buscará novas opções.

Claro que ganhar é sempre bom, mas não é a prioridade em um amistoso. Dunga em sua segunda passagem pela seleção venceu todos os amistosos e isso não era um sinal de bom trabalho.

Aula de futebol

Leia o post original por Rica Perrone

Tite, Bielsa e Capello. Eles discutiram futebol ao vivo por 4 horas, iniciativa da CBF, que nessa hora não é citada porque acertou, e a audiência é insignificante. Onde estão as pessoas que vivem de criticar, discutir futebol, analisar e dizer que querem aprender? A sede é por comentar, criticar, apontar dedo. Não por conhecimento. …