Arquivo da categoria: sul-americana

Futebol está muito pesado

Leia o post original por Flavio Prado

Foi muito triste tudo o que aconteceu na final da Copa Sul-Americana entre Flamengo e Independiente.

Nos dois jogos um clima de guerra que fugiu da disputa normal do futebol. Uma coisa é a competição e a rivalidade, outra bem diferente é invasão, vandalismo, violência e racismo, todos esses fatores em algum momento apareceram nesta final de um campeonato de futebol.

No ano passado, infelizmente a final da mesma Copa Sul-Americana não foi realizada por causa da tragédia com a Chapecoense. O clima de comoção tomou conta do futebol, o povo colombiano foi solidário, mas muitos discursos que ouvimos no ano passado foram esquecidos neste ano.

O esporte é competição, disputa, mas também é diversão, entretenimento, lazer e é capaz sim de mostrar exemplos de solidariedade, superação e outras coisas  positivas, mas o futebol está muito pesado. O que aconteceu na final da Sul-Americana 2017 foi apenas mais um exemplo de como as pessoas estão tratando o esporte.

Invasões em centro de treinamento, pressão em aeroporto, ônibus apedrejado em chegada e saída de estádios são fatos comuns e corriqueiros no futebol brasileiro e infelizmente são tratados com normalidade. Passou da hora de discutir seriamente a forma como futebol é tratado no Brasil, mesmo em situações mais leves como a pressão enorme pelo resultado a qualquer custo. Pode não parecer, mas tudo isso contribui para tornar o ambiente pesado e hostil e não precisa ser assim.

Flamengo 1 x 1 Independiente

Leia o post original por André Kfouri

1 – Flamengo em controle nos primeiros quinze minutos, com Diego navegando entre o início dos movimentos e o centro do ataque. O Independiente não se incomodava com a pouca posse, mas tinha muitos problemas para manter a bola distante de sua área.

2 – Grande passe de Vizeu para Everton se desmarcar e finalizar. Após fazer a defesa, Campaña reclamou da posição do meia do Flamengo, que de fato era irregular.

3 – Na altura da metade do primeiro tempo, Meza passou a criar problemas pelo lado direito da defesa rubro-negro. Foram as duas primeiras investidas argentinas no jogo, quando as ações já estavam mais equilibradas.

4 – O Independiente começava a se sentir um pouco mais confortável no Maracanã, quando o Flamengo fez o gol. Cobrança de falta de Diego, desvio de Juan e depois de Réver, quase na linha de fundo. Paquetá foi o autor do último toque, para dar ao Flamengo metade do necessário para o título.

5 – Pênalti para o Independiente, aos trinta e seis minutos. Meza desequilibrado por Cuéllar, em lance confirmado pelo árbitro de vídeo. Barco empatou, e o Flamengo voltou a precisar de dois gols.

6 – Como é comum em bons times argentinos, o Independiente não se afastou de seu plano após sofrer o gol. O sistema de marcação com perseguição individual sobre Diego permaneceu atento, sem descontrole. Seria exagero afirmar que a igualdade no intervalo premiou a atuação do time argentino, que pouco construiu. Mas o 1 x 1 não teria sido possível se o gol de Paquetá tivesse provocado desordem, como já se viu tantas vezes em encontros desse tipo.

7 – Vinicius Junior no lugar de Trauco, aos dez minutos do segundo tempo. Rueda não tardou a ordenar ofensividade.

8 – Gol de Juan ao impedir o que seria um golaço de Gigliotti, em lance pessoal. Ganhou de Cuellar e tocou por cima de César. A bola ia entrando no canto esquerdo quando surgiu o pé direito do zagueiro. Salvador.

9 – À medida que o Flamengo se adiantava, deixava gramado para correr riscos. Natural. Barco, de apenas dezoito anos, jogava no Maracanã lotado como se fosse simples. E para complicar as coisas, o Flamengo era mais vigor e vontade do que organização no ataque.

10 – Momento assustador com César, desequilibrado no ar por Gigliotti. Na queda, o choque de cabeça no gramado o deixou brevemente desacordado. O fato de ter seguido em campo é um risco que o futebol não pode permitir.

11 – Everton Ribeiro (Cuéllar) aos trinta e três minutos, e Lincoln (Paquetá), aos trinta e nove. Em busca do gol que determinaria a prorrogação, o Flamengo seria só ataque.

12 – Última chance para Réver, com Campaña fora do gol em uma jogada confusa na área. O chute saiu muito alto.

13 – O Flamengo não soube trabalhar o segundo tempo com a calma e a inteligência que a ocasião exigia. Quem esteve mais próximo do gol da vitória foi o Independiente, justo campeão da Copa Sul-americana.

O post Flamengo 1 x 1 Independiente apareceu primeiro em Blog André Kfouri.

Corinthians + Itaquerão + mata-mata = decepção!

Leia o post original por Milton Neves

Corinthians 1 x 1 Racing-ARG

É simplesmente inacreditável o que está acontecendo com o Corinthians.

O time, que não perdia de ninguém, ultimamente não está conseguindo nem empurrar bêbado de ladeira.

Será que enterraram um sapo no Itaquerão?

(A imagem acima é meramente ilustrativa).

A decepção da vez foi diante do Racing, da Argentina, em partida válida pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

E o pior é que o Timão foi muito bem no primeiro tempo.

Inclusive, merecia ter marcado mais gols.

Só que a equipe de Carille simplesmente “não voltou dos vestiários” após o intervalo.

Aí, os argentinos se aproveitaram, empataram o duelo e colocaram um pé nas quartas de final do torneio continental.

Agora, só falta o Timão perder para o Vasco…

Aí a coisa vai complicar de vez, hein?

Barcelona-EQU 1 x 1 Santos

Alô, Palmeiras!

Aprendeu como se enfrenta o Barcelona-EQU em Guaiaquil?

É, meus amigos, o Santos sofreu e, como sempre, teve que contar com uma noite inspirada do goleirão Vanderlei.

Mas, pelo menos, conseguiu um empatezinho que garante certa tranquilidade ao time de Levir Culpi na Vila Belmiro.

Ninguém apostava, mas o Peixe está chegando!

E está chegando também no Brasileiro, hein?

Botafogo 0 x 0 Grêmio

Também pelas quartas de final da Libertadores, Botafogo e o “poupástico” Grêmio ficaram no empate sem gols no Estádio Nilton Santos.

E acho que o placar se repetirá em Porto Alegre, com o Glorioso garantindo a classificação nas penalidades.

É que o Tricolor gaúcho não merece avançar na competição.

Castigo por ter jogado o troféu do Brasileirão no colo do Corinthians!

19h15

Chapecoense 0 x 0 Flamengo

Na Arena Condá, um joguinho bem fraco entre Chapecoense e Flamengo, que não tiraram o zero do placar.

Mas, mesmo com o empate em casa, estou achando que a querida Chape seguirá firme e forte na busca pelo bi da Sul-Americana.

É que o Mengão está muito preocupado com a final da Copa do Brasil…

Sport 3 x 1 Ponte Preta

Na Ilha do Retiro, o Sport do professor Luxemburgo voltou a vencer após seis jogos de jejum.

Quem pagou o pato foi a Ponte Preta, que terá que reverter os 3 a 1 no Moisés Lucarelli.

A Macaca conseguirá?

Opine!

Com o Atlético favoritíssimo, começa hoje a decisão do torneio mais importante do Brasil!

Leia o post original por Milton Neves

robinho - luan

Atlético-MG x Grêmio

Agora é para valer!

Nesta noite, o estádio do Mineirão receberá o primeiro jogo do torneio mais importante do futebol brasileiro.

Afinal, desde que passou a ser disputado por pontos corridos, em 2003, o Campeonato Brasileiro foi, aos poucos, perdendo a sua importância.

Por isso, hoje em dia, vencer o emocionante mata-mata da Copa do Brasil é o grande desejo das equipes do país!

E, entre Atlético-MG e Grêmio, aponto o Maior de Minas como favoritíssimo.

Com todo o respeito ao Tricolor gaúcho, mas o Galo tem o melhor elenco do Brasil (3,98 vezes melhor que o do campeão brasileiro Palmeiras).

Por isso, deve dar Atlético em BH e também em Porto Alegre, na semana que vem.

Para os gremistas, restará comemorar o quase certo rebaixamento do Internacional para a Série B.

O que já será motivo de muita festa, não é mesmo?

Chapecoense x San Lorenzo

E hoje também acontece a segunda partida da semifinal da Copa Sul-Americana, entre Chapecoense e San Lorenzo.

E o Papa Francisco que me perdoe, mas a Linguiça Atômica levará a melhor e seguirá para a decisão do torneio continental contra Atlético Nacional-COL (campeão da Libertadores) ou Cerro Porteño.

Ah, e tomara que os cartolas dos “grandes” clubes brasileiros aprendam muito com os competentes dirigentes da equipe catarinense!

Opine!

Trio MSN se conecta, Barcelona atropela o River Plate e volta a conquistar o mundo

Leia o post original por Milton Neves

pdt_img_122898

Deu a lógica!

Para quem esperava um jogo equilibrado na final do Mundial do Clubes, encontrou um Barcelona avassalador.

“Ora, a raça argentina vai superar a técnica do Barça”, disseram alguns “entendidos”.

Mas esqueceram que dos 11 titulares do Barça no jogo de hoje, seis são sul-americanos, ou seja, também existe raça do lado de lá.

Voltando ao jogo, o trio formado por Messi, Neymar e Suárez brilhou novamente.

O uruguaio marcou dois gols, o argentino um e o brasileiro participou com duas belas assistências.

Os europeus conquistaram a Copa do Rei, Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões e agora o Mundial de Clube.

Uma temporada perfeita!

Mais cedo, o Guangzhou Evergrande, comandado pelo técnico Felipão, perdeu por 2 x 1, de virada, e viu o terceiro lugar ficar com o Sanfrecce Hiroshima.

Foto: UOL

A folha seca de Didi, o Santos “quebrado” e o “Caso Neymar”!

Leia o post original por Milton Neves

pdt_img_1105664

Canhota de Neymar já empata com a direita.

Com Pelé foi assim também e muito mais, é claro.

Coisas raras, mas muitos “direitos” igualmente melhoraram suas esquerdas.

Já o canhoto melhora a sua direita só em exatos 52.67%, no máximo.

Rivellino, genial, só fez um gol com a direita.

Foi no Maracanã, de sem pulo, de fora da área, pelo Fluminense.

O levantamento é do não menos genial Cláudio Scaff Zaidan, das Rádios Bandeirantes e Bradesco FM.

Zaidan, belo historiador e frio pesquisador, também decreta que Didi só fez um gol de “Folha Seca” na vida.

Ele “leu” todos os jogos de Didi pelo Flu, Botafogo, seleção, Real Madrid e São Paulo.

E viu e ouviu 42.87% deles.

O gol único foi naquela falta, contra o Peru, no Maracanã, pela eliminatória direta para a Copa de 1958.

Só dois jogos porque os cartolas burros não tinham descoberto ainda os direitos de TV e o marketing esportivo.

Lá, foi 1 a 1, com Índio empatando para o Brasil.

No Rio, na volta, estava um 0 a 0 chorado, no lotado Maracanã, quando Didi venceu o gigante negro Rafael Asca em cobrança de falta que Nelson Rodrigues imortalizou como “Chute de Folha Seca”.

É que uma folha seca levada pelo vento sempre tem destino improvável, impreciso, lotérico.

Estudei a trajetória da bola no chute de Didi em imagens claríssimas em 1994 quando apresentava o “Canal 100″ pela finada TV Manchete.

À época, com assessoria de Narcizo Vernizzi, o homem do tempo, do sol, da chuva e dos ventos, e do onipresente Álvaro Paes Leme, da Rede Record e da Bradesco FM, concluímos que a bola ia fora, mas no caminho dela em direção ao gol “ia passando um vento noroeste” que alterou a sua trajetória.

E o goleiro Asca, o “Pássaro Negro” do Peru, até fica olhando para cima “xingando” o vento, após o gol.

Vento esportivo que foi também imortalizado pelo não menos célebre Roberto Drummond, o Nelson Rodrigues de Minas Gerais.

“Quando vejo uma camisa do Atlético Mineiro estendida no varal, torço contra o vento”.

E eu torço pelo esclarecimento do “Caso Neymar”.

Quase voz isolada contra a “doação” do jogador ao Barcelona, mesmo inicial e burramente tendo apoiado em minhas mídias a antecipação em um ano do vencimento do contrato do Pelezinho da Vila, vejo hoje que o assunto está cada vez mais mal cheiroso.

Não me surpreenderei se pintar no caso, entre tantos envolvidos nos dois extremos e entre tantos intermediários ou empresários do negócio, alguma “delação premiada”, algo tão em moda hoje no Brasil.

“Você quer chegar no ponto final de uma história? Então siga o caminho percorrido pelo dinheiro”, ensinam experientes investigadores internacionais.

Na ponta do comprador a polêmica fedida já virou “batom na cueca”.

Sandro Rosell, seu vice e o Barça, perante o MP e o fisco espanhóis, estão envolvidos ou enrolados até a medula.
A coisa vai chegar aqui?

Aguardemos.

Enquanto isso o quase falido Santos do coitado do Modesto Roma vai capengando tentando sair do buraco em que o clube se meteu pós-Laor-Odílio.

Na semana, outra bordoada no caixa da Vila.

O TJ-SP, por 3 a 0, decidiu que foram legais os contratos que Marcelo Teixeira assinou com a DIS vendendo à empresa jogadores como Wesley, Ganso, Andre e outros de “baciada” de uma molecada que, na maioria, sumiu.

Ou seja, ao invés de pagar à época o percentual da empresa quando da venda dos jogadores, a dupla Laor-Odílio preferiu “empurrar com a barriga” e entrar na Justiça contra os atos de Marcelo Teixeira.

Foram para o Poder Judiciário, postergaram os pagamentos e perderam.

Aliás, eles nada perderam porque agora quem perdeu, seis anos depois, foi o Santos, hoje com o CT Meninos da Vila sujeito à humilhante leilão judicial.

Justamente os dois cartolas que deviam ter se rebelado muitíssimo mais contra o não recebimento dos 55% dos direitos do Santos FC sobre os mais de 100 milhões de euros, o verdadeiro custo da transferência do “Menino de Ouro”, segundo autoridades espanholas.

Alegam que não sabiam e temos que acreditar porque eu também não sabia, ao contrário de Neymar pai e da ponta compradora.

E lembrar que Neymar, lá pelos fins de 2008, à época um “projeto de craque” como talvez um Victor Andrade, um Neilton ou um Gabigol, só não deixou o Santos e foi para o Real Madrid por R$ 5 milhões porque Neymar pai vendeu os 40% do filho para a DIS, que também micou, por enquanto, no mais nebuloso negócio da história do futebol.

Mas, tenho para mim, que esse jogo só está em seu primeiro tempo e que temos ainda muito esgoto para passar debaixo da ponte que liga Santos a Barcelona.

Foto: UOL

Guerrero segue meus conselhos, marca dois gols e Corinthians vence o Bayer Leverkusen

Leia o post original por Milton Neves

2

Eu avise ao Tite que o lado direito da defesa do Corinthians precisa ser mais rápido!

Ele não me ouviu e o Yurchenko marcou o gol do Bayer Leverkusen.

Fisicamente melhores, os alemães começaram pressionando o Timão.

Com uma bela cabeçada de Guerrero, o Corinthians empatou o jogo e o Sheik quase virou no final na primeira etapa.

No intervalo da partida liguei para o Guerrero e reforcei o que disse que nos Estados Unidos.

“Fica na área do Bayer, pois vai sobrar uma bola e você vai fazer o gol”.

No segundo tempo o Corinthians começou melhor e foi para cima dos alemães.

O peruano me ouviu e o Timão venceu de virada.

Corinthians e Guerrero ainda não renovaram  contrato. O atacante já pode assinar um pré-contrato com outro clube.

Vão deixar o Peruano ir embora? Corinthians, cuidado com o Alexandre Mattos!

Opine!

Tabelinha do mineiro Pelé e Einstein acabará em golaço!

Leia o post original por Milton Neves

f

Mineira Dilma do Galo ganhou a eleição.

Mineiro Aécio do Cruzeiro bateu na trave duas vezes: nas urnas e na Copa do Brasil.

Mas ganhou o Campeonato Brasileiro…

Mineiro Pelé está no hospital.

Algo que nenhum beque cavalo conseguiu em 21 anos de caça ao Rei da Bola.

O Galo vai transformando o Cruzeiro em freguês.

Os dois foram brilhantes em 2014.

Boa de Varginha e América-MG também estão de parabéns.

O Coelho só não se juntou ao Galo e a Raposa porque o tapetão não deixou.

Minas hoje está prosa e soberano.

O São Paulo FC também.

Afinal, o Tricolor não se intitula “O Soberano”?

Só que atualmente virou “só-berano” as taças.

E o Rogério Ceni?

Ele passou a vida inteira se adiantando e aí a Penalty dá uma mísera adiantadazinha autorizada e vira esse rolo todo?

Até filme de despedida, belíssimo, ele autorizou, estrelou e protagonizou.

Eu vi o filme.

Aí se arrependeu e renovou até agosto de 2015.

Ainda bem.

Sua ausência tiraria uma bela e polêmica estrela do firmamento da bola.

Puxa, que semana!

E foi também a semana em que fiquei morrendo de medo e ansiedade torcendo pela saúde de Pelé.

Continuo preocupado.

O mundo está!

Ele inventou o Santos e o futebol.

É o mais perfeito dos brasileiros.

Foi também o engenheiro que traçou a estrada de minha vida.

Estou muito feliz com o que Deus, exagerado e bom demais, a mim destinou, mas sem Pelé não teria me tornado homem de comunicação.

Seria outra coisa qualquer sem nunca ter saído de Minas, creio.

Falam que nunca mais haverá tamanha consternação nacional como quando das mortes de Tancredo Neves e Ayrton Senna.

Um dia, daqui a muitos e muitos anos, Silvio Santos e Pelé provocarão ainda mais tristeza e espanto em nosso país.

Silvio no Brasil e Pelé no mundo.

A real e imensa dimensão dos dois a gente ainda não tem.

É típico do ser humano: a morte de quem pensamos ser imortal assusta, entristece, violenta e faz com que a gente ame muito mais o gênio que se foi.

Força, Pelé, o homem que tem três corações e um só rim vai fazer ainda mais 1000 gols lá no Estádio Albert Einstein.

Afinal, do inédito e histórico encontro desses dois gênios, Pelé e Einstein, coisa ruim jamais haveria de nascer. É que a prática da relatividade só pode terminar este caso em um fantástico golaço.

Imagem: Túlio Nassif/Portal TT

Bolão: Galo campeão da Copa do Brasil atropelando a Raposa! E o São Paulo é eliminado da Sul-Americana!

Leia o post original por Milton Neves

Galo 1

 

Imagem: Ianes

 

Cruzeiro 1 x 3 Atlético-MG. Não é a primeira, mas a última impressão é aquela que vale… O (merecido) título da Raposa no Brasileirão será página virada após a supremacia do Galo no mata-mata da Copa do Brasil! Mata-mata é muuuuuuuito melhor!

São Paulo 1 x 1 Atlético Nacional-COL. Pois é,  o Tricolor não fará a final da Sul-Americana…

Galo x Cruzeiro 640

Os palpites postados serão válidos até quarta-feira (26/11/2014). Horário limite: 22h (horário de Brasília).

Apenas um prognóstico por participante, um único IP, ok?. Aqueles que enviarem mais de um prognóstico não serão considerados. Favor escrever os nomes dos times do jeito que eu fiz, pois fica fácil na hora de conferir. Portanto, não valerão palpites com abreviaturas, apelidos e sem acentos. Em caso de empate, o vencedor será definido por sorteio.

E o felizardo (ou felizarda) vai receber em casa um par de calçado Rafarillo (não necessariamente igual aos das fotos abaixo), pois a remessa depende dos modelos disponíveis no estoque do fabricante, OK?

5
6

Fotos: Marcos Júnior/Portal TT

Face

CLIQUE NO LOGO ABAIXO E CONHEÇA A RAFARILLO

Sapato-1