Arquivo da categoria: Velloso

Acho que o Corinthians vai ter dificuldades, diz Velloso

Leia o post original por Craque Neto

O comentarista acredita que o Timão possa ter dificuldade no início do Brasileirão, por conta do afastamento do zagueiro Pablo por lesão. Além disso, alerta que o time precise reforçar seu elenco.

O post Acho que o Corinthians vai ter dificuldades, diz Velloso apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Velloso sobre Peñarol: tem que ser eliminado da competição

Leia o post original por Craque Neto

O comentarista acredita que a partida contra o Peñarol no Uruguai foi uma emboscada para armar uma confusão contra o Palmeiras, e explica como chegou a esta conclusão.

O post Velloso sobre Peñarol: tem que ser eliminado da competição apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Velloso diz que o Tricolor está justificando o treino fechado

Leia o post original por Craque Neto

O comentarista analisa o desempenho do São Paulo na última partida contra o Linense, e acredita que as jogadas trabalhadas justificam o fechamento dos treinamentos feito por Ceni.

O post Velloso diz que o Tricolor está justificando o treino fechado apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Velloso diz que Alisson na Seleção é insistência de Taffarel

Leia o post original por Craque Neto

O comentarista diz que, mesmo com a falta de Gabriel Jesus, Tite montou um time que pode buscar a classificação. Além disso, explica o porquê do goleiro Alisson no time titular.

O post Velloso diz que Alisson na Seleção é insistência de Taffarel apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Título da Liga deve ficar na Espanha, diz Velloso

Leia o post original por Craque Neto

O comentarista acredita que após a virada contra o PSG o Barcelona entrará empolgado para a sequência da Liga dos Campeões. Além disso tem os atuais campeões, o Real Madrid, com uma equipe muito forte.

O post Título da Liga deve ficar na Espanha, diz Velloso apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Morre o artilheiro que pegava pênalti

Leia o post original por Quartarollo

Confesso que fiquei triste quando soube da notícia. Morre Gaúcho, ou simplesmente o meu xará, Luís Carlos, cujo sobrenome é Toffoli.

Gaucho de Canoas morreu aos 52 anos de idade, muito novo para os padrões atuais. A maldição do câncer de próstata o pegou de jeito, mais do que os marcadores o pegavam na época de jogador.

Quando eu era criança a gente considerava quem tinha 50 anos como um velho, com o passar do tempo e a longevidade sendo aumentada para os brasileiros, hoje nem tanto.

Já tenho 58 e ainda me assusto quando me chamam de senhor, tio ou se quero tratamento especial na fila do banco.

Dou risada e digo que ainda não cheguei lá, mas estou beirando a fila especial ou pelo menos um tratamento especial.

Se eu fosse oriental estaria mais feliz. Lá a reputação e a experiência de uma vida inteira geram um grande respeito e até admiração. Aqui é velho e ponto, acabou e está acabado.

Costumo dizer que conheço muito velho burro e muito velho genial e tem também o outro lado. Tem muito jovem genial, com grande potencialidade, e tem também os burrinhos nessa turma. É assim mesmo, sempre foi.

Mas voltando ao meu velho e querido xará. Ele não foi gênio, mas foi gente do bem. Gostava do Gaúcho.

Cobri o Palmeiras quando ele estava por aqui. Nunca vi o cara reclamar de nada, nem de companheiros, nem de crítica, nem do gramado, nem da bola.

Sabia que não era craque, mas podia ajudar o que é uma sabedoria que muita gente não tem.

Jogou três vezes na carreira com a camisa do Flamengo e fez muitos gols. No Palmeiras era criticado e também elogiado. Era artilheiro e artilheiros têm essa sina.

Jogaria fácil hoje em vários times considerados grandes do futebol brasileiro.

Aquele jogo, no Maracanã, em 1988, entrou para a história. Flamengo 1 x 1 Palmeiras no tempo normal e naquela época jogo empatado era decidido nos pênaltis. Acreditem, isso já aconteceu no futebol brasileiro?

Não tinha empate e quem perdesse nos pênaltis, se não estou equivocado, ganhava um ponto, o ponto do empate no tempo regulamentar. Era legal. Tinha emoção garantida até o fim.

Por causa disso a decisão foi para os pênaltis. O Flamengo já não era mais uma máquina, mas ainda tinha Zico jogando e dois jovens chamados Bebeto e Zinho. Era melhor que o Palmeiras da ocasião.

Palmeiras já tinha feito as substituições e Zetti quebrou a perna num lance com o frágil, mas firme Bebeto. Isso custou a Zetti a camisa titular e ficou de fora do time um tempão.

Deu chance para Velloso aparecer e tomar conta da posição e como não tinha mais espaço no Verdão, comprou seu próprio passe (na época tinha passe) e foi para o São Paulo onde se tornou um dos maiores da história tricolor. Ganhou tudo o que não ganhou no Palmeiras.

No Maracanã ele saiu de campo carregado e quem foi para o gol? Gaúcho, é claro, que gostava de brincar de goleiro nos rachões nas vésperas dos jogos. E foi sem luvas, o que chamou mais atenção ainda. Você acha que centro-avante vai usar luvas? Mas nem quando joga no gol.

Tomou o gol de empate de Bebeto num belo levantamento de Zico, mas defendeu dois pênaltis e deu a vitória para o Palmeiras.

Um deles foi batido por Zinho que mais tarde faria história no mesmo Palmeiras e Seleção Brasileira campeã de 94, nos Estados Unidos.

Gaúcho se tornou herói do torcedor alvi-verde e mesmo que perdesse gols à vontade nunca mais voltou a ser vaiado. Também, não era para menos. O que fez no Maracanã pouca gente fez ou voltará a fazer.

As grandes histórias do futebol são construídas assim. Às vezes não é pelo gênio, pelo craque do time, mas pelo jogador mais comum, mais humilde, mas que se oferece para ajudar nos momentos mais difíceis sem medo de errar.

Vai com Deus, Gaúcho. Há muito a gente não se falava, a última vez foi quando você inventou de criar um time lá em Cuiabá.

Saudades, acho que posso te chamar de amigo e obrigado pelas boas entrevistas que me deu.

Em tempo:

O câncer de próstata pode ser combatido. Depois de uma certa idade para os homens, os urologistas falam em pelo menos a partir dos 50 anos, é preciso se cuidar. É só fazer exame de PSA, que é só tirar um sanguinho, não dói e o toque retal de tempos em tempos. O homem com o seu machismo exacerbado tem muito preconceito contra esse exame, mas é o mais conclusivo para se detectar se há problema na próstata. O câncer de próstata já um problema de saúde pública.

Nos Estados Unidos havia uma propaganda para o exame mostrando a mulher, no caso a esposa, arrastando o marido para o consultório médico. Se não for assim, tem machão que não vai. Mas não exagerem amigos, é só uma vez por ano, ok? Podem rir se quiserem, mas fiquem tranquilos.

Papo Reto com Velloso

Leia o post original por Neto

Nas vésperas da final da Copa do Brasil contra o Coritiba, aproveitei para bater uma resenha com o ex-goleiro Velloso. Além de ídolo ele é um dos grandes jogadores da história recente do clube. Com conhecimento de causa, essa grande figura palestrina falou tudo sobre o Palmeiras contemporâneo. Inclusive polemizou sobre o fato de não ter problemas em assumir o comando técnico do time. Que coisa, não? Acompanhem o ‘Papo Reto com Neto’ todas as terças-feiras, ao vivo, às 17h.