OS CANÁRIOS ESTÃO VOANDO!

Leia o post original por leonardo.gaciba

Antigamente, os árbitros se reportavam aos cartões amarelos como “canários” e aos vermelhos como “cardeais” (uma lógica alusão as cores dos pássaros)!

A rodada do meio de semana do Campeonato Brasileiro foi quente! O maior número de cartões amarelos em uma só rodada desta competição foi apresentado nos dez jogos que aconteceram: 66.

Uma média de 6,6 por partida e três expulsões nos 10 jogos da 22ª rodada, superou os 61 cartões da então recordista 15ª rodada nos dias 6 e 7 de Agosto.

O jogo com o maior número de cartões desta rodada foi dirigido por Marcelo de Lima Henrique. Na partida entre Atlético PR e Palmeiras ele apresentou 10 amarelos e um vermelho! A partida “mais calma” foi disputada entre Cruzeiro e Fluminense, onde Guilherme Cereta apresentou somente 2 amarelos.

Rigor dos árbitros? Paridade na competição? Nervosismo dos atletas? Talvez um pouco de tudo!

A competição que iniciou com média de 3,6 cartões amarelos por jogo, já alcança sua maior média: 5,11 por partida. Ainda, 61 atletas foram expulsos durante os 218 jogos realizados até agora.

Como curiosidade, até o momento, o jogo com o maior número de cartões aconteceu dia 17 de Agosto na Vila Belmiro, onde o árbitro Antonio Schneider apresentou incríveis 14 amarelos e dois vermelhos. Do outro lado da moeda, no dia 31 de Agosto, em São Januário, na partida entre Vasco e Ceará, o árbitro Emerson Ferreira surpreendeu quando no seu primeiro jogo na série”A” não apresentou nenhum cartão durante o encontro (única partida sem cartões do campeonato).

Até o início da 23ª rodada, o Ceará lidera o “ranking Fair Play” sendo o time mais disciplinado da competição, inclusive sendo o clube que menos recebeu cartões amarelos (36). As equipes do Internacional e do Avaí contrastam com o Vovô Cearense e já receberam 68 amarelos no campeonato.

O “recordista” em expulsões é o Atlético MG. O Galo de Minas já perdeu 6 jogadores por cartões vermelhos. Os que menos sofreram neste ítem foram Palmeiras e Atlético GO com 1 expulsão apenas.

Confira a tabela dos cartões válidos de todos os clubes da série “A”: