Vazamento de negociação e reação da torcida do Grêmio afastam Douglas do Corinthians

Leia o post original por Perrone

Douglas não afirma publicamente, mas a ideia de retornar ao Corinthians agradava ao meia. O combinado era que o alvinegro tocaria a negociação em sigilo, até chegar a valores interessantes para o Grêmio. No final, pesaria a palavra do jogador.

Porém, a inesperada declaração do vice de futebol corintiano, Roberto de Andrade, tornando público o interesse, jogou areia nos planos. O Grêmio, que ainda não havia sido procurado oficialmente, agiu na defensiva. Teve que mostrar para a sua torcida que não pensa em se desfazer do atleta.

 Os cartolas ficaram com medo de uma reação negativa dos torcedores e apagaram rapidamente o incêndio.

 Quem trabalha pelo retorno do atleta ao Parque São Jorge diz que antes do vazamento da operação, tratava-se de uma questão comercial, de preço. Quando a torcida soubesse, seria tarde demais.

Agora, porém, é uma questão política. A transferência seria uma derrota para os dirigentes tricolores.

Já os cartolas corintianos sofrem críticas de conselheiros por não terem repatriado Douglas no lugar do Grêmio. Antes de ele voltar ao Brasil, Ronaldo iniciou um movimento para resgatá-lo. O Fenômeno chegou a telefonar para o meia e pedir o seu retorno. O clube teve a chance, mas a diretoria não quis trazê-lo. Na ocasião, ele custaria menos do que hoje.