Leandro Vuaden

Leia o post original por Pedro Ernesto

Mesmo que no ano tenha havido algumas complicações pessoais, este apitador foi eleito o melhor do Brasil. O único representante do futebol do Rio Grande do Sul que levantou caneco na festa dos Melhores do Brasileirão, que aconteceu na noite da última segunda-feira.

Vuaden tem um estilo de arbitragem que me agrada muito. Valoriza o jogo, não marca faltas a qualquer encontrão, deixa o jogo rolar. Além disso, não é espalhafatoso, não se coloca com antipatia junto aos jogadores – postura que só merece respeito dos atletas. Uma justa escolha da imprensa e dos treinadores brasileiros.

Leonardo Gaciba foi escolhido quatro vezes o melhor do Brasil. Vuaden dá prosseguimento a estes títulos. Só Carlos Simon nunca ganhou nada. Nem no país nem no Rio Grande do Sul.  

Copas

Mas por que, então, Carlos Simon trabalhou em três Copas do Mundo?
Pelo conceito com a imprensa e treinadores dos maiores times do Brasil é que não foi. Acontece que Simon tem um grande mérito. Ele sempre se relacionou muito bem com seus superiores. Nunca se descuidou disso.

E como a escolha é feita por um ou dois cartolas, foi fácil para ele chegar lá. Mesmo que o mundo do futebol nunca tenha dado méritos suficientes a ele. Apitou mal, mas trabalhou bem nos bastidores. Não deixa de ser mérito.

Coletiva

Vamos conhecer na entrevista coletiva marcada pelo presidente Giovanni Luigi um pouco do longo contrato de 130 páginas entre o Sport Club Internacional e a construtora Andrade Gutierrez para a reforma do Estádio Beira-Rio.

Foi um longo e tenebroso inverno. A oposição a esta parceria está indignada e louca para melar o negócio, mas as informações é de que os votos arrecadados no conselho não serão suficientes.
Então, se for para ter parceria, que comece logo de uma vez.

Você sabia?

* Que o Grêmio deve anunciar duas contratações ainda esta semana?
* Que o dirigente Antônio Vicente Martins representará o Grêmio na reunião do Clube dos 13, que parece estar voltando?
* Que aqueles que reclamam que Corinthians e Flamengo ganham mais da tevê do que os outros clubes nunca foram solidários ao Juventude, que quase foi à falência porque recebia muito menos que os grandes?

Share