Derrota

Leia o post original por Pedro Ernesto

Terminou a série de jogos invictos com Vanderlei Luxemburgo comandando o time do Grêmio. Estas vitórias, de alguma forma, mascaravam as dificuldade da equipe em campo. Falta um armador. Nas vezes em que o Tricolor foi bem esta posição foi preenchida por Marco Antônio, o jogador que mais se aproxima desta necessidade.
Os zagueiros também não estão conseguindo dar tranquilidade. Agora, o Grêmio vai para um jogo importante da Copa do Brasil, contra o Ipatinga, que é um clube da Segunda Divisão do futebol mineiro. Um adversário, portanto, de baixa qualidade. Mas a qualidade do Grêmio não está indicando facilidades.

Vitória

O jogo foi sonolento no Beira-Rio. Só um time quis jogar. O Canoas só se defendeu e não teve nenhum ataque importante ao longo do jogo.
Mas a atividade do Inter esteve longe do ideal. Time lento, sem lances de qualidade, onde poucos se salvaram. Elton foi um bom jogador, Leandro Damião foi um centroavante com presença e Tinga, enquanto esteve em campo, mostrou toda sua categoria. Mas o Inter precisa jogar mais.

Quarta-feira

Já no jogo contra o Santos pode-se esperar muito mais. Por ser um jogo decisivo, a determinação é completamente diferente. Até a derrota da Vila Belmiro vai ajudar o Inter.
Nesta hora os jogadores se enchem de brio e vão com tudo. O Colorado será um poço de superação, a torcida vai ajudar o time e as chances de vitória crescem bastante diante destas circunstâncias.
Vai ser outro Inter, forte, competitivo e competente.

Você sabia?

Que Dorival Júnior deve colocar Bolatti em campo adiantando Tinga?

Que seriam dois volantes (Bolatti e Elton), dois meias (Tinga e Dátolo) e dois atacantes (Dagoberto e Damião)?

Que Marco Antônio ainda não tem condições de jogo contra o Ipatinga?