Grandes clubes

Leia o post original por Pedro Ernesto

Gosto de ver uma final de Libertadores com grandes clubes. No caso deste ano, Boca e Corinthians são duas agremiações de tirar o chapéu. Grandes torcidas, as maiores dos seus países, grandes investimentos em futebol. A diferença, a favor do Boca, é que vai para buscar seu sétimo título, enquanto o time brasileiro chega à final pela primeira vez. Pode ser importante esse fato estatístico. Mas o Timão tem alguns profissionais que já viveram competições sul-americanas e sabem como encará-las. É o caso do treinador Tite e do meia Alex, pelo que me lembro. O Boca não é mais aquele grande time que ganhou do Grêmio e do Inter anos atrás. É um time médio, mas tem camisa, tradição e torcida. Tudo isso para que se possa concluir que temos pela frente uma superdecisão entre dois grandes clubes. Bom para o futebol.

Interdição

O Inter mobiliza seu departamento jurídico para tentar reverter a posição da Justiça, que interditou o Beira-Rio. O grande parceiro nesta busca de jogar suas partidas em casa é a Brigada Militar. O Coronel Sérgio Abreu, comandante da Brigada, afirmou no Bate-Bola, da TVCOM, que os componentes fundamentais de segurança estão sendo atendidos pelo clube e pela construtora. O Inter tem 14 dias para tratar disso e vai à luta com toda força.

Palmeiras

A situação do time treinado por Luiz Felipe Scolari é contraditória. De um lado, com muito sucesso, é finalista da Copa do Brasil. disputa dois jogos para ganhar esse título e chegar à Libertadores. Por outro lado, é um fracasso monumental. Jogou 18 pontos no Brasileirão, só ganhou dois, tem 11% de aproveitamento, é lanterna e já trabalha para tentar escapar do rebaixamento. Felipão e o Palmeiras vivem entre o céu e o inferno.

Você sabia?

Que o Inter queria pagar R$ 250 mil reais mensais para Sandro Silva e o jogador teria pedido muito mais?
Que os dirigentes do Inter trabalham com a ideia de que este jogador vai parar no Grêmio?
Que o Grêmio ainda não empatou no Brasileirão?
Que o Palmeiras é o único clube grande de São Paulo que está na zona do rebaixamento e que joga com titulares?