Rivalidade

Leia o post original por Pedro Ernesto

O processo de grenalização não nos deixa, por vezes, acompanhar com atenção as boas coisas que estão chegando. A Arena do Grêmio é um monumento extraordinário, bem localizado e que deverá servir para jogos, shows, lutas, o que bem entender.
A estação do Trensurb, que o presidente da Câmara, Marco Maia, quer que se chame Estação da Arena, fica a apenas 700 metros. A freeway passa na frente. A BR-116 desemboca nela. A Rodovia do Parque, o mesmo. Só falta o poder público se dar conta de que precisa fazer reforma ampla no Bairro Humaitá. O Beira-Rio será outro grande instrumento que a cidade  ganhará, completamente remodelado, com espaços maravilhosos e também de muito boa localização e fácil acesso. Vamos apagar por uns instantes a rivalidade que nos cerca e poderemos perceber que teremos, em breve, dois grandes estádios. Nenhuma cidade do Brasil tem isso. Festejemos.

Bombonera

Não dá para deixar de assistir ao jogo desta noite. O Boca, em sua Bombonera, é sempre um adversário maiúsculo. Mas o time do Boca nos dias de hoje não é nem sombra daquele que ganhou a Libertadores fazendo cinco gols em dois jogos no Grêmio. O Corinthians tem uma defesa espetacular. Só levou três gols em toda a competição. O Timão saberá segurar o Boca. Emerson Sheik joga no ataque, o que dá mais certeza de agredir o adversário. Mas é uma decisão sem favorito. Vamos assistir. Jogo na Bombonera, como sugere o nome do estádio, tem um saber diferente.

Zé Roberto

Chegou o momento de escalar esse grande jogador. Seu nome já está no BID e ele estreia contra o Galo no domingo. Quem sai? Fernando é o melhor do time e volante, não concorre. Souza também está jogando bem e não deve sair. Restam as duas possibilidades. Sai Léo Gago ou Marco Antônio. Confesso que tenho um pouco de dificuldade para saber o que pensa o treinador do Grêmio sobre isso. Mas acho que sai um destes jogadores.

Você sabia?

Que Vitório Piffero responsabiliza a construtora de não ser parceira do clube e que vai destruindo espaços, o que inviabilizaria o Beira Rio?
Que Giovanni Luigi foi até o centro do gramado do Beira Rio para dizer que o clube não tem plano B e jogará sempre no Beira-Rio?
Que o Inter se defende com laudos do Corpo de Bombeiros e da Brigada Militar para reverter a decisão da Justiça, que interditou o estádio?