Abraço

Leia o post original por Pedro Ernesto

Dez mil gremistas, segundo estimativas, estarão fazendo o grande abraço no Estádio Olímpico, neste sábado, dia dos 109 anos do Grêmio. Esta é uma iniciativa de torcedores que frequentam o Olímpico e que, levada ao presidente Paulo Odone, logo foi atendida.

O marketing do clube, pelo seu diretor Paulo Cesar Verardi, tratou de fazer megaprodução que ficará marcada na história do Grêmio. Este é o último ano do Olímpico. Nele fica história impressionante de uma torcida que ama seu clube e viu no estádio uma casa importante para viver momentos de emoção.

O Olímpico dará lugar à moderna Arena, nova, reluzente, dentro dos conceitos modernos de construção de estádios pelo padrão Fifa. Claro que a Arena orgulhará os gremistas. Mas o velho e surrado Olímpico, com o abraço que levará dos torcedores, ficará para sempre na memória.

Construtores

Foi Saturnino Vanzelotti o grande construtor na década de 50. O Estádio Olímpico nascia no Bairro Azenha para se tornar a moderna casa gremista.

O Grêmio trocava a Baixada pela nova casa. Em 1954 o Olímpico tinha sua inauguração. Anos depois, foi Hélio Dourado, um dos presidentes históricos do clube, que transformou o estádio em Olímpico Monumental.

Foram milhares de quilômetros percorridos por Dourado na campanha do cimento. O Olímpico ganhou nova forma e ficou ainda maior.

Rodada

O Grêmio busca mais uma vitória no Brasileirão, desta vez contra o Flamengo lá no Engenhão. Jogo bom de ganhar porque o Flamengo cai aos pedaços. O meia Zé Roberto volta ao time, o que dá certeza de qualidade no toque de bola.

O Inter joga em casa, contra o Sport. Também é um jogo bom para ganhar, se reabilitar e continuar perseguindo o quarto lugar, que hoje tem o Vasco como inquilino. Claro que gremistas e colorados não podem esquecer de secar os que estão na frente ou por perto.

Você sabia?

– Que a Confraria do Pedro Ernesto, no Show dos Esportes, acontece nesta segunda-feira no restaurante El Viejo Panchos?

– Que Ganso custará ao Grêmio, se efetivar a sua contratação, o mesmo que custaria Giulano, que o clube tentou contratar no começo do ano?

– Que Luxemburgo ainda joga por 37 pontos no segundo turno, entendendo que com esta contagem pode ser campeão brasileiro?