Palmeiras adia pagamento de comissão por contratação de Prass para evitar dívidas com dispensados

Leia o post original por Perrone

 O Palmeiras pagará pelo menos R$ 300 mil de comissão a um empresário pela contratação de Fernando Prass, que rescindiu seu contrato com o Vasco. O valor já deveria ter sido pago, mas o clube adiou a quitação da dívida.

O caso foi analisado pelo COF (Conselho de Orientação e Fiscalização). A diretoria foi orientada a postergar o pagamento para priorizar acertos de contas com jogadores que estão deixando o Palestra Itália.

Se a quitação da comissão, entre outras novas dívidas, fosse feita agora poderia faltar dinheiro para pagar pendências com os atletas dispensados. Havia o temor de que eles cobrassem seus direitos na Justiça do Trabalho, aumentando os problemas do Palmeiras.

O clube pretende pagar ao empresário, que tem seu nome mantido em sigilo, no início do ano. Apesar do adiamento, a dívida com o agente não é contestada.