Flamengo lidera o “fair play”

Leia o post original por Gaciba

Atualizando nossa corrida do “jogo limpo”, ao iniciar a 17ª rodada o Flamengo está na liderança do “ranking fair play” do Brasileirão 2013.

Este troféu (por enquanto) imaginário, criado neste espaço há dois anos atrás leva em conta os seguintes critérios e legendas  descritos abaixo:

Confira a seguir o quadro disciplinar completo das 20 equipes que disputam a série A do Brasileirão 2013:

 DESTAQUES DA COMPETIÇÃO

Pinçando os principais números da tabela acima, percebemos que no critério CARTÕES AMARELOS, as melhores médias pertencem aos líderes FLAMENGO (1,31 por jogo), VITÓRIA (1,50 por jogo) e NAUTICO (1,57 por partida). Do outro lado, sofrem com um número excessivo de advertências: BAHIA (2,81 por partida), BOTAFOGO (2,69 por jogo) e VASCO (2,56 por jogo).

Já no critério EXPULSÕES, merecem destaques as quatro equipes “invictas” no campeonato que conseguem chegar a praticamente a metade do Brasileirão sem ter um atleta sequer expulso. São elas: CORITIBA, NAUTICO, VASCO e VITÓRIA. Do outro lado, os “líderes” em expulsões são SÃO PAULO e PORTUGUESA com 5 cartões vermelhos cada.

E quem para mais o jogo com FALTAS COMETIDAS? As equipes mais faltosas são: BAHIA (20,2 em média), CRICIÚMA (19,7 por jogo) e ATLÉTICO MG (19,1 por partida). E quem menos faz faltas? INTERNACIONAL (13,9 por jogo), SANTOS (14,4 por partida), FLAMENGO e VITÓRIA (ambos com média de 14,5 por jogo).

 ISSO É IMPORTANTE ?

Pergunte aos treinadores o quanto incomoda querer repetir suas formações e ser impossibilitado por excesso no número de suspensões?

Você sabia que até hoje, as equipes não tiveram ( ou terão nesta rodada ) condições de escalar 135 jogadores por motivos de cartões? São 96 atletas punidos pela sequência de três cartões amarelos e 39 jogadores expulsos nestes 156 jogos já disputados.

As equipes mais prejudicadas em número de atletas suspensos são: ATLÉTICO MG, 12º na tabela de classificação (7 por amarelos e 4 expulsos), PORTUGUESA, 19ª colocada (6 por amarelos e 5 expulsos) e SÃO PAULO, 18º classificado no momento (6 por advertências e 5 por expulsões), coincidência?

Num campeonato cada vez mais equilibrado, prestar atenção nestes detalhes pode ser um diferencial para que os clubes possam alcançar seus objetivos.