Torcida

Leia o post original por Pedro Ernesto

Vou torcer muito na sexta-feira, a partir das 13h, para que Porto Alegre receba seleções representativas nos cinco jogos que serão disputados aqui. Quando falo em representativo me refiro a dois aspectos: o esportivo e o turístico.

Esportivamente, o melhor é receber as seleções que já foram campeãs do mundo ou Portugal, devido a Cristiano Ronaldo. Como seleções de fonte turística, me lembro de México, Japão, Rússia e Estados Unidos, entre outras. São seleções que não chamam muito atenção em campo, mas trazem consigo grande contingentes de torcedores.

Isso significa hotéis lotados, táxis lotados e muitas compras nas lojas. Enfim, muito dinheiro novo entrando na nossa economia. Por isso, é que a Rádio Gaúcha prepara uma grande cobertura para sexta-feira, tirando do ar o Sala de Redação e centrando atenção na cobertura do sorteio dos jogos da Copa.

Estádios

A Fifa não estava acostumada a tratar com as situações brasileiras. Para ter uma ideia, a Avenida Tronco, que está sendo feita com muitas dificuldades pela prefeitura de Porto Alegre, é projeto do governo municipal de Leonel Brizola. Ou seja, está 60 anos atrasada.

Nossos estádios ainda carecem de finalização. A Arena da Baixada, em Curitiba, só será entregue no final de fevereiro. A Arena Cuiabá idem. Será mesmo ou vão pedir mais prorrogação? Nossos aeroportos são os mesmos. Imaginem na Copa.

Festança

A direção do Inter prepara dois dias importantes para o torcedor neste final de ano. No dia 14, no Gasômetro, a festa de 38 anos do primeiro título brasileiro, conquistado pelo clube. Presença de grandes figuras que estiveram naquele conquista histórica para o Rio Grande do Sul, por ser a primeira em âmbito nacional.

No dia 17, aniversário da conquista do Mundial Fifa, outra grande festa com os consulados recolhendo alimentos em todo o país, em aliança com o Banco de Alimentos. Uma atividade social de grande envergadura para marcar o Dia do Torcedor Colorado.

É demaaaais!

A venda dos ingressos para a festa de reinauguração do Beira-Rio ultrapassou 70%. Serão dois dias inesquecíveis para os colorados. Ninguém quer ficar fora. O Beira-Rio está lindo. O Conselho Deliberativo resolveu, na terça-feira à noite, que não tem esta de não administrar o estádio. Sabe das dificuldades que o Grêmio está encontrando na Arena.