Furacão à beira de um desmanche catastrófico

Leia o post original por Neto

Apesar do aproveitamento de campeão, Vágner Mancini não teve contrato renovado

Apesar do aproveitamento de campeão, Vágner Mancini não teve contrato renovado

Apesar de ter sido vice-campeão estadual, vice também da Copa do Brasil e terceiro colocado do Campeonato Brasileiro, continuo com a mesma opinião de algumas semanas. Acho que o Atlético Paranaense é a equipe mais regular do País. Conseguiu formar um elenco de jogadores desconhecidos mas de muita qualidade. Caras de boa técnica que encaixaram perfeitamente em um esquema tático bem definido. Só penso que a partir de agora a diretoria tem que correr atrás para evitar um rápido desmanche.

A tendência é que boa parte do time deixe o Furacão. Afinal os direitos federativos deles ficaram muito inflacionados. O primeiro a zarpar da capital paranaense foi o meia Everton, que já foi aprovado nos exames e é o novo reforço do Flamengo para 2014. Os atacantes Éderson, artilheiro do Brasileirão com 21 gols, e Marcelo Cirino, eleito pela CBF a revelação do Nacional também podem seguir um novo rumo em suas carreiras. O Corinthians, por exemplo, se interessou por Marcelo, mas a direção do Atlético fixou os valores em 12 milhões de euros. Aí o acordo emperrou!

O zagueiro Manoel foi durante muito tempo pretendido pelo Palmeiras. O ala direito Léo também foi assediado pelo Flamengo. Já o técnico Vágner Mancini, responsável por um incrível aproveitamento de 62,3% dos pontos disputados, foi comunicado que não teria seu contrato renovado. Brincadeira, né? Fico pensando se a cartolagem do Furacão está consciente dos seus atos. Porque se perder mais três ou quatro peças importantes vai brigar na próxima temporada para não ser rebaixado. Depois não digam que não avisei.