Com média de três gols levados em clássicos, Mano falha em seu ponto forte

Leia o post original por Perrone

Em sua volta ao Corinthians, Mano Menezes pena para arrumar a defesa do time, justamente seu ponto forte na passagem anterior pelo clube.  Com 19 gols sofridos em 13 jogos, o alvinegro é o sexto time mais vazado entre os 20 da competição, ao lado do Linense.

Nos dois estaduais em que havia comandado a equipe, o Corinthians terminou a primeira fase como o clube que menos gols levou. Em 2009, foram 15 tentos sofridos em 19 jogos, média de 0,7 por partida. De forma invicta, o alvinegro conquistou o título estadual. No ano seguinte, a equipe de Mano foi vazada 18 vezes em 19 jogos, 0,94 por partida e não se classificou para as semifinais. A média atual é de 1,4 por apresentação.

A média em 2014 piora se a conta incluir apenas os clássicos. Foram nove gols em três jogos: três por partida (derrota de 5 a 1 para o Santos, empate em um gol com o Palmeiras, e nova queda por 3 a 2 diante do São Paulo).

Na comparação entre o Corinthians e seus principais rivais neste ano, a diferença mais impressionante é em relação ao Palmeiras. O time do Parque São Jorge levou mais do que o dobro de gols do que o alviverde: 19 x 9 em 13 partidas.  O Santos levou  12 gols e o São Paulo tomou 14, cada um em 13 jogos.

A dificuldade em acertar a defesa destoa do que Mano costuma fazer no início de seus trabalhos. Ele normalmente primeiro arruma o setor defensivo para depois mostrar evolução nos outros setores.