Análise não é fofoca

Leia o post original por Mauricio Noriega

Não gosto quando o Jornalismo individualiza assuntos e promove disputas como agora parece ser o caso de Mano x Muricy.

Meu trabalho é analisar o trabalho de ambos como treinadores de futebol e colocar opiniões, com as quais as pessoas concordam ou não.

Só é possível avaliar fatos.

Não dá para analisar ilações, suposições.

Em termos de trabalho, São Paulo e Corinthians começaram mal, com o tempo Muricy arrumou melhor o time dele, garantiu sua classificação.

Mano não melhorou o Corinthians pelo menos para se classificar em um torneio de nível técnico fraco, como o Paulistão de 2014.

Isso, para mim, são os fatos.

O resto é para conversinha de fanático ou coluna de fofoca.

Rivaldo


Em meio á pobreza técnica vigente, o anúncio oficial da aposentadoria de Rivaldo é uma tristeza. Mesmo que nos últimos tempos ele já não fosse nem sequer sombra do jogador fantástico dos tempos de Palmeiras, Barcelona e Seleção Brasileira.

Rivaldo foi mais um dos craques tipicamente brasileiros. Um jogador improvável. Alto, meio desengonçado, maltratado pela vida, sem carisma. Mas, santo Deus! Como jogou futebol!

Que ele tenha nessa nova fase da vida o mesmo sucesso que obteve jogando bola.