Atacar pela vantagem

Leia o post original por JC

Como de costume, Adilson não confirmou o time que enfrenta o Fluminense na primeira partida da semifinal do Estadual. Mas tudo indica que teremos a mesma formação que goleou o Duque de Caxias, com três atacantes e dois volantes. Precisando reverter a vantagem tricolete, o treinador vascaíno deve considerar por bem ser mais agressivo e pelo visto tentará vencer logo a primeira partida.

Tudo bem, o raciocínio está correto. O problema é que o time do laranjal não é o Duque de Caxias. Abdicar da ofensividade está fora de cogitação, mas o Vasco precisa tomar muito cuidado.

Renight, que normalmente já gosta de uma retranca, não faria diferente podendo jogar por dois empates e mandará três volantes ao campo. Mas um time com Fred, Walter, Conca, Carlinhos e Jean tem qualidade bastante para que nosso sistema defensivo não possa cochilar nem um segundo. Ter menos homens no meio de campo nos obrigará a jogar mais compactados para compensar a vantagem numérica tricolete no setor: sem a posse de bola, Reginaldo e Everton Costa precisarão ajudar a fechar os espaços nas laterais e na meiuca; e com a bola, partir para o ataque com velocidade e explorando ao máximo os lados de campo é o caminho para chegar ao gol tricoflor.

É natural o estranhamento de ver o Adilson sendo mais ousado, depois de tanto insistir com formações com mais defensores, justo em um clássico decisivo. E a razão deve ser justamente essa: o campeonato começa efetivamente agora e vencer, pela primeira vez é realmente indispensável. Mais que a escrita diante de um freguês já tradicional, esse Vasco mais ofensivo precisará também mostrar os motivos de termos a melhor defesa do campeonato. Se conseguirmos isso, as chances de termos do nosso lado a vantagem de um empate no domingo certamente serão enormes.

VASCO X FLUMINENSE
Martín Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Marlon; Guiñazu, Pedro Ken e Douglas; Reginaldo, Everton Costa e Edmílson. Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Jean e Conca; Walter e Fred.
Técnico: Adilson Batista.Técnico: Renato Gaúcho.
Estádio: Arena Maracanã. Data: 27/03/2014. Horário: 21h. Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães.  Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Silbert Faria Sisquim.
 O Canal Premiere transmite para seus assinantes de todo o Brasil no sistema Pay-per-view.
O GLOBOESPORTE.COM acompanha o confronto em Tempo Real, com vídeos.

***

E as últimas dos pretendentes ao cargo de presidente do Vasco?

Integrante da chapa de Roberto Monteiro utilizou rede social para captar sócios em débito. Apesar do que postou no seu perfil – “caso algum sócio PROPRIETÁRIO, que esteja em débito com o VASCO, e tenham o interesse de ficar apto (sic) a votar, na chapa a qual sou integrante (…) entre em contato” – Eduardo Cassiano, conselheiro do clube, ex-diretor de patrimônio e membro da chapa Identidade Vasco, nega que a convocação tenha relação com o mensalão. Monteiro, como não poderia deixar de ser, nega qualquer envolvimento na história e alega não saber de nada.

E depois de ver seus correligionários reclamando que o Vasco estaria “vendido para empresários” desde que foi substituído pelo Dinamite na presidência do clube, Eurico Miranda tem sido visto constantemente em companhia de Carlos Leite, o empresário símbolo da atual gestão. Aparentemente, as diferenças entre ambos são coisa do passado (e olha que o primeiro chegou a ser réu em ação movida pelo segundo).

E até Roberto Dinamite, a essa altura do campeonato,  resolve cogitar ser candidato à reeleição. O simancol definitivamente está em falta.

É ou não é pra ficar preocupado com o futuro do clube?

***

Quem quiser ler mais a respeito dos temas desse post podem visitar a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e acessar os links das matérias que tratam desses assuntos. O link também está no meu twitter: @jc_CRVG.