Empresário diz que Emerson está triste: “Ele adora o Corinthians”

Leia o post original por blogdoboleiro

Emerson Sheik não anda falando, mas está triste com sua situação no Corinthians. Segundo o empresário do atacante, Reinaldo Pitta, o atleta não foi procurado por dirigentes ou pelo técnico Mano Menezes para dizer que ele está fora dos planos do time nesta temporada. Mas lê jornais, vê televisão e acompanha pela internet as notícias de que foi alvo de negociações com o Atlético Mineiro e com o Botafogo.

Esta informação foi dada pelo próprio presidente Mario Gobbi. Nesta quinta-feira, ele confirmou as conversas com botafoguenses e atleticanos. Mas disse que Emerson deve mesmo ficar no Corinthians. “Ele está treinando com o grupo. Vocês estão vendo”, disse o dirigente. Aos 35 anos, Emerson ganha cerca de R$ 500 mil por mês. Mesmo com o Corinthians aceitando pagar metade, ainda sim os vencimentos do atleta têm sido considerados altos.

Reinaldo Pitta mostra incômodo ao falar do assunto. Procurado pelo Blog do Boleiro, o empresário disse que o jogador está mesmo chateado, mas não vai se manifestar. “Ele entrou pela porta da frente e vai sair pela porta da frente”, afirmou.

Blog do Boleiro – Nesta quinta-feira, o presidente do Corinthians, Mário
Gobbi, confirmou que conversou com Altético Mineiro e Botafogo. Vocês foram comunicados?

Reinaldo Pitta – Ninguém falou comigo nem com o Emerson. Então não podemos falar nada. O Sheik tem contrato com o Corinthians até julho de 2015. Ele está cumprindo o contrato. E o o Emerson está feliz no Corinthians, feliz em São Paulo. Ele adora o Corinthians.

Você tem conversado com o Emerson. Como ele está?
Ee está muito triste, muito chateado. Ele tem orgulho do que fez pelo Corinthians e feliz com o que o Corintians fez por ele. O futebol, infelizmente, é assim: o Emerson ganhou títulos do estadual, do Brasileiro, da Libertadores e do Mundial. É um dos maiores jogadores da história do clube. Então é chato ele ficar lendo e vendo notícias de que não está nos planos.

O técnico Mano Menezes já conversou com ele?
Não, mas também o Mano não disse que não quer contar com o Emerson. Já o Emerson não tem nada contra o treinador. Ele está treinando. Se for chamado para jogar, vai jogar com toda vontade. Se não for, vai continuar trabalhando duro.

Mas nenhum clube procurou você para falar do Emerson?
Só posso falar alguma coisa depois que o Corinthians me dizer alguma coisa. Não vou fazer nada até lá. E se nada acontecer, melhor. O Emerson ainda quer jogar mais dois anos, está bem e gosta do Corinthians. Agora, posso dizer que Santos, Internacional, Atlético Mineiro, bOtafogo, Flamengo e Cruzeiro já mostraram interesse no jogador. Eu diria que se o Emerson saísse agora, haveria clubes interessados.

Aparentemente, a questão é pagar o que Emerson recebe no Corinthians.
Desde que cuidamos da carreira do Emerson, ele foi campeão no Flamengo, no Fluminense e no Corinthians. É um atleta que dá retorno. Se ele ganha muito, ele devolve com conquistas. Por outroi lado, vale lembrar que o Corinthians emprestou o Pato para o São Paulo e ele ganha mais do que o Sheik.

Então, a postura de vocês será a de esperar?
Nem é o caso de esperar. O Emerson está trabalhando e vai continuar assim. Volto a dizer: ele adora o Corinthians. Confesso que, quando ele foi São Paulo, eu achei que ele não ia durar três meses, mas o Sheik se adptou e está muito feliz. Agora, é importante que a gente sempre mantenha uma postura: entramos pela porta da frente e vamos sair pela porta da frente.