Não é perseguição…. é constatação!

Leia o post original por Neto

Valdívia começou no banco a semifinal contra o Ituano

Valdívia começou no banco a semifinal contra o Ituano

Tem muita gente que acha que persigo o chileno Valdívia em meus comentários. Juro que não tem nada de pessoal nisso. Muito pelo contrário! Acho ele um bom jogador para os padrões atuais e sempre elogiei suas atuações quando mereceu ser elogiado. Mas me desculpem os torcedores do Palmeiras, não consigo entender o craque do time poupado em uma decisão de semifinal de Campeonato Paulista. Isso não entra na minha cabeça, poxa vida!

Vai ter gente defendendo o chileno dizendo que ele estava com o tornozelo inchado e que não tinha condições para atuar os 90 minutos. Para vai! Estive em campo mais de 20 anos e já entrei várias vezes infiltrado e com dores agudas no tornozelo. Nada no mundo me fazia ficar fora de uma decisão. Vi muitos casos iguais com outros companheiros. É questão de brio. De bater no peito e falar para o técnico “Vou jogar de qualquer jeito!”. Dane-se os exames! Paixão pelo clube, caraca!

O que me incomoda no Valdívia é justamente sua postura passiva. Rapaz, o jogador é camisa 10 do Palmeiras! Um p… de um time! Não pode ficar de nhe-nhe-nhem. Isso me cansa! Nem era para criticar tanto o cara. Confesso que até exagero no discurso. Mas não dá pra entender um jogador que ganha a grana que ele ganha, que tem a moral que ele tem com a torcida, e dá umas brechas dessas. Ele entrou no segundo tempo. Dava pra ir sim. Pelo amor de Deus!

A verdade é uma só: se a torcida idolatra um cara assim, paciência. Não posso fazer nada.