Forçado pelo Corinthians, agente procura novo time para Sheik

Leia o post original por Perrone

Numa conversa com a diretoria do Corinthians, nesta terça, Reinaldo Pittta, agente de Emerson Sheik, ouviu oficialmente que o clube não quer mais continuar com o atacante. O empresário foi autorizado a procurar uma nova equipe para o jogador.

A condição imposta pelos corintianos é que o interessado pague metade dos cerca de R$ 500 mil mensais recebidos hoje pelo atleta. Um dos heróis da conquista da Libertadores, Sheik tem ainda 16 meses de contrato, mas não está nos planos de Mano Menezes e caiu em desgraça com a torcida desde que deu selinho num amigo.

Caso Pitta não consiga um novo emprego para seu cliente, namorado pelo Botafogo, o Corinthians propõe uma rescisão amigável. Nessa hipótese, o clube paulista não está disposto a pagar integralmente os salários a que Sheik teria direito até julho de 2015. Vai sugerir uma redução de valores em troca de o atacante poder negociar de graça com outras equipes.

No entanto, a postura de Sheik até agora tem sido a de querer cumprir o contrato até o fim. Então, é pouco provável que aceite deixar de receber alguma quantia.

O empresário do jogador vinha dizendo que não tinha conversado com o Botafogo e com nenhum outro clube porque ninguém do Corinthians havia dito para ele que não tinha mais interesse em Sheik. Pitta também já afirmou existirem vários clubes interessados no atacante.  O Corinthians pede agora que o agente apresente só um desses pretendentes. E, se isso acontecer, os corintianos estão dispostos a entregar Emerson embrulhado para presente.