Lucro do São Paulo com Morumbi cai 37% em 2013

Leia o post original por Perrone

De acordo com o balanço de 2013, divulgado pelo São Paulo nesta semana, o lucro obtido com o Morumbi caiu aproximadamente 37% em um ano. Desceu de R$ 23,7 milhões em 2012 para R$ 14,8 milhões no ano passado.

A queda acontece num momento em que os dirigentes tricolores estão preocupados com a concorrência das futuras arenas de Palmeiras, principalmente, e Corinthians, o que justifica a briga interna com a oposição para aprovar o projeto de cobertura do estádio. Além de mais moderno, ele ganhará outro espaço para shows menores, aumentando as possibilidades de receber mais dinheiro com aluguel.

Foi justamente a redução na arrecadação com aluguéis o que mais prejudicou o desempenho do Morumbi. Em 2013, a casa são-paulina faturou R$ 3,7 milhões nesse quesito contra R$ 8,4 milhões em 2012. A receita com camarotes e cadeiras cativas diminuiu de R$ 18,8 milhões para R$ 16,7 milhões. O dinheiro que entrou com publicidade foi um pouco maior no ano passado: R$ 6,6 milhões diante de R$ 6 milhões.

A receita geral do estádio, sem contar venda de ingressos, foi de R$ 29,7 milhões no ano passado. Em 2012 tinha sido de R$ 36,2 milhões.

Ao mesmo tempo em que a arrecadação diminuiu, a despesa subiu de R$ 12,5 milhões do ano retrasado para R$ 14,9 milhões em 2013.

Apesar de ter sobrado menos dinheiro com o Cícero Pompeu de Toledo,  o lucro referente ao Morumbi continua significativo para o clube. Representa pouco menos da metade dos R$ 33 milhões obtidos pelo departamento de futebol com patrocínio e publicidade. Ou mais do que 50% do superávit de R$ 23,5 milhões apresentado pelo São Paulo em 2013 .