Estádio é a grande dúvida do Gre-Nal

Leia o post original por Pedro Ernesto

Depois de 41 anos de profissão, nunca imaginei que tivesse que passar por isso.

A grande dúvida do Gre-Nal não é jogador. O substituto de Luan será conhecido na quinta-feira e aí teremos o Grêmio escalado para o clássico. O time do Inter será o mesmo do segundo tempo do primeiro Gre-Nal, quando conseguiu a virada. A grande dúvida é o estádio onde o jogo será disputado.

Beira-Rio ou Centenário, em Caxias do Sul. O estádio do Inter ainda não tem seu entorno concluído, há muitos restos de obras e tudo fica nas mãos da Brigada Militar, do Corpo de Bombeiros ou do Ministério Público. Confesso que não acredito em receio do Inter de jogar em seu estádio. Teria toda sua torcida do seu lado e ainda tem a importante vantagem.

Sendo o grande favorito para ganhar o campeonato, por que teria receio de jogar na sua casa?

Alán Ruiz

Não tenho uma opinião definitiva sobre esse jogador. A amostragem ainda é pequena. Mas ele, quando entra, mostra grande capacidade técnica. Ao mesmo tempo, mostra uma certa lentidão. Com a saída de Luan e a impossibilidade de jogar Zé Roberto, ele pode estar ganhando a grande chance amanhã contra o time quase ou reserva do Nacional-Uru. Nesse jogo, poderemos avaliar melhor o seu futebol. O Grêmio o contratou na Argentina como um grande talento que está por explodir.

As oportunidades começam a aparecer.

Atacantes

Mesmo que o jogo contra o time reserva do Peñarol não tenha servido para uma avaliação técnica mais rigorosa, Abel Braga propôs uma situação interessante. No segundo tempo, ele deixou em campo os centroavantes Rafael Moura e Wellington Paulista.Pode-se avaliar que não é uma situação para começar jogo, mas pode muito bem ser uma solução para jogos encrencados.

Rafael Moura fica fixo na área,como sempre,e Paulista mostra uma capacidade de movimentação que pode redundar numa dupla de tacantes muito interessantes.

É demaaaiiisss!!!!

Luiz Felipe Scolari decidiu que os jogadores poderão fazer sexo durante o período de concentração da Copa. Está certo. A atividade sexual é compatível com a necessidade física dos jogadores.

O que não combina são noitadas e bebedeiras. Jogadores que não podem se encontrar com suas
mulheres ou namoradas, quando ganham folga,saem desesperados atrás de festas.