Flamengo 2 x 3 León

Leia o post original por Mauro Beting

Isto é futebol

É Leo Moura avançar como se fosse atacante como tantas vezes deu certo, perder a bola, o centroavante Alecsandro estar na cobertura dele na lateral e anotar falta desnecessária. Infração que levou o bom time do León à zaga rubro-negra, André Santos tanto fazer um pênalti quanto não marcar o rival, e o Flamengo fazer o torcedor sofrer mais uma vez.

É Leo Moura criar do nada uma falta desnecessária contra o time mexicano e fazer André Santos se redimir da falha do primeiro gol. É, dois minutos depois o mesmo rubro-negro empurrar Boselli pelas costas, dando maior impulsão para o atacante ganhar de Samir na cabeça.

É Alecsandro dar de peixinho de canela (ou o contrário) e empatar um jogo sensacional onde a rara bola pelo alto ganha pelo Flamengo foi a cabeçada de Samir em Alecsandro.

Um segundo tempo ainda melhor, mais emocionante, com ataques e contragolpes à base apenas de adrenalina.

Podia dar Flamengo, mas deu León. O que não estava nos planos era o Bolívar fazer o que fez e não só em La Paz.

Também no Maracanã, quando o Flamengo tinha a vitórias aos pés e cedeu o empate.

O que o levou a se abrir contra o León e perder pelos erros defensivos tão similares aos do time mexicano.

Mas sem a mesma criatividade e força para se classificar. Um Flamengo que de velho decepciona em casa.